Ir para conteúdo
Entre para seguir isso  
beto981

Lima - 45 dias (a trabalho) Com Fotos

Posts Recomendados

Salve galera!

 

No final de 2011 (10 e 11/2011) passei 45 dias em Lima a trabalho, e irei postar aqui um breve relato desse tempo que passei por lá, com informações e dicas que espero que possam ser úteis para quem pretende conhecer essa cidade. Irei dividir o relato por tópicos.

 

TRÂNSITO E TRANSPORTE

 

Primeiro contato com a cultura Peruana, rs. No aeroporto já tinha um taxista da empresa me esperando para me levar para o hotel, e este muito prestativo já me deu as boas vindas ao país, me ajudou com as malas e saímos do estacionamento. LOUCURA!!! O trânsito de Lima (neste caso Callao, onde fica o aeroporto) é sem lei! Os carros cruzam um na frente do outro a toda hr, briga para ver quem buzina mais, carros velhos e em mal estado. Mas nessa loucura eles se entendem e conseguem chegar ao local de destino.

 

Os táxis são encontrados aos montes na cidade, porque qualquer cidadão pode transformar seu carro num táxi! É só colocar uma placa em cima, ou no parabrisa, ou simplesmente gritar! Outra característica é que não existe taxímetro, então as corridas são negociadas antes de você entrar no carro. E aqui vale a barganha, tem que chorar mesmo e se o taxista não aceitar, já tem outro atrás esperando para te atender. Talvez por esse motivo o preço das corridas são tão baratas. Um exemplo: o trajeto que eu mais fazia, que era Cercado de Lima/Miraflores (10 Km) saia no máximo 10 ou 12 soles (hoje, com o dolar mais alto R$ 7,70). Mas fui pegando as manhas durante a estadia, pois nas primeiras vezes acabei pagando mais caro.

 

E apesar da aparencia dos carros, pelo menos com os taxistas quase não tive problema. Todos sempre atenciosos, simpaticos, e honestos. Pelo fato deles ganharem por corrida, eles sempre tentam fazer o caminho mais rápido, para estarem livres para um novo cliente. O "quase não tive problema" fica por conta do 1º taxista (o do aeroporto) que já estava contratado pela empresa e eu não precisaria pagá-lo, e mesmo assim ele me cobrou o valor da corrida.

 

Lima conta com 2 sistemas de onibus: o Metropolitano, que são onibus novos e que circulam em vias exclusivas (lembra a linha de trólebus da EMTU em SP) e as linhas convencionais feitas por onibus ou microonibus. Pelo que vi, a grande maioria destes também mal conservados. Devido ao preço baixo do taxi, não recomendaria a utilização dos onibus, pelo conforto e pela rapidez. Devo ter utilizado esse serviço 2 ou 3x apenas e lembro que um trecho de uns 10 quarteirões em uma mesma avenida levou quase meia hora, porque o motorista fica parando a cada 20 metros tentando chamar mais passageiros...

 

Dicas:

- procurem sempre dar prioridade a carros em melhores condições, pois existem alguns em circulação em situação precária, sem cinto de segurança, etc;

- antes de pegar o táxi, procure se informar com alguém (do hotel por exemplo) o preço médio da corrida até o seu destino. Com essa informação, comece a negociar com o taxista falando que está caro, ou que ontem foi ao mesmo lugar pelo preço X. Se não funcionar a tática, agradeça, olhe para trás e você verá pelo menos uns 2 ou 3 táxis te chamando para te levar, e aí negocie mais: "aquele taxista iria me levar por X" rs. Nessas negociações você pode acabar economizando o valor de uma próxima corrida!;

- existem táxis coletivos, que levam de 4 a 5 pessoas para o mesmo destino e por uma valor menor ainda. Evite-os! Segundo os companheiros de trabalho, esse tipo de transporte não é confiável e pode se tratar de quadrilhas que se aproveitam para efetuar assaltos.

 

 

POVO

 

O povo peruano no geral se mostrou bastante simpático e receptivo, tanto no pessoal como no profissional (Ô LOCO MEU! ::lol4:: ).

 

Este item vai ser composto basicamente de exemplos que ilustram o que disse acima:

- Nos pontos turísticos sempre havia alguma "polícia turística", que são agentes da polícia que dão apoio aos turistas. E todos sem exceção davam aula sobre o ponto onde estavam, perguntando sobre de onde vinha, se estava gostando do passeio, indicando outros pontos que deveria conhecer;

- Ao pedir uma informação na rua, as pessoas se esforçavam ao máximo para indicar onde deveria ir, e se necessário acompanhando até certo ponto. Certa vez fui às ruas atrás de uma loja de doces e então perguntei a um guarda de transito se ele conhecia a loja X que ficava naquela proximidade. Pois então o guarda disse que não conhecia, mas fez questão de andar 2 quarteirões comigo perguntando a outros lojistas se eles conheciam a tal loja, e conseguiu a informação para mim;

- Os meus companheiros peruanos de trabalho iam até o hotel perguntar se eu queria sair para conhecer algum lugar, ou apenas para saber se estava tudo bem;

- Um outro amigo do Brasil que estava trabalhando comigo iria receber sua namorada no aeroporto e um determinado dia pediu informações sobre taxi a um colega peruano, sendo que este se prontificou a levá-lo no aeroporto, por achar que seria mais barato e seguro para eles;

- Mesmo bebado, nenhum taxista tentou me enrolar e me levou direitinho para o hotel rs;

 

CLIMA

 

Nesse período em que estive em Lima, a cidade esteve sempre igual: céu cinza, tempo fresco durante o dia, com uma pequena queda de temperatura à noite. Desses 45 dias, creio que no máximo em 5 dias vi um céu limpo, azul e ensolarado... Chuva também é coisa que não se vê na cidade.

 

Resumindo, é um lugar onde não se passa muito frio, nem muito calor.

 

ALIMENTAÇÃO

 

Ah que saudade desssa parte... Lima carrega o título de capital gatronomica da America Latina e posso dizer que apesar de não trocar nosso arroz com feijão por nada, lá eu provei algumas das melhores comidas da minha vida!

 

Por ser uma cidade litoranea, boa parte da alimentação é baseada em peixes e frutos do mar. Também consome-se bastante frango, e carne bovina em menos quantidade.

 

O ceviche é o carro-chefe dos pratos. É um preparado à base de peixe e/ou frutos do mar marinados no limão. E eu que não sou fã de peixe, adorei o sabor!

 

[picturethis=http://www.mochileiros.com/upload/galeria/fotos/20120813043052.JPG 500 375 Ceviche] Ceviche de camarão, acompanhado de milho, cebola, alface e batata doce.[/picturethis]

 

Pode-se dizer que a alimentação é barata em Lima, e digo isso pois os pratos são muito bem servidos! Muitas vezes fui ao restaurante e comia apenas o ceviche, que geralmente é vendido como uma entrada e não como prato principal. Abaixo segue um exemplo de lomo saltado (filé mignon frito com legumes, verduras, ao molho shoyu), e esse nem tava tão caprichado assim!

 

[picturethis=http://www.mochileiros.com/upload/galeria/fotos/20120813044317.JPG 500 375 Lomo saltado]Esse nem estava tão bem servido, mas veja o tanto de carne que vem no prato! [/picturethis]

 

Mas na verdade, o meu prato do dia-a-dia era esse, afinal não dava pra comer em restaurante chique sempre rs:

 

[picturethis=http://www.mochileiros.com/upload/galeria/fotos/20120813045608.JPG 500 375 Almoço do Pardo's Chicken]Filé de frango com batata frita e salada de alface, tomate, milho, queijo e abacate. E para beber INKA COLA, o refrigerante de tuti-fruti deles.[/picturethis]

 

Curiosidades:

- Nos restaurantes comuns, geralmente existe a opção de pedir seu prato "a lo pobre", que é o seu prato normal acompanhado de 1 banana a milanesa e 1 ovo frito. Até hamburguer pode ser "a lo pobre"!;

- Nas ruas encontra-se de tudo a venda: lanches, doces, salgados, e até ceviche!

 

[picturethis=http://www.mochileiros.com/upload/galeria/fotos/20120813050559.JPG 500 375 Comida de rua]Ovo de codorna cozido na hora [/picturethis]

 

[picturethis=http://www.mochileiros.com/upload/galeria/fotos/20120813050730.JPG 500 375 Comida de rua] Essa vende uma porção de ovo, milho e batata cozidos [/picturethis]

 

Dicas, curiosidades, onde e o que comer:

- A comida peruana leva pimenta (ají) em quase todos os pratos, então cuidado! O ají Rocoto é um dos mais fortes, e como eu gosto até trouxe umas sementes para plantar aqui no Brasil, só estou esperando crescer!;

- Eles tem uma bebida chamada Chicha Morada, feita à base de um milho roxo. Gelado até lembra de longe uma groselha, mas não curti muito;

- Destaque para os doces peruanos 3 Leches (uma torta/bolo bem molhada com leite, leite condensado e creme de leite) e as tejas ou chocotejas, que não sei explicar bem o que é rs, mas é como um bombom feito á base de nozes;

- Restaurante Peru Gourmet: no centro da cidade, próximo à Plaza de Armas. Recomendo um prato do qual não lembro o nome, mas algo como calamares. É uma lula recheada com tacu-tacu (como se fosse um pure de feijão, misturado com arroz e temperos);

- Restaurante Baco y Vaca: na Avenida 3 de Mayo em San Isidro, especializado em carnes e massas. Experimente a carne de Alpaca. Deliciosa!

- Restaurantes Tony Roma's e Mangos: no shopping Larcomar em Miraflores. Vale pela vista, olhando o mar!! Mas se tiver com fome, vá nas costelinhas de porco ao molho barbecue ou na massa com camarões do Tony Roma's, ou na ensalada Mangos.

- Para quem tem pressa ou tá com a grana mais curta, tem o KFC, McDonalds (vive vazio), Burguer King, Pizza Hut, mas o fast-food top lá é o Bembo's. Vale a pena provar, os lanches são enormes e muito saborosos. Outra lanchonete que vale a visita é a La Lucha, ao redor do Parque Kennedy.

 

 

TURISMO: PASSEIOS E DIVERSÃO

 

Como eu estava a trabalho, com uma carga diária de 12h e no período noturno, a viagem teve seu trecho turístico bastante reduzido. Mas seguem alguns locais visitados e pontos de diversão:

 

CENTRO HISTORICO - composto pelas Plaza De Armas, Plaza San Martin e arredores. Principais praças da cidade, onde ficam prédios como o Palacio do Governo, Palacio Municipal, Catedral de Lima, Momunento a Don José Martin. Na Plaza San Martin tem um bar/restaurante muito legal com tema futebolístico, é o Bar Estadio.

 

[picturethis=http://www.mochileiros.com/upload/galeria/fotos/20120813062639.JPG 500 375 Palacio do Governo]Palacio do Governo e tropa de guarda [/picturethis]

 

[picturethis=http://www.mochileiros.com/upload/galeria/fotos/20120813063546.JPG 375 500 Bar Estadio]Bar Estadio. Olha só quem dividiu a mesa do almoço comigo! [/picturethis]

 

MIRAFLORES - é o bairro mais chique e bem cuidado da cidade. Tem bares, restaurantes, baladas, shopping.

- Ao redor do Parque Kennedy tem a Calle de las Pizzas, uma pequena rua cheia de restaurantes, bares e danceterias. Havia inaugurado há pouco tempo nessa rua, um barzinho brazuca, e toda noite ficava um rapaz e 2 garotas dançando axé e pagode, e a frente do local ficava cheia de gente observando.

- Miraflores possui 2 orlas, a superior e inferior. Na superior, existem jardins muito bem cuidados, brinquedos para as crianças, um grande farol, ponto de decolagem de parapente, além do shopping Larcomar. Na inferior, à beira do mar existem quadras poliesportivas, quiosques de gente ensinando a surfar, e um restaurante praticamente dentro do mar, o Rosa Náutica. Entrar na água, nem pensar! Geladíssima!! Só para surfistas mesmo e muito bem equipados.

 

[picturethis=http://www.mochileiros.com/upload/galeria/fotos/20120813064702.JPG 500 375 Shopping Larcomar]O Shopping Larcomar é a céu aberto e com vista para o mar. Além de lojas tradicionas, tem 3 bares/baladas, recomendo a Mamá Batata. Não se paga nada pra entrar, tem boa música, cerveja e uma galera bem animada [/picturethis]

 

[picturethis=http://www.mochileiros.com/upload/galeria/fotos/20120814015253.JPG 500 375 Parque Kennedy]O Parque Kennedy na verdade é uma grande praça. Limpa, florida, tem um busto do presidente Kennedy, brinquedos para crianças e nesse grande círculo central rola uma feirinha de antiguidades aos finais de semana. Ao redor da praça tem de tudo, lanchonetes (La Lucha que foi recomendada por exemplo), restaurantes, bares, danceterias (algumas para o publico masculino, entendem? :twisted: ) [/picturethis]

 

BARRANCO - Bairro boemio de Lima. Tem diversas opções de baladas, bares e restaurantes, que atraem desde o público mais jovem até o pessoal mais maduro.

No museu da eletricidade, você pode fazer um passeio num antigo bonde por um trecho de poucos quarteirões.

Infelizmente foi um dos locais que menos visitei, por falta de tempo...

 

CIRCUITO MÁGICO DAS ÁGUAS - É o maior parque público de fontes do mundo! Conta com 13 fontes, algumas delas interativas, e que junto com luzes e som forma um espetáculo belíssimo!

 

[picturethis=http://www.mochileiros.com/upload/galeria/fotos/20120814021818.JPG 500 375 Circuito das águas] A criançada se diverte em uma das fontes.[/picturethis]

 

[picturethis=http://www.mochileiros.com/upload/galeria/fotos/20120814022050.JPG 500 375 Circuito das águas] Essa é a fonte Mágica, a maior do parque. Além das cores, luzes e movimentos, imagens também são projetadas nas águas [/picturethis]

 

HUACA PUCLLANA - Situada em Miraflores, bem no meio de uma área residencial, ficam as ruínas de Huaca Pullana. Através de uma visita guiada, você anda por entre as escavações (que continuam sendo feitas até hoje) deste sítio arqueológico e descobre um pouco sobre a cultura desta antiga civilização.

 

[picturethis=http://www.mochileiros.com/upload/galeria/fotos/20120814023426.JPG 500 375 Huaca Pullana]Piramide principal de Huaca Pullana [/picturethis]

 

[picturethis=http://www.mochileiros.com/upload/galeria/fotos/20120814023628.JPG 500 375 Huaca Pullana]Vista de uma pequena área do sítio arqueológico, bem no meio de uma área residencial da cidade [/picturethis]

 

MUSEUS - Lima tem dezenas de museus para se visitar, destaque para: Museo de La Nacion, Museo del Oro y Armas, Museo Arqueologico Larco Herrera, Museo de La Eletricidad.

 

COMPRAS

 

Para quem sempre aproveita as viagens para fazer compras, Lima é um ótimo lugar para compras de roupas e calçados. Consegui comprar camisetas de algodão Pima (excelente qualidade) a 15 e 20 soles, calças jeans a 30 soles. Um tenis Adidas que aqui no Brasil estava custando cerca de 120 reais na época, paguei 90 soles e outro que aqui estava mais de 200 reais, paguei 140 soles.

 

Eletrônicos também são mais baratos. Trouxe um volante G27 que saiu um pouco mais da metade do valor daqui do Brasil!

 

Existem 3 grandes redes de lojas em Lima, e que vendem de tudo: roupas, calçados, brinquedos, perfumes, eletrônicos, eletrodomésticos, etc. São as lojas, Saga Falabella, Ripley e Oeschle. Em qualquer uma das 3 você irá encontrar bons preços em quase tudo.

 

Para quem quer preços ainda mais baratos e não se importa com a procedência (nota fiscal) tem o Polvos Azules, um centro comercial no centro de Lima, próximo a Plaza Grau e ao estádio Nacional, que é como a nossa 25 de Março ou Santa Efigênia em SP. Lá também tem de tudo, e deu pra fazer boas compras pechinchando bastante! E para quem procura equipamentos de informática tem o centro comercial Compuplaza, também no centro de Lima.

 

Para comprar lembrancinhas típicas do Peru, tem o Mercado Indio em Miraflores (pela localização, acaba sendo um pouco mais caro), próximo ao Parque Kennedy, o centro artesanal Carabaya, próximo à Plaza de Armas e o próprío Polvos Azules.

 

------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

 

Bom é isso pessoal! Como disse, apesar de passar bastante tempo na cidade não pude aproveitar ao máximo a viagem e tenho certeza de que Lima tem muito mais coisas para ser vista além disso. E conta também o fato de que deixei passar quase um ano para postar isso, então algumas coisas posso ter esquecido de publicar.

 

Para quem quiser mais alguma informação sobre a cidade, passeios, etc, é só mandar uma MP ou pergunta aqui mesmo e se possível irei tentar ajudar! ::otemo::

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Muito bom o relato, me fez lembrar a semana que passei em lima.

Você tem razão, a gastronomia é excelente, os preços são bons e o povo é bem receptivo.

Comprei uma bota no Lacomar que no Brasil custa quase o dobro.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Pois é, eu sou uma pessoa que veste a roupa que tiver à mão e por isso não sou muito de ficar escolhendo e comprando roupa nova. Mas com os preços que vi por lá, dei uma renovada legal no armário! Ainda bem que a minha namorada não estava junto, senão era prejuízo na certa ::lol4::

 

Com certeza essa é uma viagem que se possível, farei de novo. Dessa vez como turista mesmo, para aproveitar melhor!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!

Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.

Entrar Agora

Entre para seguir isso  

×