Ir para conteúdo
  • Faça parte da nossa comunidade! 

    Encontre companhia para viajar, compartilhe dicas e relatos, faça perguntas e ajude outros viajantes! 

Roteiro de 14 dias pelo Para: Alter do Chão, Belém e Ilha de Marajó - 1º parte


daninoguei

Posts Recomendados

  • Membros

Muito muito legal!

Eu estou viajando para Santarém e alter do chão em breve e li sobre sua viagem aqui. Parece realmente uma viagem de sonho. Me apaixonei ainda mais sobre o norte do brasil e náo posso espera chegar lá :-)

 

Estou me preparando no momento e gostaria saber se você tem disponibilidade de falar um pouco mais comigo. Especialmente sobre hospedagem, agência de viagem, viajar sozinha etc.

Meu email é nati-vivien (@) hotmail.com

 

Abraço

Nati

Link para o post

  • Respostas 25
  • Criado
  • Última resposta

Mais Ativos no Tópico

Mais Ativos no Tópico

Postagens Populares

Alter do Chão – 3 dias e 1/2   Alter do Chão, considerado o “Caribe Amazônico”, é um vilarejo de Santarém. Cheguei até lá por avião, num voo de São Paulo (Guarulhos) com conexão em Belém. Eu fui de

  • 2 semanas depois...
  • Membros

Fui para Santarém no dia 15 de outubro com minha mãe e uma amiga. Chegamos num dia em Santarém e no outro fomos para Alter do Chão, só para ver como era. No outro dia estavamos com nossas coisas arrumadas e ficamos por lá até o último dia de viagem. SUPER recomendado! O lugar é lindo, as pessoas são muito hospitaleiras, educadas, as comidas são deliciosas. Amei demais!

Ficamos na pousada do Mingote, ela fica na rua que desce para a praça. Fica em cima do mercadinho (único nas redondezas da praia). Muito lindo lá e o café da manhã que segurava a fome até o lanche da tarde, se duvidar. hehehehe

Parabéns, Dani! Ótimo relato!

 

Estou organizando com minha namorada para irmos juntos da próxima vez.

Link para o post
  • Membros

Pois é, Dino... eu sou suspeita porque amei muito esse lugar maravilhoso!

Eu também voltaria, mas por enquanto sigo na minha meta de ticar Estados brasileiros ainda não conhecidos! :-)

 

 

Fui para Santarém no dia 15 de outubro com minha mãe e uma amiga. Chegamos num dia em Santarém e no outro fomos para Alter do Chão, só para ver como era. No outro dia estavamos com nossas coisas arrumadas e ficamos por lá até o último dia de viagem. SUPER recomendado! O lugar é lindo, as pessoas são muito hospitaleiras, educadas, as comidas são deliciosas. Amei demais!

Ficamos na pousada do Mingote, ela fica na rua que desce para a praça. Fica em cima do mercadinho (único nas redondezas da praia). Muito lindo lá e o café da manhã que segurava a fome até o lanche da tarde, se duvidar. hehehehe

Parabéns, Dani! Ótimo relato!

 

Estou organizando com minha namorada para irmos juntos da próxima vez.

Link para o post
  • 2 anos depois...
  • Membros

Excelente relato! Como fui lá recentemente (2016), algumas informações precisam ser atualizadas.

A questão de levar $ em espécie não é tão crucial assim, apesar de só haver 1 caixa eletrônico (Banco 24H) no mercadinho da praça, o comércio passa cartões. Para pagar em $ somente os barqueiros. Para uma viagem no estilo mochileiro eu acredito que deve-se priorizar o transporte público, fui de ônibus de linha de Santarém-Alter do Chão, e gastei somente $3 (de táxi seria $90) tanto na ida quanto na volta. Outra coisa que mochileiro deve fazer é se hospedar em hostel. Fiquei nesse hostel Pousada do Tapajós e foi um dos melhores em que já me hospedei (quartos compartilhados amplos e com banheiro neles, muito bem localizado, 500m da pracinha). Hospedar-se em hostel lhe garante parceiros para dividir os passeios (tanto no $ quanto na companhia). Fui na última semana de julho, muito boa época (acho que agosto é a ideal).

Link para o post
  • Membros

Sim, as informações precisam ser atualizadas, mas não posso fazê-lo pois não retornei ao local! rs

Fui em 2012 e em 4 anos muita coisa muda...

A viagem estilo mochileiro deve ser feita mediante as circunstâncias de cada um. Eu cheguei num horário que não havia ônibus e na volta, optei pelo táxi para ter mais tempo para aproveitar a manhã. Certamente de ônibus é mais econômico, mas são as prioridades de cada um.

Sobre se hospedar em hostel, gosto de fazê-lo quando a relação custo-benefício compensa. Já ouvi falar muito bem desse hostel que vc ficou, mas à época essa não era uma opção.

Acredito que cada um encontra sua própria forma de viajar e se divertir. Não existe certo ou errado, não é? Aqui foram relatadas as minhas experiências apenas.

 

Excelente relato! Como fui lá recentemente (2016), algumas informações precisam ser atualizadas.

A questão de levar $ em espécie não é tão crucial assim, apesar de só haver 1 caixa eletrônico (Banco 24H) no mercadinho da praça, o comércio passa cartões. Para pagar em $ somente os barqueiros. Para uma viagem no estilo mochileiro eu acredito que deve-se priorizar o transporte público, fui de ônibus de linha de Santarém-Alter do Chão, e gastei somente $3 (de táxi seria $90) tanto na ida quanto na volta. Outra coisa que mochileiro deve fazer é se hospedar em hostel. Fiquei nesse hostel Pousada do Tapajós e foi um dos melhores em que já me hospedei (quartos compartilhados amplos e com banheiro neles, muito bem localizado, 500m da pracinha). Hospedar-se em hostel lhe garante parceiros para dividir os passeios (tanto no $ quanto na companhia). Fui na última semana de julho, muito boa época (acho que agosto é a ideal).

Link para o post

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!

Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.

Entrar Agora

×
×
  • Criar Novo...