Ir para conteúdo
  • Faça parte da nossa comunidade! 

    Encontre companhia para viajar, compartilhe dicas e relatos, faça perguntas e ajude outros viajantes! 

saulo wds

Expedição Farroupilha

Posts Recomendados

Rota das Fronteiras

 

 

Considerei a Rota das Fronteiras como uma Gincana daquelas que fazíamos anualmente no colégio e que eu simplesmente adorava participar,

Quem se lembra daquelas Gincanas? que saiamos pela cidade ou bairro percorrendo lugares predeterminados e quem conseguisse fazer em menor tempo cada etapa, ganhava o direito de continuar na brincadeira e arrecadando prendas para festa da escola ou igreja, Que saudades daquelas brincadeiras de adolescentes que hoje não existem mais.

Porque que eu considerava a Rota das Fronteira minha Gincana pessoal? é que estipulei a mim mesmo que em todo passo fronteiriço eu passaria pela fronteira iria até o centro da cidade do outro lado da fronteira e voltava e continuava meu caminho, assim como eram nas Gincanas.E em São Borja não foi diferente, atravessei a ponte, fui até Santo Tome e voltei, assim fiz todas as fronteiras que passei, menos as do Rio Uruguai que tinha que ser feitas via balsa, que como citei antes impossibilitado pelas cheia do Rio. Que mesmo sabendo da impossibilidade fiz questão de seguir indo em todos os pequenos portos das cidades e fazendo minha foto nas aduanas, confirmando minha passagem lá, mais uma vez como era feito nas Gincanas.

 

DSCN2423.JPG

 

DSCN2424.JPG

 

DSCN2425.JPG

 

13+-+1

 

Não gostei do centro de Santo Tomé, cidade fronteira com São Borja,

lugar esquisito quase esqueço de fazer minha foto lá, a unica que fiz ficou horrível.

 

DSCN2429.JPG

 

DSCN2432.JPG

 

Obs. Minha intenção inicial era fazer a Rota das Fronteiras até Derrubadas Salto do Yacuma, depois faria a Rota das Missões no Rio Grande do Sul e então depois desceria alguns kms até Porto Mauá, atravessaria a balsa para Argentina continuaria a Rota das Missões na Argentina e Paraguai, pelo motivo já mencionado acima das cheias resolvi fazer a Rota das missões no Rio Grande do Sul e depois voltar aqui em São Borja para ai sim fazer as Missões de Argentina e Paraguai, Ou seja, entre ir e voltar até São Borja rodei 800 km a mais por causa da paralisação das balsas.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Rota das Fronteiras

 

Já passava muito das 12:00 hr. quando parti de São Borja, resolvi dar uma boa Esticada 400 km direto até Derrubadas, e assim toquei até Santa Rosa, terra dos baixinhos, não era muito tarde ainda porem resolvi ficar por ali mesmo, desisti de chegar em Derrubadas por dois motivos, o primeiro é que eu já conhecia aquele trecho até o Yacuman partindo de Santa Rosa e o segundo que o que me interessava lá era visitar novamente os Saltos, mas como fiquei sabendo antes, estavam encobertos pela cheia do rio Uruguai.

Descanso bem esta noite e amanhã desço novamente para São Borja Pela minha Rota do rio Uruguai.

 

DSCN2566.JPG

 

DSCN2569.JPG

 

RS 344 - Giruá - RS

 

DSCN2570.JPG

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Rota das Fronteiras

 

Foi Descendo pela Rota do Rio Uruguai que conclui o que chamei de Rota das Fronteiras, passando por vários pequenos portos que fazem fronteira com Argentina, a maioria deles com Aduna simples com os tramites básicos de Fronteira, por exemplo carimbo em passaporte alguns deles na fazem, porem com identidade original e documentos da Moto qualquer Motociclista poderá dar entrada na Argentina.

Um fato curioso, tempos atras eu estava ali na região com minha família de carro e resolvi voltar para Foz do Iguaçu via Argentina, que alem de ser mais perto o asfalto é reconhecidamente um tapete, porem quando cheguei em Porto Mauá me dei conta que eu costumo andar com cópia autenticada do meu RG, na Aduana Argentina me informaram que aquele documento não era valido mas que eu poderia conhecer a cidade e ir até Alba - AR sem problemas e seu eu quisesse arriscar ir até Foz era por minha conta, só que teria problemas na saída. Não Arrisquei.

 

DSCN2572.JPG

 

Sai de Santa Rosa sentido Porto Mauá dessa vez a estradinha esta um Tapete ao contrario de tempos atras, pelo caminho vários Outdoor propondo uma campanha prol da ponte que ligaria Porto Mauá a Alba Pose - AR, se sair do papel aposto que sera uma rota interessantíssima para os Motociclistas que desejarem viajar para Argentina.

 

DSCN2574.JPG

 

Como podem perceber, Carta verde Não é Problema em nenhuma fronteira, Muito mais barato que fazer em São Paulo.

 

DSCN2576.JPG

 

DSCN2582.JPG

 

Aduana fechada em Porto Mauá

 

Alguém duvida que o rio estava cheio? na foto abaixo da pra perceber que faltam subir mais dois centimetros de água para invadir dentro dos banheiros.

 

DSCN2578.JPG

 

DSCN2583.JPG

 

Saindo de Porto Mauá fui seguindo sentido Sul pela Rota do Rio Uruguai por um caminho que alguns ali chamam de beira Rio, mas isto eu relato no Tópico da Rota do rio Uruguai, Passei por Porto Rico, Porto Lucena, Porto Vera Cruz, Porto Xavier.

 

DSCN2633.JPG

 

Porto Lucena - RS . Aproveitando a paralisação da balsa para fazer Manutenção

 

DSCN2636.JPG

 

DSCN2691.JPG

 

DSCN2684.JPG

 

Aqui em Porto Xavier encerrei o que chamei de Rota das Fronteiras, foram mais de 1700 km de estradas beirando as margens das fronteira do Rio Grande do Sul com Argentina e Uruguai, minha missão estava cumprida, foi Exatamente como desejei, realizei mais uma etapa do meu abraço em terras Gaúchas em comemoração a semana Farroupilha. Como diz meu amigo Leão 'Obrigado Senhor".

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Rota do Rio Uruguai

 

Desde o inicio quando imaginei a expedição Farroupilha eu inclui a visita aos saltos do Yacuma como sendo o ponto final da expedição, afinal quando chegasse la já teria passado pela Rota dos Campos de Cima, Rota do Sol, Estrada do Inferno, Cassino pela Praia, Rota das Fronteiras, e Rota das Missões, finalmente os Saltos do Yacuma, porem como citado antes as cheias do Rio Uruguai me impossibilitaram de ver os Saltos, então para substituir minha ida lá, resolvi então, descer de Porto Mauá a São Borja percorrendo os municípios a margens do Rio Uruguai, principalmente e preferivelmente por estradas de terra, que se saísse como o planejado percorreria em um dia os quase 400 km, foi assim que redescobri uma outra Rota do Rio Uruguai.

 

 

Pertencendo à Região Turística Missões, a Rota do Rio Uruguai é composta por vinte municípios, localizada na Região Noroeste de Rio Grande do Sul, fronteira com a Argentina e banhada pelo Rio Uruguai.

Com uma natureza exuberante, desbravada por imigrantes, temos aqui um povo muito trabalhador, que transformou essa região em uma das maiores potências econômicas do Estado do Rio Grande do Sul. Sua economia está baseada na agricultura familiar, bacia leiteria, metal-mecânica, moveleira, indústria de confecções e artesanato.

 

Dos vinte municípios, seis deles são banhados pelo Rio Uruguai fazendo fronteira com a Argentina, onde belíssimos balneários e casas de veraneio são a maior atração turística ao longo dos mais de 150 km de Rio Uruguai.

Fonte: http://www.setur.rs.gov.br/portal/index ... eg=12&fg=2

 

DSCN2575.JPG

 

DSCN2585.JPG

 

Seguindo por um caminho bem a margem do rio chamado estrada beira rio, neste local fui informado que possivelmente o caminho estaria interditada em alguns pontos devido as cheias. Mas como o dia estava propicio e ensolarado, e a estrada praticamente seca, resolvo arriscar e continuei. O que poderia acontecer de pior? seria ter que voltar.

 

DSCN2586.JPG

 

cheia querendo tomar as ruas em Porto Mauá

 

DSCN2588.JPG

 

Logo percebi que o risco valeria a pena, o caminho foi ficando cada vez mais lindo!

 

DSCN2589.JPG

 

DSCN2591.JPG

 

Do outro lado da margem sempre a Argentina

 

https://lh3.googleusercontent.com/-5S8MVxT2z78/UkJAmOelzgI/AAAAAAAAOMY/wRghkgBO5Tk/w1026-h577-no/DSCN2592.JPG

 

DSCN2597.JPG

 

DSCN2598.JPG

 

DSCN2600.JPG

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Rota do Rio Uruguai

 

Mesmo para os mais apaixonados por estradas,

acho que não existe beleza que superem as estradinhas de terra.

 

DSCN2602.JPG

 

DSCN2604.JPG

 

DSCN2605.JPG

 

DSCN2606.JPG

 

DSCN2608.JPG

 

DSCN2614.JPG

 

DSCN2619.JPG

 

DSCN2620.JPG

 

DSCN2625.JPG

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Rota do Rio Uruguai

 

 

Quando viajamos Solo, dentro do capacete acontece uma outra viagem e eu pergunto qual Motociclista nunca viajou na viagem?

Ali mesmo, naquele trecho do caminho, comecei imaginar, como eu queria que aqueles momentos não acabassem ou se pelo menos demorassem muito mais.

Naquela viagem quase que sideral dentro do capacete estamos tão felizes, que cantamos musicas inimagináveis que compomos ali na hora, Cantamos em alto e bom som, "já que ninguém nos ouve" as velhas canções de nossas vidas, inventamos até piadas que esquecemos logo em seguida e que foram engraçadas por apenas um instante por um louco viajante.

Á como eu queria que aquela viagem na viagem não acabasse nunca, era como uma sobremesa, aquela mais gostosa, que já degustamos mais da metade e então para não acabar passamos a comer bem mais devagarinho... Exatamente assim eu me sentia naquele momento que passava por aqueles caminhos a margem do rio Uruguai.

 

DSCN2627.JPG

 

DSCN2629.JPG

 

DSCN2635.JPG

 

DSCN2639.JPG

 

DSCN2642.JPG

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Rota do Rio Uruguai

 

 

"NAVEGAR É PRECISO; VIVER NÃO É PRECISO"

 

"A Navegação é uma ciência exata, em comparação com a Vida,

que sabemos onde começa e jamais onde termina!"

 

DSCN2413.JPG

 

Porto Lucena

 

DSCN2665.JPG

 

Porto Mauá

 

DSCN2417.JPG

 

Porto Xavier

 

DSCN2587.JPG

 

Porto Vera Cruz

 

DSCN2415.JPG

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Rota do Rio Uruguai

 

 

Encontros

 

 

Toda viagem nos leva a algum encontro, porem alguns destes encontros nos levam para dentro de nós mesmos.

Na Rota do rio Uruguai tive dois encontros fantásticos,

o primeiro foi em porto vera Cruz com o Sr. José. As estradinhas que margeiam o o rio Uruguai passam dentro das terras dele e em certo momento eu parei para admirar a beleza do lugar, quando de longe o seu José me avistou, foi vindo devagar arisco meio com medo, afinal de contas não é sempre que passa um Motociclista por ali, porem a curiosidade dele era bem maior que o medo e de longe ele me pergunta o que eu fazia por ali e logo já emenda outra pergunta, você é assartante? logo antes de responder qualquer coisa, imaginei, como é que alguém que vive num paraíso deste pode sentir tanto medo de assalto tão longe dos grandes centros? Tirei o capacete e mais uma vez, talvez assustado com minha balaclava que ainda acobertava meu rosto, perguntou novamente, é assartante? eu quase rindo tentava explicar a ele que eu só estava admirando as terras dele e então ele foi se chegando mais perto, porem quando ele viu que a placa da Moto era de São Paulo ele deu um pulo para trás e disse, é assartante memo!!! Momentaneamente fiquei triste em constatar que a minha cidade causa panico em algumas pessoas somente em saber que eu era de lá.

Demorou ainda alguns minutos até que eu convencesse o Sr, José que de fato eu não era nenhum assaltante, e quando este homem constatou que minha presença ali era amigável, foi quase uma festa, chamou esposa, chamou a mãe, passava muito da hora do almoço " Eu já tinha almoçado" porem ele não se contentava, queria de todo jeito que a esposa fizesse almoço pra mim, meio triste ele desistiu da ideia do almoço me pegou pelo braço e me puxando disse pelo menos minha casa você tem que conhecer, e eu simplesmente fui!

 

Quando uma hora depois eu subi na Moto e fui embora, pensei comigo, estes encontros só podem estar agendados em uma unica agenda " A agenda de Deus"

 

DSCN2645.JPG

 

DSCN2649.JPG

 

DSCN2650.JPG

 

DSCN2651.JPG

 

Ao lado do Paiol de ferramentas a casa do Sr, José. A casa dele fica num alto pouco mais de 500 mts da margem do Rio Uruguai.

insistentemente seu José me ofereceu o aconchegante paiol de ferramentas para que eu me hospedasse ali por quantos dias quisesse até que as águas do rio abaixassem e que eu pudesse ver com meus olhos as belezas do Salto do Roncador que simplesmente fica ao fundo da casa dele e segundo ele eu não poderia ir embora antes que ele pudesse me mostrar o que as terras dele tinham de melhor.

 

 

O autor Carlos Castaneda desde muito cedo, quando li " A Erva do Diabo" tem uma influencia muito grande nos meus encontros,

apesar da minha latente timidez nunca desperdicei a oportunidade de um "encontro"

 

– Por que você mesmo aprendeu sobre isso, Dom Juan?

– Por que quer saber?

– Talvez nós dois tenhamos os mesmos motivos.

– Duvido. Sou índio. Não temos os mesmos caminhos.

– O único motivo que tenho é que desejo saber a respeito,

só para aprender. Mas asseguro-lhe, Dom Juan, não tenho más intenções.

 

Carlos Castaneda

 

 

O outro encontro me remeteu a minha infância, não me contive parei a Moto e fui brincar.

 

DSCN2673.JPG

 

DSCN2677.JPG

 

DSCN2678.JPG

 

DSCN2675.JPG

 

Aprendi que certos encontros dispensam apresentações,

Os principais encontros em minha vida foram baseados apenas em um olhar, tal qual este da foto acima.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Rota do Rio Uruguai

 

 

Cem amigos poderão passar pelo mesmo caminho cem vezes,

mas ao interrogá los como era o caminho, quem tiver paciência para ouvir as respostas,

terão cem historias completamente diferentes.

 

DSCN2661.JPG

 

De longe avistei Porto Xavier, bem ali na minha frente terminava a Rota do Rio Uruguai,

Muito feliz por ter escolhido passar por este caminho, ter encontrado, lugares, pessoas, e objetos incomuns ao meu dia a dia.

 

DSCN2681.JPG

 

Abandonado no meio do mato passei por uma edificação que a principio pensei que se tratasse de um Farol,

depois fiquei sabendo que o lugar se chamava

Funil - O Antigo Centro de Observação da Marinha - Porto Lucena - RS

 

DSCN2612.JPG

 

Passei por vários caminhõezinhos igual a estes Made in sitio , maioria dos sitiante da região constrói o seu, cada um da um estilo diferente para as Tobatas.

 

DSCN2686.JPG

 

Finalmente neste importante Marco na cidade de Porto Xavier,em homenagem ao recomeço eu encerro o que chamei de Rota do rio Uruguai.

 

1_HRJ7jscmklLERVzWiIkwb4dxG1QRun0Mu3h0QoUCe7=w1026-h577-no

 

Chego ao fim de mais um trecho da Expedição Farroupilha,

e nem mesmo no meu momento mais otimista imaginava que seria tão surpreendido a cada trecho desta Trip.

Agora, ainda comemorando e ao mesmo tempo triste, por estar acabando, vou para o ultimo trecho da Expedição, a Rota das Missões.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Demais esse relato, sou gaúcho e conheço grande parte dos lugares que vc relatou. A terra é linda mesma, agora estranhei um "estrangeiro" ser tão apaixonado por nossa terra. Excelente narrativa e belas fotos. Um abraço.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Participe da conversa!

Você pode ajudar esse viajante agora e se cadastrar depois. Se você tem uma conta,clique aqui para fazer o login.

Visitante
Responder

×   Você colou conteúdo com formatação.   Remover formatação

  Apenas 75 emoticons no total são permitidos.

×   Seu link foi automaticamente incorporado.   Mostrar como link

×   Seu conteúdo anterior foi restaurado.   Limpar o editor

×   Não é possível colar imagens diretamente. Carregar ou inserir imagens do URL.




×
×
  • Criar Novo...