Ir para conteúdo
sahsousa

Dublin, Edimburgo, Londres, (talvez Paris) e para Amsterdã em Julho/Agosto

Posts Recomendados

sahsousa    0

Olá gente,

já peço desculpas caso quebre alguma regra, sou nova neste fórum (na verdade, em fóruns em geral).

 

Estou montando uma viagem com amigos para Dublin, Edimburgo, Londres, (talvez Paris) e para Amsterdã em Julho/Agosto. A intenção é conseguir pegar voos de baixo custo de uma cidade para outra e talvez, quando valer a pena, pegar o trem. Estou com dúvida de qual é a melhor bagagem para se levar, tento em vista que nessas viagens de baixo custo, a bagagem só pode ter 10kg e 40x55x20 cm (para não despachar e nem pagar por ela).

Não tenho como ficar levando diversas malas pq não vou ter onde deixar as malas maiores, a intenção é chegar em Dublin e voltar para o Brasil de Amsterdã. Até agora a melhor ideia foi: uma mala de bordo ou pequena e/ou uma mochila de 30 a 50 litros (e claro, comprar uma mala lá para trazer as comprinhas e presentes, pq ninguém é de ferro)

 

Agradeço toda a ajuda que vocês poderem dar e claro, se tiverem mais dicas desses locais também podem deixar :D

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
xxxxxxxxxx    0

Viajar só com bagagem de mão nas low-cost só funciona bem para quem vive lá e está indo passar o final de semana em alguma outra cidade, mas quando se está numa viagem de 15 dias ou mais, como provavelmente é o seu caso, vai ser praticamente impossível ficar dentro do limite de 10 Kg das low-cost.

 

Então o melhor mesmo é parar de esquentar a cabeça com isso, por que muito dificilmente você vai conseguir ficar dentro do limite, e já incluir uma mala despachada no momento da reserva do voo low-cost, se incluir a bagagem no momento da reserva vai custar uns 15 Euros para uma mala de até 20 Kg, assim você pode levar todas as compras e lembrancinhas que quiser...

 

Só tenha muito cuidado na hora de escolher os voos low-cost, pois eles costumam operar em aeroportos muito distantes das cidades, em muitos casos você irá gastar 2 horas e 25 Libras para chegar no aeroporto de onde a low-cost opera, nestes casos pode ser mais vantajoso ir numa companhia tradicional e sair de um aeroporto melhor localizado. Alem disto, os voos das low-cost costumam ter horários bem ruins, saindo muito cedo por exemplo, desconsidere qualquer voo que saia antes das 09:00 da manhã, não vale o sacrifício de acordar as 4 ou 5 da manhã e pagar caro num táxi pra lhe levar ao aeroporto neste horário.

 

No seu caso, você faria de avião os trechos Dubin - Edimburg e Londres - Amsterdam, o resto pode ser feito de trem. Agora se incluir Paris, você deve fazer tudo de trem, exceto o trecho Dubin - Edimburg. E no trem não tem limite de bagagem.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Viajar só com bagagem de mão é a melhor maneira de viajar. Descobri isso na minha primeira viagem internacional: em 1995 saí de Porto Alegre com uma pequena bagagem e fiquei 3 semanas explorando o Reino Unido. Quando escolhi viajar com pouca coisa não estava pensando em vôos internos (até porque não peguei nenhum, uma vez dentro do Reino Unido só andei de trem), mas sim pensando na praticidade e no peso a ser carregado, queria fazer tudo da maneira mais fácil para mim. Foi uma experiência tão positiva que tenho feito sempre assim, não importa se a viagem é de 3 dias ou 1 mês: se vou de avião levo apenas bagagem de bordo.

 

As vantagens de viajar apenas com bagagem de mão são muitas, começando no check-in: várias empresas tem check-in facilitado para quem não tem bagagens para despachar, muitas vezes podemos fazer o check-in online evitando filas. Chegando no destino, não é necessário perder tempo esperando a bagagem aparecer na esteira. Obviamente não há qualquer risco da companhia ou do aeroporto perder sua bagagem, já que estará com você o tempo todo. Fica muito mais fácil usar transporte público e embarcar em trens ou andar de metrô tendo apenas uma bagagem para carregar.

 

Quando viajo eu sempre levo uma pequena bolsa para carregar coisas que vou precisar durante o dia: cartão de crédito/dinheiro, garrafinha de água, máquina fotográfica compacta (que estou quase abandonando, já que o meu celular tira fotos de qualidade). Durante o dia deixo minha bagagem no hotel/albergue e uso apenas a minha bolsa. Mas como algumas companhias low-cost são bem cricri é bom que essa bolsa caiba dentro da mala/mochila, caso queiram complicar na hora do embarque.

 

Algumas pessoas encaram a limitação de roupas como uma desvantagem, mas sinceramente eu vejo isso como um ponto super positivo: ter poucas opções para se vestir simplifica muito a vida, é uma maneira bem fácil de eliminar aqueles momentos de indecisão "com que roupa eu vou hoje". Quanto ao que levar, obviamente é muito pessoal e vai do estilo de cada um. Eu não gosto de usar calça comprida (a não ser se estiver praticando esportes) e no dia-a-dia só uso vestidos. Geralmente levo um vestido no corpo e outros 2 na mala. Prefiro tecidos leves que secam rapidamente. Sou bem friorenta e gosto de levar um casaquinho mais leve e um casaco 3/4 (esse casaco 3/4 varia de acordo com o lugar/estação obviamente). Eu não vejo necessidade de trocar de sapato, viajo apenas com o calçado que está no meu pé. No outono/inverno viajo de botas, no verão prefiro sapatilhas. E claro levo artigos de higiene e estética como hidratante, pente, pinça, cortador de unhas etc.

 

Aqui no fórum mochileiros já li sobre a experiência de várias outras pessoas que também gostam de viajar assim, então fica aí a dica de ouro: "Viagem de avião, só com bagagem de mão".

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Klawid    0

Adriana,

Estou planejando uma viagem para a europa agora no final do ano querendo seguir o desafio da viagem em avião só com bagagem de mão! Mas surgiu uma dúvida: o que eu faço com o cortador de unhas, temível arma branca perseguida pelos policiais no RX? rs...

O pessoal ai na Europa é tão rígido quanto no Brasil?

Obrigado!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
xxxxxxxxxx    0

Cortador de unha não passa no raio-x, uma vez esqueci um bem pequeno na bagagem de mão, e tive que jogar fora no aeroporto de Paris...

 

Lembre que você está indo no inverno, com um frio de rachar, dependendo de para onde você for, com temperaturas abaixo de 0ºC, então viajar só com bagagem de mão é bem complicado, pois você precisa levar um monte de roupa pesada. Viajando no verão, é mais fácil, pois as roupas que você precisa levar são mais leves, mas no inverno...

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

olá Klawid, pena só vi sua mensagem agora, vc já viajou... e aí como foi?

 

Tive que olhar na interner uma foto de cortador de unha para saber se estava pensando na mesma coisa? Sim, já entrei/saí da Inglaterra com cortador de unha na mala de mão, e também pinça, agulha de crochê e tesourinha daquelas bem pequenas. No UK as regras oficiais vc encontra aqui: https://www.gov.uk/hand-luggage-restrictions/personal-items Cortador de unha em inglês é nail clipper e sim, é permitido na bagagem de mão, sem problemas.

 

Já as regras da Anac me parece que estão aqui

http://www2.anac.gov.br/biblioteca/resolucao/2011/ra2011-0207.pdf

E não vi nada ali proibindo cortador de unha, mas também não li com tanta atenção. De qualquer forma eu não despacharia uma mala só por conta de um cortador de unhas, ou de uma pinça. Dá pra cortar as unhas antes de viajar, ou comprar um cortador de unhas/pinça do outro lado, não é mesmo?

 

Vc já viajou, mas como o Adriano mencionou que é bem complicado viajar com bagagem de mão no inverno, vou elaborar no assunto. Pessoalmente eu acho tranquilo viajar com bagagem de mão no inverno, já que os itens que fazem mais volume (casacão de inverno e botas) eu levo no corpo. Jamais tentaria socar um casacão de inverno dentro da mala de mão, não caberia. Não vejo sentido em levar mais de um casacão de inverno, ou um segundo par de botas.

 

Faz muitos anos que moro em país frio, sou uma pessoa friorenta e me sinto muito bem me vestindo no velho esquema das 3 camadas. No inverno inglês eu sempre uso o seguinte (e é assim que estou me vestindo hoje):

um vestido de meia estação + um casaquinho de meia estação + casacão de inverno.

E claro, também uso botas + meias + gorro + luvas + lenço/cachecol para dar uma alegrada no visual. Então se viajo no inverno, na mala só preciso colocar 2 ou 3 vestidos extras + roupas íntimas + meias para trocar. Escolho vestidos que secam rápido e tudo resolvido.

 

Não recomendaria viajar assim se alguém quer abraçar a europa toda numa viagem só, visitando tanto Edinburgo e Londres como Roma e Barcelona, que obviamente tem climas bem diferentes... e o casacão pesado que se precisou em Londres no frio que faz em março será um volume morto em Roma. Então nem sempre uma viagem minimalista faz sentido. Mas escolhendo um roteiro dentro do mesmo clima, diria que é tranquilo viajar com bagagem de mão.

 

Aliás adoraria saber detalhes das experiências de outras pessoas...

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
fatimartini    0

Eu acho que a viagem de avião em si é um negócio tão curto que não vejo problema em despachar mala. Eu não faço viagens com deslocamentos, gosto de ficar bastante tempo no mesmo lugar, então a mala vai ficar lá no hotel paradinha e não me incomodará em nada, só me dará mais opções na hora de me vestir ou fazer compras.

Acho mais fácil encarar o check in para despachar bagagem do que ficar indo à lavanderia. E não me vejo usando só 10 quilos de roupa, sem precisar lavá-las, por mais de 15 dias.

 

* Também já tive que me desfazer de um cortador de unhas, tipo trim, que esqueci na mala de mão.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Obrigada por compartilhar. Acredito que a grande maioria pensa assim como vc.

 

Eu adoraria saber detalhes das experiências de outras pessoas que também já viajaram apenas com mala de mão. Se gostaram e pretendem repetir, ou se foi um trauma e compraram roupa (e mala) pelo caminho...?

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
xxxxxxxxxx    0

Eu tenho uma "regra" que eu me impus, se for ficar até 7 dias, viajo só bagagem de mão, mesmo no inverno, já viajei dezenas de vezes principalmente a trabalho só com bagagem de mão para os mais diversos destinos tanto no Brasil, America do Sul/Central e Europa, tanto no verão quanto no inverno, nunca tive problemas em viajar só com bagagem de mão, acho que a única vez que tive problema com "bagagem de mão", alem do caso do cortador que tive que jogar fora em Paris, foi por que no penúltimo dia de uma viagem de 7 dias eu derramei café na minha última calça limpa das duas que levei e tive que mandar lavar.

 

Agora se viajo mais de 7 dias, ai depende do destino e da quantidade de dias, se for muito frio ou se eu quero trazer alguma coisa na volta, como por exemplo algum vinho, cerveja especial, algum presente para alguém, etc...

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!

Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.

Entrar Agora


×