Ir para conteúdo
  • Faça parte da nossa comunidade! 

    Encontre companhia para viajar, compartilhe dicas e relatos, faça perguntas e ajude outros viajantes! 

heka

Dicas Mongolia

Posts Recomendados

Fui a Mongólia no verão, Julho, que é a melhor época por estar mais aquecido, mas por outro lado era alta temporada. E eu pretendia ir de trem pela transmongolia, que saia de Beijing.

Para não correr riscos, 1 mês antes entrei em contato com uma agencia de viagens em Beijing que fazia reserva de passagem de trem, recomendado pelo viajantes. A agencia me fez a reserva e eu tive que fazer a transferência de dinheiro do banco de outra cidade chinesa que eu estava. Os chineses são burocráticos, pediram passaporte,etc, etc , além do cara não falar nada em inglês e não fazer questão de te atender.

 

Feita a reserva, quando cheguei em Beijing peguei minhas passagens na agencia. O ticket custou cerca de 150 dolares ( primeria classe, cabine)

O visto eu tinha tirado no Brasil mesmo, pois o visto para lá é como para a Rússia, precisa de datas de entrada e saída e eu tinha uma noção da datas. Coloquei um parâmetro bastante grande. Porem eu não contava com um detalhe. Eu troquei o passaporte por um novo e o visto estava no antigo. Quando cheguei a fronteira da Mongólia, a 1h da manha, o fiscal me diz que meu visto não valia mais. Quase morri, mas eles me deram a opção de emitir outro por 3 dolares (ainda bem). Na china eles não emitem vistos pra estrangeiros somente para os chineses. Fora a china outro lugar para se consegui visto, só na Rússia ou Ásia central e agora pelo Brasil.

 

A viagem de trem levou 30 horas e o mais interessante é que enquanto vc espera seu passaporte na imigração, o trem vai embora, com todas as bagagens. E vc pensa que foi deixado pra trás. Mas na verdade eles foram trocar as rodas do trem, pois por algum motivo o sistema mongol é diferente do chinês e as rodas não servem para os trilhos mongóis.

 

O trem chega de manha cedo e eu havia feito reserva no UB guesthouse, e eles ficam te esperando.

Ulan Batour é pequena, mas com um estilo soviético, quadrado, meio cinza. O próprio hostel pode te organizar as viagens de jeep pela Mongólia. Eu me juntei com 2 garotas coreanas e fechamos uma viagem de 8 dias. Na verdade eram 9 dias, mas eu estava com a passagem de volta já marcada, então o ultimo dia eu não terminaria com elas, mas era um trecho sem muita coisa. O jeep, mais motorista, gasolina, pernoite em yurts ( tendas nômades) comida nos locais ( exceção do almoço que levamos) saiu tudo 750 dolares, dividido por 3, cada uma pagou 250 dolares.

O trecho foi de UB para Karakhorum, White Lake, Moron, Hovsgol lake e retorno para Moron e UB. A volta eu parei em Moron e de lá peguei um vôo para UB para dar tempo de pegar meu outro vôo para Beijing.

Quase não há transporte publico, então a locomoção de ônibus era difícil. Ouvi dizer que existiam,mas eram irregulares. Além do que não há muitas estradas lá, nem de terra. Nem sei como o motorista sabia pra onde estava indo.

 

Se der leve compre frutas em UB, pois no resto do caminho não há. A dieta básica deles é carne, batata e cenoura. As vezes macarrão e arroz. Não há verduras. Para o almoço sempre levávamos macarrão instantâneo em copos, pois tínhamos uma garrafa térmica.

 

Bom ter um bom sleeping bag, para temperaturas baixas. Eu acabei alugando um no hostel. Vc vai usar para dormir.

Não espere muito conforto. O turismo na Mongólia é novo e as pessoas ainda são nômades, vivendo em tendas. Os pernoites são no mesmo estilo e o banheiro é uma cabaninha, com um buraco do lado de fora, no escuro. Leve Lanterna. Chuveiro só de água fria ( se tiver), mas vc pode ir a um publico em Moron, com água quente ( depois de alguns dias, aquilo é ótimo). Em Hovsgol, alguns tem chuveiro de água quente, aquecido com lenha. Mas é limitado. Internet esquece. Em Moron e UB são os únicos lugares que tem.

Na região dos lagos, há varias atividades, como trekking e cavalgadas. Ou simplesmente ficar de pernas pro ar. Vale a pena assistir a uma apresentação de musica folclórica, famosa pelo som gutural mongol.

 

A Mongólia é um país onde a maior de suas estações é o inverno, com somente 2 meses de verão, quando vários festivais acontecem e hordas de turistas vêm visitar o país. Fora do verão é quase impossível viajar por ali, devido ao frio e a neve mais ao norte. Os mongóis são um povo muito hospitaleiro, por conta do clima, pois eles dependem da ajuda do próximo, caso algo aconteça.

Eles vivem basicamente do pastoreio de renas e yaks, pois as terras quase não produzem alimentos, sendo a maioria importada. A alimentação básica se resume a carne, algumas raízes e leite. Hoje, os que podem, compram arroz, macarrão e alguns legumes.

 

Ouvi estórias de que alguns viajantes mal intencionados, que dizendo querer conhecer a cultura mais a fundo estão se aproveitando da hospitalidade dos nômades, ficando em suas tendas e comendo de sua comida, sem dar nada em troca. Os nômades são pessoas simples que tem pouco para si e o pouco que tem dividem com os visitantes, pois faz parte de sua cultura tratar bem a quem bate a sua porta. Porém este tipo de coisa pode fazer com eles se tornem desconfiados e passem a tratar mal pessoas que realmente necessitem de ajuda ou somente queiram um abrigo. O ideal seria levar sua própria comida ou dar o equivalente em dinheiro à família que ofereceu abrigo. No nosso caso, eram lugares específicos para turistas e estávamos pagando o preço por pernoitar, inclusive a comida.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

OI HEKA,vou fazer a transmongoliana a partir de maio 2011, saindo de San Petesburgo, na Rússia. Estou no início do planejamento dessa Big Trip que além de chegar em Beijing, vai se estender pelo Tibet, Nepal, Índia e depois sudeste asiático. Mas vamos ao que interessa: o visto da Mongolia, vc acha que é mais negócio adquirir na Rússia, na fronteira Russia-Mongolia ou aqui no Brasil mesmo antes de ir?? Sei que o visto chines é melhor peg-a-lo aqui, mas o tibetado só em Beijing né? Se puderes me dar umas dicas sobre esses assuntos te agradeço.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Olá Pegoraro,

Eu tentaria tirar o visto aqui mesmo, por questão de tempo e praticidade. Não sei como funcionaria na Rússia e o tempo que se leva pra tirar o visto.

Já para o Tibet, na verdade não é um visto, mas uma permissão do governo chinês para os turistas poderem entrar no Tibet. Vc pode conseguir em Beijing ou em Chengdu. Eu consegui atraves de um hostel em Chengdu, acho q vc consegue o mesmo em Beijing. Dizem que a permissão depende do humor do governo chinês. Tem temporadas q eles não emitem e outras que liberam. Mas desde q vc não vá em uma epoca de conflitos no Tibet, não vejo problemas.

Espero ter ajudado.

Abs

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Olá Heka.

 

Ainda não é prioridade na minha lista de viagens, mas acredito que em no máximo 4 anos farei um mochilão para China e Mongólia. Tenho três coisas pra te perguntar:

 

1 - Vc acha que vale a pena ir para a Mongólia? Eu tenho muito interesse em ir por conta de ser um país completamente exótico (e esse tipo de lugar me atrai muito), mas realmente sei pouco sobre atrações do país (além do Deserto do Góbi e das planices no centro do país).

 

2 - Pelos meus cálculos iniciais terei apenas 5 ou 6 dias completos na Mongólia, pois considerando que terei 1 mês para essa viagem, a China é onde despenderia a maior parte do meu tempo. Não pretendo ficar em Ulanbataar, apenas usar os dias de chegada e saída do trem para conhecê-la. Vc sabe se há tours interessantes que durem 5 dias aprox e que não sejam somente pequenas viagens ao redor de UB?

 

3 - Ouvi que há um consulado mongol no centro de SP, e lá eles emitem um visto para vc desde que possua alguns documentos (além de um formulário) e as passagens aéreas de ida e volta. Aí complica, pois pretendo ir e voltar de trem a partir de Beijing. Vc sabe algo a respeito?

 

Obrigado ::otemo::

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Ola Joao!

Eu iria pra Mongolia Sim, sentir onde Genghis Khan nasceu. Pena q a capital do imperio dele nao sobrou nada. Nao fui ao deserto de Gobi, me arrependo. Fiquei so 10 ddias la e acho q 15d teria sido ideal.

2- ha tours curto para Gobi eu acho.

3- na epoca tinha esse consulado dentro de uma ag de turismo em sp, na rua 7 de abril. Qdo tirei meu visto nao me pediram a passagem pra la nao. Eu mostrei minha de ida e volta da Europa, dizendo q faria uma rtw.

Espero ter ajudado :)

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Obrigado, Heka!

 

Vou ver se entro em contato com essa representação da Mongólia aqui no Brasil, pois queria ir pra lá com tudo resolvido, sem precisar ficar gastando meu tempo em Beijing pra resolver essas coisas. Sobre o tempo lá, acho que a princípio farei algo como 9 ou 10 dias, sendo o primeiro e o último para chegada e saída de Ulanbataar. Aí teria 7 ou 8 dias completos para fazer algum passeio pelo interior. Sei que o ideal é mais que isso, mas realmente não tenho como, pois aí teria apenas 15 dias na China, o que é um absurdo. Vou ficar 3 semanas lá e já acho MUITO pouco.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Boa tarde Heka,

 

 

gostaria muito mesmo de ir para a Mongólia, acho que deve ser um lugar com um ambiente impressionante, eu estava pretendendo escalar o monte Otgontenger*(falaram que a vista é deslumbrante) e gostaria de saber o que você acha dessa idéia, vale a pena? também gostaria de saber o que mais posso fazer de interessante e cultural na mongólia, eu adoro história, ainda mais Ghengis Kan e queria saber se tem algum museu ou passeio sobre Ghengis Kan, GRATO.

 

 

*= O monte Otgontenger e localiza ao oeste da mongólia.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Matheus, resposta um pouco tardia, desculpe. Acho que tudo vale a pena em uma viagem, se tem vontade faça. Faça também o deserto de Gobi e va para a antiga cidade de Genghis khan, só sobraram ruinas, mas é interessante ver. Se der va para o norte da Mongolia, quase divisa com a russia, com grandes lagos e centenas de renas.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Olá pessoal

Irei para Inner Mongólia região norte em julho e gostaria de saber se alguém tem algumas dicas de lugares para visitar.

 

Se alguém precisar de algumas dicas sobre lugares aqui na China, talvez possa ajudar. Vivo aqui há alguns anos e fiz vários trechos turísticos por conta própria.

 

Abraço

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Participe da conversa!

Você pode ajudar esse viajante agora e se cadastrar depois. Se você tem uma conta,clique aqui para fazer o login.

Visitante
Responder

×   Você colou conteúdo com formatação.   Remover formatação

  Apenas 75 emoticons no total são permitidos.

×   Seu link foi automaticamente incorporado.   Mostrar como link

×   Seu conteúdo anterior foi restaurado.   Limpar o editor

×   Não é possível colar imagens diretamente. Carregar ou inserir imagens do URL.




×
×
  • Criar Novo...