Ir para conteúdo
  • Faça parte da nossa comunidade! 

    Encontre companhia para viajar, compartilhe dicas e relatos, faça perguntas e ajude outros viajantes! 

L'Brazx

Montevideo, Colônia e Punta- Sozinho- Jan/2015

Posts Recomendados

Relato de viagem ao Uruguai

Destino: Montevideo, Colônia del Sacramento, Punta del Este

Período: 17/01/2015 a 24/01/2015(7 noites)

Hospedagem: 3 noites em Montevideo- Ukelele Hostel (centro)- R$179,00 (quarto c/4p)

2 noites em Punta del Este- Hostel del Puerto- Península- R$215,00(quarto c/4p)

2 noites em Montevideo- Destino 26 hostel- Pocitos- R$103,62 (quarto c/6p)

Passagem aérea: Voando Gol (GIG-MVD/MVD-GRU-SDU) - RS 821,93

Total que levei em dinheiro: RS 2.500 - R$ 497,62(hospedagem)=R$ 2.002,38 (liso para gastos)

Cartão de crédito internacional liberado: U$1.000,00 (Só para emergências)

 

Roteiro:

17/01- Rio- Montevidéu(Centro)

18/01- Montevidéu (Centro)/Colônia del Sacramento/Montevidéu(Centro)

19/01- Montevidéu(centro)

20/01- Montevidéu(Centro)/Punta del Este/Punta Ballena (Casapueblo)

21/01- Punta del Este

22/01- Punta del Este/Montevidéu(Pocitos)

23/01- Montevidéu(Pocitos)

24/01- Montevidéu(Pocitos)/ Rio

 

Relato:

 

17/01/2015(Sábado)-Partida do Galeão tranquila. Achei muito bom voar com a Gol (nunca tinha voado com eles). Desembarque no aeroporto de Carrasco(lindo). Imigração ok. Cambiei no aeroporto para pagar o ônibus (péssima cotação-$7,80 o peso por Real). Tomei o COT first class (142 pesos) para o terminal Três Cruces (ótimo serviço com wi-fi), pois os de linha estavam passando muito cheios. Desembarquei no terminal e tomei um taxi (150 pesos) até o Ukelele Hostel. Saí pra fazer o reconhecimento da área e jantar. Achei meio deserto, mas em momento algum me senti inseguro. Já esperava encontrar a capital vazia, pois como já haviam me dito, grande parte da população sai de férias para as praias. Logo, decidi partir para Colônia del Sacramento no dia seguinte, o que havia planejado somente para o penúltimo dia de viajem.

 

18/01/2015(Domingo)- Levantei bem tarde, por volta de meio-dia e fui direto para o terminal Três Cruces. Tomei o ônibus CA1(16 pesos) na 18 de julho que te deixa no terminal. Chegando lá, providenciei o que comer (Emporio de los sandwiches, que fica no shopping da rodoviária acima- muito em conta) e peguei o primeiro ônibus para Colônia, da empresa COPSA (299 pesos) também com wi-fi. Levou umas 3 horas de viagem. Vale ressaltar que esta época, anoitece bem tarde no Uruguai, por volta de 21:30, então dá pra aproveitar bastante. Peguei um mapinha no centro de informações turísticas da rodoviária e fui caminhando pela cidade. Muito agradável Colônia. De repente começou uma tempestade que há muito tempo não via. Muito vento e chuva forte de uns 40 minutos. Fiquei preso no museu naval (20 pesos), até que dei um pulinho na loja da Freddo, ao lado, e fiz um lanche até parar a chuva. Perfeito! Continuei meu roteiro e consegui visitar tudo o que queria. A cidade é bem pequena. Parti para Montevideo pela COT (299 pesos) por volta de 20:30. Tomei banho, jantar e cama.

1.jpg

2.jpg

3.jpg

 

19/01/2015(Segunda-Feira) –Tirei o dia para explorar a capital, Montevideo. Comecei pela 18 de julho, altura da plaza Cagancha, seguindo para plaza independencia. Fiz a visita guiada do Teatro Solis e adentrei a Ciudad Vieja, descendo até o Mercado del Puerto, onde almocei por volta das 16h. Visitei o museu de arte pré-colombiana (65 pesos), Museu de artes decorativas (Grátis), desci para a rambla onde sentei e fiquei apreciando a paisagem. Depois fui caminhando e quando me dei por conta, já estava no Parque Rodó. Como estava com fome, decidi ir até ao Punta Carretas Shopping. Fiquei até o shopping começar a fechar e decidi voltar(andando) para o hostel, pela rambla. Cheguei já era pra mais de meia-noite. Banho e socializar com a galera, depois dormir.

 

4.jpg

5.jpg

6.jpg

 

20/01/2015(Terça-feira) -Dia de partir para Punta del Este. Conheci um camarada brasileiro que também estava indo pra lá e fomos trocando ideias de nossas viagens. Fomos de COPSA (239 pesos). Cerca de duas horas depois, chegamos. Parti pro meu hostel e ele pro dele. Fiquei no Hostel del Puerto (muito bem localizado). Vale destacar que se for pra ficar em Punta, o ideal é ficar na península, pois é o centro de comércio e entretenimento. É mais caro, mas se for botar na ponta do lápis, ou você perde no transporte ou no entretenimento ficando fora dela, então é melhor gastar um pouquinho e ter o conforto de ficar no centro. Fiz o check-in e já saí pra almoçar. Punta é uma cidade bem carinha, enfim. Depois de dar uma explorada pela avenida Gorlero(principal) decidi ir ver a Casapueblo; isso já eram 17hs. Fui pra Rodoviária e peguei informações no centro turístico. Comprei a passagem pela COT (57 pesos). É importante ficar atento e avisar ao motorista que quer ir pra Casapueblo, pois você vai ter que descer no meio da estrada. FICA LIGADO! ::hahaha:: Engraçado que eu fui pedir informação a uma senhora e ela era guia de turismo; então foi super prestativa comigo. O ônibus foi enchendo e ela foi lá pra trás. Quando foi chegando próximo, ela começou a gritar que o chico brasileño iria descer na Casapueblo, pra parar o ônibus(kkkk) ::tchann:: . Todo mundo olhando pra minha cara, enfim...king kong básico. Mas agradeço d+ a ela, senão talvez até tivesse passado do local. Descendo na estrada, é só voltar pra trás um pouquinho, atravessar as pistas e seguir por uma estrada, uns 25 minutos andando, até a casa de Vilaró. Vale a pena a visita. O visual é incrível. Na volta, peguei a linha 20 para Punta del Este(32 pesos). Ainda deu tempo de tirar umas fotos no "la mano" e seguir para o hostel. Tomei banho e fui jantar e passear pela Gorlero, até que cheguei ao Conrad cassino e fiquei por lá assistindo os milionários torrarem seus dólares nas roletas e caça níqueis, além do showzinho bacana. Por volta das 2:00hs da manhã voltei pro hostel. Vale ressaltar que a noite, mesmo no verão, faz frio e venta bastante em Punta, portanto, leve um agasalho. ::Cold::

7.jpg

8.jpg

9.jpg

10.jpg

 

21/01/2015(quarta-feira) -Acordei e fui caminhar (eu ando muito mesmo). Fui ao porto, mercado de peixes, contornei toda a península e fui seguindo pela rambla até o Conrad. Aí bateu o cansaço e fiquei na praia mansa descansando. Depois decidi voltar pela avenida e aquele camarada me encontrou. Ele estava de bike. Batemos um papo e fomos caminhando até o porto, pois ele queria ver um lobo marinho. Pra nossa sorte ele estava lá. Almoçamos ali no porto mesmo (self-service de frutos do mar Artico- Muito bom), e aí ele seguiu pra Casapueblo e eu fui relaxar na praia dos ingleses até o sol raiar. Passei no mercado(Disco) e comprei umas coisas; aliais um ótimo mercado. Encontrei um desodorante (que? kkk :? ) que havia comprado em NY e não achei em lugar nenhum aqui no Rio e nem em Montevideo, só achei lá. Nem conto quantos eu trouxe(heheheh) :shock: . Tomei um Gelato Arlecchino (parece que é o preferido de Punta, pois a casa vivia cheia) e fui para o hostel. Banho, passeiozinho pela Gorlero, fiz câmbio (8,65 peso por real) e cama.

11.jpg

12.jpg

13.jpg

 

22/01/2015(Quinta-feira) - Parti de Punta del Este com destino a Montevideo-COT (239 pesos). Desci no terminal Três Cruces e peguei um ônibus para Pocitos (32 pesos). Usei o GPS do smartphone pra descer próximo ao Destino 26 hostel. Fiz o check-in e fui explorar a área. Ruas tranquilas, próximo a praia e de parques. O letreiro “MONTEVIDEO” está nesta área. Justamente neste dia, era a abertura do carnaval no Uruguai, considerado o mais “largo” do mundo. Fui para o centro (32 pesos) curtir o desfile das comparsas de negros y lubolos, murgas, revistas e parodistas. Foi muito bom e bem animado. Voltei já pelas tantas para o hostel.

14.jpg

14.jpg

16.jpg

 

23/01/2015(Sexta-Feira) - Meu penúltimo dia em Montevideo, tirei para fazer as compras de souvenir, doce de leite (La Pataia- É o melhor) e presentinhos no centro. Recomendo o mercado dos artesãos, na Plaza de Cagancha. Tem presentes originais com bons preços. Neste dia também, encontrei uma casa de câmbio com cotação muito boa (8,90 peso por real). Voltei ao hostel, descansei e a noite, fui novamente ao centro. Desta ver para ver o desfile das escolas de samba de lá. Fiquei surpreso com a qualidade do trabalho deles e é claro, orgulhoso de ver o quanto a nossa cultura foi assimilada e é valorizada por lá. Ao final, voltei pro hostel e fui dormir, pois no dia seguinte partiria para casa.

17.jpg

18.jpg

 

24/01/2014(Sábado)- Acordei cedo, tomei meu café fiz o check-out. Tomei o ônibus 185 na rambla (32 pesos) para a rodoviária e de lá, fui de COT (152 pesos) para o aeroporto. Fiz o check-in na Gol (não tive que pagar nenhuma taxa de embarque, como havia lido em outro relato) e embarquei no horário com destino à Guarulhos, onde fiz a conexão para o Rio e cheguei são e salvo.

 

Obs.: este é o meu primeiro relato, de forma que busquei ser o mais objetivo e sucinto possível, apenas para complementar os demais relatos dos colegas e enriquecer as informações sobre o destino e demais dicas.

Compartilhar este post


Link para o post

L' Brazy, tudo bom?

 

Muito bom o seu relato !!! Parabens

Eu estou indo em Abril/2015 para BsAs - Colonia del Sacramento - Montevideo - Punta, e eu tenho algumas dúvidas:

Em relação à grana, você levou só reais, ou reais e dolares?

E o hostel, estava pesquisando, e nesse caso é melhor ficar em Pocitos ou no centro?

Como você usou o celular 3g lá? Você comprou um chip pré-pago lá?

 

Se pudesse me responder, eu agradeceria

 

abraços

Compartilhar este post


Link para o post

Oi fernando_h,

Obrigado. ::cool:::'>

Levei apenas Reais. Tem lugares que eles te dão o preço nas três moedas( peso, dólar e real) e você escolhe como quer pagar; mas nem sempre a cotação é boa.

Eu particularmente preferi ficar no centro, pois é onde estão os principais pontos turísticos. A noite pode ficar um pouco deserto fora da 18 de julho, mas é super seguro de andar. Não se preocupe.

Pocitos é legal por conta da praia, mas como sou carioca, esse não era o meu objetivo. Dizem que a vida noturna por lá também é interessante, mas não posso dizer.

Só usei Wi-Fi dos hostels, restaurantes, museus e ônibus.

Compartilhar este post


Link para o post

L' Brazx,

Pelo jeito, só vou levar reais ( maioria em espécie e um pouco no cartão de crédito, em caso de emergência), pois o dolár esta muito caro e compensa mais fazer o câmbio (de reais para pesos argentinos ou uruguaios) lá do que aqui.

Quanto à internet, eu acredito que todos os estabelecimentos no uruguai possui redes de wifi grátis, não é?

 

vlw pelas dicas

 

abços

Compartilhar este post


Link para o post

Isso. Eu só usei o cartão de crédito no Duty Free.

Aqui dificilmente você irá encontrar casas de cambio com pesos para cambiar. É tranquilo cambiar por lá. No Uruguai achei mais confiável. Em Buenos Aires tem o problema das notas falsas. Tem que ficar ligado. Troque no aeroporto somente o essencial para pagar seu transporte, pois a cotação é a pior possível. No Uruguai, prefira as casas de Cambio da 18 de julho (pesquise) e em Buenos Aires, na Florida; ou peça informação no seu hotel ou hostel de alguém de confiança para cambiar. Comigo, a recepcionista ligou, passou a cotação, eu disse quanto queria e o cara foi até o hostel pra tocar. Muito mais seguro.

É bem comum ter wifi. É só pedir a "clave de wifi" que eles te dão de boa.

Compartilhar este post


Link para o post

Então, é em BsAS rola mta nota falsa msmo.

Eu estou vendo quanto que vou levar (em reais) no cartão e em espécie

Eu estou pensando em levar tudo em espécie, mas o problema é o perigo de carregar um malote grande de reais. Agora se usar muito cartão de credito, acaba ficando caro, por conta das taxas.

Eu estou pensando em levar, em torno de 2500 reais para 14 dias, fora a passagem aérea. Calculando, com folga, em torno de 150 reais por dia.

Compartilhar este post


Link para o post

Sim. Em Buenos Aires tem esse problema. Na Florida tem os "Arbolitos", que nada mais são que cambistas. Chega a ser chato andar por lá. Tente achar alguem de confiança. Aqui no forum tem algumas dicas. Ou tente no seu hotel, como falei acima.

Antes tinha o VTM, mas agora também nem compensa mais. Eu sempre levo em espécie e vou trocando aos poucos. É chato, pois o cuidado tem de ser redobrado, mas não tem outro jeito. Cartão só pra emergência mesmo.

Acho que o valor é bom. Se você administrar bem dá e sobra. Eu acabei voltando com doi mil pesos, sem querer!

Compartilhar este post


Link para o post

Relato muito bom. Irei agora no dia 04/02 ao Uruguai e argentina, quais pontos você acha que não devo deixar de visitar no uruguai? Estou pensando em reservar 1.500 reais para 7 dias no uruguai, o que você acha ?

Compartilhar este post


Link para o post

Obrigado Arthur,

Em Montevideo considero av. 18 de julho, ciudad vieja e um passeio de bike pelas ramblas.

Se for para a costa, a casapueblo e Punta são imperdíveis.

Colônia cabe bem em uma tarde.

Achei Buenos Aires mais barato que Montevideo. Esse valor, fora hospedagem e com economia deve dar sim. Mas leve um cartão para emergências. Só pra garantir.

Compartilhar este post


Link para o post

Obrigado pelas dicas. Qual valor você acha necessário para esses 7 dias no Uruguai ? incluindo a hospedagem. Achei que 1.500 reais eram suficientes para os 7 dias, pois dividindo, da 200 reais por dia.

Compartilhar este post


Link para o post

Participe da conversa!

Você pode ajudar esse viajante agora e se cadastrar depois. Se você tem uma conta,clique aqui para fazer o login.

Visitante
Responder

×   Você colou conteúdo com formatação.   Remover formatação

  Apenas 75 emoticons no total são permitidos.

×   Seu link foi automaticamente incorporado.   Mostrar como link

×   Seu conteúdo anterior foi restaurado.   Limpar o editor

×   Não é possível colar imagens diretamente. Carregar ou inserir imagens do URL.



×
×
  • Criar Novo...