Ir para conteúdo
  • Faça parte da nossa comunidade! 

    Encontre companhia para viajar, compartilhe dicas e relatos, faça perguntas e ajude outros viajantes! 

Jay Silva

Boliva e Chile 22 dias( Sucre, Oruro, Uyuni,Atacama, Iquique, Arica, La paz, Isla del sol, Santa Cruz)

Posts Recomendados

Oie....

Estou adorando os relatos. Parabéns!!! Qual foi o hostel que vc ficou em Arica?

 

Putz eu esqueci o nome, na verdade estava andando pelo Centro, e tinham vários alojamentos, escolhi um deles, não era um hostel na verdade.

 

Mas um indicado lá que me falaram é o Arica Unit hostel.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Copacabana / Isla del sol

 

Esse foi o passeio que eu menos tinha pesquisado, então foi o que eu mais fiquei meio perdido, mas deu td certo, vamos às dicas.

 

A viagem é de mais ou menos 3 horas e meia até Copacabana, saindo de La paz.

 

De La Paz, tem a opção de comprar um bus nas agências pra Copacabana...é mais caro...o que eu fiz foi o seguinte...vá em alguma avenida movimentada...onde tem as vans que são tipo lotação...veja uma que tem a placa Cemitério...custa 1,50 bols, ao chegar no Cemitério..tem uns micro ônibus e vans tb que vão pra Copacabana...eles ficam lá gritando...te abordam...é fácil de achar...ali vc vai pagar 20 bols pela viagem...em um determinado momento vc chega em uma cidade...onde vc tem que atravessar o lago Titicaca pra chegar do outro lado...mas não pode ficar no bus...o bus pega uma balsa...e vc tem que descer...comprar um ticket de 2 bols...e atravessar nos barquinhos...ao chegar do outro lado, vc espera o bus, entra nele novamente e continua a viagem.

 

 

Ao chegar na cidade, o busão para em uma praça, tem diversas opções de hostel lá, a minha indicação é o Hotel Mirador, eu paguei por um quarto privativo, com banheiro no quarto, ducha quente, tv à cabo, café da manhã e janela com vista pro Titicaca a bagatela de 40 bols...acredite se puder. Ou vc pode achar opções mais baratas ainda em hostel com quarto compartilhados.

 

Eu fui à tarde pra lá, então cheguei por volta das 18 h na cidade, apenas dei uma volta, tem uma igreja bem bonita que vale a visita, nas margens do Titicaca tem umas espécies de barracas que servem refeição, prove a truta de lá, e tb fique vendo as crianças brincarem no pedalinho...bolha de plástico...e veja o por do sol tb.

 

Aí o seguinte, eu perguntei no hotel se precisaria comprar meus tickets pra ilha já antecipado, o cara me falou que eu podia comprar na hora direto nos barcos, e eu fiz isso, mas descobri que na verdade comprando com as agências é mais barato que comprando por conta...paciência.

 

Outra coisa importante...os barcos saem às 08h30 e depois 13h30, eu não tinha me atentado à isso, achei que saíam de hora em hora, por sorte eu tinha me planejado pra acordar cedo, mas na verdade eu saí do hotel umas 08h40, e aí que descobri que os barcos saíam 08h30, a moça do hotel que me falou, então eu saí correndo, e por sorte ainda tinham barcos lá saindo e deu tempo eu pegar no último minuto...paguei 20 bols negociando apenas ida.

 

Eu a princípio tinha pensado em dormir uma noite na ilha, mas chegando lá eu desisti, pois estava sozinho, acabei não conhecendo ninguém legal nesse dia, e seria um pouco entendiante ficar lá sozinho pra mim, apesar de ser um lugar lindo demais, então voltei pra Copacabana que tem um pouco mais de coisas pra fazer, eu iria pra La Paz logo na volta, mas fiquei com preguiça, não queria chegar em La Paz à noite sem reserva de hostel, não tinha dinheiro, precisaria fazer câmbio ainda, e não quis trocar dinheiro em Copacabana, pois a cotação de lá é baixa, então dormi mais uma noite em Copacabana e voltei pra La paz no outro dia de manhã.

 

Sobre o passeio na ilha, vc tem várias opções, ir pra parte sul, ir pra parte norte, ir pros dois lados, então vc tem que decidir o que vai fazer, minha dica é a seguinte, a parte norte é muito mais bonita, eu peguei um barco pra parte norte, e fiz uma caminhada de umas 2h30 até a parte sul, e peguei o barco de volta na parte sul, é legal, achei bem bacana, mas saiba que vc pagará alguns pedágios no caminho da trilha, se eu não me engano foi um pedágio de 15 e um de 5, ou seja, se vc voltar de barco, sai mais barato do que fazer a trilha. Vc pode então ir só pra parte norte, e voltar de barco da parte norte mesmo, sai mais barato, e verá a parte mais bonita. Ou dá pra fazer o caminho inverso que eu fiz tb, talvez seja até melhor, pois vc aproveita mais a parte norte, eu tava com uma indicação de uma hospedagem na parte sul, por isso fiz assim, mas desisti lá de dormir.

 

Caso vc queira dormir na ilha, depois de conhecer lá, eu sugiro na verdade que vc durma na parte norte, assim vc fica com mais tempo lá e aproveita a melhor parte da ilha.

 

Não tenho ideia dos preços, mas me falaram que tem de todas as faixas.

 

Esse passeio pra ilha então vai te custar em média 35 bols, só o transporte, eu acabei pagando 40, fazendo por conta, isso pq eu negociei.

 

Leve água, e snacks, lá na ilha é caro pra comer.

 

Ao chegar na ilha, havia um senhor que nos recebeu quando descemos do barco, no informou que iria nos acompanhar no museu, ruínas e tal, eu achei meio estranho, mas tava sozinho, o povo foi com ele então me enfiei no meio, e no final ele acabou cobrando 20 bols, tá certo que ele nos informou um monte de coisa, mas achei meio sacanagem ele não ter sido claro com a gente, dizendo que era um guia opcional e tal, pelo que eu vi foi todo mundo meio na onda, ou seja, vc pode fazer tudo por conta, saiba que o guia é opcional.

 

Na volta rolou outra sacanagem, eu tava indo pra um barco comprar na hora o ticket novamente, já que eu tinha vindo por conta, quando uma tiazinha correu atrás de mim e perguntou se eu já tinha o ticket, eu disse que ia comprar lá na hora, ela então disse que me venderia, 20 bols, ok, paguei pra ela, quando fui apresentar no barco, o cara falou que aquele ticket era de outro barco, não o dele, voltei pra falar com a tiazinha, ela me disse, ah então vc vai ter que esperar aquele outro barco e ir nele, ou seja, a filha da mãe tava me vendendo o barco dela, e não o que eu queria ir, mas eu não ia deixar quieto isso né, reclamei um monte, até que ela foi falar com o cara do barco que eu queria ir, e ele acabou deixando eu entrar com o ticket dela.

 

Peguei o barco então, cheguei em Copacabana, e como eu disse, resolvi dormir mais uma noite lá, no dia seguinte iria pra La Paz, onde eu tinha deixado minha cargueira no hostel, e iria de lá pegar um busão pra Santa Cruz de la Sierra..a próxima e última parada.

 

.20150727_172814.jpg.fcc93f6fde231db3a0180675e533d6a8.jpg

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Santa Cruz de la Sierra

 

Eu havia pensando em pegar um vôo de La paz pra Santa Cruz, seria o mais indicado na verdade, visto que não é tão caro e é mais seguro, porém, fim de viagem vcs sabem, tinha trocado já minha última nota de US$ 100, e não sobrou pra essa passagem, resolvi ir de busão então, o vôo pra data que eu queria tava 550 bols, o busão eu paguei 180, um leito, cama, o melhor na Bolivia, empresa Transcopacabana, fiquem espertos que tem duas, eu comprei em uma que era imitação da que é boa rs, mas deu td certo. Viagem de 18 horas.

 

Detalhe que peguei o bus 17h, e ele só fez uma parada às 07 h do outro dia, graças à Deus eu tinha um pacote de waffer que entrou um cara vendendo no busão, e quando chegou essa parada, eu fui descer pra tomar um café da manhã e tavam comendo frango assado, sopa, já essa hora, eu comprei 2 bananas e um tampico e mandei bala.

 

Cheguei na rodoviária de Santa Cruz, e resolvi ver se rolava de pegar um busão comum até o hostel, me informei e foi fácil, paguei apenas 1,50 bols.

 

Hostel: Loro loco

Foi o hostel mais caro da viagem, 65 bols, não sei porque Santa Cruz tem hospedagem mais cara, mas enfim, hostel tranquilo, bons quartos, bons banheiros, bom café da manhã self service, é bem tranquilo, povo só vai lá pra descansar mesmo pra próxima parada.

 

O que fazer:

 

Eu tinha apenas uma tarde e uma noite, pois no outro dia eu já na hora do almoço tinha que tá embarcando de volta, então eu não fiz muita coisa lá, mas gostei de ter ido pra Santa Cruz, principalmente pra ver a diferença com as outras cidades, Santa Cruz é a Europa da Bolivia, lá tem Hard Rock café, tem Starbucks, bons shoppings, condomínios de luxo, e pessoas brancas e loiras bolivianas, conhecendo lá, eu soube tb mais do preconceito que existe com a população indígena, maioria na bolivia, na verdade o povo de Santa Cruz tem um preconceito contra eles, que só foi diminuindo após a chegada do Evo Morales, que foi o primeiro presidente indígena.

 

Bom, como eu economizei forçadamente o dinheiro do meu jantar e do café da manhã, e como também peguei um bus comum e economizei o taxi, eu tava com uns bolivianos a mais pra gastar, e nesse dia fui em um restaurante meio chique e turístico, pedi um menu turístico no cardápio, vinha um pouco de cada uma das comidas típicas de lá, valeu a pena, consegui comer comidas típicas sem me preocupar tanto, visto que era um lugar bacana.

 

Fui na praça principal, bem bonita, catedral bem bonita, havia uma exposição de fotos grátis que tava bem legal, fui pra um restaurante na esquina, fiquei no terraço tomando sorvete com uma vista da praça, depois fui na frente do Hard Rock pra tirar uma foto, e dei uma volta no Shopping em frente pra conhecer melhor a população rica da Bolivia rs.

 

Mas em Santa Cruz tem mais coisas pra fazer, tem as ruínas Samaipata famosas tb lá, mas um pouco longe.

 

Bom, no outro dia, aeroporto e volta pra Sampa.

 

Espero que tenham feito bom proveito do relato, foi uma forma de retribuir com todas as informações que me

passaram aqui tb, e na internet em geral. Qualquer dúvida, postem aí.

 

Confiram também o vídeo das fotos do mochilão:

 

 

Fin de los servicios.

 

.20150729_214923.jpg.865d24120efda0dcb3572b5378dfbbab.jpg

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

ótimo relato!

 

Uma pergunta: você lembra o nome da agência que fez o passeio em Uyuni?

Outra pergunta: Sabe se há como voltar para Uyuni do Atacama por conta? Ou eu teria que entrar por essas cidades que você fez?

 

Aproveitarei várias dicas do seu relato.

 

Valeu!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

ótimo relato!

 

Uma pergunta: você lembra o nome da agência que fez o passeio em Uyuni?

Outra pergunta: Sabe se há como voltar para Uyuni do Atacama por conta? Ou eu teria que entrar por essas cidades que você fez?

 

Aproveitarei várias dicas do seu relato.

 

Valeu!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!

Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.

Entrar Agora



×
×
  • Criar Novo...