Ir para conteúdo
Mochileiros.com
Wesley Fortes

San Andrés, Bogotá, Zipaquirá e Cartagena - Julho 2016 (Com valores $$)

Posts Recomendados

Olá novamente, [email protected]!! Vou contribuir com mais um relato de viagem, dessa vez explorando mais um pedacinho da América Latina (por quem morro de amores ::love:: ): a Colômbia. Foram 14 dias muito bem aproveitados em San Andrés, Bogotá e Zipaquirá, e Cartagena das Índias. De gastos antecipados apenas a passagem SP-San Andrés-SP, pela Copa, no valor de R$ 1.518,40 (com conexões no Panamá e Cartagena, tanto na ida quanto na volta). Fizemos o câmbio no Brasil mesmo a uma taxa aproximada de R$1,00 = COP 762,50. Como era alta temporada na ilha resolvemos reservar também uma pousada (Posada Alexa Forbes), mas não houve gasto com sinal – o dono da pousada foi super gente fina. Negociando consegui fechar a diária por COP 45 mil por pessoa. Foi o mais barato que encontrei nas minhas pesquisas. Hostels estavam na faixa de COP 60 mil. Simbora pro Caribe?

 

SAN ANDRÉS

 

07/07 – Quinta-Feira

Nosso vôo para San Andrés sairia na madrugada do dia 08, então, saímos no fim da noite para o aeroporto de Guarulhos. Saindo aqui de Jandira, com meu amigo Neilor, pegamos um táxi até o centro (R$ 3,50) e depois o trem (R$ 3,80). Descemos numa estação depois para encontrarmos nossa amiga Cíntia, e de lá partimos para o Metrô Tatuapé onde tomamos o último ônibus pra aeroporto (R$ 5,55). Um dogão enquanto esperava custou R$ 3,00. Chegamos ao aeroporto e fomos procurar nossa outra amiga, a Camila, que já tinha chegado lá beeeem antes de nós. Depois de todo mundo reunido, encontramos um canto pra cochilar um pouco até a hora de fazer o check-in e despachar as bagagens.

 

Gasto do dia: R$ 15,85

 

08/07 – Sexta-Feira

Depois de um tempo de cochilo o despacho de bagagem já estava aberto para o nosso voo, e lá fomos nós. Depois do check-in, no guichê da Copa mesmo, compramos o bilhete turístico de San Andrés (R$ 135,00). No horário previsto partimos para San Andrés, com aquelas conexões. Fizemos os trâmites de imigração em Cartagena. À tardezinha pousamos em solo “isleño”. Ao chegar é necessário apresentar o bilhete turístico com as datas de entrada e saída e nome do lugar aonde você vai se hospedar. Aqui deu uma engasgada na coisa, pois nosso voo de volta seria dia 22, mas queríamos sair da ilha nesse ínterim e voltar pra tomar o voo dia 22. E a dúvida era se precisaríamos pagar outro bilhete turístico. Depois de conversar com os agentes do aeroporto, educados e muito dispostos a ajudar, nos explicaram que se voltássemos à ilha por um período menor que 24hs até o horário do nosso voo não precisaríamos pagar novamente, estaríamos em trânsito. Tudo esclarecido saímos e fomos pegar um táxi até a pousada (COP 14mil/4). Os endereços na Colômbia não têm o número da casa, então a referência é o nome da rua e algum ponto de referência. No nosso caso era uma padaria. Fica bem perto do aeroporto, mas não é recomendável ir a pé. Como vinha trocando mensagens com a pousada eles meio que já estavam nos esperando a hora em que chegamos. Fomos muito bem recebidos pelo senhor Alberto, que nos instalou, deu algumas informações, perguntou a que horas queríamos o café da manhã, essas coisas. Depois de um tempinho arrumando as coisas, e a nós também, partimos em direção ao centro – uns 20 minutos de caminhada, sossegados – atrás de algum lugar para comer. De cara descobrimos uma coisa: sabe aquele lance de perguntar pros nativos onde comer? Então, lembre-se sempre de perguntar onde tem um lugar barato, porque eles vão indicar sempre um lugar pra turista $$$ se você não disser o adjetivo barato!! A não ser que você queira comer num lugar mais “refinadinho”! Nos indicaram, então, um lugar chamado Titanic, se não me engano. Enquanto escolhíamos o que comer, uma das atendentes ao descobrir que éramos brasileiros começou a arranhar um portunhol, cantar algumas músicas em Português, foi bem legal. Escolhi um frango que veio acompanhado de arroz, salada e patacones (banana frita); custou COP 14mil. Depois de matar a fome, que estava apertando, fomos até o centro. De cara, passamos no Caribean e fomos experimentar uma limonada de coco (COP 8mil). Sério pessoal, experimentem isso. É muito bom ::otemo:: !! Ficamos caminhando pela orla, cansados, mas ansiosos pelos dias que viriam. Voltamos a pé mesmo para a pousada, o que faríamos todos os demais dias.

 

Gasto do dia: R$ 135,00 // COP 25.500,00

 

09/07 – Sábado

Às 8hs da manhã o Sr. Alberto trouxe-nos o café da manhã, modesto, mas justo e o suficiente para começar bem o dia. Partimos rumo ao centro e pra curtir a praia de Sprat Bight. A sensação ao ver aquele mar cristalino é realmente impactante. É muito, muito lindo... o cenário da praia, com os coqueiros ao largo da areia, aquela água incrível, numa temperatura incrível!!! Arrumamos um canto na areia pras nossas coisas e aproveitamos um longo tempo na água, caminhando pela areia... Daí bateu a fome e fomos procurar lugar pra comer. Depois de procurar, pedir informações, indo à esquerda pela orla e pegando uma das ruas à esquerda, nos indicaram o Tandita Isleña. Fica na avenida onde passam os ônibus. O almoço foi bem servido. Sopa de entrada, prato principal com arroz de coco, salada, patacones, e a carne à escolha. Vem sempre um suco ou refrigerante colombiano também (COP 16mil). Depois do almoço pedimos informações no restaurante mesmo e pegamos o ônibus para o Oyo Soplador. (COP 2mil). O tempo estava meio nublado e vez em quando caia uma chuvinha, mas nada que atrapalhasse. Oyo Solpador é um buraco que sopra conforme as ondas batem... e, às vezes, esguicha um bocado de água. Não é nada suuper admirável, mas é bem divertido até. Decidimos caminhar um pouco e fomos voltando a pé sentido às praias de San Luis. Ficamos um tempinho ali curtindo e depois pegamos, já no fim da tarde, o ônibus de volta para a pousada (COP 2mil). Passamos no mercado pra fazer umas comprinhas (COP 18.800/4). Ficamos de bobeira um pouco, nos preparando pra sair à noite. E lá fomos nós. Passamos novamente no Caribean e dessa vez fomos experimentar seus drinks alcoólicos (COP 14mil). Sempre se reúne uma galera nas muretinhas da peatonal. Sentamos lá e ficamos bebendo, trocando idéia, curtindo o clima noturno delicioso, batendo perna pela orla até cansar e voltar pra pousada.

 

Gasto do dia: COP 38.700

 

Volta da Ilha Grande.gtmDSC04366.JPG[/attachment]

 

shower.jpg.3be59c26fdf0f9dab106c04861ca711f.jpgDSC04460.JPG[/attachment]

 

598d9e0594c41_resultadoeleicoes.jpg.f57f66faf5e90aa14477a594ce69b121.jpgDSC04470.JPG[/attachment]

 

598d9e057fb20_StuckintheSand.jpg.15143dfff5b21e4282866ce69c7873b9.jpgDSC04548.JPG[/attachment]

 

 

 

IMG_20170806_135123126.thumb.jpg.3fd6adee03e168a086db7ea838c59550.jpg

 

CONTINUA......

DSC04304.JPG.4f56f323439d4b618da76dd4edc256d4.JPG

DSC04326.JPG.c273d499cebbfe8fab418f4766efd1dc.JPG

DSC04329.JPG.058a6e35e99468f58617185c78cd0af0.JPG

DSC04279.JPG.c83ad8241fd25d93896cb08da2cea290.JPG

DSC04352.JPG.c066b2ffeb1972f2e5dc787be20886b5.JPG

DSC04365.JPG.19046a171333942a8502be3a330f4666.JPG

DSC04366.JPG.0c1f62bae015bb0913fb1fa3dc8811dc.JPG

DSC04380.JPG.88f9f2ef0ffae8044d4d3f05929c576b.JPG

DSC04390.JPG.f51a854e0581cc8cbbf65e0e8bcad29d.JPG

DSC04393.JPG.d492d9bdd75e6407f3b02637bcdedd55.JPG

DSC04398.JPG.c399b2728c2954d4b6801742e2f1c25d.JPG

DSC04399.JPG.554d1585077969cf3b5c52f142f4080c.JPG

DSC04426.JPG.49a5179416fd2b440df5becdf61284ea.JPG

DSC04429.JPG.491886ea9b6d56bba5884083fb99b377.JPG

DSC04434.JPG.9bc5d56af3771bddbd415a7c63d1779a.JPG

DSC04439.JPG.eb0eaec9afc07075332eff0923b4273b.JPG

DSC04449.JPG.1576b6a1630848e71c334e94f5779691.JPG

DSC04460.JPG.d71c5f4de047677119b0cfdf08173819.JPG

DSC04454.JPG.362754f51c82340f195625b311308e7f.JPG

DSC04450.JPG.6c4694969f0ecc164788326d5c8672fb.JPG

DSC04462.JPG.71bef503c91229b2d8005363b77b0dbe.JPG

DSC04470.JPG.933c2674a3709a702e7b3b11913c6624.JPG

DSC04465.JPG.cf87ff310fb640d52780509f41c1cc0a.JPG

DSC04473.JPG.c1c4baf9a3ecfc9afbca1aa2a4c56ea6.JPG

DSC04475.JPG.0495282ba20c2814a23a7dd3ebddab98.JPG

DSC04478.JPG.bc19cb3c9f19b09258f8ae321fba8e05.JPG

DSC04511.JPG.75e9ca4dd541c7ff456db5be9539fc4d.JPG

DSC04517.JPG.0efecc9ffae98a02a11c8b7cffcb8850.JPG

DSC04532.JPG.1a129304c2e69e09f503fa6b29f70ecf.JPG

DSC04541.JPG.3c76039ca7a888f69f1b7b912244e1f7.JPG

DSC04548.JPG.34a7d24a59bdacd9f28284d74f2c7d18.JPG

DSC04556.JPG.2248aef2130ed97a6d45216e56f62818.JPG

DSC04518.JPG.6a9eb8dbc6de819f21a4c04c4c32f337.JPG

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

BOGOTÁ E ZIPAQUIRÁ

 

14/07 – Quinta-Feira

Terminamos de arrumar o que faltava e depois do café o Sr. Alberto nos ajudou a parar um táxi e fomos pro aeroporto (COP 14mil/4). A fila de check-in da Viva Colômbia é bem grandinha. Como tínhamos esquecido de imprimir os bilhetes de embarque e só tínhamos o papel da reserva tivemos que pagar COP 25mil CADA UM pra imprimir o cartão de embarque ::ahhhh:: (tem como economizar esses pesos, mas explico depois). Nosso voo saiu por volta do meio-dia e lá pelas 14:30 estávamos no aeroporto de Bogotá. Ao chegar procuramos um guichê de atendimento da Viva Colômbia pra comprar os outros trechos da viagem, mas a atendente nos disse que só era possível comprar pela internet. Decidimos que iríamos comprar no hostel então. No dia anterior a Cíntia conseguiu reservar um hostel pelo aplicativo. O hostel era o SC House Hostel, fica super bem localizado, no bairro da Candelária e a pernoite era COP 25mil (sem café da manhã). Pegamos um taxi até lá (COP 22mil/4) e fomos bem recebidos e instalados. Depois saímos para bater perna pelo bairro. Descemos até à Plaza Bolívar e depois fomos almoçar (COP 7.500) pegamos a avenida principal (Carrera 7, se não me engano) onde tem muuuito movimento e muito artista de rua. Todo mundo para pra ver, e nós paramos também... é bem legal.. Encontramos um carinha lá que cantava muito.... como o trânsito da rua estava interrompido, sentamos ali mesmo na rua e ficamos um tempão escutando-o cantar. Mas não agüentei e tive que comprar uma blusa numa loja (COP 29.900) porque o friozinho estava batendo. Depois demos meio que uma volta pelo quarteirão.. comprei uma coca-cola (COP 2.600) porque meu estômago “desalinhado” e voltamos pro hostel. Depois de um bom tempo tomando banho frio em San Andrés iria tomar um belo de um banho quente. E que delícia de banho!! A ideia inicial era apenas pernoitar em Bogotá e voar, literalmente, pra Cartagena, mas Bogotá pareceu tão charmosa, rolou uma espécie de química entre nós e a cidade e decidimos que ficaríamos mais dois dias inteiros ali ::love:: . Demos apenas uma voltinha à noite.

 

Gasto do dia: COP 67.500 (dinheiro) / COP 29.900 (cartão)

 

15/07 – Sexta-Feira

Saímos para tomar café num mercadinho (COP 6.100) e tiramos o dia para bater perna pelas redondezas do bairro da Candelária, que é uma área bem bacana onde está boa parte das atrações de Bogotá. Começamos descendo rumo à Plaza Bolívar, passamos numa igreja e depois entramos no Museo de Botero. É um espaço bem bacana com várias obras de diferentes artistas e, claro, do famoso artista colombiano que dá nome ao museu. Um pouco mais abaixo entramos no museu da Casa de la Moneda. Também tem um acervo bem bacana. Depois continuamos andando e fomos parar na Igreja de Nossa Senhora do Carmo. Muito bonita! Um cara meio ébrio passou pela gente enquanto tirávamos fotos e nos disse que para os bêbados de Bogotá aquela era a igreja de chocolate ::tchann:: . Depois, pensando bem, lembra mesmo aqueles bolos com forma de casa, castelo, ou igreja, nesse caso rs. Por dentro também era bem linda. Continuamos nossa pernada, agora sentido Plaza Bolívar de novo. Passamos numa área que é meio que o centro cívico de Bogotá, onde estão o Congresso, alguns outros prédios públicos, a casa oficial do presidente. Essa área é cercada, mas depois de uma pequena revista o acesso é liberado. Seguimos para a Plaza Bolívar, cheeeia de pombos, e gastamos um pouco de tempo ali. Demos uma olhada na catedral. Como era hora de almoçar fomos conferir um lugar que nos nos indicaram. Almoçamos por COP 8.500 (o padrão de refeição era o mesmo de San Andrés: sopa, prato principal e suco ou refri) num lugar bem maneiro que é uma espécie de galeria, na Carrera 7 mesmo. Depois do almoço partimos para conhecer o Monserrate. É possível subir de teleférico ou “trem”, mas no horário que fomos só estava funcionando o teleférico, que custa COP 18mil. Enquanto esperávamos conhecemos um grupo de senhores brasileiros que estavam viajando pela Colômbia também. É um lugar com um visual bem bacana, com Bogotá pequenininha de um lado e um cenário meio bucólico de outro. Tem uma igreja que é bastante importante para os [email protected] que, comumente, fazem peregrinação até lá. É meio friozinho porque a está a uma altitude de 3.200m sobre o nível do mar. Depois de algumas fotos e de curtir o clima do lugar fomos fazer umas comprinhas nas lojinhas que têm lá (COP 10mil). Voltamos para o hostel já no comecinho da noite, e fomos comprar as passagens para Cartagena e San Andrés. Deu um probleminha no site e conseguimos comprar só as para Cartagena nesse dia pela Viva Colombia. E aqui uma dica importante: se for comprar vôos dessa empresa (o que vale a pena) não se esqueça de ir desmarcando as opções que aparecem na composição da sua tarifa. Eles já deixam previamente marcados um monte de serviços que talvez você não queira e nem necessite. Vá desmarcado tudo e veja o valor final diminuindo a cada clique!!! ::otemo:: rs. Feito isso nossas passagens estavam reservadas por uma valor de COP 159mil por pessoa (se não me engano, mas não mais que isso). Ficamos por conta disso nessa noite e não saímos. No dia seguinte iríamos conhecer a famosa catedral de sal.

 

Gasto do dia: COP 42.600 (dinheiro) / COP 159mil (cartão)

 

shower.jpg.3be59c26fdf0f9dab106c04861ca711f.jpgDSC04622.JPG[/attachment]

 

598d9e0574720_Lacreparamochila.jpg.3a8a0cc1113851a7cc695bb820a6eac1.jpg

 

CONTINUA.......

DSC04574.JPG.b6e0d9b49836ef695ab369455fdcf022.JPG

DSC04575.JPG.4f8f292d6b99156adac279e07a167f48.JPG

DSC04579.JPG.7c157c882a56153618ad63b633e3cc71.JPG

DSC04577.JPG.4f59fd45d52b53abadaa361fa03b2833.JPG

DSC04580.JPG.bf906b582af83c520f39f3267ff0f787.JPG

DSC04583.JPG.421e06297a86d774fe66adb1795e94a4.JPG

DSC04584.JPG.990f7637cad854b057f3039662a52862.JPG

DSC04593.JPG.b1c21bde5924562ee54d961010bf02c4.JPG

DSC04594.JPG.7b2e1063ae3b5166e28139a7709fa609.JPG

DSC04597.JPG.169ba084dc0e652bc0adcc6496addd28.JPG

DSC04601.JPG.ea4c44c1182180f224917d76af244be5.JPG

DSC04604.JPG.e4f41e207d575ac1e78b829578c374f9.JPG

DSC04609.JPG.7a2c965f928c083da5fa166762741be3.JPG

DSC04613.JPG.01d0306356b4641417c3557ee975afda.JPG

DSC04617.JPG.ae3458edfd77e25ecf9d6fe9ac8c76f6.JPG

DSC04618.JPG.72b1953a7d10a5b8dc0e5a9003a1aadc.JPG

DSC04622.JPG.53d39fb6e200c16a494c91bd6bee7f02.JPG

DSC04629.JPG.96691d184bfbedabb9ea651166d8695a.JPG

DSC04631.JPG.736998419d6c73624001bd7cc7b900fe.JPG

DSC04644.JPG.d74379f2b706d9864d23f489f03b569a.JPG

DSC04651.JPG.00a679942dbc9d45a647bcfeb72ff3da.JPG

DSC04653.JPG.a4db5d8688c846f030f6843f21b17d36.JPG

DSC04657.JPG.9157d7504173d0d2d8fb27e4b36a3c51.JPG

DSC04656.JPG.a530e871241ef2497da37b196d0be93b.JPG

DSC04664.JPG.c25a3adeda2665dbd8352f96ea9489a8.JPG

DSC04666.JPG.5cf93fefb3674527de6fb478250ca697.JPG

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

CARTAGENA

 

17/07 – Domingo

Logo cedinho fizemos o check-out do hostel e pegamos o táxi que já tinham chamado pra gente e que custou COP 30mil (/4) até o aeroporto. Despachamos a bagagem da Camila e fomos para o embarque. O voo saiu no horário e umas duas horas depois estávamos em Cartagena (um lanche no avião custou COP 5mil)! Chegamos em Cartagena sem reservas, apenas com nomes de hostel. A Cíntia encontrou no aplicativo um hostel chamado Casa Torices. O bacana de pegar táxi no aeroporto em Cartagena é que você diz o endereço no guichê do ponto de táxi e eles te dão um bilhete com o valor da corrida, que no nosso caso ficou em COP 10.700 (/4). Tinha vaga e ficamos por ali mesmo. Nos ajeitamos e saímos pra almoçar ali perto mesmo (COP 10mil – se não me engano). Depois voltamos para o hostel, acertamos as diárias (COP 100mil = 4 pernoites p. p.). Hora de partir para o centro. Decidimos ir caminhando, já que não era assim tão longe, e enquanto caminhávamos deu pra ver um pouco da “Cartagena real”, periférica, por assim dizer, longe dos olhos dos turistas, um tanto abandonada diria. Em uns 10 ou 15 minutos chegamos ao Castillo de San Filipe, mas deixamos para conhecê-lo outro dia. Perguntamos como chegar à cidade amuralhada e disseram que era longe (mas não é) e que deveríamos pegar um táxi. Pegamos o táxi até a Torre do Relógio (COP 7mil /4) e já fomos procurar informações sobre os passeios. Fechamos o passeio da Playa Blanca para o dia seguinte por COP 40mil e deixamos pré-reservado o passeio para o vulcão de totumo para outro dia. Passamos o resto da tarde caminhando pelas muralhas da cidade histórica. Cartagena tem uma vibe incrível, e ficar ali nas muralhas olhando o mar então... nossa! Antes de voltar pro hostel passamos no mercado pra fazer umas comprinhas (COP 26.700 /4), pegamos um táxi e voltamos pro hostel (COP 6mil /4). Tomamos um lanche bem maneiro, que serviu como jantar, e depois de uma espichada nas pernas fomos conhecer a noite “cartaginera”. O Neilor não topou, então fomos os outros três. Dividimos o táxi com dois gringos malteses (COP 8mil /5) e ficamos na torre do relógio. Lembra da vibe que eu disse? À noite é muuuito mais bacana!!! Uma baita sensação de bem-estar andando pelas ruas e praças da cidade amuralhada com aquele clima delicioso, aquela lua... Foi massa!! Pra fechar a noite fomos comer um cachorro quente (COP 5mil) enquanto um senhor, muito orgulhoso, contava a história das glórias de Cartagena! Voltamos pro hostel (COP 7mil/3) e fomos descansar pra curtir a Playa Blanca no dia seguinte!

 

Gasto do dia: COP 84.033 (dinheiro) / COP 100mil (cartão)

 

Sande.jpg.7a07a410e5a867299982719bab67f4d5.jpgDSC04725.JPG[/attachment]

 

598d9e05a463e_saltokama.JPG.326b423efeaca2ea69413e96e90674d1.JPG

 

20/07 – Quarta-Feira

Dedicamos esse dia pra conhecer mais o centro e visitar alguns pontos. Partimos pro centro (táxi 8mil /4) e fomos conhecer o Museu da Inquisição (COP 18mil a entrada + COP 20mil /4 o guia – tem a opção de comprar um áudio-guia, você baixa um app no celular, mas como estávamos em 4 valeu pagar o guia). É uma visita bacana, embora o acervo da inquisição mesmo seja bem pequeno, pois parece que foram levados para outro museu, mas é rico de história o lugar. Depois do museu fomos almoçar (COP 8mil) e partimos para o Castillo de San Filipe. Compramos uma água (COP 2mil) e fomos comprar a entrada para o “castelo” (COP 25mil) – que é, na verdade, uma fortaleza. Vacilamos e não pegamos um guia e ficamos vagando pela fortaleza. Foi igualmente bacana, o lugar é incrível, mas seria melhor com as informações históricas, que em Cartagena são sempre ricas. Depois de explorar a fortaleza e seus túneis partimos para as muralhas pra assistir ao pôr do sol lá no Café del Mar. É lindo! Ficamos até à noite pela cidade amuralhada e aproveitamos para comprar alguns regalitos (COP 27.500). Era nossa primeira despedida de Cartagena... Voltamos pro hostel (táxi COP 8mil /4) para arrumar as coisas e voltar no dia seguinte para San Andrés, via Medellín.

 

Gasto do dia: COP 89.500

 

acampamento.jpg.27fe0d33f55e2f318d81f4fb1ed2e250.jpg20160721_181503[1].jpg[/attachment]

 

Dia 22/07 – Sexta-Feira

Levantamos mais ou menos cedo, tomamos café, e como nosso voo sairia por volta das 13hs ainda resolvemos ir curtir um pouco de praia antes... aproveitar cada segundo na ilha. Como o Neilor não quis ir, fomos os outros três nos despedir daquele mar lindo de viver! Boa parte desse momento foi de puro silencia e contemplação... Mais uma vez, gratidão total por uma viagem que - estávamos seguros - nos havia mudado para sempre. Voltamos para a pousada terminamos de arrumar tudo e o sr. Alberto nos ajudou a pegar um táxi para o aeroporto (COP 14mil /4). Embarcamos então para nossa conexão em Cartagena e nossos outros voos seriam apenas no dia seguinte, então, teríamos mais uma tarde e noite em Cartagena. Chegamos em Cartagena e fomos direto para o Iguana’s Hostel (táxi COP 13mil /4), mas eles não tinham vaga. Um cara viu que estávamos procurando hospedagem e se ofereceu pra nos indicar alguns lugares... fomos com ele, mas com pé atrás. Muitos lugares estavam lotados e alguns que não estavam eram muito ruins, até que encontramos um bem razoável e ficamos, afinal era apenas por uma noite (COP 25mil *não lembro o nome do lugar). Depois de nos acomodar saímos pra almoçar e encontramos um restaurante indiano e ficamos por lá mesmo (COP 8mil). Depois fomos aproveitar nossas últimas horas em Cartagena e a noite sempre convidativa. Tem um lugar que vende um yogurt com frutas bem gostoso (COP 11mil *esqueci o nome também!). Depois de aproveitar o quanto possível voltamos pra pousadinha pra no dia seguinte deixar, definitivamente a Colômbia!!

 

Gasto do dia: COP 50.750

 

IMG_20170806_135123126.thumb.jpg.3fd6adee03e168a086db7ea838c59550.jpg

DSC04687.JPG.1aaff5147468e9c41392203cd9c01cee.JPG

DSC04713.JPG.52361fc336fe0846529d74088b0da4c5.JPG

DSC04718.JPG.64e7364014f6de39badb5e13f2f7c76f.JPG

DSC04725.JPG.7bba2f08275c070db59e0b8df22ba181.JPG

DSC04727.JPG.22a8fbd4611251eb877025a71aa164ac.JPG

DSC04729.JPG.3a5bb890848daf65ce1d4fd560f6f6e3.JPG

DSC04731.JPG.abff6d2afcd03afcc5dbaa086b8acac0.JPG

DSC04743.JPG.8642f33b53611019963a868b4320c180.JPG

DSC04742.JPG.620f167d835becc1d92e64e9079cd8d5.JPG

DSC04753.JPG.4ca2b57993b3a8cdb7b18976070be3ab.JPG

DSC04755.JPG.f3956e66c83699151ccc5719233f22ae.JPG

DSC04771.JPG.479f056b4ac83c2f9dde3f3e93aba86d.JPG

DSC04782.JPG.4ee2f812f074a2492bead7caf5a2465a.JPG

DSC04785.JPG.29ff1935b5df51e03c9ab7eb2ff6d1fb.JPG

DSC04792.JPG.ef1281dcf9f1cdde925691ddbd5245c7.JPG

DSC04794.JPG.1426c190938c955c4be391683b73fa26.JPG

DSC04799.JPG.da362014e226bbee6b7a173b4380e9c8.JPG

DSC04828.JPG.334603b14096a3dc364ca37c3d083c02.JPG

DSC04832.JPG.c07d87acb5b4b9b70eb66eb4598daa1a.JPG

DSC04847.JPG.8ecfb815d1167508fa299159fdb2fb3f.JPG

598ddb193afae_20160721_1815031.jpg.4129e4f87693feaf951accd16bfebc6b.jpg

598ddb19772bb_20160722_0939501.jpg.504e081c1b9e834a2e420109cbebbe82.jpg

CIMG8111.JPG.3e1573d9855ecca30689066c64716c02.JPG

Editado por Visitante

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

IMPRESSÕES

 

De modo geral, o slogan de turismo da Colômbia corresponde bem à realidade: "el risgo es que te quierass quedar!". Todos os lugares que visitamos são incríveis, cada qual com sua particularidade. San Andrés é sem palavras para descrever... Cartagena rica que só ela... e Bogotá se mostrou uma deliciosa surpresa! Há hostels aos montes pelas cidades, o que é bastante positivo. No continente as diárias giram na casa dos COP 25mil a COP 30mil. A comida é muito boa também e bem servida a um preço super em conta. Come-se bem por muito pouco! A sensação de segurança é super de boa. Valendo-se sempre das boas e velhas precauções a se tomar em qualquer lugar do mundo. O transporte dentro das cidades também é bom e barato. Em San Andrés, por exemplo, não há a necessidade de alugar um carrinho de golfe para conhecer a ilha - a não ser que você queira - pois há ônibus para todo lugar de interesse por COP 2mil; então, se você quer economizar ande de ônibus (que são até estilosos rs). Em Cartagena andamos de táxi o tempo todo por estarmos em grupo, mas tinha a oção de ônibus também. Em bogotá dá pra fazer bastante coisa a pé, mas também recomendo usar o Trasnmilenio para ir pra lugares variados. A estadia também bem bacana. Em San Andrés ficamos na Posada Alexa Forbes que fica a uns 20 - 30 minutos de caminhada do centro num percurso bem tranquilo e o sr. Alberto é bem prestativo, além de ter sido o menor valor que encontramos na ilha. Em Bogotá ficamos no SC House Hostel, no bairro da Candelária, onde está concentrada boa parte dos atrativos da cidade e perto da Carrera 7, onde tem atividade artística de rua direto. Em Cartagena ficamos na Casa Torices Real.. é um bom hostel, espaçoso, mas bem rústico..os quartos têm banheiros privativos, mas os banheiros não têm porta... são só aquelas cortinas de banheiro sabem?! Esse hostel está localizado fora da zona central, o que nos exigia ir de táxi sempre. Eu consideraria muito ficar mais próximo da cidade amuralhada. Hostels ou pousadas no bairro Getsemani podem ser uma ótima pedida! Quanto ao câmbio, nós trocamos aqui mesmo no Brasil aproximadamente R$2mil e foi bem tranquilo essa quantia em cash, embora tenhamos usado cartão algumas vezes. os voos internos na Colômbia nós compramos pela VivaColombia. os valores são bem razoáveis, mesmo se comprar em cima da hora. É recomendável efetuar a reserva pela internet e lembrar de desmarcar todos os serviços que você não queira. Há o limite de bagagem grátis e tem o medidor de bagagem no da companhia no aeroporto, mas é super tranquilo. Eles dizem que não pode colocar sua bagagem de mão grátis no compartimento, que tem que levar embixo da poltrona, mas é so conversa rs. O serviço de bordo é pago, mas tem um preço razoável pelo que oferecce. Vale se você estiver com fome!! Lembre-se, também, de imprimir o seu cartão de embarque para não ter que pagar COP 25mil por um pedaço de papel no check-in!!! Os voos da Copa foram ótimos.. o serviço de bordo muito bom e nos voos mais longos (SP-Panamá/Panamá_SP) têm canais de entretenimento bem bacanas pra passar o tempo. Não tivemos atrasos (exceto em Cartagena, mas devido ao clima, e já havíamos embarcado), e nenhum problema com bagagens.

Somando tudo o que gastamos, em cash e cartão, nossa trip ficou em torno de R$ 4.111,20 (por pessoa), por 15 dias viajando!! Mas tenham a certeza de que essa viagem valeu muito, muito mais!!!

Apesar de ter ficado um tanto longo, espero que tenham gostado do relato e que ajude a quem queira aventurar-se por terras e mares colombianos. Só os alerto de que "el riesgo es que te quieran quedar!!

Beijos pras gurias, abraços pros guris!!! Até à próxima!!!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Parabéns pelo relato, ajudou-me bastante. Vc tem o contato do seu Alberto?

 

Opa Wallace, blz? Que ótimo que o relato ajudou. Tenho o contato do sr. Alberto sim. O contato é pelo facebook mesmo. Só mandar mp que eles respondem!!!

 

Segue a página: https://www.facebook.com/Posada-Alexa-Forbes-400587600028976/

 

Qualquer dúvida "tamoae" ... Abraço!!!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
julinho2002    0

Fala Wesley blz? Vou no próximo mês pra S.A. e ficarei nessa mesma pousada, minha dúvida é a sobre como ir até a pousada, tava muito a fim de dar uma economizada nesse taxi, em função da distancia, será que dá ou o bagulho é sinistro mesmo???? Ah, chegarei no meio da tarde (15 horas).

Valeu!!!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Fala Wesley blz? Vou no próximo mês pra S.A. e ficarei nessa mesma pousada, minha dúvida é a sobre como ir até a pousada, tava muito a fim de dar uma economizada nesse taxi, em função da distancia, será que dá ou o bagulho é sinistro mesmo???? Ah, chegarei no meio da tarde (15 horas).

Valeu!!!

 

 

Fala Julinho...td certo...e contigo?!

Cara, primeiro de tudo, é certo que vc vai amar a ilha...rsrs

Quanto a ir a pé pra pousada, não é que seja um trecho sinistro, sabe, e a pousada é realmente perto do aeroporto, mas creio que valha a precaução. Quando fazia contato com a pousada o sr. Alberto disse que era perto, mas que não recomendava ir a pé, e os episódios que aconteceram na minha viagem talvez mostrem que é melhor prevenir que remediar, não é nem pelo horário, pois iríamos passar por lá mais ou menos nesse horário quando o menino falou pra gente não passar lá. Se vc vai sozinho, é ainda menos recomendável, se vai com mais alguém, dividir o táxi é de boa. Mas se quiser mesmo ir a pé, recomendaria fazer o caminho mais longo, pegando alguma rua mais movimentada até a Av. 20 de Julio que é onde fica a pousada. Mas depois de longas horas de viagem, não sei se é muito interessante. Não há nada, assim, sinistro, mas considere que você só precisaria pagar taxi duas vezes, do aeroporto para a pousada e depois da pousada para o aeroporto. Acho que é isso.

 

Boa viagem cara!!!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Ótimo relato Wesley!

Só tirando uma dúvida, esse gasto final que você colocou, inclui as passagens de SP - San Andrés - SP? Obrigada!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Ótimo relato Wesley!

Só tirando uma dúvida, esse gasto final que você colocou, inclui as passagens de SP - San Andrés - SP? Obrigada!

 

Oi Lu...td bem?! Valeu... que bom que curtiu!!!

O valor final inclui as passagens SP-San Andrés-SP, sim!!

Editado por Visitante

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Ola Wesley blz?. Seu relato cheio de dicas está dez.Ajuda muita a nós que ainda vamos viajar.

Estou indo pra lá em Abril, começando por Bogotá.

Só uma pergunta , O seu cartão passou de boa por lá. No vivacolombia, as passagens voce comprou quando já estava lá né?

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Ola Wesley blz?. Seu relato cheio de dicas está dez.Ajuda muita a nós que ainda vamos viajar.

Estou indo pra lá em Abril, começando por Bogotá.

Só uma pergunta , O seu cartão passou de boa por lá. No vivacolombia, as passagens voce comprou quando já estava lá né?

 

Fala Sérgio... o cartão passou de boa sim. É só lembrar de avisar o seu banco que você vai pro exterior e pedir pra habilitar o uso internacional. Não tive problemas!! As passagens da VivaColombia nós compramos lá mesmo, direto no site da empresa. Se for comprar lembre-se de desmarcar seviços que você não queira ou não precise!

Que bom que as dicas estão ajudando!! Abraço!!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!

Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.

Entrar Agora


×