Ir para conteúdo
  • Faça parte da nossa comunidade! 

    Encontre companhia para viajar, compartilhe dicas e relatos, faça perguntas e ajude outros viajantes! 

Taciano Bahia

CUBA NA RAÇA - 23 dias na ilha de Fidel!

Posts Recomendados

Aniversário de 1 ano da viagem 🎂🎉🎊

Atenção: Relato indicado para turista econômico do tipo que coloca tópico "viajar com pouco dinheiro" 😅

Contra indicações: Turistas CVC ou turista comum que não abre mão do conforto durante uma viagem. Se você se encaixa em um desses casos, não precisa continuar lendo. O relato não vai ajudar.

Observaçãomesmo que tenha ajudado, por favor não "curta", "goste" ou "reaja" 😉

 

Câmbio:

Cuba tem uma grande curiosidade, existem DUAS moedas correntes. O peso cubano (CUP), também conhecido por "moneda nacional" e o peso cubano conversível (CUC), dinheiro para turistas. Ao chegar no aeroporto você vai trocar sua moeda estrangeira pro CUC e, depois, trocar alguns CUCs por CUPs. A empresa oficial de câmbio é http://www.cadeca.cu/ onde estão as cotações. A dica é não levar dólar, pois, eles cobram uma taxa de 10%.

 

 

Transporte:

Caminhos, caminhadas, caminhões...

Excluindo as caminhadas pelos caminhos :smile:, das opções de transporte em Cuba, sem dúvida, a mais barata é o caminhão. Tem praticamente para todas as cidades. Em Havana, o terminal "La Cumbre" tem saídas para as cidades do leste da ilha. Para Pinar del Río (Viñales) a saída é num viaduto perto da Avenida de la Independência/Avenida Boyeros, a mesma que vai para o aeroporto. Pegue o ônibus (Guagua) P12 e peça pra descer em "100 y Boyeros", mas confirme com o motorista ou cobrador.

O primeiro caminhão que peguei tentaram "roubar" cobrando muito mais do que o preço normal. Eu tinha chegado um pouco atrasado na rodoviária e o caminhão direto de Baracoa para Santiago já tinha saído. O próximo demoraria muito. Então, resolvi ir "por partes" de uma cidade a outra até o destino final. E aí, o motorista e o cobrador desse primeiro caminhão quiseram me extorquir por ser turista. Os cubanos acham que todos os turistas são ricos. Contestei, tentei negociar e até disse que era um absurdo o que tava acontecendo, que era discriminação e as porras ::carai::. Depois de muito choro e na hora que estava para sair, o cobrador baixou para 50 CUP (o preço era 40). Fui a viagem toda preocupado porque pretendia fazer várias viagens por caminhão e pensei que todos iriam querer me explorar. Felizmente, após 23 dias e muitas viagens, essa foi a única vez em que tive esse problema. Nesse dia, o primeiro trecho foi Baracoa - Moa, depois Moa - Caballería, e finalmente Caballería - Santiago de Cuba.

As outras opções são:

Trem (depende do trecho);

Táxi (compartilhado ou não);

Viazul (https://www.viazul.com/), empresa de ônibus para turistas;

Ômnibus Nacionales, empresa de ônibus exclusiva para cubanos (exceto se quiser pagar propina)

 

:arrow: Ônibus urbano custa 1CUP. De graça! Mas geralmente estão lotados.

 

De Varadero para Havana:

Essa dica é boa. Transporte com ônibus confortável e muito barato.

É o seguinte, no anfiteatro de Varadero passam ônibus de uma das empresas de turismo oficiais para a cidade de Matanzas por apenas 10 CUP. Em Matanzas, pergunte onde fica o "viaducto" (melhor se informar no trajeto porque o ônibus pode passar por ele antes da rodoviária). No viaducto passam ônibus dessa mesma empresa para o centro de Havana por apenas 20 CUP. Não tem horários fixos, mas pelo que percebi, passam vários por dia. Os cubanos usam esses ônibus e é tranquilo, os próprios motoristas vendem as passagens, então não é irregular. 

 

 

 

  • Gostei! 1
  • Vou acompanhar! 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Continuando...

 

Hospedagem:

Casas dos cubanos: em todas as cidades tem casas autorizadas pelo governo a receber turistas. Você vai alugar um quarto com ar condicionado, banheiro, televisão, ventilador e frigobar e cama de casal. Algumas tem cama de solteiro adicional. Normalmente cobram 15 CUC pelo quarto, mas dependendo da época e da cidade, pode negociar. A dica é viajar em grupo e dividir o valor da diária.

 

Alimentação:

Restaurantes para cubanos: Nem sempre é fácil localizar porque são pequenos, improvisados e geralmente não têm uma fachada chamativa, apenas uma placa "Paladar...". Encontrará refeição a partir de 25 - 30 CUP. Pizza por 15 CUP e mini pizzas entre 5 e 10 CUP.

Existe também as padarias com pães a partir de 1 CUP para quebrar um galho. Mas primeiro pergunte se podem vender, porque algumas apenas podem distribuir os produtos para a população com a caderneta.

 

 

 

Sierra Maestra:

Para quem se interessa pela história de Cuba (e do mundo) há uma grande atração na Sierra Maestra. É a Comandância de la Plata, que foi o "quartel general" dos guerrilheiros até conseguirem derrubar o governo de Fulgêncio Batista. Bom, para chegar lá a cidade base é Bayamo.

As opções são:  

1) A mais comum, fácil e cara: fretar um táxi desde de Bayamo;

2) a mais trabalhosa e barata: pegar um caminhão que sai 6h da rodoviária de Bayamo para a cidade de Bartolomé Masó. Já em Masó tem outras opções:

a) fretar um táxi para Santo Domingo (povoado mais próximo à Comandância),

b) pagar "propina" e subir nos carros da empresa oficial de turismo,

c) pegar uma caminhonete para o povoado Providência, depois tentar a sorte com uma carona para Santo Domingo ou caminhar 8km;

De Santo Domingo para o início da trilha só é permitido subir nos carros da empresa oficial e os motoristas são frescos e preguiçosos. Eu perdi um dia porque eles não subiram alegando que já estava tarde (acho que era 10h30). Portanto, tem que chegar bem cedo ou dormir em Santo Domingo para fazer o passeio no dia seguinte. Há casa autorizadas para receberem turistas.

 

 

 

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

@Taciano Bahia Passei 1 mês sem pão, em toda padaria que passava não tinha fora da caderneta,só no penúltimo dia encontrei um vendedor de galletas na Rua de Santa Clara.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

É Fabiano, tem esse problema mesmo. Algumas padarias e "comércios" só podem fornecer para cubanos com a caderneta do governo. Eu mesmo levei uma sobrada da porra em Baracoa, esperei um tempão pro pão ficar pronto, depois enfrentei a "fila cubana", e no final era uma padaria só de distribuição para os cubanos ::carai::😂. Aprendi a perguntar antes se podiam vender.

Em Bayamo o problema foi outro. A padaria podia vender, mas não conseguia suprir a demanda. E foi juntando gente na famosa "fila cubana", um amontoado de pessoas onde quem chega pergunta quem é o último e o penúltimo da fila e fica "vigiando" para saber quando será a sua vez ::lol3::

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Participe da conversa!

Você pode ajudar esse viajante agora e se cadastrar depois. Se você tem uma conta,clique aqui para fazer o login.

Visitante
Responder

×   Você colou conteúdo com formatação.   Remover formatação

  Apenas 75 emoticons no total são permitidos.

×   Seu link foi automaticamente incorporado.   Mostrar como link

×   Seu conteúdo anterior foi restaurado.   Limpar o editor

×   Não é possível colar imagens diretamente. Carregar ou inserir imagens do URL.




×
×
  • Criar Novo...