Ir para conteúdo


igorfsisoares

Posts Recomendados

Participe da conversa

Você pode postar agora e se cadastrar mais tarde. Se você tem uma conta, faça o login para postar com sua conta.

Visitante
Responder

×   Você colou conteúdo com formatação.   Remover formatação

  Apenas 75 emojis são permitidos.

×   Seu link foi automaticamente incorporado.   Mostrar como link

×   Seu conteúdo anterior foi restaurado.   Limpar o editor

×   Não é possível colar imagens diretamente. Carregar ou inserir imagens do URL.

  • Conteúdo Similar

    • Por Fora da Zona de Conforto
      Escrever dissertações ao viajar é uma das maneiras mais legais de realizar várias tarefas ao mesmo tempo. Você não apenas experimenta novos alimentos e fala novos idiomas, mas também aprimora seu prestígio acadêmico e conclui trabalhos sofisticados.
      Além disso, se você optar por trabalhar e viajar ao mesmo tempo, poderá saborear seu coquetel favorito enquanto escreve o melhor ensaio de sua vida - é claro, na Espanha, Flórida ou no Caribe, onde quer que seu desejo tropical o leve a você. Aqui está um pequeno guia que pode ensiná-lo a escrever uma dissertação enquanto você está na estrada.
       
      Por que devo escrever minha dissertação ao viajar?
      Primeiro porque é mais legal. E em segundo lugar, porque você experimenta o mundo enquanto trabalha em sua tarefa. Viajar não só o inspirará, mas também abrirá novas portas de percepção para você. Dependendo da sua área de estudo, isso pode ajudá-lo a obter uma nota melhor!
      Quando você está constantemente exposto a novos desafios e embarca em inúmeras aventuras, seus olhos começam a se abrir. Agora você está vivendo cada momento como se fosse o último.
      Isso o transformará em um escritor profissional e o ajudará a ter sucesso mais rápido em sua carreira. Enquanto outras pessoas da sua idade podem ficar para trás, você terá a experiência de ter conquistado tantas coisas diferentes.
      Conforme você viaja, sua escrita muda. Você está atualizando para uma versão melhor de si mesmo a cada dia. Quanto mais você experimenta, mais você se desenvolve. E quanto mais você se desenvolve, melhor você se tornará em qualquer coisa que estiver fazendo.
      Coisas que você talvez nunca tenha conhecido antes começarão a aparecer em seu caminho. Conhecer novas pessoas pode lhe dar novas idéias relacionadas ao seu trabalho ou pesquisa. Viajar para novos lugares pode ajudá-lo a relaxar apenas para que possa terminar sua tarefa mais tarde.
      Continue lendo em: 5 Dicas para Viajar ao Mesmo Tempo que Escreve sua Dissertação
    • Por ledamaia
      Viajar sempre foi uma paixão. Antes da pandemia eu tinha uma viagem marcada para NY e lá se foi o sonho americano.
      Esse ano após quase entrar em depressão, escolhi me presentear no aniversário de 30 anos com uma viagem. Escolhi o destino que julguei mais seguro no momento e que era um sonho de vida: Fernando de Noronha. Mas isso é papo pra um outro tópico. Enfim. Depois de Noronha senti segurança para visitar os lençóis maranhenses em julho e por fim, criei coragem para a tão sonhada road trip pelo nordeste.
      COMEÇA AQUI
      Nossa viagem começou em um destino que quase ninguém escolhe: ARACAJU. A terra do carangueijo. 
      Pegamos um voo de Manaus x Aracaju que durou 5h com uma conexão no Recife. De Recife para Aracaju o avião é aqueles beeem pequenos, que da até um certo medo voar hahahaha. Escolhemos a azul porque é nossa companhia de “fidelidade” e acaba compensando as vantagens que temos sendo diamante.

      DIA 01 - Aracaju (SE)
      Chegamos em Aracaju por volta de 10 horas da manhã e fomos deixar as malas no hotel Recanto da Orla. O hotel está super bem localizado, não é dos mais novos e modernos, mas tem um bom atendimento é um bom custo benefício. É bem grande e tem tipo uma ante sala antes do quarto, o que nos ajudava a deixar as malas lá e tudo aquilo que vinha da rua (espaço importante na pandemia).
      Do hotel para a orla são 3 minutos caminhando, de lá até os arcos da orla são 15 andando. 
       

       
      Andamos por toda orla até a Passarela do Carangueijo, ponto muito famoso da região. Eu comi em um bar que não lembro o nome agora, foi um pastelzinho de camarão com uma original bem geladinha 🥶, meu namorado tomou um suco de laranja, tudo deu 33 reais.
      De noite jantamos no Cariri, restaurante muito recomendado, tem música ao vivo e shows de forró a noite. Mas ainda não pode dançar agarradinho 😔 Dica: chegue cedo pois lá lota. É barato? Não! Mas foi um dos lugares que mais curti a noite durante a viagem. Nossa conta deu salgados 253 reais. Consumimos 2 originais 600ml, uma parmegiana para duas pessoas e dois drinks pina colada.

       
      DIA 02 - Canyons do Rio São Francisco
      No dia seguinte acordamos bem cedo pois a NOZES TOUR iria nos pegar as 06:30 para levar pro passeio. A van passa em alguns pontos da cidade para pegar gente. É bom ver com antecedência se terá o passeio pois está bem difícil de formar as saídas, a procura está muito baixa. Nós iríamos fazer a croa do goré caso esse não fechasse, ou o parque dos falcões. Que também são outras opções de passeio da região.
      A van custa 96 reais, o catamarã custa 110 (parcela até 10x) e o almoço custa 44 por pessoa Buffet livre.
      foi um dos passeios mais emocionantes da minha vida. O velho Chico impressiona demais! 
       

      no catamarã são servidos drinks (20 reais mais ou menos) e também petiscos. Depois de uns 40 minutos navegando chegamos em um flutuante que tem uma piscina cercada para que vc possa tomar banho.
      também tem o passeio de canoa entre os canyons. vale a pena? Não sei, é bem frustrante pq imaginei que vc realmente navegava canyons a dentro mas só te leva até um pedacinho e volta. Da uns 10 minutos no máximo e custa 20 reais por pessoa. Aceita pix.



       
      O Buffet self service foi um desafio porque tem gente mal educada que nem sempre usa máscara para se servir, mas fomos um dos primeiros então a comida não estava mexida. E valeu cada centavo. Que delícia!
      chegamos em Aracaju por volta de 20h da noite, paramos na rodoviária para comprar nossas passagens para Maceió no ônibus que saia 06:15 do dia seguinte. Foi 70 reais cada passagem. 5h de viagem.
    • Por ledamaia
      Viajar sempre foi uma paixão. Antes da pandemia eu tinha uma viagem marcada para NY e lá se foi o sonho americano.
      Esse ano após quase entrar em depressão, escolhi me presentear no aniversário de 30 anos com uma viagem. Escolhi o destino que julguei mais seguro no momento e que era um sonho de vida: Fernando de Noronha. Mas isso é papo pra um outro tópico. Enfim. Depois de Noronha senti segurança para visitar os lençóis maranhenses em julho e por fim, criei coragem para a tão sonhada road trip pelo nordeste.
      COMEÇA AQUI
      Nossa viagem começou em um destino que quase ninguém escolhe: ARACAJU. A terra do carangueijo. 
      Pegamos um voo de Manaus x Aracaju que durou 5h com uma conexão no Recife. De Recife para Aracaju o avião é aqueles beeem pequenos, que da até um certo medo voar hahahaha. Escolhemos a azul porque é nossa companhia de “fidelidade” e acaba compensando as vantagens que temos sendo diamante.

      DIA 01 - Aracaju (SE)
      Chegamos em Aracaju por volta de 10 horas da manhã e fomos deixar as malas no hotel Recanto da Orla. O hotel está super bem localizado, não é dos mais novos e modernos, mas tem um bom atendimento é um bom custo benefício. É bem grande e tem tipo uma ante sala antes do quarto, o que nos ajudava a deixar as malas lá e tudo aquilo que vinha da rua (espaço importante na pandemia).
      Do hotel para a orla são 3 minutos caminhando, de lá até os arcos da orla são 15 andando. 
       

       
      Andamos por toda orla até a Passarela do Carangueijo, ponto muito famoso da região. Eu comi em um bar que não lembro o nome agora, foi um pastelzinho de camarão com uma original bem geladinha 🥶, meu namorado tomou um suco de laranja, tudo deu 33 reais.
      De noite jantamos no Cariri, restaurante muito recomendado, tem música ao vivo e shows de forró a noite. Mas ainda não pode dançar agarradinho 😔 Dica: chegue cedo pois lá lota. É barato? Não! Mas foi um dos lugares que mais curti a noite durante a viagem. Nossa conta deu salgados 253 reais. Consumimos 2 originais 600ml, uma parmegiana para duas pessoas e dois drinks pina colada.

       
      DIA 02 - Canyons do Rio São Francisco
      No dia seguinte acordamos bem cedo pois a NOZES TOUR iria nos pegar as 06:30 para levar pro passeio. A van passa em alguns pontos da cidade para pegar gente. É bom ver com antecedência se terá o passeio pois está bem difícil de formar as saídas, a procura está muito baixa. Nós iríamos fazer a croa do goré caso esse não fechasse, ou o parque dos falcões. Que também são outras opções de passeio da região.
      A van custa 96 reais, o catamarã custa 110 (parcela até 10x) e o almoço custa 44 por pessoa Buffet livre.
      foi um dos passeios mais emocionantes da minha vida. O velho Chico impressiona demais! 
       

      no catamarã são servidos drinks (20 reais mais ou menos) e também petiscos. Depois de uns 40 minutos navegando chegamos em um flutuante que tem uma piscina cercada para que vc possa tomar banho.
      também tem o passeio de canoa entre os canyons. vale a pena? Não sei, é bem frustrante pq imaginei que vc realmente navegava canyons a dentro mas só te leva até um pedacinho e volta. Da uns 10 minutos no máximo e custa 20 reais por pessoa. Aceita pix.



       
      O Buffet self service foi um desafio porque tem gente mal educada que nem sempre usa máscara para se servir, mas fomos um dos primeiros então a comida não estava mexida. E valeu cada centavo. Que delícia!
      chegamos em Aracaju por volta de 20h da noite, paramos na rodoviária para comprar nossas passagens para Maceió no ônibus que saia 06:15 do dia seguinte. Foi 70 reais cada passagem. 5h de viagem.
    • Por js.sandiego
      Gosto muito de viajar de moto e procuro garupa feminina que tem a mesma afinidade, ou que tenha moto propria para curtir um final de semana em cidades proximas a SP ou mais distantes, caso feriados prolongados.
      Viajo praticamente todos os finais de semana
       
      Bora combinar!!!!!
       
       
       
    • Por Fora da Zona de Conforto
      A pandemia do COVID-19 impactou negativamente a indústria hoteleira e de viagens, incluindo resorts de classe mundial e grandes companhias aéreas. A maioria dos entusiastas de viagens considera as viagens recreativas usuais fora de questão para o momento da atual pandemia.
      Uma opção muito popular atualmente são as viagens de RV (veículos recreativos, trailers ou motorhome). O negócio de viagens em RV está crescendo à medida que os viajantes podem manter distância social e aderir a outros protocolos de segurança. Algumas das maiores vantagens em viajar em RV’s são:
      Continue lendo em: 7 Razões Pelas Quais a Viagem em Trailers Vieram para Ficar
×
×
  • Criar Novo...