Ir para conteúdo
  • Faça parte da nossa comunidade! 

    Encontre companhia para viajar, compartilhe dicas e relatos, faça perguntas e ajude outros viajantes! 

Arquivado

Este Post foi arquivado e está fechado para novas respostas.

Deco-Luis Andre

VIVER OU JUNTAR DINHEIRO?

Posts Recomendados

Recebi esse texto recente é excelente

 

O texto a seguir não é muito recente… É a transcriçãoo de uma coluna do Max Gehringer, na rádio CBN. Talvez alguns de vocês já tenham lido ou ouvido, mas certamentes outros ainda não. Por isso compartilho aqui no Simples.

 

Recebi uma mensagem muito interessante de um ouvinte da CBN e peço licença para lê-la na íntegra, porque ela nem precisa dos meus comentários.

 

Lá vai:

 

Abre Aspas…

 

Prezado Max, meu nome é Sérgio. Tenho 61 anos e pertenço a uma geração azarada. Quando eu era jovem as pessoas me diziam pra eu escutar os mais velhos que eram mais sábios agora eles dizem pra eu escutar os mais jovens porque eles são são mais inteligentes.

 

Na semana passada li em uma revista um artigo no qual jovens executivos davam receitas simples e práticas para qualquer um ficar rico. E eu aprendi muita coisas. Aprendi, por exemplo, que se tivesse simplesmente deixado de tomar um cafezinho por dia, durante os últimos quarenta anos, teria economizado 30 mil reais. Se eu tivesse deixado de comer uma pizza por mês, 12 mil reais. E assim por diante.

 

Impressionado, peguei um papel e comecei a fazer contas. E descobri pra minha surpresa que hoje poderia estar milionário. Bastava não ter tomado as caipirinhas que tomei, não ter feito muitas das viagens que fiz, não ter comprado algumas das roupas caras que comprei, e principalmente, não ter desperdiçado meu dinheiro em itens supérfluos e descartáveis.

 

Ao concluir os cálculos, percebi que hoje poderia ter quase 1 milhão de reais na conta bancária. É claro que eu não tenho esse dinheiro! Mas, se tivesse, sabe o que esse dinheiro me permitiria fazer? Viajar, comprar roupas caras, me esbaldar com itens supérfluos e descartáveis, comer todas as pizzas que eu quisesse e tomar cafezinhos à vontade.

 

Por isso, acho que me sinto feliz em ser pobre. Gastei meu dinheiro com prazer e por prazer. E recomendo aos jovens e brilhantes executivos que façam a mesma coisa que fiz. Caso contrário, chegarão aos 61 anos com uma monte de dinheiro, mas sem ter vivido a vida.

 

Entao caros amigos mochileiros , qual é a SUA? E não vale emccimadomurismo, a opcao não é torrar tudo sem guardar algo para imprevisto ou traballho espartano sem nenhum lazer. A Questao é qual sua meta de vida, 1 milhão de Reais ou Histórias para contar pros Netos. ::tchann::

Compartilhar este post


Link para o post

Acho que a "modernidade" cria necessidades que antes não existiam.

"precisamos" ter um celular, "precisamos" juntar dinheiro pro futuro, entre tantas outras coisas.

 

O ser humano é historicamente um animal migrante e salvo a idade média, quando Deus tirou férias, em todas as épocas ha relatos de grandes exodos.

O que quero dizer é que viajar está no nosso DNA e muita gente, alias a maioria das pessoas tenta bloquear isso por causa daquela "necessidade" juntar muita grana, e de ter alguns itens considerados "da moda".

 

De longe, minha opção é por viver hoje. Afinal se eu ficar na psicose de juntar muita grana pra viver o "amanha" poder ser que o amanha não chegue.

Compartilhar este post


Link para o post

Eu sou a favor do meio-termo. Juntar um pouco, gastar a outra parte.

 

Sempre tive vontade de passar a vida viajando, mas sei que o futuro tambem é imprevisível, não sei como vão estar as coisa daqui a uns 40 anos, não sei nem se vou estar viva, mas pretendo e pretendo tambem, ter uma vida "boa", não de luxo, mas tranquila. Então eu sou do tipo que gasto uma grana para viajar, festas e etc, mas tambem uso uma parte para fazer uns investimentos, pq pelo menos o dinheiro que guardo vai rendendo.

Compartilhar este post


Link para o post

Depois de enfrentar a morte e vê-la de pertinho, todo o dinheiro do mundo é supérfulo. Simples assim.

Compartilhar este post


Link para o post

Penso assim, se um dia no futuro precisar eu quero ter, mas se no futuro eu precisar olhar pra traz e partr desta vida eu que dizer porra eu fui foda, vi muita coisa, tentei viver todos os dias...

Juntar dinheiro pra emergência e para ter vida estável é bom, mas é necessário viver... e acho que assim como muitos dos meus amigos mochileiros, Deus não fez um mundo tão grande para eu ver só parte dele... não fez tantas pessoas para eu conhecer só poucas...

Como já diria Raul " O homem é o exercício quem faz"

Compartilhar este post


Link para o post

APENAS economizar é estupidez, visto que a morte pode estar mais próxima do que pensamos... na vida só há o presente.

Compartilhar este post


Link para o post

"It's always better on holiday

So much better on holiday

That's why we only work when we need the money"

Compartilhar este post


Link para o post

É complicado dizer "vamos viver tudo que há pra viver" por que a essa altura não somos mais um adolecente sem responsabilidades.

Portanto se um dia chegarmos lá... na melhor idade! precisaremos de um fundo de amparo.

Já morei fora do Brasil e lá, onde a cultura mochileira é mais difundida, as pessoas fazem isso mais fácil. Isso por que o país deles não é a selva que é o nosso Brasil pra se viver, e o governo oferece o mínimo de respaldo, sejá lá quando você quiser começar ou recomeçar a trabalhar, com 20, 30, 40 ou quem sabe nunca.

 

Confesso, a minha vontade era largar tudo por aqui, vender até o meu último par de meias e sair. Já fiz isso, e não me arrependi, porém agora tenho que trabalhar, pra que tenha sempre a oportunidade de fazer aquilo que eu sou apaixonado.

 

Portanto, vou continuar tomando o meu cafezinho diário... mas só 1 tá bom.

 

A minha resposta? é claro, "Tem que saber dosar".

Compartilhar este post


Link para o post

Visitante
Este post está impedido de receber novas mensagens


×
×
  • Criar Novo...