Ir para conteúdo
  • Faça parte da nossa comunidade! 

    Encontre companhia para viajar, compartilhe dicas e relatos, faça perguntas e ajude outros viajantes! 

Heitor_Hora

Vento: auto-portante faz a diferença?

Posts Recomendados

Estou querendo comprar uma barraca para duas pessoas, mas que eu pudesse levar em caminhadas solo também. Nesse caso o fator mais importante seria o peso.

Me interessei muito pela Nepal da Azteq. Ela é bem espaçosa, aguenta 3000mm no sobreteto e 6000mm no piso de coluna d'água e pesa somente 1,95 Kg. Contudo, uma coisa me preocupa: ela não é auto-portante e tem somente uma vareta. Como planejo utilizá-la em média e alta montanha, tenho medo que um vento forte venha a derrubá-la durante a noite ou, ainda que não a derrube, que force o sobreteto contra o quarto causando condensação interna, no caso de chuva e frio.

Dei uma olhada em outras barracas nacionais e estrangeiras, mas a Nepal, apesar do preço, foi a que mais me agradou. Gostei muito também da estrutura da Cota 2 e da Puhma 2 da T&R, mas são o dobro do peso! Me preocupo bastante com a questão do vento, pois passei uma vergonha certa vez quando levei umas amigas pra acampar no Açu com uma Cobra 4 da T&R e a bichina sofreu e se entortou toda com o vento! Tivemos que levá-la pra outro lugar no meio da noite! Fiquei com cara de quem não sabe o que está fazendo... cara de bunda!

Vi outras barracas da Ferrino (Emperor 2, Lightent 2, Blow Lite) e da Mountain Hardwear, mas acho mais fácil, pensando especialmente na garantia, comprar uma nacional. Gostei das da Manaslu, mas são muito caras e pesadas também.

 

Enfim... alguém sabe se eu posso confiar na Nepal (ou Minipack), não auto-portante e de uma vareta só, para aguentar um temporal com ventania?

Que barraca vocês indicariam para mim? (lembrando: para duas pessoas que dê para usar sozinho também)

 

Agradeço a quem puder ajudar!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Olá Heitor,

 

Perdoe mas só vi hoje seu post...

 

Então, o fato da barraca ser autoportante ou não não interfere tanto em relação à resistência aos ventos como a correta fixação dos espeques. Uma barraca montada corretamente, bem estaqueada, com os cordeletes devidamente esticados, mesmo não sendo autoportante dificilmente irá te incomodar em situações de vento em alta montanha. Deve-se lembrar que qualquer barraca exposta a ventos muitos fortes, acima de 50 Km/h, como um vendaval, poderá sofrer danos, mesmo encontrando-se bem montada. Obviamente as autoportantes, por contarem com uma estrutura mais reforçada, terão maiores chances de sair ilesas de situações de mau tempo e ventos fortes.

 

A grande vantagem das autoportantes, a meu ver, em condições "normais" de uso, é a facilidade de montagem e escolha do local, já que depois de armada pode-se mudá-la facilmente de lugar. Outro ponto positivo é que permite montar a barraca em locais fechados com pisos rígidos (ginásios de esportes, garagens ou varandas de casas, abrigos, grutas e etc, onde não se consegue usar os espeques para firmar o sobreteto) ou ainda no uso outdoor em pisos rochosos, como ocorre em algumas montanhas brasileiras, onde não se consegue terreno para estaquear integral ou parcialmente uma barraca, recorrendo-se a pedras para fixar o cordame do sobreteto. Com alguns malabarismos e prática, entretanto, consegue-se contornar estas limitações com uma barraca que não seja autoportante.

 

Dentre os modelos citados em seu post, a T&R Cota 2 é o modelo que considero mais resistente a ventos devido ao fato de sua armação se cruzar duas vezes (2 arcos cruzados), o que lhe confere uma sustentação superior às demais, porém possui um peso acima de outros modelos (3,3 Kg), como a Minipack e a Nepal (ambas da Azteq), o que já a inviabiliza para o uso solo.

 

Atualmente, para o seu caso, pensando nos requisitos que formulou, creio que a Azteq Nepal seja mais adequada pelo seu conjunto de características: baixo peso (< 2Kg) e capacidade plena para duas pessoas com equipamento e relativo conforto. A Minipack, apesar de indicar uso possível para duas pessoas (é mesmo possível, numa emergência) não possui espaço suficiente para permitir conforto aos dois ocupantes e, com duas pessoas, obriga a deixar todo o equipamento fora da barraca, com o agravante de que possui um avanço bem pequeno, tudo isso com uma economia de peso a meu ver irrisória (aprox. 200 g).

 

É isso, espero ter ajudado.

 

Abraço,

  • Gostei! 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Estou querendo comprar uma barraca para duas pessoas, mas que eu pudesse levar em caminhadas solo também. Nesse caso o fator mais importante seria o peso.

Me interessei muito pela Nepal da Azteq. Ela é bem espaçosa, aguenta 3000mm no sobreteto e 6000mm no piso de coluna d'água e pesa somente 1,95 Kg. Contudo, uma coisa me preocupa: ela não é auto-portante e tem somente uma vareta. Como planejo utilizá-la em média e alta montanha, tenho medo que um vento forte venha a derrubá-la durante a noite ou, ainda que não a derrube, que force o sobreteto contra o quarto causando condensação interna, no caso de chuva e frio.....................

Ma média/alta montanha brasileira ou "estrangeira"?!?!? :mrgreen:

As barracas "estrangeiras" (as não vendidas por aqui, pois hoje quase tudo é feito "no estrangeiro") p/ média/alta monanha são para 4.000 m pra cima! Feitas pra aguentar ventos fortes e neve.

No Brasil as montanhas tem altura de 2.500 m, algumas poucas mais que isso, e tirando o Pico da Neblina nenhuma acima de 3.000 m.

Se não for pra usar nos Andes, Himalaia, patagônia, etc... a Nepal quebra maior galho. Só saber montar e achar um lugarzinho mais protegido... mas se quer uma que aguente ventos fortes mesmo tem que ser a Manaslu. Mas são projetos diferentes, uma leve e arejada outra pesada e robusta.

  • Gostei! 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Antes de fazer minhas considerações... As do Getúlio foram excelentes. ::otemo::

 

Bom... Uma coisa que precisamos sempre avaliar é que quando se especifica que uma barraca é para 2 pessoas não é considerado espaço extra para mochilas, portanto não esperem conforto entre 2 pessoas apertadas por duas cargueiras, além de quê a maioria dos avancês de barracas não são dimensionados para comportarem mochilas, mas apenas para os calçados e para cozinhar.

Outra coisa é que ainda não existe aquela barraca que atenda tudo o que desejamos. Uma barraca ao mesmo tempo espaçosa, com estrutura e tecidos resistentes, leve, para ser montada em todo tipo de ambiente e que seja BARATA.

E como o Otávio disse existem barracas para alta montanha que são de uma categoria de barracas.

Existem barracas para baixas montanhas, como as do Brasil e existem outros tipos...

Mas pessoalmente eu acho que usar uma barraca de única vareta não autoportante em montanhas é arrumar uma dor de cabeça desnecessária, essa economia de peso acaba acarretando num custo maior em conforto, segurança e tempo de montagem (numa eventual chuva ou ventania isso conta muito).

 

Abraços.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Hmmm.. legal.. jah tava direcionado para a Cota2, agora estou mais entusiasmado ainda..rsrsrs

Gostaria de saber se, dentre a mesma faixa d preco e categoria, se ela eh o melhor custo x beneficio.

Mto obrigado a todos!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Hmmm.. legal.. jah tava direcionado para a Cota2, agora estou mais entusiasmado ainda..rsrsrs

Gostaria de saber se, dentre a mesma faixa d preco e categoria, se ela eh o melhor custo x beneficio.

Mto obrigado a todos!

Se você vai comprar no Brasil as opções são poucas, tirando a Manaslu que é bem mais cara não me lembro de nenhuma outra parecida com a configuração da Cota 2.

Mas se for comprar fora do Brasil, aí tem várias barracas melhores e pelo mesmo preço.

:arrow:http://www.mochileiros.com/equipamentos-de-camping-e-aventura-comprando-fora-do-pais-t53007.html

:arrow:http://www.mochileiros.com/barracas-importadas-t12943.html

Boa sorte!

  • Gostei! 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Estou com essa duvida tb, cota2 ou minipack ou nepal, se alguem puder me ajudar... =]

 

Olá Michel,

 

Creio que sobre a Cota 2 já me manifestei... Em termos de resistência ela é superior, mas + pesada. Apesar disso o custo x benefício dela ainda é excelente.

 

Se for optar entre as Azteq (Nepal ou Minipack) eu optaria pela Nepal. Os motivos já enunciei NESTE TÓPICO/POST

 

Reforço ainda o que o Sandro bem lembrou sobre o aspecto MONTAGEM. As barracas de vareta única padecem de maior chance de problemas durante a montagem numa ventania num topo de morro. Ainda assim tem muita gente que as "adora" e usa nessas condições sem relatar problemas.

 

Abraço!

  • Gostei! 2

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Felizmente para a Trilhas & Rumos e infelizmente para nós já se vai 1 década em que ela mantém a supremacia no mercado em se tratando de marcas nacionais (mesmo as barracas sendo produzidas na China) de uma mesma categoria de uso: três estações, qualidade e faixa de preço, onde ela praticamente só compete com ela mesma, vide: Super Esquilo 2 e Cota 2. Ambas para 2 pessoas, quase o mesmo peso, dimensões equivalentes, coluna d’água iguais e preços similares.

[mostrar-esconder]4220.jpg

 

4224.jpg[/mostrar-esconder]Minha Super Esquilo já pegou muita água e vento e não posso me queixar do seu desempenho pelo preço que custa, em minha opinião ainda é a barraca que oferece a melhor relação custo X benefício do mercado interno. Todas as selagens das costuras se soltaram a muito tempo mas isto acontece com todas as marcas em função do uso pela soma da dilatação, contração, umidade e ressecamento.

As únicas diferenças significativas que eu vejo entre a Super Esquilo e Cota é com relação a ventilação e o avanço onde na Cota a ventilação é maior devido ao design de entrada lateral, portanto tem porta e tela mosquiteiro mais abrangentes (isto porque estou comparando só o modelo de uma porta) além dos respiros nos tetos ficarem mais distantes e no sentido longitudinal.

Por sua vez a Super Esquilo possui um avanço melhor devido a existência da terceira vareta que nos permite um uso mais amplo dessa área além de proteger melhor o interior da barraca durante a chuva, pois as aberturas do avanço terminam bem afastadas da porta ao contrário da Cota que terminam bem em cima. E é essa terceira vareta que confere a Super Esquilo o peso extra em relação a Cota.

 

Também tenho uma Falcon 2 da Náutika para trekking e já até levei pra passear nas montanhas da Bolívia e Perú, como muito já foi dito não é pra se exigir muito e bem montadinha cumpre bem sua função, só não agüenta chuva forte, pois com resistência de coluna d’água de 800 mm começa gotejar em pouco tempo.

Mas... Como eu não estava disposto investir muito dinheiro (e ainda não estou) em uma barraca 100% gringa, nem adquirir uma barraca que não seja autoportante também não compraria uma Mini Pack da Azteq ou sua concorrente direta a Bivak da Trilhas, pois acho que custam demais pelo que oferecem.

 

Abraços.

  • Gostei! 2

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Salve!

 

Lembrando que com algumas upgrades (espeques e varetas de alumínio) é possível reduzir o peso das Cota 2 e Super Esquilo em cerca de meio quilo, sem gastar muito $$.

No mais, boas barracas. Só o peso e volume mesmo que incomodam mesmo.

 

  • Gostei! 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Participe da conversa!

Você pode ajudar esse viajante agora e se cadastrar depois. Se você tem uma conta,clique aqui para fazer o login.

Visitante
Responder

×   Você colou conteúdo com formatação.   Remover formatação

  Apenas 75 emoticons no total são permitidos.

×   Seu link foi automaticamente incorporado.   Mostrar como link

×   Seu conteúdo anterior foi restaurado.   Limpar o editor

×   Não é possível colar imagens diretamente. Carregar ou inserir imagens do URL.




×
×
  • Criar Novo...