Ir para conteúdo
the.alien

Como evitar cachorros agressivos?

Posts Recomendados

Olá pessoal,

 

como evitar ser atacada por cachorros agressivos? Estou indo para um lugar aonde, dizem, estão os viralatas mais agressivos do mundo. Vou sozinha. Como me proteger? Se for atacada, como reagir?

 

Voces poderiam me dar umas dicas?

 

Obrigada antecipadamente.

 

Não estou ofendendo o animal, nem insinuando que cachorro é um animal ruim. Mas tem cachorro que ataca e tem cachorro que morde gente. Sei que salvam vidas, etc. Só quero saber como me proteger desta minoria de cachorros que mordem gente.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Certa vez assistindo o programa encantador de cães, o Cezar Millano, comentou algumas dicas para prevenir ataques.

 

Não encare o cachorro.

Tentar sempre manter a calma( aquela história que os cães farejam o medo)

Evite correr. Ao correr você está ativando os instintos de caça do cão.

Evite trajar roupas muito folgadas ou usar apetrechos que fiquem balançando e de alguma forma chamem a atenção do animal.

Mantenha sempre algum objeto na mão( bolsa, casaco, uma revista enrolada etc.) pois em caso de ataque ofereça este objeto para o cão morder. Cães costumam atacar primeiramente partes que se assemelhem a pernas, caudas.

 

Agora, se o ataque for realmente violento e não tiver como se desvencilhar, proteja sempre o pescoço com duas mãos, pois caso venha a cair no chão é onde o cão tentará morder. Caso venha a ser realmente atacada, e num ataque feroz, deitar-se no solo com as mãos no pescoço, e com o rosto virado para baixo, mantendo as pernas e braços o mais perto possível do corpo.

 

Agora uma dúvida, que lugar é este que vais, onde há os vira-latas do mal? ::tchann::

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Olá Ram-Alen,

 

obrigada pelas dicas. O lugar é Samoa.

 

 

 

Eita Samoa tem uns cachorrinhos maus hein ::toma:: ... Pode andar com uns petiscos na mochila tbm... arremesa bem longe ... e vai para outro lado.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Petiscos na mochila??? O odor não vai atrair os cachorros?

 

Pessoal, eu vi na internet uns dispositivos que emitem uma frequência que os cachorros não gostam e, por isso, se afastariam da fonte do "barulho". Não machuca o animal (segundo dizem), mas os faz ir para longe.

 

Alguém tem? Alguém já testou, ou conhece alguém que tenha testado?

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Certa vez, ao adentrar um sítio para ver uma ruína fui mordido por um cachorro.

Já havia ido ao lugar diversas vezes e sempre que posso volto por lá. Há uns 10 vira latas criados pelo morador. Sempre latiram mas nunca fizeram nada.

Dessa vez continuaram a latir como sempre mas um "escrotinho" veio por trás, sorrateiramente, abocanhou meu calcanhar e IMEDIATAMENTE "deu no pé" na certeza que eu revidaria!!!!

Esse cachorro estava na minha frente, foi para trás para me pegar de surpresa e se antecipou a minha reação!!!

Não sei se essa deveria ser uma dica mas desde então eu não dou as costas para cachorro. Se tiver que enfrentar, é de frente!!!!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Ô Clebson, que cachorro traiçoeiro!

 

Realmente: não dar as costas... mas também não "encarar"... na hora do medo, sei não...

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Este é um assunto que muito me agrada, pois gosto muito de cachorros.

 

Tenho experiencia com matilhas de cachorros por conta de meus passeios de bike pelo campo e por estradas desertas, urbanas ou rurais.

 

Existem na verdade 3 tipos de ataques, classificados por mim (hehehe) da seguinte forma:

 

1º) ATAQUE FALSO: ocorre quando o(s) cachorro(s) geralmente de area rural avista algum "intruso" e deseja mostrar serviço ao dono. Então ele corre, late, mas não chega a morder, na verdade ele quer mostrar sua utilidade ao seu dono, quer mostrar que guarda bem o seu território. Na maioria das vezes tais ataques são perpetrados por cães SRD (vira-latas).

 

2º) MANIFESTAÇÃO RUIDOSA DE ALEGRIA: acontece quando o cachorro avista um "intruso" e corre atrás, latindo, por pura diversão e felicidade. Na grande maioria dos casos ocorre com cães de zonas rurais em locais (sítios,fazendas, estradas) onde poucas pessoas circulam a pé ou de bicicleta.

 

3º) ATAQUE VERDADEIRO: ocorre tanto em área urbana quanto rural, não importando a raça. Geralmente estes cães atacam carros, motos, bicicletas e transeuntes sendo que, por motivos óbvios, os dois últimos grupos são os que tem maior probabilidade de serem mordidos.

 

Eu mesmo tenho sido alvo, por reiteradas vezes, de um grupo de vira-latas que ficam me esperando na subida de uma estrada de terra que é caminho para a rodovia onde eu costumo treinar de bike. A primeira vez eu não desci da bicicleta e um dos cães, o menor e mais audacioso, chegou a latir a poucos centimetros do meu tornozelo direito. Evitei chutar o pobre animal, até porque na subida seria pior para mim.

 

Depois disto, como passo por aquele caminho pelo menos 3 vezes por semana, passei a descer da bicicleta logo no início da subida e já percebi a frustração dos cachorros! ::lol4::

 

Antes eles ficavam me aguardando chegar em um determinado ponto para sairem do mato e partirem em minha direção, agora eles vão para o meio da rua, incrédulos, e sinto que acabei com a alegria deles! Certamente o ataque deles se enquadra em um ataque falso, descrito linhas acima.

 

Para aqueles que como eu gostam de pedalar e tem problemas com determinados cachorros em certos trechos do percurso, aconselho fazer amizade com os animais, levando alguns biscoitos ou coisas assim. Se isto não adiantar, jogar água da garrafinha (caramanhola) no cachorro auxilia bastante, eles morrem de medo de agua!

 

Cães conseguem sentir o cheiro de hormônios e odores corporais, recentemente foi publicado na imprensa que cães percebem o odor de tumores em seres humanos, podem farejar câncer e denunciar o problema com latidos. De igual modo, quando estamos com medo ou alertas, recebemos uma descarga de adrenalina na corrente sanguínea, daí dizer que o cão fareja o medo, não é de tudo mentira esta afirmação, portanto.

 

O que acontece é que o homem esqueceu que também é um animal e não age como tal quando enfrenta outros. Reparei que gritar bem alto com o cão em geral o deixa estupefato, ele não está preparado para tal reação dos seres humanos. Se o cão partir pra cima, deve-se gritar bem alto, um som do tipo "aaahhhhhhhh" como se fôssemos atacar o cão.

 

Sou radicalmente contra evitar encarar o cachorro, não devemos agir como avestruzes face ao perigo iminente. O cão deve saber que está diante de um líder alfa, fingir que o cão não existe não vai evitar o ataque dele!

 

Por outro lado, um ataque efetuado por cães de grande porte, matilhas ou mesmo por um único pit bull furioso deve ser encarado como risco de morte e o ideal nestes casos é evitar o confronto. Correr para a árvore mais próxima é sempre aconselhavel, ao chegar lá subir o mais alto possivel e aguardar o cão se cansar e ir embora para só entao descer.

 

Os cães são nossos amigos, nós domesticamos os lobos e com isto trouxemos para nossas casas seus descendentes mas em alguns casos podemos ser confrontados por eles e nestes casos devemos reagir de forma proporcional, evitando o contato.

 

Lembrando sempre que deve ser procurada assistência médica especializada em caso de mordida ou mesmo arranhão de algum cão desconhecido, no Brasil os postos de saúde (SUS) estão capacitados para ministrarem as medidas profiláticas (vacinas, etc) principalmente nas zonas rurais.

 

Valeu! ::carai::

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

estou combinando com meus amigos de comprar spray de pimenta, não só pra cachorro mas para uma suposta auto-defesa!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
estou combinando com meus amigos de comprar spray de pimenta, não só pra cachorro mas para uma suposta auto-defesa!

 

Sobre spray de pimenta:

 

"No Brasil, o spray de pimenta é um produto controlado pelo Exército, sendo considerado arma química de uso restrito – o que trás diversas implicações legais. Isso significa que “só pode ser utilizada pelas Forças Armadas, por algumas instituições de segurança, e por pessoas físicas e jurídicas habilitadas, devidamente autorizadas pelo Exército, de acordo com legislação específica”, como diz o Art. 2º, inciso XVIII, do R-105 (Regulamento Para a Fiscalização de Produtos Controlados)."

 

FONTE: http://abordagempolicial.com/2007/09/sobre-o-spray-de-pimenta/

 

Entretanto, nada impede que alguém possa colocar pimenta malagueta ou dedo de moça macerada em alcool ou água dentro de um tubo spray de desodorante. Como a posse de agua com pimenta não tipifica o fato, uma vez que para efeitos legais trata-se de mero tempero caseiro, é uma alternativa para defesa pessoal.

 

Particularmente, não aconselho o uso de armas não-letais, uma vez que por mais incapacitante que seja não oferecem 100% de eficácia, com um agravante: o uso destas coisas (spray de pimenta, bastão de choque, etc) se for aplicado no momento inadequado coloca o agressor na situação de legítima defesa quando ele então poderá utilizar dos meios necessários para cessar a agressão. De vítima a pessoa que utiliza a arma não letal pode passar a autora da agressão e em alguns casos isto pode ser fatal, especialmente nos casos onde não se neutraliza por completo a ameaça por ineficácia ou mau uso da arma não letal.

 

No que se refere aos cachorros, água pura na maioria das vezes resolve, ainda mais se a agua estiver gelada. Uma caramanhola térmica previamente abastecida com água gelada ou mesmo gelo, que irá derreter durante o percurso, é eficaz em 90% dos casos de ataques de cachorros. Os cães ficam assustados quando recebem o jato de água, até porque eles não sabem do que se trata. Como eu mencionei no comentário anterior, gritar (na verdade berrar) partindo em direção ao cachorro é uma atitude que se reveste de grande eficácia pois os cães não estão acostumados com este tipo de reação.

 

Mencionei que os cães podem farejar a adrenalina na corrente sanguínea do homem. Na maioria dos casos de ataques de cães, o odor da adrenalina está associado a fuga do indivíduo, deste modo o cão associa adrenalina + humano = fuga. Acontece que a adrenalina também serve para o ataque, para a reação de defesa efetiva, quando nossos músculos ficam tonificados e nossos pulmões recebem maior quantidade de oxigênio. No caso dos cachorros, a melhor defesa é o ataque a não ser nos casos de matilhas ou cães de grande porte e pit bulls, onde a fuga ordenada é a melhor estratégia de defesa.

 

Convém diferenciar um bando de cachorros latindo desordenadamente de um ataque de matilha. O bando é facilmente reconhecível, geralmente somente um dos cachorros avança enquanto os demais ficam mais distantes, latindo e correndo em círculos. No ataque de matilha os cachorros atacam por todos os lados, não ficam somente latindo e em alguns casos utilizam-se de estratégia de caça de seus ancestrais, lobos. O caso do colega de fórum que relatou neste tópico ter sido mordido no calcanhar por um dos cães que o atacaram foi vítima de um ataque de matilha.

 

::carai::

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Sei lá.. eu já tive experiências desagradáveis com cães.. Nunca fui mordido e espero nunca se-lo.

 

Quando algum cachorro vem em minha direção eu pego a mochilha, ou alguma pedra, pedaço de pau que esteja por perto e boto frente ao meu corpo e continuo andando se o cachorro insistir em vir pra cima eu começo a balançar os objetos na frente dele. E em ultima instância eu meto lhe o ponta pé mesmo.

 

Mais para atacar o bichano depende do tamanho dele neh. Se for um pit bull o melhor é subir em algo alto.. diante do ataque eminente tentar jogar água, colocar uma mochila entre voce e o animal,etc;

 

Travar uma luta com um pitbull ou cachorro parecido é bem difícil hein.. eu não me abaixaria de jeito nenhum.. Se tivesse uma faca ou canivete, já pegaria e quando o bicho viesse pra cima,, colocaria a bolsa em frente e tentaria furar ele de qualquer forma..

 

Antes eu do que ele.

 

Não me entendam mal, mais a certos cachorros que é ou matar ou morrer..

 

Enfim, andando com agua, mochila e uma faca/canivete, isso oferecerá a você certa possibilidade de vencer.. mas evite o confronto sempre!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Aí, pessoal, quando se trata de cães que moram em casas ou propriedades rurais, uma dica que funciona é levar sempre à mão uma caixinha de fósforo. Pode parecer ridículo, mas aprendi isso com um amigo... Os cães dessas casas têm pavor a tudo que se pareça com bombinhas juninas.

Risque alguns fósforos e atire neles.

Aconteceu comigo de estar passando em frente a uma casa rural e precisar usar esse truque, os cães dispararam em retirada, de medo... ficaram de longe latindo... prá eles, o palito de fósforo aceso é como uma bombinha... eles têm pavor

Sempre que eu saio sabendo que vou ter que passar por propriedades rurais, eu levo também uma caixinha comigo e deixo sempre à mão. Tbm levo uma de traques (aqueles de festas juninas). Isso ajuda demais, inclusive com outros animais,

Num ataque de cães que vivem em áreas rurais, funciona legal, experimente...

Nao sei se é em todos os casos, mas garanto que é na grande maioria das vezes.

valeu

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Legal a idéia das bombinhas de festa Junina.

Eu sempre levo comigo na perna uma faca de mergulho, ela é discreta e muito útil.

Levo também comigo o repelente de animais, comprei em loja legalizada e sempre tenho na carteira na nota fiscal dele:

http://www.lojacabanasport.com.br/ecommerce_site/produto_15223_6287_Spray-Colante-com-Odor-Repugnante-Offensive-ACDC-700-40-Gr

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!

Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.

Entrar Agora


×