Ir para conteúdo
  • Faça parte da nossa comunidade! 

    Encontre companhia para viajar, compartilhe dicas e relatos, faça perguntas e ajude outros viajantes! 

Rússia - Moscou e São Petersburgo em 10 dias


Posts Recomendados

  • 1 mês depois...
  • Respostas 68
  • Criado
  • Última resposta

Mais Ativos no Tópico

  • Colaboradores

ronilduarte, muito legal seu relato!

 

me tira umas dúvidas por favor.

 

o bilhete de moscou p/ st. peter vc comprou usando aquele registro eletronico? ou recebeu por correio ou como? Se foi eletronico, que tipo de coisa vc recebe pelo email e leva como comprovante?

 

aonde vc trocou de moeda? é facil trocar euro/dolar fora do aeroporto?

 

vc precisou pagar algo p/ registrar o passaporte no hotel?

 

Valeu!

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Membros

Oi Renata, tudo bem?

 

1- Eu comecei o processo de compra pelo WayToRussia e fui direcionado para o allrussiantrains.com. No momento da compra vc escolhe e-mail como delivery method. Se o processo ainda for do mesmo jeito, você vai receber 4 e-mails: O primeiro com o resumo do seu pedido, o segundo com a confirmação do pagamento, o terceiro com instruções do que fazer dependendo do que vc escolheu (eu escolhi eletronic registration). E como escolhi eletronic registration, o quarto email veio falando pra eu não esquentar a cabeça com nada, apenas apresentar passaporte na hora do embarque e levar o bilhete impresso pra saber o número do trem.

 

Esse é o conteúdo do quarto e-mail:

 

Dear,

 

You have requested an electronic registration. This registration does not require a voucher and any exchange of the voucher to an original paper ticket.

All you need to do is to go to a right train and carriage number and present an ID document the ticket was booked for.

When electronic registration is booked we recommend:

- To print the voucher we send to you and take it with you for information about the train and carriage number

 

- Do not ask for electronic registration in cases when you need actual paper tickets for reporting for your business trip or in any other similar cases

 

- To make sure you are on time for the train as tickets with electronic registration cannot be cancelled or changed later than 1.5 hrs before the train departs. (If you need to cancel the ticket at the train station please show the Russian e-ticket only at the booking office at the train station.)

 

Thank you for choosing our company and we wish you to have a pleasant journey!

 

 

Sincerely,

Natalie

Real Russia Travel Administrator

 

 

 

2- Procurei em tudo quanto é lugar aqui em Vitória e nenhum lugar vende Rublos, nem por encomenda. Nas casas de câmbio de Guarulhos também não tem nada. Como tinha uma conexão em Madrid, separei 200 dólares e troquei lá no aeroporto mesmo, só pra ter dinheiro no bolso. O câmbio não foi ruim. Lá em Moscou saquei Rublos nos caixas eletrônicos, bem tranquilo, os que vi tinham menu em inglês. Na Rua Arbat tem uns 2 caixas eletrônicos, acho que era perto do Hard Rock Cafe. Em São Peterburgo tinha muitas casas de câmbio nas ruas, então foi mais fácil pra trocar dólares. Em Moscou não reparei se tinham muitas, mas também não procurei.

 

3- Não precisamos pagar nada no Hotel para registrarem o passaporte. Apenas deixamos lá na chegada e no dia seguinte à noite pegamos de volta.

 

É Isso aí, espero ter ajudado. Se vc quiser que eu encaminhe os 4 e-mails da passagem de trem é só falar o endereço.

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Colaboradores

Não precisa enviar os emails não. O que vc mostrou já responde e dá p/ ter uma ideia de como é. ::cool:::'>

 

Outra coisa, vc voltou p/ moscou só por causa da passagem que comprou, né? Não existe nenhum tipo de regra maluca que tem que sair pelo mesmo local que entrar, correto?

(vou estar na europa e estou pensando em dar um pulo em moscou e st.peter no meio do meu roteiro)

 

Nos hoteis que ficou, o atendimento falava bom ingles? E restaurantes/museus/etc... como fizeram? O único taxi que pegaram foi aquele onde vc pagou extra p/ ter motorista que fale ingles?

 

Obrigada!

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Membros

Isso, voltei pra Moscou apenas porque a volta pra Madrid era a partir de lá. Não posso afirmar, mas acredito que não há esse tipo de regra determinando que tem que sair por onde entrou, pois encontramos brasileiros vindo da Finlândia que iriam sair de avião por Moscow.

 

Nos hotéis sempre tinha alguém que falava inglês, então não tivemos grandes problemas. Foi até engraçado o dia em que o cara do Hotel Nevsky Aster tentou nos passar a senha do wi-fi por telefone. A senha era vivacesar, aí quando ele tentava falar a letra V, ele falava uma coisa muito louca, tipo UOU. Ficamos muito tempo tentando entender o que o cara falava, perdi a paciência e passei o tel pra minha esposa, ela soletrou o alfabeto inteiro e o cara não conseguia dizer que era a letra V. Aí ele subiu no quarto, procurou no teclado e digitou pra gente, todos caímos na gargalhada. Nos restaurantes também foi sossegado, sempre tinha gente que fala inglês, exceto nos carrinhos de hotdog nas ruas e no Subway, conforme está no relato. No Mcdonalds da Praça Vermelha também não achei ninguém que falava inglês, teve que ser no dedão apontando pro "big mÁk" (como eles falam).

 

Além daquele táxi paguei um na saída do passeio de barco, o cara falava inglês e estava justamente esperando turistas saírem do pier. Inclusive era um cara bem chato que só sabia perguntar se eu tinha ido a trocentos lugares em Moscou e sempre que eu respondia negativamente ele soltava umas piadinhas do tipo: Ah então você não conheceu Moscou; Em que cidade vc estava? Moscou que não era... tava enchendo o saco já, o cara só queria vender passeios pra mim, e isso era tipo meia noite.

E na volta para o aeroporto de Moscou também peguei taxu, mas nem sei se o motorista falava inglês, o hotel que providenciou, era de madrugada e estava com tanto sono que fui dormindo até o Domodedovo.

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • 1 mês depois...
  • Membros

Prezado amigo, irei em setembro de 2013 para Russia, entre outros países, pretendendo ficar 5 noites em Moscou e mais 5 noites em São Petersburgo.

 

1)Gostaria de saber se este número de noites é suficiente para ver as principais atrações turísticas?

2)Se chegando no aeroporto de Demodedovo, após passar o controle migratório há casa de câmbio para se obter a moeda russa?

3)Irei apenas conhecer Moscou e São Petersburgo e desta última cidade voltarei para a Europa Ocidental de avião(Alemanha ou Austria) e se há algum problema para sair por São Petersburgo em vez de Moscou?

4) Como você fez para comprar os bilhetes de metrô? Como são as máquinas? É possível usar rublo, cartão e moeda? Há a opção em inglês ou somente russo nas máquinas que vendem bilhetes do metrô? É possível conseguir mapa do Metrô no aeroporto?

 

Obrigado.

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Membros

Tenho também mais outra dúvida, pois lendo vosso relato, você afirmou que é possível de São Petersburgo ir para Helsinque de Trem de Alta Velocidade.

 

Como faço isto? Pois em 2010 fui para Tallinn em dezembro e como o objetivo não era ir para Russia, mas ir apenas a Tallinn, Itália e Portugal, mas principalmente Tallinn curtir o inverno, não pesquisei como ir desta cidade para a Russia até porque naquela época necessitava de visto. Hoje sei que não há necessidade do visto para brasileiros para a Russia. Sei que de Helsinque há navios enormes que levam duas horas para vir para Tallinn, podendo ser uma opção voltando para a Europa ocidental, ou seja, sair de São Petersburgo de trem para Helsinque, depois ir para Tallin de Barco e de Tallin ir para Alemanha de trem, depois República Theca, e finalmente Viena na Autria, tudo dentro e um mês.

 

Se puder me esclarecer como faço para sair de São Petersburgo de trem para Helsique, por favor, fico aguardando.

 

Att.

 

Adriano

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Membros

1) Camarada, acho que é suficiente sim. Eu só colocaria talvez uma noite a mais em São Petersburgo, que tem muitas atrações. Se no seu planejamento perceber que é muito tempo para Moscou, sugiro pesquisar sobre o Golden Ring. Eu não fui, mas pelo que já li deve ser show de bola.

 

2) Não sei, mas imagino que tenha, o aeroporto é gigantesco e tem uma estrutura sinistra.

 

3) Imagino que não, pois conheci um monte de gente que estava entrando por São Petersburgo e saindo por Moscou. Uns brasileiros que foram no mesmo voo que nós pra Moscou saíram de ônibus para a Estônia e voltaram 1 dia depois sem problema algum também.

 

4) Em Moscou é estranho porque tem cartão e ficha também, tipo uma moeda. Em São Petersburgo eram fichas somente. Mas eu não lembro de ter visto máquina de vender bilhetes em nenhum lugar. Deve existir, mas não lembro mesmo de ter visto. O que eu fazia era entrar na fila e pedir 10 bilhetes. Fazia o número 10 com as mãos e mandava um "desits biliet pajalsta". Tá escrito tudo errado, mas eles entendiam que o que eu tentava dizer era "10 bilhetes por favor" e sempre dava certo. Não deixe pra comprar na hora do rush senão vai pegar filas gigantes.

 

5) Quanto ao trem rápido para Helsinki, o nome é Allegro e há duas saídas por dia, uma bem cedo e outra no meio da tarde. O tempo de viagem é de 3,5 horas. Pelo que vi não dá pra ser bilhete online, você tem que dar um jeito de pegar a passagem fisicamente. Dá pra pagar antecipadamente pelo mesmo site que eu usei pra comprar o trem de Moscou pra São Petersburgo: http://trains.waytorussia.net/trains/index.php?step=1

 

No Tripadvisor o pessoal falou que é tranquilo comprar 1 ou 2 dias antes da viagem, a agência que vende fica no canal perto da Catedral de Kazaan, mas não sei os detalhes, tem que pesquisar.

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Membros

Prezado amigo, muito obrigado pelas informações preciosas e parabéns pelo relato que ficou excelente.

 

Se puder, gostaria de mais um esclarecimento, não querendo abusar de sua boa vontade. Você explicou que se compra os bilhetes para o metrô.

1) Há um guichê com um atendente para se comprar tais bilhetes de metrô nas estações, é isto? Se você falar em inglês onde se vende bilhetes de metrô, fazendo o pedido, eles não entende? Teria que levar escrito ou falar em russo de forma improvisada?

 

2)Qual o preço dos dez bilhetes que você pagou em rublo? Pergunto isto para poder calcular quanto irei gastar e ter uma ideia do custo de vida lá em relação aqui e levar dinheiro suficiente para não ter surpresas desagradáveis.

 

2.1) Onde tomo o trem do centro de Moscou para o aeroporto Demodedovo? Onde fica a estação de trem que você foi para pegar o de alta velocidade para São Petersburgo?

 

3) Eu entrei no site do Hotel que vocês ficaram para ver o preço e descobri que o valor em rublo é 4500, por noite, durante a semana, sendo 3500 a diária no fim de semana, em quarto apartamento individual, achei caro, pois irei sozinho, portanto vou procurar outro.

 

4) Tenho um mês para ficar pela Europa entre final de agosto e setembro de 2013, portanto, vou seguir seu concelho e aumentar mais um dia nas duas cidades, ou seja, 6 noites em Moscou e 6 noites em São Peterburgo, pois tais localidade não se volta todo dia e é muito longe do Brasil, sem falar que quando chegamos estamos totalmente quebrados, pois são muitas horas de voo sem dormir direito.

 

5)Vi que vocês foram em Outubro. Como estava o clima, ou seja, conseguiu algum dia de sol, e a temperatura, fazia muito frio? Pois pesquisando na net vi que neste país sol é coisa rara e parece que está sempre nublado ou chovendo no verão devido a latitude. Vou levar um blusa de frio e um luva, pois sei, pelo que passei na Estônia, que quando vem o frio é de rachar....

 

5.1) Qual o horário que escurecia em Outubro?

 

6) E quanto a furtos? Você percebeu algo, pois como a Russia é pobre como nós, apesar de ser um país colado na Europa Ocidental, devido a crise e por tudo que ocorreu na era comunista, sei que lá tem várias máfias hoje instaladas e problemas com álcool também. Conheço bem a História deste País, daí meu interesse em visitá-lo, pois sempre tive vontade de conhecê-lo, pois é um "mundo" diferente do nosso e deve ser fascinante. Por favor, de uma olhada no relato deste jornalista e me diga o que você acha, se tiver tempo, pois o mesmo esteve lá e pintou um quadro negativo, mas percebi que o foco dele era diferente do seu e do meu, pois ele estava atrás de um tipo de informação para escrever uma obra ficcional : hhtp://www.youtube.com/watch?v=pQdxdgCgLA4&feature=related

 

Att.

 

Adriano

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Membros

1) Sim, há vários guichês nas estações. Se falar em inglês acho que eles não vão entender (principalmente em Moscou), tem que ser em russo mesmo. Escrito só se for em cirílico, não adianta levar na escrita fonética com letras do alfabeto latino. Antes de ir eu fiz uma tabela com várias frases que de repente eu poderia precisar, tipo "estou perdido", "preciso de ajuda", "não encontro minha mala" etc. Fiz 3 colunas, sendo uma com a pergunta em inglês, a segunda cirílico e a terceira com a escrita fonética, que seria a parte pra tentar ler pra eles. Mas, assim como disse no relato, sugiro que compre o guia de conversação da Publifolha, é uma mão na roda.

 

2) Não me recordo dos valores, mas é barato. Uma passagem do metro de lá era mais barato que o de SP, tipo menos de 2 reais.

 

3) O valor pelo site do Hotel é sempre maior. Sugiro que pesquise pelo Booking.com e sites similares. Minha dica é: a menos que você seja um cara muito boêmio, não vale a pena pagar caro pra ficar hospedado perto da Praça Vermelha. Procure hotéis perto de alguma estação de metro cuja linha leva direto para uma das 4 estações na região da Praça e você estará tranquilo, o sistema de metro lá funciona que é uma beleza.

 

4) Minha sugestão seria de 1 dia a mais em São Petersburgo, não sei se Moscou precisa de tanto. Bom, de qualquer forma acho que você não vai ficar sem coisa pra ver, aquela cidade é coisa de doido. Sugiro que faça a mesma pergunta para outras pessoas que já foram, talvez eles tenham tido uma percepção melhor do que a minha, outro ponto de vista, aí você decide melhor de acordo com seu perfil, entende? Já vi pessoas falando que 3 dias em Moscou é o bastante, então vai de cada um mesmo... tem pessoas que gostam de passar correndo pelos lugares, olhar, tirar foto e vazar. Eu acho legal fazer as coisas com mais calma, conversar com os locais, observar, entender como a vida funciona ali.

 

5) Isso mesmo, fomos no comecinho de outubro. Estava começando o período de frio. Só que eu sou um cavalo e não levei blusa do tipo corta vento. Passei um frio do capeta, pois estou acostumado com as duas estações de Vitória: calor e muito calor. O que segurava um pouco era uma roupa térmica que comprei no ebay, daquelas que se usa por baixo de tudo. Pegamos chuva fina uns 2 ou 3 dias, nada que atrapalhasse muito. Pegamos só 1 dia de céu claro com sol em Moscou. Em São Petersburgo sempre nublado.

 

6) Antes de ir li relatos de algumas pessoas que tiveram a carteira roubada em São Petersburgo, então já fui com isso em mente. Guardava sempre a carteira e passaporte nos bolsos da frente e evitava andar à noite por lugares estranhos. Na noite em que saímos do Bolshoi achei tudo bem esquisito ao redor, um pessoal mal encarado nas calçadas, e olha que é pertinho da Praça Vermelha. Mas o fato é que não tivemos nenhum problema na viagem. A respeito da pobreza do país, conversei sobre isso com um taxista. Ele me disse: não se iluda com o que você vai ver em Moscou e São Petersburgo, são cidades muito ricas e que concentram todo o dinheiro do país, o resto está parado no tempo. Já o problema com álcool é sério mesmo. A gente vê na TV aqui e morre de rir, mas você vai perceber a preocupação deles até nas camisetas à venda nos camelôs. Em uma delas, encontrada em vários lugares, há a imagem de um cara dizendo não para um copo de vodca oferecido a ele. Fiquei curioso sobre essa imagem, infelizmente na época não pedi explicação e fiquei sem entender se era relacionado a algum fato histórico, alguma campanha ou algo do tipo. A imagem é essa:

OsUF4cAKTtY.jpg

 

Vi o vídeo. O cara morou lá um tempo pelo jeito, achei bacana o depoimento dele. Mas ele não pintou um quadro negativo, ele É um cara negativo. Acho que fumou tanto mato estragado que ficou doido, ele fala umas coisas muito loucas. Na boa, não vi nenhum lugar parecido com as imagens de locais ermos que mostraram no video. Não tem nada de depressivo na cidade, pelo menos por onde andei sempre tinha muita movimentação, muitas pessoas nas ruas, bares legais que não tem como ficar com essa sensação. Além disso é tanta mulher nível miss universo na rua que pro cara ficar triste só se for uma bichona.

 

Mês passado eu fui ao Peru. Se esse cara acha que na Rússia um turista sozinho é muito assediado pelos locais que querem ganhar uma grana, ele ia chorar em Cusco, em que você fala "no gracias" a cada 3 metros de caminhada.

Link para o post
Compartilhar em outros sites

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!

Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.

Entrar Agora

×
×
  • Criar Novo...