Ir para conteúdo

Canion Espraiado - Urubici (SC)


Posts Recomendados

  • Membros de Honra

O meu retorno para Urubici foi mais rápido do que o esperado, e no feirado do dia 12/10 lá estava eu para fazer a trilha do Canion Espraiado. Tinha combinado com o Sérgio, da Graxain Turismo que se alguém marcasse essa trilha ele me ligaria e eu iria correndo pra Urubici, e foi o que aconteceu. Ele me mandou um e-mail na quarta informando que tinha um grupo de Curitiba que marcou a trilha e na quinta as 20:30 eu estava em Urubici.

 

Neste dia fiquei na pousada Café no Bule (R$100,00 o casal), mas não recomendo. O chuveiro era horrível, o pior banho que tomei na minha vida. A água até era quente, o problema era sair água daquele chuveiro. Sem condições. A cama e o café eram bons até, mas só recomendo ficar ali se não tiver planos de tomar banho, hehehee!

 

Sendo assim, acordei na sexta, tomei meu café e saí em busca de um novo lugar. Resolvi ir conhecer o albergue que estão terminando de construir no centro do Urubici. Até que enfim um albergue acessível para os mochileiros que vão de ônibus. O do Rio Canoas é perfeito, porem só quem tem carro pra ficar lá. O albergue ainda está em reforma, porem os quartos e os banheiros já estão prontos, então se alguém quiser ficar lá eles já estão recebendo hóspedes (R$30,00 sem café da manha). E o melhor de tudo é que é tudo novinho, as cobertas ainda dentro dos plásticos! Segue contato:

Albergue Alternativo Urubici

Praça Dom Daniel Hostin, 384 - Centro

Fone: 49 9946 0051 ou 49 8474 1190 c/ Sérgio

[email protected]

 

Decidi não ficar ali devido à reforma, mas quem quiser, dá pra ficar tranquilo já. Voltei para o outro lado da cidade e fui ver a pousada Arco Iris. Gostei do lugar, simples, limpo, organizado e fui muito bem recebida pela dona do lugar. Antes de fechar a diária, pedi pra ela ligar o chuveiro e esse sim era bom! Voltei pra Café no Bule, peguei minhas coisas e me mudei para a Arco Iris. Segue dados:

Pousada Arco Iris

Fone: (49) 3278-4493

http://www.pousadaarcoirisurubici.com.br

O valor da diária é R$100,00 o casal, mas como eu estava sozinha ela me fez por R$90,00 a diária, já ajuda! Nisso já era meio dia e meus planos de fazer alguma trilha nesse dia se foram. Como eu estava com dor de cabeça, passei a tarde na pousada lendo e só saí pra ir na agência combinar da trilha.

 

No dia seguinte as 08:00 nos encontramos na agência para preencher papéis e outras coisas, e descobri que quem ia fazer a trilha comigo eram 3 mulheres! Bem legal! Wilma, Sandra e Elenice, baita companheiras pra fazer trilha! O guia foi o Claudio, muito gente fina e conhece tudo do canion. O começo da trilha fica quase na entrada do Refúgio Rio Canoas, do centro de Urubici até lá levamos 40 minutos de carro, mas esse tempo depende das condições da estrada de chão, que naquele dia não estava das melhores (nem das piores) por causa da chuva da semana. O tempo estava bom, apenas com algumas nuvens, e começamos a caminhada as 09:15.

 

O inicio da trilha segue uma antiga estrada municipal, que não sei como ainda é usada por algumas pessoas que tem propriedade no caminho. A estrada vai seguindo o Rio Canoas por um vale cercado de montanhas e com uma formação que se destaca, a Pedra da Águia. Já no início tem que cruzar um rio que dessa vez estava bem cheio, então tiramos as botas e cruzamos. Caminha mais um pouco e outro rio para cruzar, mesmo procedimento. A dica é levar uma toalhinha para secar os pés. Da outra vez que passei por ali os rios puderam ser cruzados sem problemas e sem molhar os pés, mas dessa vez estavam bem cheios.

 

Termina o caminho pelo vale e começa a subida, que pelo que tinham dito era horrível, mas eu não achei nada absurda. É uma subida comprida, acho que dá umas 2 horas, mas ela é feita pela estrada, não é muito inclinada, e devagar e sempre chegamos. O que dificulta um pouco é o tipo do terreno. Mesmo sendo uma “estrada” (e acreditem, encontramos um veículo transitando, que teve que parar quando encontrou uma carretinha cheia de porcos atolada na estrada e impedindo a passagem), o chão algumas partes é de pedras soltas, outras de pedras lisas e outras de pura lama, que deixou nossas botas imundas e pesando 3 kg a mais cada pé, porque aquele barro grudava e não saia mais, e ia grudando mais a cada passo. Quase no final da subida o tempo começou a fechar, neblina pra todo lado. Faltava uns 40 minutos pra chegar e já que estávamos lá decidimos arriscar e tentar.

 

A estrada ainda tem uma bifurcação, a única de todo o caminho, quase no final da subida. Pra quem vai ao canion, pegar o caminho da direita, que continua subindo. Cruzamos com um pessoal à cavalo, eles iriam até a fazenda onde fica o canion. Um dos cavaleiros nos esperou mais adiante e indicou um corregozinho, que se seguíssemos por ele encontraríamos o canion a 200 metros dali, em vez de subir até a fazenda e descer uma parte de novo. Nosso guia também não conhecia e de comum acordo resolvemos tentar o novo caminho. Imagino que se não tivesse chovido tanto seria mais fácil chegar, porque a trilha vai por dentro do córrego mesmo, pelas pedras. Mesmo estando um pouco mais cheio que o normal não molhamos os pés, deu pra passar tranquilo. Quer dizer, eles não molharam, porque eu caí no rio e afundei a bota e entrou água por cima de um dos pés, mas tranquilo, segui adiante. O caminho era desconhecido de todos, e acho que caminhamos +/- uns 15 minutos pelo riozinho e saímos no descampado que dá de cara pro canion! Ótima alternativa de caminho! Nesse descampado o chão era de turfas, tipo umas gramas bem encharcadas, quem for de tênis vai molhar o pé, porque por quase toda extensão do canion tem esse tipo de turfa ao redor.

 

Acabamos saindo do lado do canion de onde se avista a cachoeira de frente, paramos num local para fazer um lanche e a névoa se dissipou um pouco nesse ponto e conseguimos ver a cachoeira e o poço lá em baixo, mais um pedacinho do canion. Resolvemos seguir até uma ponta onde dá de cara com a Torre, pra mim uma das formações mais bonitas e o que me motivou a fazer a trilha, mas chegamos lá e tudo branco, uma cortina entre nós e a Torre, mesmo ela estando há uns 10 metros de nós. Só conheci por foto mesmo por enquanto. Voltamos bordeando o canion até o outro lado, pois nesse ponto é onde ele começa então é possível fazer os dois lados. Ou não...

 

O canion Espraiado fica entre duas propriedades particulares, duas fazendas. O lado em que saímos pela trilha do riacho, fica no lado que é proibido visitar pois o dono da fazenda não permite. O correto é seguir a estrada até o final, ela vai terminar na porteira da fazenda e você tem que ter a autorização do dono para entrar e pagar R$ 12,00 de taxa. Da fazenda, desce um pedaço por uma estradinha feita pela água e erosão até chegar no canion, onde se visita a parte esquerda do canion, e não é possível ver a cachoeira de frente, na verdade vai passar por cima dela. E vai também até um mirante onde se vê a Torre porem mais de longe do que o lado que fomos. Como o tempo estava fechado, decidimos não avançar pelo lado esquerdo, já que tínhamos feito o lado direito que é proibido e não dava pra ver muita coisa. Quando chegamos na ponta do canion, onde ele começa, a neblina se dissipou um pouco e pudemos ver uma parte dele! Voltamos pelo caminho que sai na fazenda, onde duas mulheres estavam cuidando do local e nos interrogaram a respeito. Então o guia explicou que estávamos pela agência e que o pagamento já havia sido feito.

 

A volta é pela mesma estrada, e a descida foi bem chatinha, pois tem que ir freando o tempo inteiro e cuidando pra não escorregar, exigindo bastante dos músculos da coxa e do joelho também. Porem fomos conversando e quando vimos já estávamos no vale. Chegamos no carro era 18:00 hs. Total 9 horas de caminhada, 25 km com poucas paradas. Trilha puxada que me deixou meio dolorida e muito cansada por uns dois dias, mas que se com neblina e sem visibilidade já valeu a pena, imagina com aquele céu azul e o canion na tua frente. Vou repetir a dose com certeza!

Editado por Visitante
Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Membros de Honra

Olá Déia!

 

 

A novela acabou! Posta logo as fotos... :mrgreen:

O relato ficou muito bacana, parabéns pela pernada e por compartilhar! O Cânion Espraiado é sem dúvida um dos melhores pontos "turísticos" de Urubici e vale muito a caminhada. Agora você completou seu roteiro pela cidade, pelo menos a parte principal dele, já que tem bastante chão para você percorrer por ali ainda ::ahhhh::

 

Fiquei curioso para saber quem eram as "vizinhas" que te acompanharam na trilha...

 

Abraço!

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Membros de Honra

Oi Otavio / Getulio

 

E a novela hein, que final da Carminha, hahahaha!!!

 

To só enrolando voces com as fotos né! é que no trabalho nao consigo fazer e em casa nao ando passando muito por lá, hehehehe!!

Inclusive a maioria das fotos sao das conterraneas de voces, elas que bateram e eu peguei do face delas! Lembro o nome de duas: Sandra e Vilma, e sei que elas sao bem ativas no trekking! E sao muito gente fina!

 

Déia

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Membros de Honra

 

[...]

Lembro o nome de duas: Sandra e Vilma, e sei que elas sao bem ativas no trekking! E sao muito gente fina!

 

Déia

 

Olá Déia!

 

 

Suspeitei desde o princípio!!! :mrgreen:

Haha, eita mundo pequeno este nosso, hein?! Soube que elas andaram por lá e logo imaginei, pela data, que poderiam ter sido as tuas companheiras de pernada! Realmente são gente fina e bem ativas!

 

Legal, agora só falta você rechear o relato com as imagens... (Pensou que ía escapar né?! hehe!)

 

Abraço!

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Membros de Honra

Bom, demorou mas taí as fotos da trilha! Quero agradecer as gurias que fizeram a trilha comigo e citar que a maior parte das fotos abaixo sao da Vilma e da Sandra, já que minha máquina anda bem preguiçosa ultimamente! Obrigada meninas pelas fotos e pela cia nesse dia que foi maravilhosa!

 

 

20121028204154.jpg

 

20121028204224.jpg

 

20121028204251.jpg

 

20121028204305.jpg

 

20121028204323.jpg

 

20121028204405.jpg

 

20121028204535.jpg

 

20121028204608.jpg

 

20121028204631.jpg

 

20121028204655.jpg

 

20121028204711.jpg

 

20121028204750.jpg

 

20121028204821.jpg

 

20121028204842.jpg

 

20121028204901.jpg

 

20121028204918.jpg

 

20121028204942.jpg

 

20121028205003.jpg

Editado por Visitante
Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Participe da conversa

Você pode postar agora e se cadastrar mais tarde. Se você tem uma conta, faça o login para postar com sua conta.

Visitante
Responder

×   Você colou conteúdo com formatação.   Remover formatação

  Apenas 75 emojis são permitidos.

×   Seu link foi automaticamente incorporado.   Mostrar como link

×   Seu conteúdo anterior foi restaurado.   Limpar o editor

×   Não é possível colar imagens diretamente. Carregar ou inserir imagens do URL.

×
×
  • Criar Novo...