Ir para conteúdo
  • Faça parte da nossa comunidade! 

    Encontre companhia para viajar, compartilhe dicas e relatos, faça perguntas e ajude outros viajantes! 

TURQUIA 16 dias: Istanbul, Selçuk, Pamukkale, Capadóccia


Posts Recomendados

  • Membros

3º Relato de Viagem - TURQUIA - Março-Abril/2013 - ISTANBUL - SELÇUK (EFESOS) - PAMUKKALE - GÖREME (CAPADÓCCIA) - ISTANBUL

 

 

Oi pessoal,

 

Passo agora a relatar esta que foi nossa 3a. viagem a Europa (agora com um pedaço da Ásia).

Por que a Turquia.

Não, não escolhemos a Turquia por conta da novela da Globo. Não vejo novelas. Se assiti 2 capítulos da novela foi muito.

Começamos a pesquisar para onde viajar neste ano. Como já relatei, a gente toma gosto por viagens independentes, livre de agências. E muito bom mesmo poder programar tudo e se envolver com as pessoas dos lugares onde você viaja, se interagir.

A principio tínhamos resolvido ir para o Leste Europeu, República Tcheca, Austria, Hungria. Cheguei até a abrir um "tópico" no roteiros de viagem aqui do mochileiros. Aproveito para agradecer quem lá escreveu, mas na verdade eu tentei excluir este "tópico" mas não consegui encontrar a maneira de excluir o tópico. Mudamos de idéia por vários motivos, entre eles o frio que vinha fazendo acima do normal na Europa (e ainda faz). Hoje mesmo falei com um amigo que mora na Eslováquia e ele disse que as pessoas lá nunca viram um frio tão prolongado como este. A partir dai procuramos outros destinos até que encontramos um programa do Globo Reporter no You Tube sobre a Turquia. Muito bacana a reportagem. Vimos também outros vídeos de pessoas que foram lá e relataram suas experiências. Então batemos o martelo e ficamos com a Turquia. Isto já era no mês de Janeiro deste ano, ou seja estávamos em cima da hora para montar o roteiro. Minha esposa ficou responsável, como nas outras vezes,por montar o roteiro. Coube a ela a programação toda.

Viajamos novamente na companhia agradável de minha cunhada e o marido dela. Ótimas companhias. Foi nossa 3ª viagem internacional juntos. Com certeza outras virão (2014, 2015, 2016...)

 

Bom segue abaixo o nosso roteiro:

 

20/03 - Voo São Paulo-Istanbul

21/03 - Istanbul

22/03 - Istanbul

23/03 - Istanbul

24/03 - Voo para Izmir - Trem para Selçuk

25/03 - Selçuk (Efesos)

26/03 - Ida para Pamukkale de ônibus

27/03 - Pamukkale

28/03 - Pamukkale - Ida para Göreme em ônibus noturno;

29/03 - Göreme

30/03 - Göreme

31/03 - Göreme

01/04 - Voo para Istanbul (Nevsehir - Istanbul)

02/04 - Istanbul

03/04 - Istanbul

04/04 - Istanbul

05/04 - Voo para São Paulo

 

Escolhemos ficar em Istanbul em dois períodos diferentes. A cidade é muito grande e tem muitas atrações a serem vistas e visitadas. Para os últimos dias deixamos para visitar o grande bazar e fazermos as compras, assim não precisaríamos ficar carregando peso na viagem.

 

GASTOS

 

O mais caro desta viagem foi a passagem aérea. Se você comprar com antecedência com certeza consegue preços mais em conta. Como já relatei, estávamos atrasados com tudo e somente conseguimos comprar passagem em 08/02, faltando pouco mais de 1 mês para o voo.

Pelo voo direto SP-Istanbul (ida e volta) e também os 2 voos domésticos lá na Turquia (Istanbul-Izmir e Nevsehir-Istanbul) pagamos 3.004,20 Dólares para o Casal. O site da Turkish air line é internacional e por este motivo você ainda vai pagar o bendito IOF (6,38%). No total paguei R$ 6.463,32 pelas passagens aéreas + IOF.

 

Segue abaixo o site da empresa para compra direta no site:

http://www.turkishairlines.com

 

ou este site:

http://www.flyturkish.com.br/portal/

para compras via telefone.

 

Quando você compra no site da empresa, você tem a opção de pagar direto com o cartão de crédito, ou pagar depois. Neste caso você tem que entrar em contato com a central da empresa em São Paulo (ver no site acima) e neste caso você consegue parcelar em até 5 vezes sem juros. Eu não fiz isto. Quem me contou esta dica foi um rapaz que encontramos no aeroporto de Guarulhos, no dia do embarque. Ele já viaja há mais vezes para a Turquia e sempre parcela as passagens pelo Telefone.

 

Se você fizer escalas na Europa pode ser que encontre preços mais baratos. Porém achamos que ficaria muito cansativo voar 12h até Amsterdam, por exemplo, e mais 5 horas até Istanbul. Preferimos o voo direto. No final das contas sairia uns 500,00 mais barato, já que teríamos que comprar as passagens internas da Turquia a parte.

 

Todos os hotéis que reservamos não cobraram nada antecipadamente. Sendo assim levei mais 3.300 Euros para todas as despesas. No final, deste dinheiro gastei 2.255,00 Euros com todo o restante (Hotéis, alimentação, presentes, entradas, transportes locais). Fazendo uma conversão a taxa de 1 Euro= R$ 2,67 temos R$6.020,85.

Ou seja, no total gastei R$ 12.484,17 para o casal.

 

CÂMBIO

 

A moeda na Turquia é a Lira Turca ou TL. Em geral 1 TL corresponde a R$ 1,11. A inflação no país está um pouco mais alta que no Brasil (Algo em torno de 8,5% a.a.). Então pode ser que estas cotações sofram alterações durante o ano.

Você conseguirá trocar seus dólares ou Euros facilmente em Istanbul. Há muitas casas de câmbio pela cidade, principalmente em Sultanahmet. No aeroporto também tem, porém estavam cobrando até 4% de comissão. O melhor lugar que encontrei foi no Grande Bazar e na região de Taksin. No nosso hotel também trocava porém com um cambio menos favorável. Sugiro você ir trocando aos poucos, pois assim pode pegar taxas diferenciadas.

Não tivemos nenhum problema com estas trocas, mas vale a pena mostrar bem o valor em Euro que você está trocando e fazer as contas antes. Eu sempre mostrava a conta na calculadora do meu celular na hora que ia passar os Euros para o agente da casa de câmbio, com a conta já feita, assim ele via que eu já sabia quanto ia receber.

No interior trocquei apenas em Pamukkale, numa agência de Turismo local cujo valor estava bem próximo de Istanbul.

 

HOTÉIS

 

Todos os hotéis que ficamos coloram seus preços em Euros. Como já disse nenhum cobrou antecipadamente a reserva. Em todos pagamos quando chegamos, em dinheiro (Euros).

No hotel de Istanbul, ainda conseguimos 7% de desconto para o pagamento em dinheiro e no check-in.

 

ISTANBUL - Hotel Erboy

http://www.erboyhotel.com/

 

DSC02174.JPG

 

O hotel oferece transfer gratuito do aeroporto de Ataturk até o hotel para quem reserva 3 diárias ou mais.

Valor da reserva: 4 diárias (20/03 a 24/03) - 296,00 Euros (sem aplicar o desconto);

Valor da reserva: 4 diárias (01/04 a 05/04) - 335,00 Euros (sem aplicar o desconto);

O Hotel é muito bom, bem localizado, perto de tudo. Praticamente dá pra fazer a área do Sultanahmet a pe'. Fica perto da estação do TRAM Guilhane (uns 3 minutos a pé).

O quarto que ficamos na segunda reserva foi melhor do que o da primeira.

Café da manhã excelente e com muita variedade. O Hotel tem um restaurante que funciona à noite. O local é seguro e com movimento de pessoas à noite.

 

Fotos do quarto da primeira reserva (20/03 a 24/03):

 

DSC01636.JPG

 

DSC01637.JPG

 

DSC01638.JPG

 

DSC01639.JPG

 

DSC01640.JPG

 

 

fotos do quarto da segunda reserva 01/04 a 05/04:

 

DSC03311.JPG

 

DSC03312.JPG

 

SELÇUK : Hotel kalehan

http://www.kalehan.com/

Gostamos muito também deste hotel. Pagamos 100,00 Euros pelos 2 dias. O hotel tem um linda área verde que fica florida na primavera (ver fotos no site). Como ainda estávamos no início não pegamos esta parte. Café da manhã muito bom.

 

DSC02202.JPG

 

DSC02200.JPG

 

DSC02203.JPG

 

O Hotel fica na avenida principal de Selçuk. uns 10 minutos a pé da Estação de trem e uns 15 minutos do terminal Rodoviário. Muito fácil o acesso já que esta parte da cidade é plana.

O pessoal é muito prestativo.

Os quartos tem mobília clássica, mantendo um ambiente romântico. Quartos amplos e silenciosos. O Banheiro possui banheiras. Possui internet wi-fi gratuita.

 

DSC02199.JPG

 

DSC02198.JPG

 

DSC02197.JPG

 

DSC02196.JPG

 

DSC02195.JPG

 

 

PAMUKKALE - Hotel Melrose House

http://www.melrosehousehotel.com/

 

DSC02445.JPG

 

Pagamos por esteHotel 70,00 Euros por 2 diárias.

Hotel muito bom também.A cidade de Pamukkale não é muito grande. O Hotel a uns 15 minutos a pé da entrada do parque. Quarto é amplo e silencioso, café da manhã farto. Servem refeições a noite, caso queiram. Tem piscina (estava ampliando). Possui internet wi-fi gratuita.

 

DSC02444.JPG

 

DSC02439.JPG

 

DSC02440.JPG

 

 

GÖREME (CAPADÓCICIA): Derviche Cave House

http://www.dervishcavehouse.com/index.php?site=2

Hotel muito bem localizado, perto do centro da cidade, ha uns 10 minutos a pé da parada do ônibus. O dono do hotel nos pegou na parada do ônibus.

Os quartos estão localizados nas cavernas, dentro das rochas.

Quarto amplo e com conforto. Café da manhã bom. Pessoal muito prestativo. Dono do hotel muito solícito e amigável.

Possui internet wi-fi gratuita. Possui serviço de transfer para o aeroporto de Nevsehir (pago a parte). Possui um terraço com vista para a cidade (muito bom) ::otemo::

DSC02667.JPG

 

Nós ficamos na suite (king suite), nº 10. Parece que houve uma confusão nas reservas e ele nos deu esta suite melhor, pelo preço da outra, menor.

Pagamos 150,00 Euros por 3 diárias.

 

DSC02670.JPG

 

DSC02671.JPG

 

DSC02672.JPG

 

DSC02673.JPG

 

DSC02674.JPG

 

DSC02675.JPG

 

 

IDIOMA:

 

Não tivemos problemas de comunicação. Os turcos falam o Inglês bem e quando não falam, se esforçam em te entender e te atender também. Mesmo no interior, é fácil se comunicar com as pessoas nas cidades turísticas. Viajamos de ônibus por 2 vezes e em âmbos o "auxiliar do motorista" entende o ingês. Em Istanbul, as placas tem indicação em Inglês. Portanto não vi problema com o idioma. Até aprendemos a pedir algumas coisas no idioma turco. ::otemo::

 

 

Depois continuo.

Link para o post
Compartilhar em outros sites

  • Respostas 43
  • Criado
  • Última resposta

Mais Ativos no Tópico

  • Membros

Oi Karla,

 

Obrigado pelo comentário. Espero poder terminar este relato bem mais rápido do que os outros. Espero que goste.

 

Vou continuar:

 

MEDICAMENTOS:

 

Assim como das outras vezes levamos vários medicamentos na mala. Levamos remédio para tudo !! Para o fígado (enjoo), para dor muscular, para febre, contra os efeitos da gripe, antiácidos e digestivos (pois as comidas são sempre com temperos diferentes).

Levamos tudo na bagagem de porão. Levamos até gel para as pernas (dor nas pernas). Foi ótimo :lol:

Não sou hipocondríaco, mas acho importante levar remédios. Nunca sabemos o que poderemos encontrar ou precisar.

 

SEGURO VIAGEM

 

Assim como das outras vezes não contratei seguro a parte. Como comprei a passagem aérea na função crédito do VISA, a gente ganhou o seguro contra acidentes pessoais e emergências da VISA. Como a Turquia não está no tratado “Schengen", os benefícios deste seguro são os mesmos, porém com cobertura diferente (em valores). Minha esposa leu alguns relatos de pessoas que usaram este seguro VISA. Uns elogiam outros não foram bem atendidos. Abaixo está o site com os atributos do cartão VISA para o seguro:

http://www.visa-platinum.com/br/pdf/versao_portugues.pdf

Sugiro você consultar o seu banco também.

Nós ligamos na VISA e pegamos o telefone de contato em Istanbul. Segundo foi informado, você é atendido na sua língua (você escolhe no menu);

Neste outro site estão relatos das pessoas que usaram o seguro;

http://www.viajenaviagem.com/2010/06/seguro-saude-no-exterior-a-wanessa-usou-e-conta-como-e/

Não é obirgatório a apresentação de seguro, porém se você não tiver este benefício no VISA, acho importante fazer um sim.

Os farmacêuticos (ECZANE) da cidade também podem ajudar em casos mais simples.

Eu cheguei até a conversar com um no aviâo, indo para Istanbul, e lá mesmo ele já me indicou um remédio, já que estava com dor no estômago.

 

SEGURANÇA:

 

Achamos o país muito seguro, porém não se pode faciliatr. No dia que estávamos em Taksin ( a noite), descemos a pé até a avenida onde passava o TRAM. Neste dia percebemos que havia um rapaz meio esquisito andando atrás de nós. Por sorte passamos perto de uma viatura da PM e ele acabou voltando, ou seja sumiu. No mais, não tivemos neunhum incidente. Só não pode faciliatar, principalmente á noite.

 

TOMADAS ELÉTRICAS

 

São de dois pinos cilindricos apenas, assim como na Europa. Portanto se seu aparelho (carregador, computador, etc) for com 2 pinos chatos, ou de 3 pinos, leve o adaptador.

 

 

RELATO DA VIAGEM

Bom vamos começar o relato, se tiver mais alguma coisa importante, coloco mais adiante.

 

19/03 - Viagem para Sâo Paulo:

 

Nós íamos encontrar minha cunhada e o marido dela no aeroporto de Guarulhos. Fomos de ônibus até o Tiete. De lá pegamos o ônibos para o aeroporto de Guarulhos. Ele tem saída de hora em hora. A viagem dura em torno de 40 minutos (ou menos) dependendo do trânsito. Você compra no guichê da empresa Pássaro Marrom. o Preço é 35,00 por pessoa:

http://www.emtu.sp.gov.br//sistemas/linha/resultado_imp.htm?numlinha=19773

 

Tem uma opção bem mais barata que é um ônibus urbano que se pega no terminal do metrô Tatuapé (linha vermelha do metrô).

http://www.emtu.sp.gov.br//sistemas/linha/resultado_imp.htm?numlinha=19768

Se você descer no terminal tietê, pegue o metrô até a estação Sé e troque de linha, pegue a vermelha no sentido Corintians-Itaquera e desça no Terminal Tatuapé.

 

Enquanto esperava o ônibus no Tiete resolvi comer uma pizza lá. Se arrependimento matasse !!! Fiquei com enjoo, estômago ruim durante toda a viagem do avião e ainda um dia a mais em Istanbul. Tudo por conta desta bendita pizza. Mas não estragou meu passeio não.

O horário do voo para Istanbul era 04:05h (da madrugada). Horário horrível. O avião vem da Argentina e faz a escala em São Paulo.

Na fila do Check in:

 

DSC01627.JPG

 

O jeito é esperar. O avião foi cheio, posso dizer praticamente lotado.

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Membros

20/03 - Chegada em ISTANBUL:

 

O voo saiu no horário, 4:05h da madrugada. O avião é confortável (dentro do possível na classe econômica), um Boieng 777-300ER, com 3 classes: Executiva, Econômica Plus e Econômica.

Durante o voo é servido com de costume duas refeições. Uma mais simples foi servida logo após a nossa saída e a outra pouco antes de chegarmos a Istanbul.

Na " copa" do avião fica sempre uns lanchinhos a disposição dos passageiros. Portanto se durante o voo você quiser, não fique com vergonha. Vá até lá e peça. Está lá a disposição dos clientes mesmo.

Nós ainda recebemos um kit com mascara para os olhos, protetor auricular, protetor labial, escova de dentes com um tubinho de pasta de dente e um par de meias com uma borracha na sola (para não escorregar). Tudo isto numa bolsinha. ::otemo::

Você tem uma programação de filmes (tem para todos os gostos), alguns lançamentos e outros mais antigos. Alguns não tem opção de audio em Português, apenas em Turco ou Inglês.

O voo foi tranquilho e apenas na chegada a Istanbul que o avião teve que arremeter na hora do pouso (até agora não sei o que aconteceu). O piloto, depois de passado o incidente, falou algo em turco e rapidamente em Inglês. Não entendi !! Mas o importante é que chegamos a Istanbul por volta de 20:40h, hora local.

Detalhe importante. Em Istanbul há 2 aeroportos. O aeroporto de Ataturk, que é o maior e mais antigo, é onde chega o voo vindo do Brasil. Ele fica na parte Européia da cidade.

http://www.aeroportosdomundo.com/europa/turquia/aeroportos/istambul-ataturk.php#.UW3dq6I4tDQ

O outro aeroporto chama-se Sabiha e fica na parte asiática da cidade de Istanbul.

Fomos para a Imigração. É só seguir as placas indicativas no aeroporto. Tem a imigração para quem vai fazer conexões, que neste caso é separado.

O cara da imigração mal olhou nossas fotos. Passou o passaporte no leitor para registrar e logo carimbou, sem fazer nenhuma pergunta. Nada mesmo !! ::otemo::

Saímos e fomos pegar as bagagens. A informação de qual esteira estará as bagagens é obtida nos painéis eletrônicos informativos logo na saída da imigração.

Tudo certo, bagagens sobreviveram sem danos a esta viagem.

Logo na saída já localizamos nosso transfer. O Hotel que ficamos tem este serviço de busca no aeroporto gratuitamente. Basta avisar certinho a hora do voo e o número.

Para quem quiser no aeroporto chega o metrô. Há indicações da localização da estação dentro do terminal.

Pegamos nosso transfer e fomos para o Hotel. Ficamos no Hotel Erboy, conforme já relatado.

Fizemos o check in no hotel. Pagamos a reserva antecipada e ganhamos 7% de desconto (pagamento em dinheiro - Euros). Aproveitei e já recebi o troco no hotel em Liras Turcas (TL);

Já era 22:00h quando saimos para jantar. Bem abaixo do hotel existe vários restaurantes. Ficamos por ali mesmo. Comemos umas sopas de frango e de lentilha, suco, pães e água. Pagamos 34,00 TL.

Voltamos para o Hotel e cama. Descansar para o batente do outro dia.

 

 

21/03 - ISTANBUL:

 

Perdemos a hora. Acordamos já era 10:00h da manhã. ::ahhhh::

Arrumamos rapidinho e descemos para o café da manhã. Tomamos o café e depois voltamos para arrumar nossas coisas para saírmos. Saimos do Hotel por volta de 11:30h.

 

DSC01642.JPG

 

Fomos em direção a Aya Sophia. Antes no caminho passamos no Caferaga Medresesi. É um local bem ao lado da Aya Sophia que funciona como um centro de artesanato. Tem oficinas para artesãos. Acho que não chegamos num horário bom, pois não não estava muito movimentado.

 

DSC01647.JPG

 

DSC01648.JPG

 

De lá seguimos até a portaria para a Aya Sophya (em Turco). Santa Sofia para o Português. foi construída durante o império Bizantino para ser a catedral de Constantinopla. Com a conquista pelo Otomanos em 1453, a catedral foi convertida em Mesquita e seus mosaicos com figuras Cristãs foram cobertos por um emplasto, ocultando-os assim. Após a conversão da Turquia em República ela foi transformada em museu e os mosaicos foram aos poucos sendo recuperados. funciona diariamente de 9:30h às 16:30h. Não abre as segundas. Tem artigos de mais de 2000 anos de existência e afrescos lindíssimos.

O ingresso custou 25,00TL por pessoa.

 

DSC01757.JPG

 

DSC01751.JPG

 

Está em reforma e parte do piso inferior está fechado.

O interior é belíssimo.

 

DSC01659.JPG

 

DSC01664.JPG

 

DSC01655.JPG

 

 

Não deixe de subir no mezanino, de onde se tem a vista melhor do museu.

 

DSC01672.JPG

 

Também é lá que se localizam os mosaicos mais famosos do museu:

 

DSC01684.JPG

 

DSC01676.JPG

 

Saímos e sentamos bem ao lado, na lachonete que tem ainda dentro do pátio da Aya Sophia. Comemos um sanduiche e tomamos suco. Tudo por 22,00 TL. Você vai encontrar muitos lugares vendendo suco de laranja ou de romã. Não deixe de tomar o suco de romã. É muito bom.

 

DSC01718.JPG

 

De lá fomos a Basílica Cisterna, que fica bem perto. Pagamos 10,00TL por pessoa para a entrada.

Esta enorme estrutura subterrânea é uma das principais atrações da Istanbul. Ela servia para abastecer de água a cidade na época de sua construção (durante o império romano). Era como uma caixa d´água. Hoje está vazia e é possível caminhar entre as suas colunas:

 

DSC01720.JPG

 

Lá dentro você encotra um poço dos desejos, de onde as pessoas jogam suas moedas. Também você vai encontrar duas colunas cujas bases são duas esculturas com as cabeças de Meduza:

 

DSC01742.JPG

 

DSC01744.JPG

 

Saímos de lá e fomos a Mesquita Azul. Está bem em frente a Aya Sophia. A mesquita foi revestida com azulejos e possui vitrais azuis. Belíssima. Assim como todas as mesquitas não se cobra nada para entrar. Esta em particular tem horário de visitação ao público. A entrada fica a direita da mesquita, olhando-se do pátio da mesma. Fique esperto com as pessoas que vem até você e querem te ajudar. Na verdade querem te guiar dentro da mesquita e depois com certeza cobrar pelo serviço.

 

DSC01755.JPG

 

Veja a forma que você deve se vestir para entrar nas mesquitas. Esta informação estava bem ao lado de fora do pátio da mesquita azul.

 

DSC01758.JPG

 

Havia uma fila muito grande para entrar:

 

DSC01768.JPG

 

Para se entrar nas mesquitas, além de estar vestido adequadamente todos devem tirar os sapatos. Pode ficar de meias. Eles te entregam uma sacolinha plástica para colocar seu calçado, que você carrega consigo.

O interior desta mesquita é simplesmente maravilhoso:

 

DSC01771.JPG

 

Todas as mesquitas tem carpetes (tapetes) no piso, motivo pelo qual devemos entrar sem os sapatos. Tem a área limite para a visitação dos turistas, a partir deste limite somente quem realmente for fazer as orações. Todas as mesquitas tem o Mihrab, que tem a função de indicar a direção da cidade de Meca, para qual os muçulmanos se orientam quando realizam as cinco orações diárias (salat).

Minbar é um termo que designa um púlpito presente numa mesquita, a partir do qual o imã profere o sermão (khutba) da sexta-feira. Situa-se à direita do mihrab, podendo ser feito em madeira, mármore ou alvernaria. É composto por uma escadaria que leva a um estrado descoberto ou com teto cônico ou com uma pequena cúpula.

As mulheres fazem suas orações em um local separado dos homens, atrás de um biombo.

 

DSC01778.JPG

 

DSC01779.JPG

 

DSC01780.JPG

 

Ficamos nesta mesquita um bom tempo. Depois saímos e fomos ao Arasta Bazar, que fica atrás da mesquita. Há placas na saída com a indicação do local. Você desce as escadas e tem acesso a umas lojinhas. Não desanime, continue e logo você chega ao bazar:

 

DSC01786.JPG

 

Ele tem mais ou menos umas 70 lojas. É aberto como uma galeria. O ambiente é calmo, tranquilho onde se pode fazer compras (cerâmicas, tapetes, bijouterias, sapatos, etc) com muita tranquilidade. Ele tem também um restaurante onde à noite, entre 20:00 e 22:00 há apresentação de derviches dançantes. (Não ficamos para conferir).

 

Saimos dali e fomos descendo a Kuçuk AyaSophya Cd. Paramos em um restaurante para comer.

 

DSC01790.JPG

 

Por dois pratos deste ai, arroz com carne de carneiro pagamos 28 TL mais refrigerante; Note que tem pepino. Você vai encontrar pepino em quase todos os pratos. Outro detalhe: Carne de carneiro é a mais comum na Turquia.

 

Chegamos a Pequena Aya Sophya:

 

DSC01792.JPG

 

Estava em horário de oração e ficamos receosos em entrar.

Demos meia volta e fomos voltando porém por outro caminho até alcançarmos a praça do Hipódramo ( Sultanahmet Square). É uma estença área onde antigamente ficava o hipódromo de Constantinopla, que foi o centro esportivo e social da antiga capital do império Bizantino. Hoje em dia somente alguns fragmentos da estrutura original sobreviveram. Lá está o obelisco de Teodósio.

 

Passamos por lá e chegamos novamente em frente a Aya Sophia, onde se vê a belíssima fonte iluminada da praça:

 

DSC01806.JPG

 

DSC01813.JPG

 

e a Aya Sophia toda iluminada também:

 

DSC01810.JPG

 

Voltamos para o Hotel. Tínhamos marcado o jantar de cortesia para esta noite. Chegamos na recepção pegamos o voucher e fomos ao restaurante, que fica bem ao lado. Chegamos lá fomos para a mesa que já estava reservada para nós.

 

DSC01831.JPG

 

Ganhamos este jantar de cortesia porque reservamos mais de 6 dias no hotel. Nós ficamos 8 dias (4 na primeira etapa e 4 na volta).

O jantar dava direito a entrada, prato principal e sobremesa. As bebidas eram à parte. Nada mal:

Entrada:

 

DSC01827.JPG

 

DSC01828.JPG

 

Prato principal:

 

DSC01829.JPG

 

Confesso que já estava cheio, só a entrada me satisfez. Aí veio a parte mais emocionante da noite. No dia 20/03, tinha sido meu aniversário. Através do e-mail minha esposa pediu ao hotel que no lugar da sobremesa fosse feito um bolo de aniversário, pois ela tinha visto umas fotos no Trip Advisor onde alguém havia recebido um bolo de aniversário, da mesma forma, num jantar no restaurante do hotel. Eles concordaram. Eu não sabia de nada e nem desconfiava. Portanto na hora da sobremesa, eles colocaram um happy birthday para tocar e me vem o garçom segurando o bolo com vela acesa e os demais garçons acompanhando. Todos do restaurante acompanharam o coro do happy Birthday to you...

 

DSC01834.JPG

 

confesso que foi muito emocionante. Nem me lembrava mais do meu aniversário.

Depois deste alvoroço todo, veio o bolo partido e claro que tive que comer. Por sinal estava ótimo.

Pagamos 31,00 TL pelas bebidas para os 4.

Saímos de lá por volta de 22:40h. Demos uma voltinha na região ainda, apenas para ajudar na digestão e voltamos para o Hotel.

Assim terminamos nosso primeiro dia em Istanbul.

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Membros

Oi gente,

 

Estou adicionando um mapa de Istanbul, no anexo.

 

MapaIstanbul.pdf

 

Onde está marcado o "X" é onde se localizava nosso hotel.

As atraçoes turísticas estão indicadas no próprio mapa da cidade.

Até amanhà vou postar mias dias do meu roteiro. Só estou com tempo agora nos finais de semana.

 

Fernando

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Membros

Oi Fernando!!

 

Adorei o primeiro dia de viagem de vocês!!

 

Estou indo por 7 dias para a Turquia e gostaria de ler o resto do seu relato.. Que tal continuar?

Ainda estou perdida quanto às cidades e dias que devo ficar em cada uma...

 

Obrigada!!

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Membros

DIA 22/03 - ISTANBUL:

 

 

Acordamos por volta de 08:40h. Tomamos café e depois fomos sair para nosso roteiro diário. antes porém fizemos o câmbio de Euros para Liras no próprio hotel.

Fomos ao Palácio Topkapi, que fica a poucos minutos a pé do hotel. Entramos pela entrada que também dá acesso ao parque Gülhane.

 

DSC01840.JPG

 

DSC01841.JPG

 

Existe outra enrada, do lado direito da Aya Sophia, que deve ser a principal.

 

Por ambas entradas tem-se acesso a bilheteria do Palácio.

Pagamos 25,00 TL, por pessoas, para o acesso ao Palácio Topkapi. Esta entrada não dá direito a visita a área do harem. Compra-se lá dentro, caso queira visitar o herem e paga-se mais 15,00 TL. Existe algumas partes do palácio que estão fechadas para reformas. Na entrada (bilheteria) tinha esta informação de quais estavam fechadas.

 

A entrada do palácio já é um charme a parte:

 

DSC01848.JPG

 

DSC01849.JPG

 

O Plalácio de Topkapi foi construído entre os anos de 1460-1478 por órdem do Sultão Mehmet II, o conquistador de Constantinopla (hoje Istanbul), e teve várias ampliações durante o período que foi ocupado por Sultões. Até a metada do século XIX serviu como como residências dos sultões Otomanos.

Entramos e compramos um mapa na loja de souvenirs por 2,00 TL.

Quem quiser pode comprar o Audio-guide.

Lá dentro existe vários salões e com várias peças em exosição (tronos, xícaras, talheres, berços, jóias diversas cravejadas em pedras preciosas), prata, cerâmica, miniaturas, roupas e relíquias sagradas para os muçulmanos, como os pêlos da barba e a marca do pé do profeta Maomé.

 

DSC01858.JPG

 

DSC01860.JPG

 

DSC01861.JPG

 

Em alguns salões não é permitido tirar fotos, principalmente onde estão os objetos preciosos. Também em alguns salões sómente se entra em determinadas partes. Havia muitas pessoas visitando o Palácio e em alguns lugares formou-se fila para entrar.

 

DSC01862.JPG

 

Os jardins são uma beleza a parte no palácio, com tulipas e outras flores que já estavam abrindo.

 

DSC01867.JPG

 

DSC01871.JPG

 

Próximo ao fim da área do palácio temos uma bela vista do Bósforo.

 

DSC01879.JPG

 

Realmente estes sultões tinham uma mordomia:

 

DSC01880.JPG

 

A arquitetura do local é belíssima e as construções tem vários detalhes que devem ser observados. Ajulejos pintados à mão é uma delas:

 

DSC01881.JPG

 

DSC01884.JPG

 

Ficamos andando lá dentro até aproximadamente 15:00h. Fomos saindo em direção a outra entrada que fica perto da Aya Sophia.

 

No caminho você verá a antiga Igreja de Santa Irene, também chamada Aya Irene.

 

DSC01894.JPG

 

Atualmente ela não funciona mais como Igreja e sim como sala de concertos durante o festival de música de verão em Istanbul.

 

Chegamos a outra entrada, que fica ao lada da Aya Sophia:

 

DSC01896.JPG

 

Logo na saída tem uma fonte, conhecida como fonte de Ahmet:

 

DSC01897.JPG

 

Seguimos pela Sogukçesme Sokagi, a rua que fica atrás da Aya Sophia. Lá tem um conjunto de casas de madeiras, muito interessante, todas com flores e no mesmo estilo.

 

DSC01905.JPG

 

Saímos ao lada da Aya Sophia e fomos almoçar. Na mesma hora começou a chover e entramos no restaurante bem em frente a saída da Aya Sophia.

A maioria dos cardápios da cidade tem as comidas transcritas em inglês. Alguns vão além e trazem o cardápio em outras línguas. Só não me lembro de ter visto em Português.

 

DSC01910.JPG

 

O local era bem agradável e os garçons atendem bem.

 

DSC01911.JPG

 

Comemos um prato com carne de carneiro, arroz, batata e tomate. ao todo pagamos 46 TL para o casal, incluida a bebida.

 

DSC01914.JPG

 

Ainda chovia quando saimos do restaurante e fomos descendo em direção ao Mercado de Especiarias, ou Spice Bazar.

O Spide Bazar fica ao lado da Mesquita Nova. A pé a gente gastou uns 10 minutos andando.

Como estava chovendo ainda, parece que todas as pessoas resolveram entrar neste local. Estava lotado, muito cheio e até difícil de andar lá dentro. A maioria das lojas são realmente de especiarias.

 

DSC01916.JPG

 

DSC01917.JPG

 

Os vendedores ficam te chamando para as lojas. Eles também percebem o sua conversa e logo falam "brasileiros ?" "É de São Paulo? Rio de janeiro? ", tudo para atrair você e tentar te ofecer algum produto.

 

DSC01918.JPG

 

DSC01920.JPG

 

DSC01924.JPG

 

Realmente estava difícil de andar lá dentro, pois havia muita gente:

 

DSC01925.JPG

 

Do lado de fora do mercado, você já encontra muitas lojinhas que vendem as mesmas coisas com um preço um pouco melhor.

 

DSC01932.JPG

 

DSC01921.JPG

 

Atravessamos a avenida, por um túnel por baixo que muitas lojas e chegamos as margens do canal, ao lado da ponte Gálata.

Tem um monte de restaurantes que vendem pães com peixes. Não compramos.

A chuva estava fina e fazendo muito frio. Voltamos em direção ao hotel e comemos Kebap em um restaurante perto do hotel. Pagamos , 21,00 TL para o casal.

Voltamos para o hotel para descansar e dormir.

Já era por volta de 20:30h.

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Membros

DIA 23/03 - ISTANBUL:

 

Acordamos por volta de 08:30h. Descemos para o nosso café.

 

DSC01946.JPG

 

Saimos logo depois, pois hoje seria o nosso passeio de barco pelo Bósforo até Anadolu Kavagi, último ponto no estreito do Bósforo antes do mar Negro, e onde tem as ruinas do Castelo de Yoros.

Fomos a pé até o terminal EMINÖNÜ, pier que fica próximo a ponte Gálata.

Existe muitas pessoas vendendo passeio para Anadolu Kavagi, com vários preços. A empresa Sehir Hatlari, tem os melhores preços. O terminal desta empresa fica antes da ponte Gálata, bem em frente ao mercado de especiarias. Veja a foto do terminal.

 

DSC02115.JPG

 

DSC01949.JPG

 

Pagamos 25,00 TL por pessoa. Compramos direto no Guichê. O barco sai as 10:35h, em ponto. É o único horário desta empresa. A partir de abril a empresa abre outro horário que vigora até novembro, segundo o panfleto que pegamos, às 13:35h, mas sugiro confirmar antes os horários. Existem barcos que fazem o trajeto mais curto, por menos tempo e nõ chegam a Anadolu Kavagi. Chegamos quase em cima da hora, mas deu tempo. O barco é muito grande e cabe bastante pessoas. ele tem 2 andares é bem confortável. Ele tem banheiro e uma lanchonete dentro do barco que vende bebidas e comidas a um preço muito bom, nada exorbitante.

O passeio dura 1h30min e o barco para em algumas paradas durante o passeio, onde descem e sobem pessoas.

No anexo tem o roteiro do passeio com oslugares onde ele para.

 

PasseioBosforo.pdf

 

EStava muito frio. O barco tem um local fechado, com aquecimento, porém ficamos na parte aberta pois era na frente do barco e a vista era melhor. O dia estava nublado, porém nada de chuva.

 

DSC01954.JPG

 

DSC01963.JPG

 

DSC01983.JPG

 

Chegamos por volta de 12:10h em Anadolu Kavagi. Preste atenção no horário de volta: 15:00h.

 

DSC02072.JPG

 

Saímos e fomos subir até as ruinas do Castelo Yoros, construído durante o período Romano. É fácil achar:

 

DSC02005.JPG

 

É uma subidinha um pouco puxada, em torno de 20 minutos, porém nada qua cansa. Vá devagar que logo chega. Tinha um guia levando uma moça e fomos de "carona" andando atrás deles ::otemo:: .

 

No meio do caminho tem uma parada de onde já se tem uma vista do Bósforo:

 

DSC02013.JPG

 

Quando se sobe você passa por alguns restaurantes. Obrigatoriamente você vai passar por eles.

Logo você chega as ruinas do Castelo:

 

DSC02015.JPG

 

De lá você tem uma belíssima vista do Bósforo. Lembre-se, você está na Ásia e de lá avista-se o lado Europeu. No Bósforo é uma constante avistar grandes navios cargueiros cruzando o estreito.

 

DSC02038.JPG

 

De lá também pode-se avistar o mar negro, que banha vários países além da Turquia.

 

DSC02043.JPG

 

Ficamos lá um tempo, pois dá para você andar e buscar os melhores ângulos para fotos e admiração da paisagem.

Depois descemos e paramos em um dos restaurantes que há no caminho. Lá mesmo almoçamos. Comemos pratos com frango, carne de carneiro e com camarão, além de salada. Bebemos suco e cerveja. tudo ficou em 100,00 TL, para os quatro.

 

DSC02062.JPG

 

DSC02063.JPG

 

DSC02064.JPG

 

Depois do almoço descemos para a vila. Andamos um pouco por lá, nas lojas, mas as coisas estavam bem mais caras do que em Istanbul. logo chegou a hora de voltarmos para o Barco.

 

DSC02066.JPG

 

DSC02067.JPG

 

Embarcamos. Lembre-se que seu bilhete de ida é o mesmo de volta, portanto guarde-o com bastante cuidado ! Eles apenas destacam a parte de controle no bilhete.

Da mesma forma que na ida, o barco vai parando nos mesmos lugares na volta.

 

DSC02090.JPG

 

O sol tinha aparecido e o passeio de volta foi mais bonito do que o da ida proporcionando fotos mais belas das paisagens.

 

DSC02111.JPG

 

É interessante ver que embaixo da ponte Gálata existe muitos restaurantes:

 

DSC02113.JPG

 

Chegamos em Erminonü por volta de 16:30h.

Lá vimos que além do passeio de barco para Anadolu Kavagi, existe outros barcos que inclusive fazem o transporte entre o lado Europeu e o Asiático de Istanbul. Faremos este trajeto depois, na volta a Istanbul.

 

Fomos a estação de trem Sirkesi, que fica perto do terminal onde descemos.

 

DSC02124.JPG

 

Lá hoje funciona com ponto final de um trem suburbano de Istanbul. Nesta estação é onde parava o trem Expresso do Oriente, que no auge de seu funcionamento saia de Paris e chegava em istanbul.

 

DSC02125.JPG

 

De lá fomos a mesquita nova que fica ali pertinho. Desta vez nós entramos na mesquita.

 

DSC02130.JPG

 

DSC02133.JPG

 

A mesquita é muito bonita e também bem grande.

 

DSC02136.JPG

 

Saimos bem em frente ao Spice Bazar. Vai uma dica: decore como se diz/escreve homens/mulheres (em Turco) para ficar fácil localizar os banheiros. nem todos trazem a indicação men/womem.

 

DSC02142.JPG

 

Seguimos subindo pelas ruas laterais, em direção a Mesquita Suleymaniye.

 

DSC02140.JPG

 

No caminho sabíamos que íamos passar na rua considerada a "25 de março" de Istanbul, pois tem várias lojinhas com preços baratos. Na verdade há várias ruelas pequenas com várias lojas que vendem produtos mais em conta. Como já era 18:00 h (sábado) vários comércios já estavam fechando. Olhamos algumas coisas e compramos outras. Seguimos até chegarmos na Mesquita.

 

É a maior mesquita de Istanbul, fica em uma colina e pode ser facilemente vista de longe.

 

DSC02153.JPG

 

DSC02156.JPG

 

DSC02155.JPG

 

Esta mesquita tem uma entrada para turista, que fica junto ao pátio da mesquita. Logo que entramos começaram a oração deles. Permanecemos ali por um tempo, enquanto observávamos a oração.

Saimos e fomos voltando em direção a nosso hotel. no caminho paramos em um pequeno restaurante. Não havia nenhum cliente, apenas os donos. Entramos e fomos bem recebidos. O restaurante era familiar. Um dos filhos falava muito mal o inglês. Logo, ele saiu e voltou com a mãe dele, que já falava melhor. O senhor, muito gentil, até deixou que fotografássemos ele fazendo nossa refeirção.

 

DSC02163.JPG

 

DSC02164.JPG

 

Os preços eram ótimos e a qualidade da comida excelente, sem falar no atendimento deles, muito prestativos e atenciosos. Logo chegou também uma casal e vimos que a mulher era brasileira. O marido dela era Canadense mas falava português. Segundo ela, era a segunda vez que ia ãquele restaurante, pois havia gostado muito.

Pedimos 2 pratos de massas e 2 de kebab e sucos. tudo ficou em 42,00 TL. Saimos de lá satisfeitos com tudo, atendimento e preço. Continuamos a caminho do hotel, até chegarmos na via onde passa o TRAM, de onde demos umas olhadas nas lojas e nos preços das coisas nesta via.

 

DSC02169.JPG

 

Seguimos até nosso hotel, onde chegamos por volta de 20:50h. Ainda íamos arrumar nossas malas, pois no outro dia íamos para Selçuk.

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Membros

DIA 24/03 - ISTANBUL -> A CAMINHO DE SELÇUK:

 

Acordamos um pouco mais cedo, descemos para o café da manhã. Nosso transfer para o aeroporto estava marcado para às 10:00h. Fizemos a reserva deste transfer no dia anterior. Paguei 25,00 Euros pela reserva. Normalmente um taxi ficaria em torno de 40,00 a 50,00 TL. O problema era achar um taxi grande. Então preferimos este transfer do hotel mesmo.

Antes de descer, subi ao terraço do hotel e pude apreciar a cidade do alto:

 

DSC02172.JPG

 

O dia estava muito bonito, claro e com sol, porém ainda um pouco frio.

Descemos, fizemos nosso check-out e conforme combinado às 10:00h nosso transfer nos levou para o aeroporto de Istanbul. Antes porém ainda troquei um pouco de Euros por Liras, pois não sabia se encontraria facilidade de troca em Selçuk.

No caminho pudemos observar a beleza das tulipas e dos jardins, quase todos já floridos e muito bem cuidados. Desde Sultanhamed até o aeroporto:

 

DSC02177.JPG

 

Descemos no terminal doméstico. Para entrar no aeroporto você já passa pelo Rx e detectores de metal.

Tinha uma pequena fila, mas normal. Entramos e fomos logo fomos despachar nossas bagagens. Feito o check-in fomos andar pelo aeroporto, no terminal internacional e ver se compensava trocar mais Euros. Depois de andarmos muito voltamos para o terminal e fomos para a sala de embarque.

Não se assute se você encontrar este tipo de banheiro na Turquia. É comum por lá. Porém você também encontrará os com vaso sanitário, mas tem local que só tem mesmo este tipo:

 

DSC02178.JPG

 

Este aí da foto era no aeroporto. Nosso voo era as 13:00h.

Nosso voo era Istanbul-Izmir, uma cidade grande a oeste da Turquia, de onde pegaríamos o trem para Selçuk. Escolhemos este horário de voo mais em função do horário do trem. Avião para Izmir tem vários durante o dia. Como já relatei anteriormente, este voo foicomprado junto com o voo internacional, pela Turkish Air line.

 

Abaixo segue o link com os horários dos trens: Baseie-se na coluna da esquerda: IZMIR-DENIZLI

 

http://www.tcdd.gov.tr/Upload/Files/ContentFiles/2010/bolgesel/basmanesokeaydin.htm

 

O voo foi tranquilho. Serviram um lanche no voo que ajudou a despistar a fome. Nosso voo chegou a Izmir às 14:10h.

O aeroporto é grande, bem organizado e bem sinalizado.

Sem problemas com as bagagens, todas inteiras. Saímos e passei na sala de Informações turísticas para saber onde era o metrô. O funcionário explicou e sem problemas para localizar, logo que você sai do terminal você já vê as placas:

 

DSC02182.JPG

 

Vcoê terá que andar um pouco até acessar a estação, mas assim como no aeroporto, tem-se as esteiras rolantes para facilitar a vida: ::hahaha::

 

DSC02183.JPG

 

Chegamos a estação por volta de 15:00h. Compramos o bilhete para Selçuk 4,50 TL por pessoa.

Bom aqui vale uma explicação: Esta estação é 'parte de uma linha de metrô da cidade de Izmir. portanto passam trens sempre, nos dois sentidos. O nosso estava marcado para chegar a estação às 16:02, conforme descrito na tabela de horários. Qualquer dúvida não deixe de perguntar aos agentes que ficam na estação do trem. Na parte da frente do trem também vem escrito o seu destino final, que no caso é DENIZLI. Fique atento. A plataforma de embarque é a da direita da bilheteria.

Nosso trem atrasou uns 3 minutos. O trem não é muito grande, tinha apenas 3 vagões. Em termos de conforto, não deixa nada a desejar. Tem banheiro, mesinha dobrável (igual de aviões) e local para as bagagens maiores, por sinal foi onde viajamos, pois o trem já estava com todos os lugares cheios. Quem chega primeiro senta! (Não tem lugar marcado). Porém ele não anda muito rápido, mas é legal. O trem para em várias estações no trajeto.

A viagem é agradável e você vai observando a paisagem dos campos da Turquia:

 

DSC02186.JPG

 

DSC02191.JPG

 

Uma certa hora passa o fiscal dos bilhetes. Na verdade passaram 2 fiscais diferentes e em momentos diferentes. Passou também umas pessoas vendendo uns snaks e Chá.

 

Eles avisam no sistema de som a próxima estação e também tem um painel dentro do trem. É só prestar a atenção:

 

DSC02193.JPG

 

Descemos em Selçuk aproximadamente 17:05h. Assim como nós muitas pessoas desceram.

 

DSC02194.JPG

 

Nosso hotel ficava uns 10 minutos a pé da estação. Descemos e fomos seguindo nosso mapa. Sem problemas, logo chegamos.

Fizemos o check-in e tudo certo. Pagamos as reservas conforme combinado no e-mail de reserva. Deixamos as bagagens e saímos para a rua.

Antes porém peguei na recepção um mapa da cidade e com as informações das atrações turísticas. Este mapa é cópia de outro maior que a gente arrumou, mas ajudou bastante:

 

Selçuk.pdf

 

Fomos para o centro da cidade, conhecer o local e comer algo. A cidade não é muito grande, porém tem um comércio local bom e com bons preços também. É bem sinalizada nas indicações da atrações turísticas.

 

DSC02204.JPG

 

Paramos em um restaurante, familiar também, que tinha uma comida muito boa e barata. Pessoal agradável e simpático. Pagamos 45,00TL por duas pizzas (pida), 2 pratos com carnes de carneiros e sucos e cerveja.

 

DSC02206.JPG

 

DSC02207.JPG

 

A cidade estava vazia a noite e os restaurantes "pegando cliente no laço" ::lol3::

Andamos pelas ruas da cidade, olhando lojas (compramos algumas coisas) e até achamos as ruinas de um antigo aqueduto, que hoje serve de ninho para cegonhas.

 

DSC02210.JPG

 

Voltamos para o hotel. No caminho parei num caixa eletrônico de um banco perto do hotel para testar se conseguia sacar de meu VTM o saldo restante dele. Não era muita coisa. Lembrei de relatos onde as pessoas reclamaram de problemas com saque no VTM, pois o mesmo não tem chip. Mas como já havia sacado com ele uma vez na Holanda e não tinha dado problema, resolvi esperimentar. Coloquei meu VTM e nada ! A máquina não devolveu meu cartão e nem fiz o saque. Bom, era noite, domingo. O negócio foi ir embora e no outro dia passar lá no Banco e vê se eles me devolviam o cartão, pois ele não tem a identificação do portador.

Chegamos no hotel por volta de 20:30h. O dia tinha sido cansativo. Banho e cama. ::otemo::

Link para o post
Compartilhar em outros sites

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!

Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.

Entrar Agora

×
×
  • Criar Novo...