Ir para conteúdo
  • Faça parte da nossa comunidade! 

    Encontre companhia para viajar, compartilhe dicas e relatos, faça perguntas e ajude outros viajantes! 

TJBraza

Entrar na Argentina pelo sul evitando Entre Rios/Corrientes

Posts Recomendados

É possível entrar na Argentina pelo RS ou Uruguay evitando os postos policiais de Entre Rios e Corrientes (onde, ao que me consta, a polícia dá muita dor de cabeça)? Achei que por Paysandu me livraria da Camineria, mas lendo relatos aqui no fórum, o posto policial mais FDP é justamente depois da ponte na Ruta 14.

 

Então o único jeito de entrar na Argentina pelo sul escapando de Entre Rios e Corrientes é pelo buquebus a partir de Colonia del Sacramento? Não tem outra maneira? Pq daí acho que não vale a pena.. o suborno vai sair mais barato do que a travessia... heheheh

 

Abraços,

 

Telmo

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Não tem jeito...

 

A entrada mais ao sul em funcionamento é paysandu. acho que fray bentos continua fechada

Para não correr o risco de ser achacado, só pelo buque ( na minha opinião, é caro, mas vale cada centavo)

É claro que quanto mais ao sul vc entrar, menos postos e barreiras terá pelo caminho a ae teu custo com suborno será menor...

Eu, depois da ultima experiência em entre rios, bati os tamancos! daquela terra não quero nem o pó! é tudo um horror!

não só os policiais, os postos de gasolina, os restaurantes, os mercados, todos são grosseiros e baderneiros...ao contrário do resto da argentina. parece outro país!

 

Boa sorte!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Engraçado você ter mencionado isso, porque justamente a área que compreende Entre Rios e Corrientes chegou a ser um país separado no século 19. Veja: http://es.wikipedia.org/wiki/Rep%C3%BAblica_de_Entre_R%C3%ADos

Será que a disparidade entre essa região e o resto da Argentina é herança cultural?

 

 

Valeu pelas dicas. No fim das contas, o buque nem é tão caro quanto eu havia imaginado, se sair de Colonia.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Ótimo tópico! Eu também tinha essa dúvida, se por acaso não haveria uma terceira alternativa para entrar na Argentina.

 

Abraços!

Fabio

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Quem for para Bahia Blanca ou Bariloche sem ter necessidade de passar por Buenos Aires, pode seguir a rota anexada abaixo, que deixará de passar por muitos policiais corruptos.

Quem for para Bahia Blanca, em vez de entrar a direita na RP70, é só continuar pela RN33 que a mesma vai terminar em Bahia Blanca

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Oi Galera.

 

Sou Argnetino e moro em Balneário Camboriu.

 

Vi as suas postagens e é verdade.

 

A policia de Entra Rios e CORRUPTA, GORJETEIRA, MALANDRA.

 

Se vcs vão de carro, apenas um zafado desses veja placa de outro pais vão inventar qualquer coisa para tirar dinheiro de vcs.

 

Tenho conhecidos brasileiros que viajaram e chegaram a multar por não ter lençol branco para tapar o morto casso de acidente.

 

Eles vão querer te cobrar a multa ai mesmo que é TOTALMENTE ILEGAL, as multas são lacradas e vc tem que pagar no BANCO PROVINCIA.

 

Para zafar disso melhor ir até Montevideu e pegar BUQUEBUS.

 

Outra coisa que pode fazer é bater pe ai mesmo com o zafado e dizer que vai ligar para o jornal LA NACION OU CLARIN.

 

Outra que é boa é levar o documento do ano anterior do carro e deixar com eles dizendo que vão pegar grana num caixa eletronico da cidade para pagar a multa, depois não voltes nunca mais. Eles são tão burros que não sabem que documento de carro Brasileiro tem vencimento.

 

Se um zafado destes te para denuncí ! a e NÃO PAGUES A MULTA AI, QUE TE LACREM A MULTA E VC PAGA NO BANCO PROVINCIA DIZ PARA ELES.

 

OS CARAS SÃO ZAFADOS QUE ME DA VERGONHA SER ARGENTINO !

 

Um abraço a todos e boa viagem.

 

Quilmes_boy

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Pessoal ese trageto só tem problemas quando voce esquece algum documento ou equipamento obrigatorio ja passei ali mais de 20 vezes e nunca deixei eles me tirarem um centavo

mas ja vi companheiro tendo que molhar a mão dos guardas por exintor com o relógio vencido qurendo alegar que o lacre tava certo e a gente sabe qu o lacre não vale

tambem esquecer os dois triangulos ai é dificil

Oimportante é não deixar brechas para eles que ai da tudo certo

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

A farra da Policia CAminera Argentina continua....vejam! ::grr::

 

Promotor gaúcho é vítima de extorsão na Argentina

 

Enquanto no Brasil um bando de policiais rodoviários foi preso por extorsão, os achaques praticados por patrulheiros argentinos não param.

 

Zero Hora recebeu no fim de semana seis relatos de viajantes que foram extorquidos pela Polícia Caminera da província de Entre Ríos, na Argentina – procedimento que já fora denunciado pelo jornal em reportagem de 2007.

 

O mais impressionante relato vem do promotor de Justiça Eugênio Amorim, de Novo Hamburgo. Apesar de se identificar como membro do Ministério Público, ele foi achacado, e o patrulheiro rodoviário ainda debochou da sua condição de autoridade.

 

Amorim vinha de Buenos Aires, em 5 de maio, com quatro familiares no carro, quando, logo após passar a ponte do Rio Paraná-Açu, foi abordado por uma viatura policial. Conforme o promotor, o patrulheiro inventou uma série de infrações e o chamou para uma conversa no posto.

 

– Ele me perguntou o que eu fazia no Brasil, e ouvindo que eu era promotor de Justiça, sorriu e disse que a multa era em dobro, em evidente escárnio – indigna-se Amorim.

 

Dentro da repartição, o policial teria dito que seria necessário pagar uma multa de cerca de R$ 2 mil ou apreenderia o carro de Amorim. Contrariado, o promotor pagou cerca de R$ 400 e foi liberado. Ele afirma que só pagou porque estava com adolescentes no carro e tinha hotel pago e reservado em Montevidéu. Do contrário, teria reagido.

 

Amorim diz que saiu dali e foi à cidade de Gualagueychu, onde prestou depoimento a um promotor de Justiça, dando a descrição física do policial e informando seu e-mail, para ser chamado a reconhecê-lo em audiência. O documento ficou de ser encaminhado à Procuradoria Federal Argentina.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Apesar desta última notícia, falando da farra da polícia argentina recentemente, o "grosso" dos relatos e problemas sofridos pelos brasileiros neste país são relativamente antigos. Poucos são deste ano.

 

Ainda mais levando em conta o artigo do Zero Hora e Clarin, onde após a reportagem a polícia disse que mudaria os postos, colocando câmeras de vídeo, indicando de forma mais legível o local para pagamento de multa, enfim, tentando minimizar e acabar com a corrupção, minha pergunta é: como anda essa situação?

 

A farra continua, como diz a reportagem, mas acho que acabar nunca vai, assim como tem um pouco na maior parte do mundo (no Brasil então nem se fale, apesar de fazer mais de 15 anos que nada disso acontece comigo por aqui). Como os relatos diminuiram muito, pergunto, será que esse assunto está batido já no fórum ou a coisa realmente melhorou na Argentina de 2008 para cá?

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Participe da conversa!

Você pode ajudar esse viajante agora e se cadastrar depois. Se você tem uma conta,clique aqui para fazer o login.

Visitante
Responder

×   Você colou conteúdo com formatação.   Remover formatação

  Apenas 75 emoticons no total são permitidos.

×   Seu link foi automaticamente incorporado.   Mostrar como link

×   Seu conteúdo anterior foi restaurado.   Limpar o editor

×   Não é possível colar imagens diretamente. Carregar ou inserir imagens do URL.




×
×
  • Criar Novo...