Ir para conteúdo
  • Faça parte da nossa comunidade! 

    Encontre companhia para viajar, compartilhe dicas e relatos, faça perguntas e ajude outros viajantes! 

Primavera na Islândia


Posts Recomendados

  • Membros

Olá viajantes,

 

Sou nova por aqui, adoro viajar e conhecer, ter contato com outras línguas e culturas, e tenho um amor especial por países escandivanos. Tive a sorte de poder visitar a Islândia duas vezes até agora, um lugar incrível , mágico, com uma natureza exuberante.

 

Fui a primeira vez em 2012 com meu marido, fizemos a "ring road" em 7 dias de carro, a rota foi a seguinte:

 

dia 1: Reykjavik

dia 2: Akureyri:

dia 3: Húsavik

dia 4: Myvatn

dia 5: Egilsstadir

dia 6: Vík

dia 7: Reykjavik

 

 

 

Saimos de Frankfurt (moramos na Alemanha) com um pacote que incluía carro, vôo Frankfurt - Reykjavik e hospedagem por 7 dias (2 dias hotel em Reykjavik, 5 dias em sítios/fazendas, as chamadas "farm holidays") .

 

Pegamos o carro no aeroporto e seguimos rumo a Reykjavik, no caminho fizemos a primeira parada na Bláa lónið, a lagoa azul. A entrada custa 33 euros (somente entrada, sem toalha ou roupão que podem ser pedidos separadamente). Estava um lindo dia ensolarado mas a temperatura era de 5 (fomos na primavera) , os poucos passos saindo do vestuário até a água quente foram meio sofridos mas a recompensa veio logo, simplesmente relaxar na água quente , aproveitando o bom tempo .

 

lagoa.jpg.cef178810acaf117c1a9bc65a7dd05db.jpg

 

Depois seguimos para Reykjavík, a capital fica a 49 km do aeroporto. Mais ou menos no meio do trecho, a 26 km de Keflavik (onde fica o aeroporto) fica a lagoa azul.

 

Reykjavik é uma cidade tranqüila, charmosa e com fama de ter uma ótima vida noturna, o que infelizmente ainda não pude testar.

 

solfar.jpg.86b2b27e2c34f5534855ed1dbee54bd9.jpg

 

hall.jpg.3fadc0cd85f58997979be9ed3b77d1ad.jpg

 

reykj.jpg.0b067b6de79ac259dd4d3efe8c0da2b4.jpg

 

 

De lá seguimos rumo ao norte, primeira parada em Akureyri. Akureyri é uma cidadezinha de apenas 15.000 habitantes mas é tida como uma „metrópole“ , rs, de importância econômica na região.

 

cavalo.jpg.e008efc06a864552a4e487416501d490.jpg

 

glaum.jpg.e27860a1f74fb76a79c49f5fb3072712.jpg

 

akure.jpg.90d855e575875707c23fa97217e94e0b.jpg

 

Depois fomos sentido Húsavik - lago Mývatn - Egilsstaðir

 

goda.jpg.e945ed70d07d04379f89490da9cbe66a.jpg

 

dettifoss.jpg.0ecfaca3bf26ec9e098791a8deacd1ed.jpg

 

husavik.jpg.41700bd8f589f55b591b2bede081ba6c.jpg

 

dimmu.jpg.2a50c71bc5a0cc8e14edfc459a176ada.jpg

 

myvatn.jpg.a494deb786c694a7207e1458fde6670f.jpg

 

namaskard.jpg.a0c73b1862e521185caad7a6f798a904.jpg

 

 

De Egilsstaðir seguimos rumo à geleira de Vatnajökull, onde fizemos um passeio de barco na lagoa Jökulsárlón

 

barco.jpg.6aef8e937733e837fe95f07408a18cec.jpg

 

jokurl.jpg.09ac1da5a25fe0a3fd8ac13c3cb43043.jpg

 

focas.jpg.a1f8d4990a6c19bd93e32b5fcc3c8a01.jpg

 

Depois seguimos com a última etapa da viagem rumo a Vík , última parada antes de Reykjavík

 

espelho.jpg.338d5ab6bf87b19eb5f28fcd340fd7d5.jpg

 

mont.jpg.d898902fa214abe131f5f3c3409b8c65.jpg

 

egil.jpg.69f8af657fbaa7dcd4c742731b778258.jpg

 

svart.jpg.2512a0d77b2ba319c63824a8123ffd4f.jpg

 

vatnajo.jpg.92cfe155041f5e1434a4cba282f3f407.jpg

 

vik.jpg.c73783976e3167aadd74d1086a68baea.jpg

 

placa.jpg.a312df2743bdb6fc4c367232ec05fccd.jpg

 

Em Þingvellir , parque nacional, parte do "golden circle" , onde o primeiro parlamento islandês se reuniu em 930

 

thing.jpg.972b101e3199d4515f636fab2edd9e0d.jpg

 

thingv.jpg.c9377635dd41164237169d94d7066e11.jpg

 

Gullfoss.jpg.8d77374b18835598c7514737c5b74af6.jpg

 

strokk.jpg.c349840ed0d7578086c66b3b7862d7fd.jpg

 

Último dia em Reykjavík:

 

lauga.jpg.a4051b5a9bce268e8d9d763915ab9aa9.jpg

 

viking.jpg.473b62a11da41f334ebed889b8b8e6e1.jpg

 

Fim da viagem, a rota em 7 dias, cerca de 1.400km:

 

rota.jpg.cc35036f50f1ad5fbd6bcfe01e9684a4.jpg

Link para o post
Compartilhar em outros sites

  • Membros

Obrigada Marcos :-) claro, aqui algumas informações de acordo com as minhas experiências:

comer fora na Islândia é caro, e o preço dos alimentos nos supermercados é em geral caro também . Mais opções de restaurantes há nas maiores cidades, como Reykjavik e Akureyri. Uma refeição num restaurante simples não sai por menos de € 15 – 20 euros por pessoa, na maioria dos restaurantes a faixa é de € 12 - € 30,00 por pessoa. Existem muitos cafés, padarias que também oferecem lanches , e em alguns supermercados em Reykjavik oferecem um buffet com saladas e comida por quilo (por ex. Supermercado „1011“. Austurstræti 17 ). Optando por opções mais baratas uns € 20 – 25,00 por pessoa seria o gasto com alimentação por dia. Viajando pelo país muitas vezes a única opção são restaurantes em paradas / postos de gasolina, que oferecem até uma certa variedade e preços um pouco mais em conta. Outra possibilidade é também comprar pão, queijo, iogurte etc nos supermercados , a rede Bónus por ex. tem preços mais baratos (um destes „discounters“). Um bom lanche para a viagem é o „skyr“ , é um tradicional iogurte / ou uma espécie de coalhada islandesa, feita de leite desnatado mas com uma consistência mais firme do que o iogurte comum .

 

Acomodação: fora de Reykjavik uma boa opção é „icelandic farm holidays“, que é uma associação de fazendas ao redor do país que oferecem acomodações e ás vezes outras atividades aos turistas ( por. cavalgadas, nadar, golf etc). Existem diferentes categorias de acomodação (guesthouse, cottage , farmers guesthouse : http://www.farmholidays.is ) ; há ainda os albergues e albergues „de saco de dormir“ , que é a opção mais barata de todas. Os preços variam de € 25 a € 40 euros (em comparação acomodações em B&B / farm holidays de € 60 a € 100 por pessoa, apartamentos e cottages são mais caros). Os preços variam também de acordo com a época. Junho – agosto estação alta / preços mais caros.

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • 1 mês depois...
  • Membros

Oi, Nati! Obrigado pelo relato!

 

Estou pensando em ir (sozinho) para a Islândia nas minhas próximas férias, no meio de junho. Estou considerando uma semana na Escócia e depois uma semana na Islândia. Queria saber se você achou meio corrido esse percurso ou se foi tranquilo (principalmente o primeiro dia, indo de Reykjavik a Akureyri direto!). E também se o sautjándi júni, que você comentou no outro post, é interessante (já que posso inverter a viagem e fazer a Islândia primeiro).

 

Obrigado!

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Membros
Oi, Nati! Obrigado pelo relato!

 

Estou pensando em ir (sozinho) para a Islândia nas minhas próximas férias, no meio de junho. Estou considerando uma semana na Escócia e depois uma semana na Islândia. Queria saber se você achou meio corrido esse percurso ou se foi tranquilo (principalmente o primeiro dia, indo de Reykjavik a Akureyri direto!). E também se o sautjándi júni, que você comentou no outro post, é interessante (já que posso inverter a viagem e fazer a Islândia primeiro).

 

Obrigado!

 

 

apesar de algumas pessoas dizerem que 1 semana para percorrer toda a ring road é pouco tempo eu achei que foi sossegado e para o tempo que tivemos vimos muita coisa. Claro que se você tem mais tempo você pode ficar mais um - dois dias numa região e / ou fazer mais paradas com hospedagem ao longo da rodovia e assim evitar esses trechos mais longos, mas o trecho mais longo mesmo que tivemos foi Reykjavik - Akureyri , 400km. No entanto as atrações a se visitar ficam no meio do caminho e não necessariamente nos povoados (as vezes nem isso era, era só uma fazenda mesmo ;) ). Ou seja, eu achei que valeu muito a pena , nós simplesmente não tinhamos mais tempo e dinheiro para ficar mais dias então tinha que ser 1 semana mesmo. Muita gente recomenda você se concentrar em uma região ( por ex. golden circle) , o que sem dúvida também é uma boa opção. Questão de escolha, mas eu pessoalmente achei tranquilo :)

 

Ah, e quando ao sautjánde juni : eu gosto muito de culturas e línguas escandinavas em geral por isso acho interessante vivenciar o dia a dia das pessoas e festas típicas etc, ver um pouco além do que normalmente turistas veem /vivenciam. Eu tinha amigos islandeses que moram naquela região que me explicavam o que acontecia e me mostravam / contavam sobre várias tradições. Por isso gostei e achei bastante interessante. Em Egilsstaðir (uma cidadezinha com 2 mil habitantes) as pessoas simplesmente se reuniam num parque onde havia um pequeno palco, haviam apresentações de música , poemas , um discurso do padre da cidade (rs) e por fim entra uma moça com trajes típicos representando a "fjallkonan" , mulher da montanha (uma personificação da Islândia por assim dizer) e recita um poema. Depois as pessoas ficavam por ali conversando, tinha pintura de rosto para as crianças etc. Então nada pomposo, e também como há muitos discursos / recitação de poemas e tal seria talvez não tão interessante estando lá sozinho e sem ter quem traduza. Mas depende por qual tipo de coisa / atividade você se interessa, nesses povoados / cidadezinhas pequenas os turitas não se perdem neste tipo de evento , mas imagino que em Reykjavik tenham mais atividades, desfiles, eventos culturais etc então pode ser interessante :)

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • 2 semanas depois...
  • 4 semanas depois...
  • Membros
oi nati!

muito legal seu relato! otimas fotos!

tambem moro na alemanha e tou pensando em ir agora em maio passar uma semana por la.

em que epoca do ano vc foi?

 

obrigada Bruno :-) a primeira vez fui na primavera, as temperaturas nao chegaram a mais de 10 graus, 0 ou -2 de manhã . Tivemos sorte com o tempo já que quase todos os dias fez sol, mesmo não estando calor. A vegetação ainda não está muito avançada nesta época, por outro lado como ainda não é Hochsaison na primavera tem menos turistas e os preços são mais baratos. A segunda vez fui no verão, em junho. Chegou a fazer uns 20 graus , com sol, a paisagem estava mais verde. A maioria das pessoas vai no verão, o que torna os preços mais caros. Pessoalmente eu acho que vale a pena ir para a Islândia em qualquer época do ano :-) Até porque não dá pra contar muito com o clima por lá, já que é mesmo imprevisível. No verão pode fazer mais de 25 graus mas também pode nevar. Eu gostei das duas experiências.

Link para o post
Compartilhar em outros sites

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!

Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.

Entrar Agora
×
×
  • Criar Novo...