Ir para conteúdo
DEB_BSB

FLORESTA NEGRA - ALEMANHA

Posts Recomendados

DEB_BSB    0

Olá,

 

Viajarei no dia 26/07, com esposo (32anos) e filho de 16 anos para Alemanha e gostaria de algumas dicas de atividades(não apenas city tours, museus, ou monumentos famosos; queremos um pouquinho mais que história: caminhada, escalada, ciclismo, arborismo, vistas aéreas e estas coisas mais ativas), hospedagem, transporte (como nos deslocar de um lugar para outro, se mais fácil ir de trem ou alugar carro, etc), restaurantes e, se possível, onde e com posso contratar os serviços para as atividades sugeridas.

Quero basicamente conhecer a Região da Floresta Negra, e podemos nos hospedar em cidades próximas de acordo com as atrações culturais acessíveis, pois infelizmente ficaremos poucos dias (somente até o dia 02/08), mas talvez visitemos um Hard Rock Cafe, assim, qual seria o mais próximo da Floresta Negra e como chegar lá?

Falamos inglês fluente e nada de alemão, além do mais não bebemos nada alcóolico.

Agradeço muito a ajuda, pois os sítios eletrônicos que visitei mostram as cidades, suas histórias e monumentos mas pouca atividade além de subir e descer dos trens e entrar e sair de museus e castelos, sem contar que é a primeira vez que vou a um país que não conheço alguém que já tenha visitado ou que mora lá.

 

Débora Perla

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Oi Débora, não querendo ser grosso ou chato mas, aqui é um site de mochileiros para compartilhar informações ou tirar dúvidas. Roteiro pronto só no CVC (ainda mais o nível de detalhamento que você está pedindo).

 

Estou dizendo isso porque ninguém vai responder ao seu tópico. Coloque o que você já tem e a partir daí comece a tirar dúvidas (e não a pedir roteiro pronto).

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
psemple    0

Oi débora, uma dica para vc. Se vc quiser dar uma pesquisada em tours, passeios, veja em viator.com . Eles trabalham apenas com empresas boas e tem em todo mundo.

 

Quanto à floresta negra, eu não conheço, mas não seria o primeiro lugar a visitar na Alemanha. Se vc quer ver a natureza em tão pouco tempo, acho melhor ficar no Brasil ou america do sul. Na Europa, as coisas mais interessantes seriam justamente o que vc disse que não quer, ou seja museus, cidades.

 

Enfim, não acho que uma viagem de uma semana (até menos se considerar os dias de chegada) para a Europa mereça que vc conheça a natureza, pois não é o forte da região, mas cada um tem sua opinião.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
psemple    0

Oi débora, uma dica para vc. Se vc quiser dar uma pesquisada em tours, passeios, veja em viator.com . Eles trabalham apenas com empresas boas e tem em todo mundo.

 

Quanto à floresta negra, eu não conheço, mas não seria o primeiro lugar a visitar na Alemanha. Se vc quer ver a natureza em tão pouco tempo, acho melhor ficar no Brasil ou america do sul. Na Europa, as coisas mais interessantes seriam justamente o que vc disse que não quer, ou seja museus, cidades.

 

Enfim, não acho que uma viagem de uma semana (até menos se considerar os dias de chegada) para a Europa mereça que vc conheça a natureza, pois não é o forte da região, mas cada um tem sua opinião.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Respeito a opinião do Psemple, mas discordo muito da ideia de que a Europa não se destacaria pelas belezas naturais e que nesse ponto é melhor ficar no Brasil. Aqui não há nenhum belo lago como Bled ou Koenigsee, não há rios de cor esmeralda como o Soca, não há montanhas como os alpes. Temos outro tipo de natureza. Alem disso, nada aqui é conservado como lá. Quase todos os rios que vi, mesmo em áreas urbanas, são limpos.

 

Essa ideia de que temos um monopólio de belezas naturais, invejados pelo mundo, é um ufanismo que aprendemos desde crianças. Uma das belezas da arte de viajar é justamente desconstruir mitos e aprender que uma realidade diferente da nossa é possível, ou até para aprender como valorizar (conservar) o que temos.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
psemple    0

Oi Marcos, não estou falando que a Europa não tenha belezas naturais e que temos todas as belezas naturais do mundo. Eu mesmo já vi natureza muito linda na europa, no rio reno, vale do douro, giants causeway, cliffs of moher, lago ness... Alguns dos lugares mais lindos que já fui, O que eu acho é que para uma viagem de menos de uma semana é muito pouco para desfrutar a natureza e que para o tempo tem coisas melhores para fazer. E sim eu acho que a maior contribuição de uma viagem curta para a Europa é cultural e menos a natureza, mas é uma opinião minha.

 

Um exemplo de roteiro que daria para fazer é chegar no 26/07 em frankfurt, partir no dia 27/07 para floresta negra, voltar dia 1/08 para Frankfurt e partir no dia 2 de volta para o Brasil.

 

Ou seja, seria uma viagem de 12 horas ou mais de avião para aproveitar uns 5 dias a natureza, sendo que um monte de atividades esportivas ao ar livre exigem tempo bom, sem nuvens, sem chuva, com vento favorável. Para fazer esse tipo de coisa em pouco tempo continuo achando melhor e mais barato conhecer os lugares da América do sul.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Até concordo no argumento do preço e talvez até sobre o pouco tempo, mas aí o problema não é uma viagem ser focada nas belezas naturais europeias. É algo válido para qualquer tipo de viagem. Se você usar esse tempo e dinheiro para conhecer as belezas naturais da América do Sul, vai ter o mesmo problema com a possibilidade de tempo ruim, com um agravante - em muitos lugares, as atividades ao ar livre serão a única opção, porque os transportes públicos são piores e as cidades são mais afastadas dos parques nacionais e trilhas, sem falar que aqui não é qualquer cidade que tem algo a oferecer além das belezas naturais.

 

A Floresta Negra não é uma floresta a ser explorada, isolada de tudo. Nada mais é do que uma região como o Reno, cheia de vilarejos históricos, com casinhas com arquitetura bonita, castelos, palácios, ruínas, bons vinhos e, é claro, a marca da região, os relógios cuco. Leva esse nome pela densidade de árvores, mas definitivamente não é somente pelas árvores que o turismo de lá bomba.

 

Eu acabei de chegar de Natal-RN, lugar de belíssimas praias, passeios nas dunas, piscinas naturais, etc. Mas choveu o tempo todo e não aproveitei nada disso (na verdade, já conheço a cidade, mas queria ter pego ao menos uma praia). Os museus são pouquíssimos, o patrimônio histórico é mal conservado. Se eu tivesse usado esse tempo para ir à Europa, mesmo que chovesse o tempo todo, certamente não teria sido tempo perdido. A uma curta e barata viagem de trem eu chegaria em qualquer lugar que oferecesse alternativas.

 

A essa altura, parece que a autora do tópico se esqueceu de que criou um. Mas valem os argumentos, para quem quiser montar viagem parecida.

 

Abs.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
DEB_BSB    0

Bom dia,

 

Desculpe a maneira como expressei-me!!! Esperava, como o site é de mochileiros, encontrar dicas para mochileiros de primeira viagem como eu, pois viajo presa a roteiros de empresas de turismo que nem sempre são os melhores. Optei por perguntar pois vi que muitos tem experiências bem diferentes das que nos são oferecidas pela CVC e companhia e pensei que quanto mais detalhes, mais focadas seriam as respostas.

 

Então aí estão algumas ideias,

 

Melhor opção de aeroporto Frankfurt depois pegar um trem pra região da Floresta Negra.

visitar Baden-Baden 01 dia - caminhada no parque, city tour, parada em alguma das tradicionais casas de banho de águas termais;

visitar Titisee 02 dias, atividades, city tour, barco, ciclismo, canoagem e caminhada

visitar Freiburg e ainda não sei o que fazer na cidade além do city tour mas todos os relatos são de que vale à pena ir

Visitar um hard rock cafe, uma das exigências do meu filho, que não tenho ideia de como chegar até ele partindo de Freiburg ou outra cidade.

Daí vem as perguntas:

Em qual das cidades, na opinião de vcs, é mais fácil de ficar hospedada, ou é melhor a cada dia hospedar-se na cidade que visitaremos?

Tenho visto que usar trem não é um problema nesta região, ou é melhor alugar um carro?

Chegando a estas cidades há pontos de apoio ao turista em que encontramos informações em inglês?

Não me interesso pelo roteiro dos vinhos, pois como postei, não tomamos bebidas alcoólicas a não ser que haja algo interessante para além de vinícolas e produção do vinho(já fomos a alguns lugares que nos apresentaram todo este processo e não gostaria de desperdiçar tempo com mais uma aula de história e produção de vinho.)

Além do mais, quero saber se a primeira semana de agosto é uma época boa para visitar a região.

Então, é isto!

Existem casas de cambio fácil? Aceitação de cartão de crédito internacional, sabe dizer se é bem aceito (pois viajamos para alguns países e tivemos alguns problemas com câmbio e cartão de crédito)?

Espero que desta vez tenha acertado na forma de postar.

 

Agradeço a todos que contribuíram ou contribuirão.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Olá Débora, tudo bem? Umas dicas gerais para vc: viajo muito pelo interior da Europa de carro e diria que nada supera a flexibilidade que estar de carro proporciona. Eu viajo com meu próprio carro, mas nas poucas vezes que precisei alugar um carro, simulei no site de várias locadoras para escolher a mais em conta. Sim, existem escritórios de informação turística pela Alemanha toda, com funcionários que falam inglês melhor que muito britânico. Casa de câmbio eu nunca uso, quando viajo gosto de usar cartão de débito e sacar diretamente da minha conta na moeda local. Cartão de crédito é mega aceito na Alemanha.

 

Mesmo que não encontrando ninguém (=nenhum brasileiro?) que já tenha visitado a Floresta Negra para fazer os esportes que vc está afim, não desanime. Eu já viajei para diferentes lugares pela Europa para praticar esportes (meu objetivo na vida é visitar todos os parques nacionais da França Espanha e UK) e sempre encontrei as infos. Encontrei tudo 1)online e 2) lá no próprio destino. Eu geralmente faço assim: começo lendo o artigo da wikipedia da região para ter uma visão geral... mas as informações mais práticas eu geralmente encontro no site de turismo da região (praticamente TODAS as regiões tem um site oficial de turismo e SEMPRE tem informação online em inglês). E chegando no lugar descubro ainda mais coisas para fazer... enfim o problema nunca é falta de informação e sim falta de TEMPO para fazer tudo!

 

Nunca visitei a Floresta Negra, mas por curiosidade joguei Black Forest tourism no google e me pareceu que tem bastante info online em inglês, vc já deu uma olhadinha? Olha só que legal esse site: http://www.blackforest-tourism.com/Black-Forest

 

Pedalando e fazendo caminhadas sozinha pela Europa até hoje nunca senti necessidade de guias; eu geralmente viajo com minha bicicleta e equipos de trilhas (os mapas eu deixo para comprar no destino). Talvez vc precise de guias/ponto de apoio/lugar para alugar equipamento etc mas tudo isso vc encontra na internet também (ainda mais vc sendo fluente em inglês, não vai ter qualquer dificuldade, tenho certeza).

 

Algumas pessoas mencionaram tempo ruim, chuva etc... eu não me preocuparia muito com isso. Na Europa faça como os Europeus: não se deixe abater pelo tempo! Dá pra praticar esportes e fazer turismo debaixo de chuva, para isso existem roupas impermeáveis e guarda-chuvas, sem estresse. A não ser em caso de tempestade com trovoadas, raios e ventos fortes! - use o bom senso. Quanto a agosto ser uma boa época? não sei, eu nunca viajo em julho e agosto, por ser alta estação na Europa, odeio multidões. Mas acredito que seja um boa época para quem gosta de agito. Melhor reservar acomodação com antecedência. Sobre onde ficar, o site que eu passei lá em cima possibilita pesquisar acomodações. Eu daria uma lida geral sobre a região primeiro antes de me comprometer com uma ou outra cidade. Ainda sobre acomodação: prefiro ficar em lugares com cozinha, seja cabaninhas em campings, seja apartamentos (que tenho encontrado diretamente nos sites airbnb.com e até mesmo no booking.com). Nem tanto por gostar de cozinhar, o que eu gosto é de espaço e sossego e poder fazer as refeições "em casa" se estiver afim. O site booking.com é o melhor site para encontrar acomodação, só tenho elogios para o booking.com Nas pouquíssimas vezes que tive problemas, o próprio booking.com resolveu os pepinos. Enfim, as possibilidades de acomodação são várias, cada um tem que pesquisar de acordo com seu bolso e preferências.

Espero ter ajudado, boas pesquisas e boa viagem!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Bom, a Adri já matou a pau, falou praticamente tudo que você precisa saber. Com relação a dinheiro, leve euros. Cartão é bom levar também, mas pode acontecer de não aceitarem em alguns lugares menores. Sem falar que no cartão você paga IOF de 6,38%, o que agora é válido também para o saque no exterior.

 

Também acho melhor alugar carro. É muito gostoso andar de trem na região, mas você fica preso aos horários e em alguns casos precisa fazer conexões.

 

Abs.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!

Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.

Entrar Agora


×