Ir para conteúdo
  • Faça parte da nossa comunidade! 

    Encontre companhia para viajar, compartilhe dicas e relatos, faça perguntas e ajude outros viajantes! 

Bolívia e Perú 18 dias de ônibus gastando pouco


Posts Recomendados

  • Respostas 82
  • Criado
  • Última resposta

Mais Ativos no Tópico

  • Membros

Depois do teleférico fui dar uma volta pela cidade, alguns prédios do governo. Fica tudo muito perto da calle lhampu, sagarnaca, do loki... Falando em Loki ao voltar ao hostel conheci minhas colegas de quarto duas holandesas e uma chilena, super gente fina. Fomos para o bar, tomei algumas pacenas que por sinal é uma delícia, recomendo a todos! ! Bem suave. As festas no loki vão até as 2h da manhã. Mas dar pra você dormir tranquilo pois nem todo mundo participa e não tem muita bagunça ao contrário do loki de Cusco. Como havia planejado antes e como tinha aparecido um caroço no meu pescoço do nada resolvir ir para Cusco no outro dia e sair um pouco da alta altitude. Fui a pé mesmo do loki até o terminal de buses. É perto porém a caminhada cansa e acabei me arrependendo depois cheguei muito cansada e a corrida de táxi é 15 bolivianos. Passei pelo Pirwa, acho que é assim que se escreve, ele fica quase do lado da rodoviária, eu não recomendo pois fica longe de tudo. Comprei a passagem pel empresa Titicaca, paguei 140 bolivianos a passagem até cusco. O ônibus partiu às 14h chegando em Copacabana às 18h e partindo às 18:30. A passagem até copacabana é 30 bolivianos e de Copacabana para cusco 110 bolivianos. No caminho o ônibus para no estreito de tiquila e temos que pegar uma lancha para atravessar o famoso Titicaca. Aí você tem que pagar 2 bolivianos pela travessia. O ônibus vai numa balsa. Teve gente que deixou a bagagem no ônibus, eu carreguei minha mochila comigo mesmo. Gente o Titicaca é muito lindoooooooooooooo!!!! Nunca tinha visto nada igual, um azul surpreendente! !! Copacabana é bem pequena e sem muita estrutura turística. Mas o Titicaca é supremo! ! No caminho ele lhe oferece várias paisagens lindas para tirar foto. Ah... a empresa Titicaca, já lhe fornece em copacabana o formulário da imigração e lhe dar todo suporte e orientação em inglês e espanhol. O ônibus de la paz para Copacabana é bem simples sem banho e a viagem dura 4h, chegando em copacabana vc troca para um ônibus bem melhor, com banho. Cerca de uns 20 minutos depois da partida de Copacabana já chegamos na frente fronteira, aí desce todo mundo do ônibus, passa na imigração da Bolívia e dar saída do país, depois você caminha uns 5 minutos entra no Perú a pé (rsss) e vai até a imigração para dar entrada no país. O ônibus espera você em frente a fronteira do Perú. Fo bem tranquilo, eles me deram 90 dias e assim como na Bolívia não pediram o comprovante de vacinação internacional. Conhecir um casal de Brasileiros de SP que iam para Cusco também e resolvi me juntar a eles já que íamos para o mesmo destino. Daí em diante foram mais umas 10 h de viagem, o ônibus ainda fez uma parada em Puno e duas horas depois por volta das 5:30 chegamos em cusco. Não sentir muito frio não. Assim que você entra na rodoviária vem um monte de gente lhe oferecendo táxi ou hostel e até passeio para Macchu Picchu pela hidroelétrica via Santa Maria. Na rodoviária não tem casa de câmbio. Em alguns guichês eles fazem câmbio mas a cotação não é boa. Vale ressaltar que na fronteira com o Perú você pode trocar moeda mas eles pagam pouco, tipo 1 dolar = 2,6 soles. Na rodoviária não muda muita coisa vai para 2,7 e na cidade de Cusco a melhor cotação que encontrei foi 2,86 em uma casa de câmbio na avenida del sol. Vale ressaltar que os peruanos não aceitam jota de dólares velhas, riscadas ou furadas! !! Pegamos um táxi para a plaza de armas por 6 soles a corrida. Muito linda a plaza, as igrejas ao seu redor. A cidade de Cusco é bem limpa ao contrário de la paz e o ar é mais úmido e a respiração bem melhor. Como não tínhamos hostel fechado fomos garimpar, logo encontramos o Pirwa localizado na plaza San Francisco aonde o quarto com banho compartilhado com 8 camas tava por 35 soles e, o quarto não tinha janela e cheirava a mofo. O pirwa tem 4 hostels em cusco em pontos diferentes. Bem em frente a plaza de armas tem um e um outro na outra esquina. Decidimos procurar outro, vimos alguns hotéis e, os valores não eram muito bons fomos no loki de Cusco, o qual fica muito afastado da plaza de armas na cuesta sta ana, depois de uma escadariazinha rssss. O valor do quarto também era 36 bolivianos o quarto com seis camas porém com banho privado. O hostel fica num cazarão antigo com pedras incas, wi fi, chá a vontade e café da manhã controlado (dois pães/pessoa e uma banana). Enquanto não fechavamos o hostel fomos pesquisar os passeios. Na plaza de armas tem várias agências, muitas são do mesmo dono porém estão com nomes diferentes. Você é abordado por vários vendedores e um deles nos encaminhou até a ecosperutrek que nos ofereceu o passeio para Macchu Picchu via a hidroelétrica por 110 dólares e 210 dólares via trem partindo de ollaytamtabo. Depois fomos na pumas trek tur, a qual tem recomendação dos mochilheiros e o Humberto nos ofertou via trem de ida e volta para águas calientes e uma noite por 240 dólares. Isso para três pessoas. Como queríamos gastar pouco ele nos ofertou ir pela hidroelétrica por 140 dólares com duas noites em um hotel da agência dois desayuno um almoço em Santa Maria (antes da hidroelétrica) uma janta em águas calientes, o ingresso para macchu picchu e guia por 3 h na cidade sagrada. Na verdade o valor inicial era 160 dólares por pessoa, pechichamos e o valor caiu para 140. O Humberto nos garantiu que sua empresa era séria e que teríamos a garantia de um bom serviço. Ainda nos ofereceu guardar nossas eguipajes na sua oficina e, que um carro iria nos pegar no hostel. Bem a minha idéia original era inicialmente fazer o City tour depois o vale sagrado ficando em Ollantaytambo e fe lá pegar o trem para águas calientes e fazer o mesmo percurso de volta, pois vir vários relatos aqui no site de pessoas que fizeram esse roteiro e achei ele bem melhor. Mas.... rssss como tinha conhecido esse casal e eles se interessaram pelo caminho da hidroelétrica resolvir mudar meu roteiro inicial e partir com eles. Fechamos com a pumas trek por 140 dólares nosso tour pra macchu picchu para o outro dia e decidimos fazer o City tour e vale sagrado depois. Sendo assim decidimos pousar no hostel mirador que fica bem perto da plaza de armas na calle qoricalle 445 por 20 soles sem café, banho compartilhado... porque além de economizar seria apenas por uma noite já que iríamos para águas calientes no outro dia. Bem a economia nem sempre vale a pena e isso se aplica a esse hostel. Os quartos são bem simples e o chuveiro é separado do banheiro. O chuveiro sinceramente ninguém merece, tinha apenas um fio de água inicialmente muito quente da depois gelou de vez rsssss e..... acabou-se a água rsssss. Não fiquei nem 2 minutos debaixo do chuveiro e acabou a água! ! Sorte que não me ensaboei toda... Depois de alguns minutos a água voltou gelada e não esquentou mais... bem... o frio é psicológico e água fria faz bem pra pele.... Então vamos lá firme e forte na luta! ! Pensamos em sair desse hostel pegar nosso dinheiro de volta e ir para o Loki ou pirwa pois tinha melhor localização mais depois de analisar os pós e contras decidimos permanecer alí pois era só por uma noite. Fomos dar uma volta na cidade e comprar nosso boleto turístico. Só cruzamos a esquina e já estávamos na plaza de armas, o mirador é bem localizado porém a estrutura é muito ruim. Achamos um macdonalds bem ao lado da igreja principal na plaza de armas e decidimos comer lá porque nossa colega tava passando mal com diarréia e desidratação e lá pelo menos a comida era mais confiável, teoricamente mais limpinha e tal.... traumas da Bolívia. .. rssss. Vou abrir um parêntese para falar dos Mac que não é meu local favorito para comer mas que me surpreendeu muito pois ao invés de servir hambúrguer como no Brasil e em outros lugares se adaptou a cultura local e serve porções de frango frito calientes a famosa inca cola de 500ml e batata frita por 9 soles tudo. Se você quiser pode comer o famoso big mac e tal também tem coca cola mais o mais vendido são as porções de frango frito de vários tamanhos, uma delícia por sinal bem macio e molhadinho.... hummm só faltou a cervejinha!! Rsrsrsrrs eles não vendem cerveja. Fomos depois na avenida del sol trocamos alguns dólares a 2,86 e na mesma rua um pouco mais abaixo compramos nosso boleto turístico integral por 130 soles, uma facada!!! O boleto não lhe dar acesso às igrejas e alguns lugares como o covento de Santo Domingo que faz parte do City tour dad agência, sendo assim você tem que pagar 10 soles para entrar. Deixei meus companheiros no hostel porque eles estavam passando mal e cansados da viagem e fui bater perna pela cidade que é lindaaaaaa! ! Várias construções de origem espanhola e inca já que os espanhóis usaram ad pedras incas como base para construir suas casas, igrejas. .. a cidade é rodeada por montanhas lhe fornecendo muitas vistas bonitas. Nas ruas vc ver muito índio também, não tem muito ambulante tudo é bem limpinho. Por 10 soles você pode fazer um tour pela cidade naqueles ônibus de dois andares com vista panorâmica estilo aqueles de Londres, só que você não tem paradas nos pontos turísticos e vc também não desce do ônibus. Não quis fazer esse passeio não. .. parei em um bar e tomei umas cusquenas por 10 soles a garrafa de 600ml.... delícia de cerveja! !! Bem suave. .. voltei ao hostel e no outro dia cedo formos para a frente da oficina e pegamos a van da agência que iria nos levar até a hidroelétrica. Decidimos deixar nossas bagagens na agência mais no mirador eles também quardam as bagagens em uma sala com cadeado. Até aí tudo tranquilo. O carro percorreu a cidade recolhendo as pessoas nos hostels e, já estava partindo rumo a Santa Maria quando perguntamos se eles não iriam recolher nossas bagagens para guardar na agência e o motorista muito grosso por sinal disse que não sabia fe de nada e simplesmente não queria pegar nossas mochilas. Depois de algumas insistência ele recolheu nossas mochilas e partimos. Afinal andar 2h com uma mochila nas costas não dar certo. No caminho passamos por algumas cidades do vale sagrado cada paisagem lindaaaaaa chegamos bem perto de algumas montanhas com pico nevado e a temperatura caiu um pouco. Subimos até uns 5 mil e pouco de altitude depois descemos sempre torneando as montanhas e haja folha de coca. Depois fizemos uma parada para o almoço ao pé de uma montanha em um restaurante. ... delícia de almoço, vista maravilhosa. .. Depois continuamos e a aventura começou rssssss. Bem ao comprar o passeio pela hidroelétrica imaginava que o percurso se resumia a ir de carro até a hidroelétrica e de lá caminhar até águas calientes por 2 ou 3h dependendo da pessoa com um guia mas..... bem a van começou a tornear a montanha num caminho de chão saindo do asfalto, o detalhe é que a estrada era bem estreita a beira do precipício na maioria do percurso só tinha espaço para um carro e mesmo assim ainda bem apertado. .. da janela da van vc só via o precipício lá em baixo rssss! !! A vista é linda! !! Mas a cada curva parecia que a van iria despencar porque não tinha espaço para a manobra ... teve uma hora que a roda até saiu em parte da estrada rssss. Se você for fazer esse caminho se prepare para um pouco de emoção e que Deus lhe acompanhe! !!! Rsrsrsrrs confesso que amei a adrenalina e tal... a vista nem se fala mais é meio perigoso se tiver chovendo então. .. uma coisa que aprendi nessa viagem é que os peruanos, os incas não tem medo de altura e ambos amam andar na beira do precipício! !! Fica a dica.

Link para o post
Compartilhar em outros sites

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!

Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.

Entrar Agora

×
×
  • Criar Novo...