Ir para conteúdo
Entre para seguir isso  
boraviajar

65 dias pela Europa

Posts Recomendados

Pessoal, estou programando uma viagem de 65 dias para a Europa no ano que vem, se a grana permitir. Caso contrário, farei um roteiro menor, com duração de 30 dias, visitando menos cidades. Terei direito a 90 dias de licença, nos meses de setembro, outubro e novembro de 2015, e pretendo fazer a viagem entre os dias 29 de agosto e 1º de novembro.

 

Aí vai o roteiro:

 

MOCHILÃO – 65 DIAS – SETEMBRO e OUTUBRO DE 2015 - 11 países (Grécia, Turquia, Hungria, Áustria, República Tcheca, Alemanha, Holanda, Bélgica, Espanha, Portugal e França )- Total: R$ 16,251,00

 

Dia 1 – Saída de Brasília

Dia 2 –Chegada a Atenas

Dias 3, 4, 5 e 6 – Atenas – Best Western Amazon – R$ 1080,00

Dia 7 – Atenas – Istambul – R$ 380,00 Turkish Airlines

Dias 8, 9, 10 e 11 – Istambul – Ibis Istambul – R$ 1310,13

Dia 12 – Istambul – Munique - R$ 300,00 Turkish Airlines

Dias 13, 14, 15 e 16 – Munique - Littys Hotel – R$ 1346,00

Dia 17 – Munique-Budapeste – 7h –trem – R$ 400,00

Dias 18, 19 e 20 – Budapeste – Ibis Budapest City – R$ 655,79

Dia 21 – Budapeste-Viena – trem 2h33 – R$ 150,00

Dias 22, 23 e 24 – Viena – Ibis Wien City – R$ 841,40

Dia 25 – Viena-Praga – trem 4h50 – R$ 225,00

Dias 26, 27 e 28 – Praga – Ibis Praha Mala Strana – R$ 880,57

Dia 29 – Praga-Berlim – trem 4h46 – R$ 250,00

Dias 30, 31, 32, 33 e 24 – Berlim – Ibis Budget Berlim Alexanderplatz – R$ 850,00

Dia 35 – Berlim – Amsterdam – 6h24 – R$ 450,00

Dias 36, 37 e 38 – Amsterdam – Ibis Budget Amsterdam Zaadam – R$ 615,41

Dia 39 – Bate e volta a Bruxelas – R$ 400,00

Dia 40 – Amsterdam – Madri – Iberia – R$ 366,00

Dias 41, 42, 43, 44, 45 e 46 – Madri – Ibis Budget Madri Centro Las Ventas – R$ 1071,00

Dia 46 – Madri-Sevilha – trem - R$ 120,00

Dias 47, 48, 49 e 50 - Sevilha - Ibis Budget Sevilha - R$ 612,00

Dia 51 - Sevilha-Lisboa - TAP - R$ 280,00

Dias 52 e 53 – Lisboa – Ibis Liberdade – R$ 725,00

Dia 54 – Lisboa-Barcelona – R$ 150,00

Dias 55, 56, 57 e 58 – Barcelona – Ibis Barcelona Sagrada Família – R$ 1295,00

Dia 59 – Barcelona-Paris – trem – 6h38 – R$ 300,00

Dias 60, 61, 62, 63 e 64 – Paris - Ibis Budget Paris Porte de Montruil – R$ 1200,00

Dia 65 – Paris-Brasília

 

Ainda não comprei passagens nem fiz reservas, apenas simulei.

 

Sei que vão notar algumas estranhezas no roteiro, mas já as explico:

 

1 - Sei que o mais aconselhável seria fazer Budapeste-Viena-Munique-Praga, em vez de Munique-Budapeste-Viena-Praga, porém a intenção é evitar a Oktoberfest em Munique, que começa em 19 de setembro, quando as hospedagens ficam mais caras e a cidade lotada.

 

2 - No final da viagem, sei que o ideal seria fazer Amsterdam-Bruxelas-Paris-Barcelona-Madri-Lisboa e vez de Amsterdam-Bruxelas-Madri-Lisboa-Barcelona-Paris, porém ocorre que os últimos 15 dias de viagem farei acompanhado de um amigo, o qual encontrarei em Lisboa no 51º dia, por isso o roteiro quebrado. Os primeiros 50 dias de viagem farei sozinho.

 

Das cidades mencionadas, já conheci Lisboa e Paris no ano passado. Pretendo visitá-las apenas para mostrar os lugares ao meu amigo. Aguardo os conselhos e opiniões.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Olá,

 

A distribuição de dias do roteiro a principio estaria boa, o único problema que eu vejo, é que você está fazendo muito vai e volta desnecessário, que só vão fazer você gastar mais dinheiro e perder tempo. Mas como você teria companhia e não poderia mudar, fazer o que...

 

Outra coisa, esqueça que existem reais neste momento, faça todos os orçamentos de hospedagem e passagens em Euros, e converta só o valor final. Pois com a atual volatilidade do Real perante o Euro/dólar, de um mês para o outro o valor do seu roteiro em Reais pode subir 15%, mas o valor em Euros ter ficado constante ou até ter caído. Ou seja, fazendo as cotações em reais, você nunca tem uma referência de comparação confiável para ver se alguma passagem/hotel subiu, ou foi simplesmente o real que desvalorizou.

 

E por fim, o pessoal está mais familiarizado com os valores em Euros, então fica mais fácil dar uma opinião sobre determinado valor sem ficar fazendo dezenas de contas para converter os valores, pode ter certeza que ninguém vai fazendo estas contas para falar para você se determinado valor está caro ou barato.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Obrigado pelas dicas. Vou seguir o conselho de converter em euros e acompanhar a cotação. Estabeleci um teto de 20 mil reais para essa os gastos de passagens e hospedagem, incluindo as passagens de ida e volta, que ainda não cotei. Por isso, acredito que seja realmente importante fazer o sugerido.

Quatro dias é muito para Sevilha? Seis dias é muito para Madri? Nessas duas cidades, pretendo fazer vários passeios de bate e volta.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Se você está preocupado com o orçamento, por que não trocar os hotéis por hostel? Isso iria reduzir seu orçamento com hospedagem para pelo menos 1/3 do valor, e daria para fazer os 65 dias tranquilamente. Caso ache muito ruim ficar em hostel em todas as cidades, mesclá-los com hotéis já daria uma bela reduzida também.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

A troca de hotéis por hostel é uma opção sim, mas que só vou usar em último caso. Só fiquei em albergue uma vez, em Salvador, na época da faculdade (já faz uns 15 anos) e a experiência na época eu achei divertida. Confesso que curti. Com a cabeça que tenho hoje, acho que o que antes era zoeira se tornaria aporrinhação, na certa. De qualquer forma, aceito sugestões de albergues.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Te entendo perfeitamente. Há sim albergues que são só pra festa, mas há outros bem mais calmos, que servem para qualquer um que não tenha necessidade de conforto extremo. Há inclusive quartos individuais, que saem mais barato que muitos hotéis (mas isso não é regra). No hostelworld.com, vendo avaliações das pessoas, vc facilmente descobre se o hostel é party oriented ou não.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Em primeiro lugar um ponto a considerar é que viagem longa assim parece legal, mas nem para todo mundo. O Máximo que eu fiz viajando sem parar foi um mês e depois vc começa a ficar de saco cheio. Cada um é cada um, mas é sempre bom pensar nisso.

 

Quanto aos voos acho que faria sentido fazer istambul - budapeste - viena - munique - praga - berlim ...

 

A segunda parte da viagem seria perfeita se o seu amigo pudesse começar antes em Paris - espanha - Portugal

 

Eu não sei se esse esforço todo para ir para Sevilha por dois dias vale. Eu talvez incluiria Porto na parte final do roteiro que é uma cidade muito bem conectada em termos de aeroporto e depois com Lisboa.

 

Talvez fosse melhor fazer barcelona - sevilha - madrid para baratear os voos pq daí vc acha voos baratos da Vueling.

 

Se vc fosse para Porto tem também muito mais voo de low cost que Lisboa. Mesmo que vc queira ir embora por Paris ajudaria.

 

Ano passado lembro que peguei voos pela Ryanair Milão - Porto e Porto - Madrid e paguei só 16 euros cada como despachei mala acho que subiu para uns 35 euros.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Eu acho 6 dias para Madri e 4 para Sevilha bastante tempo, Madri dá para fazer em 4 dias, e ainda visitando Tolledo, e Sevilha em 2. A capital espanhola não tem muitos atrativos, e, acredito que você vai evitar museus (pois, depois de passar em tantas cidades e museus, chega uma hora que cansa).

De restante, acho que está bom os dias.

Aproveitado, sobre museus (caso você goste), veja antes na internet sobre os museus das cidades que você vai, pois visitar muitos é bem cansativo (acaba sendo repetitivo vendo esculturas, quadros, esculturas, quadros...) escolha os mais interessantes e não tenha medo de pular algum.

 

Sobre viagens longas, eu viajei por 90 dias e é cansativo, tem horas que bate um desânimo por ficar longe de tudo que você conhece, mas o ânimo volta depois. Eu não me arrependo de ter feito 3 meses direto, hoje eu não viajaria mais que um mês, mas, como primeira viagem, vale a pena usar seus 65 dias.

 

Hostels não necessariamente que é voltado para jovens baladeiros. Fiz toda minha viagem apenas me hospedando neles, e digo que você consegue um ambiente bem agradável sem festas dentro dele (na verdade, dentro do hostel mesmo é difícil ter bagunça, só quando, raramente, tem um grupo viajando junto, ou você esteja em Amsterdam). Mas também digo que você não consegue ter toda sua liberdade, pois está dividindo espaço com outras pessoas. Recomendaria reservar, hospedar em hotel e hostel.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Em primeiro lugar um ponto a considerar é que viagem longa assim parece legal, mas nem para todo mundo. O Máximo que eu fiz viajando sem parar foi um mês e depois vc começa a ficar de saco cheio. Cada um é cada um, mas é sempre bom pensar nisso.

 

Quanto aos voos acho que faria sentido fazer istambul - budapeste - viena - munique - praga - berlim ...

 

A segunda parte da viagem seria perfeita se o seu amigo pudesse começar antes em Paris - espanha - Portugal

 

Eu não sei se esse esforço todo para ir para Sevilha por dois dias vale. Eu talvez incluiria Porto na parte final do roteiro que é uma cidade muito bem conectada em termos de aeroporto e depois com Lisboa.

 

Talvez fosse melhor fazer barcelona - sevilha - madrid para baratear os voos pq daí vc acha voos baratos da Vueling.

 

Se vc fosse para Porto tem também muito mais voo de low cost que Lisboa. Mesmo que vc queira ir embora por Paris ajudaria.

 

Ano passado lembro que peguei voos pela Ryanair Milão - Porto e Porto - Madrid e paguei só 16 euros cada como despachei mala acho que subiu para uns 35 euros.

 

Obrigado pelas dicas.

Eu concordo com você que seria realmente mais lógico fazer o trecho Istambul-Budapeste em vez de Istambul-Munique, porém, como já disse acima, a intenção é evitar o período da Oktoberfest, já que não estou à procura de festa, além de haver um aumento considerável das diárias dos hotéis nessa época.

Igualmente concordo que também seria melhor fazer Barcelona-Sevilha-Madri, porém mais uma vez eu entro na questão de encaixar os dois períodos de viagem: o que farei sozinho com o que farei com o meu amigo. O interesse dele é por visitar Lisboa, Barcelona e Paris. Madrid eu visitaria sozinho.

Em relação aos voos para Porto, simulei no site Decolar.com e só mostraram voos com escala em Lisboa, partindo de Sevilha. Se encontrasse um voo direto, certamente iria, pois tenho vontade de conhecer a cidade.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Eu acho 6 dias para Madri e 4 para Sevilha bastante tempo, Madri dá para fazer em 4 dias, e ainda visitando Tolledo, e Sevilha em 2. A capital espanhola não tem muitos atrativos, e, acredito que você vai evitar museus (pois, depois de passar em tantas cidades e museus, chega uma hora que cansa).

De restante, acho que está bom os dias.

Aproveitado, sobre museus (caso você goste), veja antes na internet sobre os museus das cidades que você vai, pois visitar muitos é bem cansativo (acaba sendo repetitivo vendo esculturas, quadros, esculturas, quadros...) escolha os mais interessantes e não tenha medo de pular algum.

 

Sobre viagens longas, eu viajei por 90 dias e é cansativo, tem horas que bate um desânimo por ficar longe de tudo que você conhece, mas o ânimo volta depois. Eu não me arrependo de ter feito 3 meses direto, hoje eu não viajaria mais que um mês, mas, como primeira viagem, vale a pena usar seus 65 dias.

 

Hostels não necessariamente que é voltado para jovens baladeiros. Fiz toda minha viagem apenas me hospedando neles, e digo que você consegue um ambiente bem agradável sem festas dentro dele (na verdade, dentro do hostel mesmo é difícil ter bagunça, só quando, raramente, tem um grupo viajando junto, ou você esteja em Amsterdam). Mas também digo que você não consegue ter toda sua liberdade, pois está dividindo espaço com outras pessoas. Recomendaria reservar, hospedar em hotel e hostel.

 

Coloquei esse tempo para Madri e para Sevilha para aproveitar a hospedagem barata e fazer muitos bate-e-volta. Em relação à duração da viagem, também penso na possibilidade de ficar de saco cheio. Não é minha primeira viagem à Europa. Fui no ano passado e fiquei 23 dias, visitando Roma, Nápoles, Pompeia, Florença, Veneza, Londres, Paris e Lisboa. Foi uma viagem corrida, muita coisa ficou para outra viagem. Em Lisboa, por exemplo, só visitei os monumentos históricos e Sintra. A parte moderna da cidade, como o Parque das Nações, ficou pra próxima. Em Paris fiquei sete dias inteiros, então consegui ver tudo o que queria. Em Londres, mesmo ficando quatro dias não consegui ver muitos museus. No Museu Britânico e no Museu de História Natural só vi alguns poucos itens mais importantes. Em Roma, mesmo ficando só dois dias, vi o que gostaria de ver. Só queria mais tempo para Veneza, que conheci num bate-e-volta. É a cidade mais bonita que já conheci.

Quanto à hospedagem, prefiro mesmo ficar em hotel econômico. Albergue só se o orçamento não der. Parece óbvio, mas eu já conheci pessoas que, mesmo tendo dinheiro de sobra pra ficar em qualquer hotel, ficam sempre em albergues quando viajam sozinhas, na intenção de fazer amigos.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Já pensando na alta do dólar, nos custos da viagem e no cansaço da viagem longa, elaborei dois roteiros alternativos, com 45 dias. O primeiro seria no caso de eu realmente fazer a segunda parte da viagem com o meu amigo (ele ainda está pensando na possibilidade). O segundo roteiro seria totalmente sozinho.

 

 

MOCHILÃO – 45 DIAS – SETEMBRO E OUTUBRO DE 2015 - 9 países (Hungria, Áustria, República Tcheca, Alemanha, Holanda, Bélgica, Espanha, Portugal e França)- Total: R$ 10.500,00

 

Dia 1 – Saída de Brasília

Dia 2 –Chegada a Budapeste

Dias 3, 4 e 5 – Budapeste – Ibis Budapest City – R$ 655,79

Dia 6 – Budapeste-Viena – trem 2h33 – R$ 150,00

Dias 7, 8 e 9 – Viena – Ibis Wien City – R$ 804,75

Dia 10 – Viena-Praga – trem 4h50 – R$ 225,00

Dias 11, 12 e 13 – Praga – Ibis Praha Mala Strana – R$ 880,57

Dia 14 – Praga-Berlim – trem 4h46 – R$ 250,00

Dias 15, 16, 17 e 18 – Berlim – Ibis Budget Berlim Alexanderplatz – R$ 708,00

Dia 19 – Berlim – Amsterdam – 6h24 – R$ 450,00

Dias 20, 21 e 22 – Amsterdam – Ibis Budget Amsterdam Zaadam – R$ 615,41

Dia 23 –Amsterdam – Bruxelas – trem – R$ 240,00

Dias 24 e 25 – Bruxelas – Hotel Meininger – R$ 569,00

Dia 26 – Bruxelas-Madri – Iberia – R$ 370,00

Dias 27, 28, 29 e 30– Madri – Ibis Budget Madri Centro Las Ventas – R$ 765,00

Dia 31 – Madri-Lisboa – R$ 150,00

Dias 32 e 33 – Lisboa – Ibis Liberdade – R$ 723,00

Dia 34 – Lisboa-Barcelona – R$ 150,00

Dias 35, 36, 37 e 38 – Barcelona – Ibis Barcelona Sagrada Família – R$ 1295,00

Dia 39 – Barcelona-Paris – trem – 6h38 – R$ 300,00

Dias 40, 41, 42, 43 e 44 – Paris - Ibis Budget Paris Porte de Montruil – R$1200,00

Dia 45 – Paris-Brasília

 

MOCHILÃO – 45 DIAS – SETEMBRO E OUTUBRO DE 2015 - 8 países (Grécia, Turquia, Hungria, Áustria, República Tcheca, Alemanha, Holanda e Espanha)- Total: R$ 10.945,00

 

Dia 1 – Saída de Brasília

Dia 2 –Chegada a Atenas

Dias 3, 4, 5 e 6 – Atenas – Best Western Amazon – R$ 1080,00

Dia 7 – Atenas – Istambul – R$ 380,00 Turkish Airlines

Dias 8, 9, 10 e 11 – Istambul – Ibis Istambul – R$ 1310,13

Dia 12 – Istambul – Budapeste - R$ 380,00 Turkish Airlines

Dias 13, 14 e 15 – Budapeste – Ibis Budapest City – R$ 655,79

Dia 16 – Budapeste-Viena – trem 2h33 – R$ 150,00

Dias 17, 18 e 19 – Viena – Ibis Wien City – R$ 841,40

Dia 20 – Viena-Praga – trem 4h50 – R$ 225,00

Dias 21, 22 e 23 – Praga – Ibis Praha Mala Strana – R$ 880,57

Dia 24 – Praga-Berlim – trem 4h46 – R$ 250,00

Dias 25, 26, 27, 28 e 29 – Berlim – Ibis Budget Berlim Alexanderplatz – R$ 850,00

Dia 30 – Berlim – Amsterdam – 6h24 – R$ 450,00

Dias 31, 32 e 33 – Amsterdam – Ibis Budget Amsterdam Zaadam – R$ 615,41

Dia 34 – Amsterdam – Barcelona – Iberia – R$ 366,00

Dias 35, 36, 37 e 38 – Barcelona – Ibis Barcelona Sagrada Família – R$ 1295,00

Dia 39 – Barcelona-Madri – trem 2h30 – R$ 300,00

Dias 40, 41, 42, 43 e 44 – Madri – Ibis Budget Madri Centro Las Ventas – R$ 918,00

Dia 45 – Madri-Brasília

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!

Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.

Entrar Agora

Entre para seguir isso  

×