Ir para conteúdo
  • Cadastre-se
  • Faça parte da nossa comunidade! 

    Peça ajuda, compartilhe informações, ajude outros viajantes e encontre companheiros de viagem!
    Faça parte da nossa comunidade! 

ivaozim

Checklist para acampamento em Montanha e Praia

Posts Recomendados

beleza amigo, obrigado pela preocupacao, mas eu to sabendo de tudo - ou quase tudo - que precisa pra subir la, tenho um grande amigo que passou um mes naquela regiao. Digo solo sem uma companhia, sem ninguem que divida nada, a nao ser q eu pague. Ja viagei muito. Sei a importancia de me planejar.

Xaliba

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Gente duvida...o que e realmente essencial pra acampar...porque se eu for pela lista de inicio vou precisar de um carro...

E como eu sou iniciante nisso o que devo levar que realmente vai ser importante???

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

jccouto,

A lista ta muito bôa e não tenho nada a acrescentar

Porém...

"Também retiro shampoo e sabonete pois como falamos de montanha ninguém aqui está afim de poluir uma fonte de água das raras que possuímos em montanha só para ficarmos limpinhos né? Até sabão tenho receio de usar.."

por rodrigoschemes em 26 Set 2005, 11:54

 

Assim como rodrigoshemes citou, o shampoo e sabonetes são dispensaveis.

Uma bôa técnica para a higienização nas montanhas é procurar um rio com preferência cachoeiras que contenham no fundo uma fina terra misturada com rochas moidas bem finas , tipo areia, e esfregar pelo corpo inteiro para depois se lavar. Nesta técnica fica mais fácil tirar fotos dos animais que sentiriam facilmente seu cheiro antes mesmo de ouvir sua respiração( o oufato é forte para animais nativos) e vc se sentirá muito mais interligado com a natureza ficando com um cheiro de floresta muito confortavel.

Se além disso o montanhista tiver conhecimento sobre alimentos como folhas e cascas de árvore poderá tbm escovar os dentes nesta técnica levando apesas a escova de dentes e passando como pasta a terra da água corrente.

Esta técnica de higienização foi inventada pelos índios para depois ter sido descoberta pelos colonisadores como banho, a parte da higienização bucal não existia escova más sim o bom buchecho com terra e pedra moída.

 

Agradeço pelo tópico criado.

 

Muita energia positiva e natural a todos. sabedoria paz amor.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

 

o que devo levar que realmente vai ser importante???

 

 

1º - quando se é marinheiro de primeira viagem leva-se um monte de coisas "desnecessarias"... porem as coisas "desnecessarias" nao sao inuteis...

2º - com o tempo, experiencia de indas e vindas, voce acaba sabendo o que é mais importante levar... ou seja, diminui o peso que ira carregar...

3º - uma regra basica que eu uso: todo tem que caber na mochila que vou levar...

 

[]s

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Ninguém precisa abdicar da higiene pessoal diária em nome da preservação ambiental.

Utilize sempre sabão, sabonete e xampu biodegradáveis, mas não os utilize dentro de rios e cachoeiras. Para o banho e lavagem de roupas e utensílios de cozinha respeite uma distância mínima de pelo menos 15 metros longe de “corpos d’água” (cachoeira, rio, lago).

Um ítem que nunca vejo na maioria das listas de montanhistas e campistas selvagens é o “Shit Tube”.

É prática comum entre os que possuem um mínimo de bom senso ecológico e social cavar um buraco para fazerem suas necessidades fisiológicas e também enterrarem outros resíduos orgânicos derivados da preparação ou sobra de alimentos. Porém esta prática precisa ser repensada.

Porque rever conceitos e não mais praticar o velho método de enterrar?

Ao escavar o solo estamos contribuindo para a formação de erosão.

Mesmo quando enterramos nossos excrementos muitos animais conseguem sentir o cheiro e desenterram; ao entrarem em contato com nossas fezes esses animais podem contrair doenças que serão transmitidas para outros de sua espécie ou através da cadeia alimentar.

O risco de contaminação de nascentes e cursos d’água também é grande devido a ação da chuva.

As áreas de preservação ambientais são “ilhas” com um frágil equilíbrio interno, nossa intervenção nestes espaços através dos campings selvagens degradam este sensível equilíbrio, todo e qualquer impacto gera conseqüências que podem se tornar irreversíveis. Tenha em mente que mesmo os mínimos impactos se somam, se acumulam.

Não é somente retirando animais ou plantas dos parques que os estamos destruindo, temos o dever de trazer para fora todo lixo inorgânico e orgânico também, produzidos de todas as formas.

 

O “Shit Tube” nada mais é que um recipiente onde armazenamos e transportamos nossos dejetos produzidos em nossas passagens por ambientes naturais.

Há Shit Tubes fabricados por empresas de equipamentos de escalada com várias dimensões, mas você mesmo pode fazer o seu de forma simples.

Alguns montanhistas para fazerem os seus reutilizam grandes frascos de produtos encontrados em supermercados que possuam boca larga com uma tampa de rosca.

Outros o fazem com um pedaço de tubo de PVC desses utilizados para redes de esgoto facilmente encontrados em qualquer depósito de material para construção.

O método de confecção é simples:

- Pega-se entre vinte e trinta centímetros de um tubo de PVC de 4 polegadas e fecha-se um dos lados com um “Tampão” também conhecido como “CAPS” do mesmo tubo com cola de PVC.

- O outro lado será fechado com outro “Tampão” igual, porém este não será colado, pois servirá como tampa do “Shit Tube”. Este “Tampão” precisa ter um anel de borracha que se encaixa num canal interno do mesmo para dar maior vedação, este anel de borracha também é encontrado nos depósitos de materiais.

O “Shit Tube” também pode ser feito com um Saco Estanque. Por ser de material mais leve, fazer menos volume e ser mais discreto que um tubo de PVC amarrado na sua mochila, esta solução para muitos é a mais ideal.

Para completar você precisará de cal virgem para desinfecção e desodorização e saquinhos plásticos ou folhas de jornal.

Para utilizar o “Shit Tube” defeca-se sobre a folha de jornal ou no saquinho plástico, joga-se uma mão de cal sobre as fezes para eliminar o odor e solidificar, embrulha-se no jornal ou no plástico e coloca-se junto com o papel higiênico dentro do “Shit Tube”. Ao chegar em casa, basta descarregar no vaso sanitário ou enterrar em um local adequado.

 

[align=center]otf_pic.php?pic_cat=users_pics&pic_id=user_4625_shit_tube.jpg

SHIT TUBE[/align]

Uma outra invenção recente e bastante interessante é a Shit Box, uma privada portátil (e dobrável), própria para o uso em campings. Feita de papel reciclado, vem acompanhada de um saquinho biodegradável, para colocá-la no lixo depois de usar.

 

[align=center]otf_pic.php?pic_cat=users_pics&pic_id=user_4625_shitbox.jpg&sid=ae45dedbceab7ec221d8d6fffaf204c1

SHIT BOX[/align]

Mas essa por enquanto só importando= http://www.thebrowncorporation.com/

 

Abraços.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Sandro,

 

Para mim essa visão já é algo extremista, visto que por essa ordem de ideias andávamos a reciclar e filtrar tudo o que vai cano abaixo nas nossas casas, porque não sabemos para onde realmente vão os detritos.

 

Dessa forma também não comeríamos peixe nem carne de forma a não matar os pobres animais, que apesar de estarem a vida inteira fechados numa fábrica, não significa que sejam menos importantes do que os animais em estado selvagem.

 

Dessa forma teríamos de ter uma casa ultra eficaz em termos energéticos de modo a evitar, estar a consumir energia da rede eléctrica, não limpa, o que implica a poluição do meio ambiente e também a destruição de habitats.

 

Enfim, podia continuar com isto o dia inteiro.

 

Creio que para tudo é necessário um equilíbrio. Sou muito amigo da natureza mas rejeito andar com os meus detritos às costas, só para evitar a remota hipótese de estar a destruir um habitat natural. Até porque a maior parte desses lugares não tem grande afluência humana devido ao facto de serem pouco acessíveis, no entanto quando são acessíveis, normalmente existem infraestruturas adequadas para essas situações (casas de banho/WC).

 

 

Cumps

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Olá soveski;

 

Por ingenuidade, falta de discernimento, comodidade (ou os três) seu valor de juízo coaduna com a de um típico turista predatório.

Como viajante consciente dos impactos ambientais causados pelos meus acampamentos tenho obrigação moral de sugerir atitudes de mínimo impacto.

Você falou em equilíbrio... Rsrsrs. A natureza selvagem está em equilíbrio quando nós não estamos presentes.

 

“Ninguém cometeu maior erro do que aquele que não fez nada só porque podia fazer muito pouco”.

 

Abraço.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Sandro,

 

Continuo sem concordar com o seu ponto de vista (a meu ver extremista), no entanto respeito-o.

Obviamente que seria extremamente prejudicial para o ecossistema se estivéssemos a falar de locais por onde passam centenas e centenas de pessoas diariamente, no entanto se o local o permitir e for bastante isolado, não tenho qualquer problema em fazer o célebre buraco e lançar o jantar da noite passada cá para fora.

 

Cumps

 

P.S - Sem querer ofender, mas pela sua ordem de ideias até deve poupar na flatulência não? Brincadeirinha 8)

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

interessante o ponto aqui.

 

quanto ao cagao, concordo com o sovesky, se vc realmente estiver em um lugar remoto, fazendo uma travessia e tal, nao vejo problema nenhum em enterrar os dejetos. Ja se vc estiver na praia do aventureiro, em ilha grande, por exemplo q tem milhares de pessoas cagando o dia inteiro, dai acho de bom tom sim nao deixar o seu dejeto la, da mesma forma q jogar um papelzinho na rua nao faz mal, mas se todos jogarem a coisa danca, e por isso eu nao jogo o meu.

 

Mas, caro sovesky, quanto a

Dessa forma teríamos de ter uma casa ultra eficaz em termos energéticos de modo a evitar, estar a consumir energia da rede eléctrica, não limpa, o que implica a poluição do meio ambiente e também a destruição de habitats.

 

Enfim, podia continuar com isto o dia inteiro.

 

felizmente estamos caminhando para isso, e deveriamos, quer dizer, DEVEMOS sim fazer tudo isso. E aqui se aplica totalmente o conceito do papelzinho na rua. Temos q iniciar as mudancas, pense nisso! Isso nao eh besteira extremista, eh uma necessidade.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

xaliba,

 

Não disse que não concordava com isso. Aliás, para mim uma das grandes soluções em termos de poluição atmosférica reside na total independência energética (limpa) de todas as casas.

 

O problema é que hoje em dia, embora seja possível, é horrivelmente caro construir uma casa assim.

 

Ainda há pouco tempo estive a falar com uns amigos que estão a tirar Engenharia do Ambiente e eles disseram-me que realmente o problema são os preços proibitivos e toda a burocracia envolvida (no caso de Portugal).

 

No entanto isto já é um pouco offtopic. ::mmm:

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Participe da conversa!

Você pode ajudar esse viajante agora e se cadastrar depois. Se você tem uma conta,clique aqui para fazer o login.

Visitante
Responder

×   Você colou conteúdo com formatação.   Remover formatação

  Apenas 75 emoticons no total são permitidos.

×   Seu link foi automaticamente incorporado.   Mostrar como link

×   Seu conteúdo anterior foi restaurado.   Limpar o editor

×   Não é possível colar imagens diretamente. Carregar ou inserir imagens do URL.




×
×
  • Criar Novo...