Ir para conteúdo
  • Cadastre-se
  • Faça parte da nossa comunidade! 

    Peça ajuda, compartilhe informações, ajude outros viajantes e encontre companheiros de viagem!
    Faça parte da nossa comunidade! 

Pado2734

Salvador-Machu Pichu de MOTO Dezembro 2010

Posts Recomendados

Oi pessoal, sou novo por aqui e abri esse topico para procurar ajuda e informações sobre esta viagem que pretendo fazer, alem de procurar outros corajosos que queiram se juntar ao projeto. Moro em Salvador-BA e pretendo viajar para Machu Pichu de moto, provavelmente em dezembro 2010, mas como uma viagem dessas requer muita preparação, já comecei agora a me organizar.

Tenho todas as duvidas possiveis e imaginaveis. Roteiro, documentação necessaria, o que levar, clima nessa epoca do ano nesses paises, perigos (lugares perigosos a evitar), mapas, grana necessaria, enfim, tudo! rsrsrs...

Gostaria de poder contar com a ajuda de quem já fez viagem parecida, de carro ou moto, para obter fonte de informações...

A ideia inicial é realizar a viagem utilizando uma V-Strom, partindo de Salvador em dezembro 2010 e seguindo em direção a Brasilia, Cuiaba e adentrando na Bolivia por Caceres, seguindo para La Paz e passando para o Peru por Desaguadero, subindo então para Cuzco. Não tenho muita certeza se voltaria pelo mesmo caminho, visto que talvez fosse interessante voltar por algum outro caminho para conhecer outros lugares interessantes, mas nada que fuja demais desta rota.

Gostaria mesmo de poder descer a America do Sul pelo Chile, passando pelo deserto do Atacama, mas aí já é muita coisa pra uma viagem só, de modo que isso deve ficar para uma outra aventura...

Fico muito agradecido a quem puder me ajudar com informaçoes e se alguem quiser se juntar ao projeto, vamos nessa!!!

 

Abraços a todos

 

Pado

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

ual hem.... vc naum tem muitas dúvidas naum hem ehhehe, mas vamos lá no que eu posso ajudar com vc. pretendof azer essa viagem tb, sou do rj, mas naum acredito em fazê-la mais pra frente... tipo final de 2010. Tem muita coisa bonita do Brasil para eu conhecer. pretendo ir a Foz do iguaço nas férias de final de ano. assim eu tenho intimdade presencial com a fronteira, e depois se sobrar tempo ou dinheiro, ainda pretendo ir à Bonito MS... com essa missões concluídas, certamente a próxima será Atacama ou Matchu Pitchu.

Mas vamos ao q interessa. roteiro vc faz fácil pela internet, naum tente esticar muito. tipo q já viajei mais de 1000 km em um dia e naum recomendo isso. pois no outro vc naum guenta nada. então veja um tempo médio de viajem q vc possa chegar e sair de todas as cidades de dia e com tranquilidade. aí trace seu roteiro dentro das cidades prediletas. a internet ajuda nisso pra caramba. terá rotas mais pertas, mas um desvio pra uma paisagem melhor naum custa nada neh. documentação, lógico, a sua, da moto, dizem q naum pedem mais permição internacional... mas se tiver, melhor, cartão de vacina é bom. se a moto for financiada ou de terceiros, autorização pra viagens internacionais e... melhor lugar pra se informar são nas embaixdas dos países de destino, ligue pra eles q eles te informam e cuidados com as taxas... vc pode pagar na embaixada e quando chegar lá eles cobrar de novo. o clima, amigo. os paises são do sul do planeja... então, estremos na mesma estação do ano. o q irá variar bem é a altitude neh... aí faz mais frio, por isso leve tudo e ao mesmo tempo, o mínimo possível... dilema pra quem está em cima de uma moto neh. enfim... é coisa pra caramba neh. mas o resultado, vale a pena. naum precisa nem dizer em revisar a moto, peneu, relação, vela, filtros, fluídos e coisas de desgastes maiores neh. mas boa sorte, conte como foi a sua e q tb vou nessa. quem sabe o prefeito naum dê aquela gratificação q ele ta devendo e eu faço tudo de uma vez no final do ano.... sonhar naum custa nada

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Fala Pado2734, blz ?

 

Cara, inicialmente acho que o mais importante é conhecer os seus limites com a moto, falo isso, pq acho que qualquer moto chega em qualquer lugar, dependendo de onde o motociclista/motoqueiro queiram ir.

 

Feito isso, aí é começar a planejar o roteiro.

 

Sabendo o que vc quer fazer com a moto, é o principal, pois há caminhos que são só de asfalto e há caminhos que tem terra/cascalho, etc.

 

O caminho que pretende fazer não é muito usual para quem faz essa viagem de moto, Cáceres-Santa Cruz de La Sierra tem muitos km's de estrada de terra/cascalhada.

 

É importante sempre ter em mente o estado das estrada que vc pretende seguir, veja os links sobre o estado da estrada:

 

caceres-t9506.html

 

http://www.entrevia.com.br/?pg=noticia&id=8503

 

Caso vc prefira outro caminho, há o famoso caminho do Trem da Morte, onde vc embarca a moto no Trem da Morte em Corumbá e retira-o do trem em Santa Cruz de La Sierra (esse caminho já se tornou mais usual) e de lá segue viagem, por estradas que às vezes tem alguns trechos com terra, mas é pouco, até La Paz.

 

Existe um problema na fronteira Copacabana/Yunguio para os viajantes de moto, que é a "exigência" do Seguro Obrigatório no Peru, em alguns casos 10 pesos resolvem o problema, mas já li motoqueiro que ficou parado 3/4 dias esperando "a autoridade" do posto retornar de reuniões, pois os funcionários não tinham "autonomia" para liberar a passagem.

 

Também já li, e é verdade, gente que não passou nenhum problema por essa fronteira.

 

Pelo que pretende fazer Desaguadero, não há muitos relatos de problema, mas os de sempre, uma propina aqui outra ali.

 

Falando em Propina esse pessoal fez o caminho que vc pretende fazer(Cáceres-Santa Cruz de La Sierra), só que em 2004 e tiveram que "pagar" um pedágio no caminho que pretende fazer:

 

http://www.motoesporte.com.br/viagem/Pantanal%20-%20machupiccho2004/pantanal%20machopiccho.htm

 

O caminho de trem(Corumbá-Santa Cruz de La Sierra), tem esse relato de um amigo que fez agorinha no começo do ano:

 

http://americademoto.blogspot.com/2009_02_01_archive.html

 

Aconselho a leituras de relatos de viagens para melhor saber o que vai enfrentar e como se preparar.

 

O GROOGOU é uma ótima ferramenta nesse caso.

 

Ah, também o www.inema.com.br que tem vários relatos de motoviagens para diversas bandas do país.

 

Se os dois caminhos não são a sua, há o caminho natural, totalmente asfaltado que é ir até Foz do Iguaçu, entrar na Argentina, seguindo por Posadas/Corrientes/Pampa del Infierno/Salta/Purmamarca/PASO DE JAMA (Divisa Argentina-Chile)/San Pedro de Atacama/Arica (DIVISA Chile-Peru)/Tacna/Arequipa ou Moquegua (aqui há dois caminhos, um que vai de Moquegua para Desaguadero-Puno-Cusco ou Arequipa-Juliaca-Cusco)/CUSCO.

 

Aconselho há leitura do site do Ricardo Rauen, pois há viagens dele para esses lugares:

 

http://www.rauenmotoviagem.com.br/

 

Nesse último caso, a estrada é toda asfaltada, e de beleza única, aconselho também há conversar com o LeoRJ que acabou de fazer esse caminho recentemente.

 

Sobre esse caminho, há vários relatos interessantes na internet.

 

Sobre documentação é o básico:

 

- R.G. Original e recente ou Passaporte (esse é sempre o melhor);

- Documento original da Moto em seu nome, sem ressalvas (financiamento, leasing, etc tem que se informar como funciona para cada país);

- Seguro Carta Verde (para os países do Mercosul), fácil fazer é só entrar no site da magna Seguradora (não deixe para a última hora, é dor de cabeça garantida);

- No Peru, há um pedido de já ter cópias dos documentos acima, mas eu fui por ARICA-Chile/Tacna-Peru e não precisei, o pessoal lá mesmo fez as xerox's;

- Especificamente nesse fronteira Chile-Peru há um documento que só é usado lá, tem que ser adquirido para fazer a passagem, no caso, há sempre alguém vendendo, e só serve para ali, no caso a fronteira seja Peru-Chile os funcionários da Aduana tem o tal documento e vc não precisa pagar, mas tem que pedir para um segurança da Aduana, pois não é divulgado tal informação.

 

 

Tem que ter bastante paciência na Aduana Peruano, são necessários 8 carimbos no tal papel (isso caso vá via Chile), mas o pessoal é bem solícito e sempre há alguém te ajudando, são super simpáticos.

 

No caso da Aduana Chilena há o velho "humor" chileno, confesso que embora eles estejam mais organizados que os Peruanos, são campeões na forma de "como não tratar" as pessoas, mas isso varia de pessoa para pessoa.

 

Enfim, acho que tem um pouco de informação para começar a planejar a sua viagem.

 

No mais, recomendo muita leitura e planejamento, pois há muito o que ver e pouco tempo para tudo,

 

Grande abraço e boa sorte.

 

Muitos km's sem vento.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Já ia esquecendo.

 

MAPAS:

 

- Da Argentina e do Chile é fácil comprar, na Argentina em qualquer Estaciones de Serviço (Posto de Gasolina) normalmente há o mapa (é legal comprar assim que entrar lá, pois vai encontrar o mais atual), no Chile eu bobeie e não consegui comprar um, mas não é difícil achar não.

 

No caso o Peru é raríssimo encontrar mapas rodoviários, o interessante é pesquisar na internet que há vários "escaneados" e assim que chegar em Cusco procurar comprar um, foi lá que encontrei o que eu uso, ou seja, precisei ir até Cusco para encontrar um mapa, e é assim mesmo.....heheheheeheheheheheh

 

Em Tacna havia um numa xerox, bem desatualizado e caro (em termos gerais, se fizer o câmbio é bem barato), não ajudou muito, mas serviu de referência.

 

Há na internet os mapas de GPS, normalmente estão certinhos, mas em estradas pouco usadas não há o "traçado" ainda, pois dependem da colaboração das pessoas que vão aos países, repassando os dados para os "fazedores de mapas".

 

Aconselho há entrar no GOOGROU e pesquisar sobre isso.

 

O que eu lembro de cabeça é o proyecto mapear da argentina e o GPS Brasil ligado ao projeto TrackSource.

 

Enfim, espero que as informações sejam úteis.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Valeu pelas dias, De Andrade. O lance de eu estar planejando essa viagem pra dezembro de 2010 é por causa de periodo de ferias, e acho que dezembro de 2009 já esta perto e nao vou estar preparado ainda. Na verdade ainda nem tenho a moto ideal pra isso por enquanto. Tenho uma custom de 800cc e uma Lander X e estou vendendo as duas pra pegar uma aventureira de verdade. Por causa disso tudo é que planejo a viagem pra daqui tanto tempo. Mas assim que pegar a tal moto desejada, já vou fazendo umas viagens menores pra ir pegando ritmo a amaciando a danada, tipo coisa de 2000, 3000 kms... hehehe...

Abraço

Pado

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Oi China! Amigo, tu realmente é o cara!

Isso é que eu chamo de ser pró-ativo. Dá pra perceber facilmente que vc tem experiencia com esse tipo de coisa, e é isso que eu precisava encontrar agora. Já dei uma olhada breve nos links que vc me mandou e vi que tem bastante material lá pra começar a pesquisa. Mas tb me deu uma luz de como eu devo conduzir essa pesquisa, e acho que era nesse ponto que eu estava patinando ainda... ::putz::

Vc tb tem razão em relação a conhecer os limites. Já tenho em mente que se puder evitar os trechos grandes em estradas de terra e rupio (acho que é assim que eles chamam estrada de cascalho por lá) será melhor. Até pq eu viajava em motos custom (Marauder 800) e não tenho tanta afinidade assim com terrenos lamacentos ou de areião. Apesar de que agora estarei partindo pra V-Strom, e aí a conversa muda um pouco... rs

Já viajei de Salvador pra São Paulo capital e voltei num total de 5.000kms sozinho, eu e Deus, na ida quase passeando, não mais de 650kms/dia, levando 4 dias pra chegar em velocidade tranquila de cruzeiro. Já a volta fiz em 2 dias, rodando 1000 kms/dia e forçando um pouco a maquininha, mas felizmente deu tudo certo. Cheguei arrebentado... E aprendi que esse negocio de rodar 1000 por dia é doideira. Vc até consegue dar uma puxada boa se a estrada ajudar, mas provavelmente no dia seguinte vc vai ter de maneirar, fazer uma perna menor pra chegar mais cedo no destino e poder descansar um pouco, o que no fim das contas dá no mesmo de ter feito duas pernas de media distancia. Na verdade, estou certo de que o que vai determinar a distancia a ser percorrida diariamente é o tipo de estrada que vc vai encarar naquele dia, levando em consideração as aduanas, buraqueira, altitude, controle da velocidade pela policia, e por aí vai uma lista enorme de variantes... fora os imprevistos. Esses não tem jeito...

Bem amigão, muito obrigado pelas informaçoes, pelos links e pela atenção que teve comigo, mas fique tranquilo que ainda hei de lhe perguntar muita coisa... rsrsrs.

E já fica aqui o convite pra encarar essa viagem comigo, se estiver a fim. Como eu disse no primeiro topico deste forum, alem de procurar informações preciosas que me ajudassem a planejar essa parada toda, procuro tambem companheiros pra essa aventura...

Mais uma vez obrigado,

Abraço

Pado

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Falaí Pado,

 

O China já deus umas dicas excelentes.

Também estou programando esta viagem, provavelmente para dez.2010.

Neste próximo dezembro estou indo ao Atacama. Não vai dar tempo de chegar até Machu Pichu, pois pretendo ficar uns dias em Atacama e voltar pelo Paso guas Negras.

Vou de V Strom. É uma moto excelente para viagens longas e voce faz 1.000 por dia fácil, mas depende das paradas no caminho. Tá mais para o tempo de viagem que pela quilometragem.

 

Se quiser ir trocando umas idéias, beleza.

Quem sabe não vamos juntos?

 

Abraços

 

Miguel

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Caro pado, planejar é fundamental para uma boa viagem, seja ela longa ou curta. em relação as motos, sou a favor daquela teoria que diz que qualquer moto chega em qualquer lugar. tenho um amigo de Salvador que veio de lá até o Rio em uma Pop 100. tendo bunda e tocada, se vai a qualquer lugar. Já viajei muito de 125 (cheguei a andar 1000 km em um dia viajando) e hoje ando em uma fazer 250 que me satisfaz em tudo, principalmente em naum mudar marcha, nem em serras eheheh. mas enfim, eu pretendo fazer Peru em 2010 por grana mesmo, e se Deus quiser eu vou pra foz do iguaçu nas férias de final de ano, será a primeira vez fora do sudeste e pelo que planejo será no esquema de planejar a ida e deixar várias possíveis voltas. se tiver afim, mantenha contato

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Fala ae Martinez, blz cara?

Eh, realmente o China mandou bem.

Se vc está planejando esta viagem a Machu Picchu para dezembro 2010, podemos faze-la juntos, com certeza. Voce já tem parceiros pra essa viagem? Vc sai de onde? Eu moro numa cidade vizinha a Salvador-BA. Chama-se Lauro de Freitas.

Quanto a essa viagem sua para o Atacama neste fim de ano, esta ideia me pareceu excelente. Quem sabe se eu já tiver pegado a Strom até lá... vontade não me falta, mas eu ainda dependo de vender 2 motos pra montar na Suzukona (a menos que eu faça de Lander X... rs)

Vamos nos falando sim, e podemos tambem compartilhar as informações que conseguirmos a esse respeito.

Abraço

Pado

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

FalaPado2734, blz ?

 

Cara, desculpe a demora em responder.

 

Então cara, tem muita coisa mesmo para planejar e precisando de ajuda é só gritar que a gente tenta "atrapalhar" no planejamento.

 

Putz, eu até tenho vontade de voltar e ir novamente para o Peru(Ui!!!hehehehehh), quero muito conhecer o Norte do País que é lindíssimo, um amigo acabou de fazer Venezuela, Colômbia, Equador, Peru, Bolívia, Argentina e o Norte do Peru(Ui!!!!heheheheheh) é realmente tão interessante quanto o Sul, pesquise depois sobre Kuelap, Huaraz, etc.

 

Se tiver curiosidade (não faz parte do seu trajeto, uma parte sim), veja aí o link:

 

http://www.falcononline.com.br/forum/index.php?topic=10741.0

 

O legal é que tem muita coisa para fazer e um bom tempo para se planejar, precisa pensar o que dá para ver e o que tem que ficar para um próxima.

 

Acho assim, a V-Strom é ótima para o asfalto, perfeita mesmo, mas o peso dela deve dar uma prejudicada quando o terreno muda, aí é tem que ter mais cuidado, mas com paciência ela vai onde se quiser(vide o site do Ricardo Rauen e veja onde ele já enfiou a V-Strom dele), o principal problema é se encontrar areia fofa no caminho, aí.... bom aí é ruim para qualquer moto, seja street, custom ou trail.....

 

Peso x areia fofa é uma equação extremamente complicada, pois quanto mais peso, mais dificuldade.......

 

Só para complicar um pouco mais o planejamento, vc já ouviu falar sobre a TransOceânica ???? Se sim, legal, tenho muita vontade de fazê-la, senão, pesquise, vai perder a Bolívia (a travessia), mas terá uma paisagem única, linda mesmo, cheia de muuuuuuita aventura, como diz um amigo Equatoriano que fiz na minha viagem, sobre a TransOceânica, Es muy dura!!! heheheheheheheehehehehehehehehehehehehehehe

 

Dá uma olhada ai:

 

http://minasmachupichu.blogspot.com/search?updated-max=2009-03-05T19%3A35%3A00-03%3A00&max-results=10

 

Enfim, agradeço também o convite, mas putz, o meu planejamento para o ano que vem já tá para outra direção....heheheheheheheeheheh

 

Grande abraço e bom planejamento aí.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Participe da conversa!

Você pode ajudar esse viajante agora e se cadastrar depois. Se você tem uma conta,clique aqui para fazer o login.

Visitante
Responder

×   Você colou conteúdo com formatação.   Remover formatação

  Apenas 75 emoticons no total são permitidos.

×   Seu link foi automaticamente incorporado.   Mostrar como link

×   Seu conteúdo anterior foi restaurado.   Limpar o editor

×   Não é possível colar imagens diretamente. Carregar ou inserir imagens do URL.




×
×
  • Criar Novo...