Ir para conteúdo
  • Faça parte da nossa comunidade! 

    Encontre companhia para viajar, compartilhe dicas e relatos, faça perguntas e ajude outros viajantes! 

guto_okamoto

Tailândia e Indonésia: Um Mochilão de Mendigo Macho (VIDEOS + FOTOS) - Jan 2015

Posts Recomendados

Depois do Sleepabord em Maya Bay, nossa estadia na Tailândia estava acabando. ::ahhhh::

 

Foi tudo muito FODA! Tomamos saraivadas de fogo em Koh Tao, desbravamos a ilha motoca, passamos a virada de ano na famosa Full Moon Party em Koh Phangan, enfrentamos mocorongos, conhecemos Koh Phi Phi, dormimos em Maya Bay. Tem história que não acaba mais!

 

Saimos de Koh Phi Phi e teríamos que voltar pra Krabi pra pegar nosso vôo e ir pra Indonésia. Chegamos em Krabi a tarde, por volta de umas 15 horas e teríamos que ficar enrolando porque nosso vôo era umas 6 horas da manhã. Como a filosofia de "mendigo macho" já estava dentro de nós, não iríamos pagar um lugar pra dormir e não queríamos pegar táxi no porto porque nem sabíamos o que iríamos fazer. ::lol3::

 

Botamos no Google Maps um lugar onde tinhas hostels porque sabíamos que teria algum BAR pra gente ficar tomando umas e falando besteiras durante a noite até o vôo. Imagina a cena, 5 mongolóides (Chico tinha ido antes porque ia pra Indonésia em outro vôo) andando no meio da Tailândia a pé, sem destino definido. Os lugares onde a gente passou não tem absolutamente nada a ver com o que a gente vê quando pesquisa sobre a trip, era a Tailândia real ali. Subúrbio de Krabi! Roots pra caralho.

 

Andamos a pé uns 30 - 40 minutos até achar um bar legal e resolvemos sentar lá.

 

Bom, eu conheço meus amigos e não existe essa de "vamos tomar uma de leve".

 

IMG_0430.JPG.81358387d5271c99400523d6497d31a0.JPG

 

Lembro que um dos assuntos da mesa do bar era: mochilão na América do Sul vs mochilão no Sudeste Asiático. Na época eu cheguei a cravar que até aquele momento, o da América do Sul foi mais irado. Hoje eu me nego a comparar os dois, são trips tão FODAS que não podem ser comparadas. Crie a oportunidade e faça os dois mochilões. Foda-se qual o melhor, o importante é viver essas experiências ::otemo::

 

Ficamos lá tomando uma, duas, três, quatro, cinco....torres de Chang, e jogando pebolim e sinuca no bar, que por sinal tocava música brasileira! Ficamos lá do comecinho da tarde até o bar fechar, expulsarem a gente e tivemos que ir até o aeroporto pra dormir por lá mesmo. Pra chegar até lá foi uma saga, porque ninguém sabia onde era e teríamos que botar nossas fichas em um motorista de Tuk Tuk, que é a pior coisa que você pode fazer enquanto estiver na Tailândia. Quanto deu a corrida? Não faço a menor ideia, só sei que minha mochila rolou pela estrada durante o trajeto do aeroporto e o Léo fez o Tuk Tuk parar e foi correndo atrás pra recuperar meus pertences. Valeu, Léo ::otemo::::lol4::

 

Chegando no aeroporto, encontramos um canto lá pra dormir e nos jogamos nas cadeiras pra tentar cochilar antes do vôo. Obviamente que não deu e ficamos mortos, de ressaca no aeroporto de Krabi até chegar a hora do nosso vôo. Iríamos sair de Krabi, fazer uma ponte na Malásia até chegar em Bali.

 

Por incrível que pareça, o vôo da Malasya Airlines foi o melhor de todos. Pagamos por volta de 7.500 bahts na passagem, que dava uns 230 dólares ou 620 reais na época. O avião foi vazio e deu pra ir dormindo em três poltronas cada um. Obviamente que pegar um vôo da Malasya Airlines dá um frio na barriga pelo histórico de quedas da companhia. Lembro que entramos no avião e todos capotaram, só acordamos com o pouso "tranquilo" do avião. Não sei como o cara não quebrou o trem de pouso com a pancada que ele deu no chão, lembro que o Lucas acordou até assustado na hora ::lol4::

 

Passamos umas 4 horas no aeroporto da Malasya e finalmente iríamos chegar na Indonésia.

 

Lembro que antes de embarcar pra trip, a Tailândia era meu sonho. Tudo que eu lia da Tailândia era bom, as praias eram FODAS, a galera era gente boa, era tudo barato. Minha expectativa pra Indonésia era baixa, ia passar uma semana só. Mal sabia eu que em 7 dias eu teria um novo país favorito nesse mundão ::love::::love::::love::.

 

Nosso primeiro destino na Indonésia era Bali, chegamos no aeroporto internacional já existe uma taxa pra pagar na entrada. Não lembro quanto era, se não me engano algo em torno de 30 dólares. Se alguém souber por favor me corrija. Na saída também existe uma taxa mas é menor.

 

carte_bali_2.jpg.d31a6a4d3c2e35489b04004dfd2d476d.jpg

 

A ilha de Bali é grande. Em 7 dias é impossível conhecer tudo, então tentamos escolher alguns lugares pra conhecer. Você vai chegar em Denpasar, que é mais no centro da ilha e fica perto de Kuta, o centro mais comercial de Bali. Os lugares que nós queríamos ir ficavam no lado sul da ilha: Padang Padang, Uluwatu e Nusa Dua.

 

Pegamos um táxi e nos hospedamos a primeira noite em Kuta, que é onde tem mais comércio, restaurantes, baladas, etc em Bali.

 

Jantamos em um restaurante muito bom com um preço razoável e tomamos nossa primeira Bintang ::love::::love::::love:: . Cervejinha de Bali é excelente ::otemo:: A cotação em Bali era 1 dólar = 12.500 rúpias e quando você sacava uns 100 dólares se tornava um milionário ::hahaha::::hahaha::::hahaha::

 

Kuta está longe de ser o pico onde a gente gosta de mochilar mas lá tem um balada gigante que conhecemos que chama Sky Garden. São 8 baladas em um prédio e você pode ficar rodando por essas 8 baladas. O foda é que nesse dia que a gente colou lá, estava todo mundo moído por causa da ressaca de Krabi e noite pessimamente dormida no aeroporto. Não aproveitamos direito ::essa::

 

O que tem de nego vendendo droga nas ruas de Kuta não é brincadeira. Fiquem espertos porque aquela região de Kuta é sim um pouco perigosa. Imagina um lugar cheio de turista australiano cheio da grana, ruas pequenas e escuras e traficantes em toda esquina. Na volta do Sky Garden, um maloqueiro roubou uma corrente do Chico. Fiquem espertos! ::grr::

 

Voltamos cedo pro hostel. Guéli, Lipe e Chico iam esperar o Betão chegar em Kuta, ele estava vindo da Austrália encontrar a gente. Eu, Lucas e Léo já iríamos descer cedinho pra Padang Padang porque nosso tempo era curto, teríamos só 7 dias na Indonésia e queríamos fazer muita coisa.

 

Pagamos por volta de 100.000 rúpias pra ficar em um hostel bem razoável, ar condicionado, piscina mas chuveiro frio ::Cold:: Mas de boa, 100.000 rúpias não dá nem 10 dólares! Os preços na Tailândia e na Indonésia são bem parecidos no quesito hospedagem, alimentação e cerveja. Hospedagem por volta de 10 dólares, rango roots 2 dólares e cerveja 2 dólares.

 

Acordamos cedo, tomamos nossa café da manhã e pedimos um táxi pra descer pra Padang Padang, que é um dos picos de surfistas que tem em Bali. Quando entramos no táxi, o cara fez uma proposta pra gente. Iríamos pagar 200.000 rúpias pra ir pra onde a gente quiser durante a tarde e no final do dia o cara nos levaria para Padang Pagang.

 

Por que não dar um rolê ali por Ubud, conhecer os arrozais, ir até o Monkey Forest e fazer outros passeios e terminar o dia em Padang Padang? Ia ser mais proveitoso. Pagamos 400.000 rúpias e fechamos esse tour com o guia, Newman, que parecia ser gente boa mas se mostrou um grandissíssimo fidiputa.

 

Mas até que foi um bom negócio. O Lucas queria comprar umas pratas pra dar de presente, o Léo queria comprar umas lembrancinhas e meu pai tinha pedido pra comprar uma camisa horrorosa de Bali, então viria a calhar esse rolê.

 

O primeiro pico que ele parou foi numa casa de prata, lá é mais barato que aqui no Brasil e é bem famosa a prata de Bali. Obviamente que ele deve ter parado em uma que ele ganhava comissão. O pessoal da loja era muito gente boa, tavam cagando de rir com as merdas que a gente falava.

 

IMG_0095.JPG.0df76178070436db7c0613086489aea3.JPG

 

Os dois caras tavam caguetando a menina que tinha gostado do Lucas e a gente ficou enchendo o saco dela, toda envergonhada. Se eu e o Lucas botássemos as camisas verdes, nem ia dar pra saber que a gente era brasileiro. Me senti em casa em Bali ::lol4::

 

Depois das pratas, falamos pro Newman, "aí malucão balinês, encosta no pé sujo mais local que tiver aí pra gente bater um rango". maaano, ele parou num buteco roots e foi ali mesmo que a gente bateu um dos rangos mais locais da trip. Em Bali, faça como os Balineses. Comemos a comida local, bebemos a bebida horrível local. Só faltou a Bintang e o Gudan Garam que são definitivamente os melhores representantes de Bali ::tchann:: .

 

Ah, os rangos mais simples lá em Bali custam por volta de 25.000 rúpias, que dá uns 2 dólares. Dá pra encarar tranquilo os rangos de dois dólares!

 

 

O rolê ainda incluiu o passeio na Monkey Forest, é uma mixaria pra entrar lá e é legalzinho o passeio. Os macacos ficam soltos ali no parque, loucos pra roubar bananas. Você compra uns cachos de banana lá, levanta os braços e os bichos começam a te escalar pra pegar a banana. Nem adianta esconder, os fidiputa metem a mão no teu bolso se você deixar lá.

 

Monkey Forest fica bem perto de Ubud, que é o lugar ideal pra quem gosta de comprar tranqueiras e lembrancinhas da viagem.

 

IMG_0424.JPG.f4081aea977c2cb0b50b840fdebbdbc2.JPG

 

G0852227.JPG.293b8557879196e168cbedcd19c44fd8.JPG

 

Depois do Monkey Forest ainda fomos conhecer o famoso café Kopi Luwak, que é o café mais caro do mundo. E nem é tãaaao bom assim ::dãã2::ãã2::'> . Kopi Luwak é um café diferente porque ele é fermentado de uma forma diferente. Tem o bichinho, Kopi Luwak, que faz a seleção dos melhores grãos de café pra comer. O grão do café é fermentado no estômago dele e depois ele faz o cocozinho com o grão, os caras coletam esse grão cagado, limpam e fritam pra fazer o pó de café. ::dãã2::ãã2::'> Acho que é isso, foi o que eu entendi. Pesquisa aí no wikipedia depois ::otemo::

 

Enfim, esse tour é de graça. Ele explicam o processo e fazem uma rodada de amostra grátis de vários tipos de café. Café tradicional Kopi Luwak, café com gengibre, café com coco, com ervas, com tudo que é mistura. É bom mas é só uma isca pra te levar na loja e comprar o café mais caro do mundo. É o típico engana-trouxa. E nós caimos nessa ::lol4::

 

Compramos lá uns cafés e trouxemos pro Brasil. Lá é muito melhor, se pá não sei fazer saporra de café cagado Kopi Luwak. ::lol4::

 

 

Depois de tomar esse cafezinho de merda (literalmente) ::lol3:: , fomos conhecer um dos templos mais antigos de Bali e depois descemos para Padang Padang. O templo era legal mas já estávamos MORTOS!

 

Pedimos pra ele nos deixar no Ayu Guna, que é um hostelzinho irado, mas o PUTO do Newman ::grr:: deixou a gente em outro hostel, falando que era lá o Ayu Guna. Na real nem percebemos, porque já era noite e só queríamos dormir porque o dia foi cheio. A ideia era acordar cedo e já conhecer Padang Padang e Uluwatu!

 

No próximo post começo a contar porque todos nós nos apaixonamos por esse lugar tão foda chamado BALI / INDONÉSIA! ::love::::love::::love::

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Maaaaano teu relato tá muito massa!!!

Vou pra Tailandia ano que vem e já to começando a fazer meu roteiro e fico viajando nas tuas fotos e aventuras.

Quero ir nessas festas louconas tb kkkkk

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Mano, vc deveria ser financiado só pra viajar e postar relatos... muito top!!! Vc num fez nenhum mochilão pra Colômbia não?? kkkk... Vou pra lá no final do ano, mas ficarei acompanhando esse aqui pra inspirar e sonhar com vôos mais altos. kk

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Pqp ... Tô lendo seus posts dichavadinho aqui no trabalho, mas não tô aguentando, as vezes escapam uns sorrisos de canto de boca aqui ... Que irado!! Você realmente retrata que nem tudo são flores de uma maneira super divertida ... Vou pra Tailandia, Vietna e Indonesia em Agosto e estou no aguardo dos posts sobre a Indonesia ... Beijão e parabéns!!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Maaaaano teu relato tá muito massa!!!

Vou pra Tailandia ano que vem e já to começando a fazer meu roteiro e fico viajando nas tuas fotos e aventuras.

Quero ir nessas festas louconas tb kkkkk

 

Irado, Quintino. Com certeza você vai curtir muito por lá. E fica tranquilo que aventuras e festas louconas é o que não falta por lá ::hahaha::

 

Mano, vc deveria ser financiado só pra viajar e postar relatos... muito top!!! Vc num fez nenhum mochilão pra Colômbia não?? kkkk... Vou pra lá no final do ano, mas ficarei acompanhando esse aqui pra inspirar e sonhar com vôos mais altos. kk

 

Fala, Gustavo! Cara, concordo com você. Inclusive se você quiser me financiar, eu vou pra Colômbia e faço um relato ::otemo::

 

Pqp ... Tô lendo seus posts dichavadinho aqui no trabalho, mas não tô aguentando, as vezes escapam uns sorrisos de canto de boca aqui ... Que irado!! Você realmente retrata que nem tudo são flores de uma maneira super divertida ... Vou pra Tailandia, Vietna e Indonesia em Agosto e estou no aguardo dos posts sobre a Indonesia ... Beijão e parabéns!!

 

E aí, Ju! Po, num mochilão perrengue com orçamento apertado tá tudo longe de ser flores mas tem que sempre lembrar que não tem coisa melhor que viajar e não tem motivo nenhum que estrague uma trip. Positividade sempre! Esse final de semana eu posto mais coisas sobre a Indonésia, ops, Indodream ::love::

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Eu, Lucas e Léo tínhamos descido antes para Padang Padang e dormimos em um hostel que não era ruim mas não era o Ayu Guna. Acho que pagamos algo em torno de 100.000 rúpias, menos de 10 dólares e fomos procurar o Ayu Guna, que era em torno de 120.000 rúpias.

 

Eu recomendo bastante o Ayu Guna, o quarto é bom, camas boas e ar condicionado funciona bem. O banheiro é um pouco precário, mas nada que interfira muito. Mas o mais legal do Ayu Guna é tipo de um deck de madeira que tem lá, que não sei qual é o nome em Balinês, mas que juntava toda a galera pra tomar uma Bintang e conversar a madrugada inteira.

 

Dá uma olhada em como é o Ayu Guna:

 

 

Deixamos nossas coisas no hostel, alugamos uma motoca cada um - em torno de 70.000 a 100.000 rúpias por dia - botamos uma gasosa e fomos conhecer melhor Padang Padang e Uluwatu. Teve uma galera que deu um choque na gente, falando que tinha muito policial que parava os gringos e pedia a habilitação. Obviamente que quase ninguém tem e eles pedem propina. Felizmente não fomos parados em nenhum dia, mas lá tem que usar capacete, diferente da Tailândia, a terra sem leis. ::otemo::

 

Cara, uma das melhores lembranças da Indonésia é cruzar Bali de moto de uma praia pra outra. Que VIBE boa! Só de ficar passeando de moto já valia a pena! ::love::::love::::love::

 

 

O Ayu Guna é bem do lado da entrada pra Padang Padang. Eu achei a praia bem sem graça, acho que é mais legal pros surfistas que caem na água. A praia é bem pequena e um pouco suja. Vou dar um desconto porque nos dias anteriores tinha chovido e o mar estava bem mexido, aí a água estava um pouco escura e não favoreceu muito pra deixar a praia bonita.

 

GOPR2338.JPG.0cf48d3d3d65e0585573212be3d856a6.JPG

 

Em dias bonitos a praia fica assim:

 

71198120.jpg.5b528a510c0a3f34d40e91bb0f78d4ae.jpg

 

Ah, acredita que tem flanelinha na entrada de Padang Padang? ::toma::

 

Pegamos nossas motocas e fomos procurar Uluwatu, que é ali pertinho de Padang Padang. Não deve dar nem 10 minutos de motoca. Chegamos no templo de Uluwatu e resolvemos entrar pra dar uma olhada, o preço é irrisório, não lembro quanto era mas era bem baratinho.

 

Vale a visita, o visual lá do templo é irado. O templo de Uluwatu fica bem na beira de um penhasco gigante, dá pra perder um bom tempo lá admirando a paisagem. Nesse dia minha GoPro ficou sem bateria, então vou colocar umas fotos que não são minhas só pra ilustrar o rolê.

 

Uluwatu.jpg.fc5ff9a9f283ed896ffbfc96b64ce59c.jpg

 

 

Depois de conhecer rapidinho o templo, voltamos para almoçar e trombar o resto dos mongolóides estavam chegando de Kuta: Guéli, Chico, Lipe e Betuca, que tinha acabado de chegar da Austrália.

 

Encontramos um restaurante simpleszinho lá perto do Ayu Guna pra dar uma pratada e quando abro o cardápio tá lá escrito: BIFE ACEBOLADO. Hein? ::essa:: Como assim BIFE ACEBOLADO?

 

É isso mesmo, a Mama até falava um pouco de português! Era incrível, depois de comer tanta comida horrível de 2 dólares, finalmente iríamos comer um BIFE ACEBOLADO com FRITAS e OVO FRITO. Putaquemepariu, era um sonho! Não lembro direito quanto era, acho que morria uns 50 mil rúpias, uns 4 - 5 dólares. Vale muito a pena ::otemo::

 

Encontramos com a galera, eles alugaram umas motocas e fomos de novo pra Uluwatu mas dessa vez não no templo, na praia mesmo. Começamos a descer umas escadas, subir outras e acabamos parando dentro de um bar lá. Não sabíamos qual caminho tinha que ir e as garçonetes no bar eram um bando de otárias e ficavam falando "se não for consumir, pode dar o fora daqui". E ficavam dando risada. Babacas não? ::grr::

 

 

No final das contas achamos a praia e depois demos um pulo pra conhecer o Single Finn ::love::, que é a balada com a MELHOR VIBE DO MUNDO. Pelo menos pra mim ::lol4::

 

 

 

Saindo de Uluwatu, voltamos pra Padang Padang.

 

Nessa segunda parada pra Padang Padang foi mais engraçado, assim que pisamos na areia escutamos um balinês falando com sotaque carioca: "Aí moleque, compra um óculos polarizado.". Sim, ele estava falando em bom português de tanto brasileiro que vai pra lá! Começamos a mijar de rir na hora ::lol4::

 

Do outro lado de outro balinês: "Aí moleque, quer chupar meu picolé? Compra aí um picolé baratinho" ::lol4::::lol4::::lol4::

 

 

 

Em Padang Padang acabamos encontrando a Naty e a Bru. A Naty tinha estudado com o Lucas na FEI, e aí ela se juntaram nas nossas aventuras pela Indonésia. Tínhamos começado a viagem em 6, agora já eramos 9. ::otemo::

 

Como a Bru já tinha ido pra Bali, ela conhecia uns lugares e falou pra gente ir pra Bingin. Ficamos rodando um tempinho até achar a praia mas te garanto, VALE MUITO A PENA passar um final de tarde lá pra ver o por do sol. O Sol não se põe no mar, ele se põe atrás dos penhascos de Uluwatu. Melhor pôr do Sol da vida, só isso que tenho pra dizer! ::hahaha::

 

Pôr do Sol no meu IG:

 

Ficamos umas duas horas em Bingin. É uma praia grande, com alguns bares e hostels no pé da praia. O clima de Bingin é bem legal, das três praias que visitamos no dia, essa foi disparado a que eu mais gostei. Estávamos evitando tomar cerveja porque estávamos dirigindo a motoca mas teve que rolar uma só Bintang pra celebrar aquele final de tarde épico! ::hahaha::

 

 

https://youtu.be/dnOEKFuzJvw

 

Com o entardecer, resolvemos voltar porque pegar as estradas a noite de motoca não é tão agradável assim quanto de dia. Além disso, queríamos fechar nossa passagem pra Gili Trawagan e precisava planejar toda a logística. O puto do Newman, aquele nosso primeiro guia, tinha falado que custava 1.000.000 de rúpias, isso mesmo, UM MILHÃO DE RÚPIAS ::quilpish:: e precisavamos ver quanto conseguiriamos negociar.

 

Chegando no hostel, perguntamos pro cara da recepção quanto era e ele não conseguia fechar um valor porque o mar estava agitado e não estavam saindo barcos para as ilhas Gili. ::ahhhh::

 

Cara, nesse momento fiquei triste. Gili era a nossa última opção para fazer o mergulho. Quando não fizemos em Koh Tao eu tinha ficado triste. Aí em Koh Phi Phi um cara que conhecemos, professor de mergulho, falou que o melhor lugar para fazer era em Gili. E agora vem essa? Putz, tava foda fazer esse mergulho!

 

Beleza, ficamos um pouco decepcionados e ficamos na esperança de que no dia seguinte as condições do mar melhorassem. Resolvemos então sentar no nosso deckzinho de madeira, comprar umas Bintangs e ficar falando besteira a noite inteira.

 

IMG_0032.JPG.11d9bf55b49f31350ae2c58b86791f06.JPG

 

Rolaram vários drinking games, risadas e de repente chega uma menina inocentemente perguntando se alguém tinha pasta de dente. Era a Débora, o décimo elemento da galera e que ficou conhecida como suicida. Não me pergunte o por quê ::lol4::

 

Horas e horas de risadas no deck, lembrando de histórias da trip, de lugares que conhecemos e que sonho estávamos vivendo. Essa é uma noite que deixou saudades!

 

No dia seguinte tínhamos planejando ir para Nusa Dua e conto como mais uma vez o mar estava mexido, não conseguimos comprar nossa passagem pra Gili Trawagan e acabamos indo pra uma das melhores, se não a melhor, balada da vida. SINGLE FINN! ::love::::love::::love::

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Isso, isso, isso ... tô acompanhando!! Meio que já fechei Tailandia (Bkk, Chiang Mai, Chiang Rai e as ilhas do Sul, só que como será epoca de monções terei que esperar para fechar por lá para não dar merda) ... depois farei Vietna e Indonesia ... Na indo, ficarei em Legian, Padang Padang, Ubud e Gilli T ... depois que vc falou que não conseguiu ir pra Gilli por causa do mar mexido, fiquei com medo, pois deixei Gilli pro final e partindo de Gilli vou direto para o aeroporto, vai que dá uma merda bem no dia da volta né, arriscado ... Nessa trip minha vibe é outra, pois vou com o namorado, mas já fiz alguns mochilões sozinha e cara ... MUITA história para contar ... continua, continua ... beijão

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Fala Guto, tudo bem? Falei ctg no início do relato sobre passagens Brasil - Tai...

Já tenho as passagens GRU (SP) - BKK ida e volta compradas (Qatar R$ 2,800,00). Iremos fazer basicamente o mesmo roteiro que vcs fizeram. A ideia era ir também ao Vietnã, mas desistimos depois de algumas pesquisas e pela falta de tempo (vão ser 22 dias de viagem - 8 a 30 de Novembro)

Queria saber, como você comprou o trecho Bangkok - Koh Tao já com o transfer?? Preciso me preocupar com antecedência com mais algum trecho/deslocamento? Krabi -> Bali e Bali -> BKK ta tranquilo de achar pela internet!

Mais uma vez parabéns pelo relato e pela viagem!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Participe da conversa!

Você pode ajudar esse viajante agora e se cadastrar depois. Se você tem uma conta,clique aqui para fazer o login.

Visitante
Responder

×   Você colou conteúdo com formatação.   Remover formatação

  Apenas 75 emoticons no total são permitidos.

×   Seu link foi automaticamente incorporado.   Mostrar como link

×   Seu conteúdo anterior foi restaurado.   Limpar o editor

×   Não é possível colar imagens diretamente. Carregar ou inserir imagens do URL.




×
×
  • Criar Novo...