Ir para conteúdo
  • Faça parte da nossa comunidade! 

    Encontre companhia para viajar, compartilhe dicas e relatos, faça perguntas e ajude outros viajantes! 

Wiky

Ajuda com Roteiro de 20 dias para Alemanha - Primeira viagem

Posts Recomendados

Boa tarde pessoal,

 

Eu e meu marido estamos indo para Alemanha pela primeira vez em Fevereiro de 2017 (04/02/17 a 26/02/16) e estamos cheios de dúvidas e muito ansiosos.

Estamos tentando fechar o roteiro para, a partir daí, vermos as demais coisas (hospedagem/transporte e etc). Vocês acham que dará tempo programar tudo de forma tranquila ou está muito em cima?

 

É a nossa primeira viagem à Europa e estamos fazendo tudo de forma independente ::sos::

Chegaremos em Frankfurt dia 05/02 às 10:45h e voltaremos por Frankfurt dia 26/02 às 14:50h.

 

Procuramos escolher cidades que sejam interessantes durante o inverno.

Estamos pensando no seguinte roteiro (temos 20 dias inteiros):

Frankfurt - bate volta para Miltemberg e Heildelberg (3d) > Berlim (4d) > Dresden - bate e volta para Meissen (3d) > Praga (3d) > Nuremberg - bate e volta para Rothenburg Ob der Tauber (3d) > Munique - bate e volta para Dachau, estacao de esqui e Ulm (4d) > Frankfurt.

 

O que vocês acham desse roteiro? A quantidade de dias está bem distribuída? Essas cidades são boas para se visitar no inverno? Vocês acham que vale a pena incluir Tübingen? E Hannover?

A partir dessas cidades, vocês sugerem algum bate e volta interessante?

Estamos pensando em sair de Munique no dia 25 à noite. O que vocês acham? Qual meio de transporte vocês indicam para ir de Munique a Frankfurt? Não encontramos trem... é isso mesmo?

 

Estamos abertos a sugestões, pessoal :D

 

Desde já agradecemos pelo ajuda de vocês!!

 

Abraços!

Compartilhar este post


Link para o post

Com tanto bate-volta, pessoalmente eu acho que vai faltar tempo para a cidade de Munich, e você nem vai fazer o bate-volta clássico de Munich, que é ir para Füssen/Neuschwanstein...

 

Pessoalmente eu tentaria ter pelo menos 2 dias completos só para cidade de Munich, sem bate-voltas, mas para isto você teria que abrir mão de um bate-volta, seja em Munich ou reduzir 1 dia em algum outro local.

 

Se você tivesse comprado a passagem com "Multiplos destinos", chegando por Frankfurt e voltando por Munich ou Berlin, provavelmente teria custado o mesmo e teria resolvido a questão deste 1 dia a mais para Munich, por que não ia precisar voltar a Frankfurt... Mas agora não tem muito o que fazer, fica a dica para a próxima...

 

Gosto é gosto, mas pessoalmente eu acho que Hannover não valeria a pena incluir em termos turísticos, se quiser conhecer algo do norte da Alemanha, inclua Hamburgo ou Bremen ao invés de Hannover.

 

Tübingen é muito bonita, mas fica meio fora de mão em relação as bases que você tem, ou seja, você teria que tirar algum outro local para fazer uma base em Stuttgart ou alguma cidade lá perto, alias o mesmo se aplicaria se fosse incluir Hamburgo ou Bremen, teria que tirar algum outro local. Mas ai já é uma questão de gosto e preferência pessoal.

 

Nossa!! Onde você procurou os trens? A DB Bahn (http://www.bahn.com) possui trens direto de Munich para Frankfurt a cada 30 minutos, e no intervalo entre os trens diretos ainda tem os trens com baldeação! Só não abriu para compra ainda, abre para compra exatos 90 dias antes da viagem.

Compartilhar este post


Link para o post

O roteiro de vocês tá bacana, apenas algumas sugestões :

Munique merece mais um tempinho para ela. Imagino que o bate e volta a estação de ski seja Garmirsh, correto? E esse bate e volta a Ulm, tem algum motivo especial para ir lá , é para visitar a Munster? A visita a Fussen (Neushwanstein) também é do interesse de vocês?

Tubingen é uma cidade essencialmente universitária, fui no Outono e achei fantástica, tem um dos Altstadts mais bem preservadas da Alemanha, já que não foi bombardeada durante a guerra. Infelizmente está um pouco fora de mão no seu roteiro. Como alternativa, sugiro uma visita a Bamberg, bem próximo a Nuremberg.

 

Ah, e tem muito trem de Munique a Frankfurt, isso não será problema, carro não seria necessário. Por outro lado, . não sei se vocês já pensaram nisso, alugar um carro vai lhes dar flexibilidade para provar um pouco do interior da Alemanha. Aliás , na minha opinião, essa região é um dos melhores lugares do mundo para dirigir. Vocês teriam que diminuir dias em algumas outras bases, mas lhe abriria um mundo novo de possibilidades.

 

Entre as cidades atrações que cabem melhor em um roteiro de carro entre Frankfurt e Munique eu cito spas de inverno como Garmirsh; os castelos do Rei Ludwig (Neushwanstein e Linderhof), Lichtenstein, Hohenzollern (castelo da casa real alemã); cidades medievais (Nordlingen, Landsberg, Tubingen), atrações religiosas (Abadia de Ettal, Munster de Ulm) e atrações naturais (Alpes e Lagos Alpinos Alemães, Fonte de Blautopf) .

Compartilhar este post


Link para o post

Boa tarde Mario Jr,

 

Muitíssimo obrigada pelas dicas!! Somos novos por aqui e estamos cheios de dúvidas...

 

A estação de ski é Garmisch mesmo. Na sua opinião vale mais a pena a ida a Fussen ou a Ulm? A ida a Ulm seria para conhecer a Munster, mas podemos abrir mão do dela sem problema. A visita a Fussen para conhecer os castelos também está em nossos planos. Dá para conhecer Neushwanstein e Linderhof no mesmo dia? Lemos que é um passeio que vale muito a pena. Estamos um pouco perdidos, sem saber o que priorizar.

 

Vimos que Tubingen é fora de mão mas, se fosse um bate e volta realmente muito interessante, iríamos (meu marido morou lá durante a primeira infância). Bamberg é uma boa opção no inverno? Caso seja, poderemos abrir mao de Tubingen e incluir Banberg.

 

Chegamos a cogitar a possibilidade de alugar um carro, mas lemos alguns comentários sobre a dificuldade de dirigir na neve e tal. Então abrimos mão dessa ideia por receio de nos enrolarmos por lá. É claro que a flexibilidade que um carro traz é interessante, mas temos o receio de nos perdermos (nunca dirigimos na neve nem em outro país). Como todos falam que o transporte público pela Alemanha é muito bom, achamos mais prudente optar por ele. Só não sabemos qual o melhor custo benefício entre ônibus, trem e metrô. O que você sugere?

 

Mais uma vez valeu pelas dicas...

 

Abraços!!

Compartilhar este post


Link para o post

Boa tarde Adriano!!!

 

Obrigada por suas dicas :D

Estamos em dúvida nos bate-voltas mesmo (risos).

Estamos pensando em abrir mão da ida a Ulm... com isso ganharíamos 1 dia livre em Munique, conforme você nos sugeriu. Atualmente a programação para Munique está assim (4d): 1 dia para os castelos do rei Ludwig, 1 dia para a estacão de squi em Garmisch, 1 dia em Munique, meio-dia em Dachau + meio-dia em Munique.

Para ficarmos 5 dias em Munique, teremos que cortar 1 dia em outro local. Onde você sugere o corte? A ida a Füssen/Neuschwanstein está em nossos planos. Queremos conhecer os famosos castelos do rei Ludwig.

 

Não escolhemos a passagem com múltiplos destinos porque apareceu uma promoção e acabamos comprando a ida/volta por Frankfurt mesmo. As duas passagens ficaram (ida/volta com taxas) por R$ 3.700. A passagem com múltiplos destinos, na época, estava bem acima de 3.700. Passagem com múltiplos destinos ficará para a próxima...

 

Hannover era só uma curiosidade mesmo (risos). Não temos nenhum motivo especial para visitá-la. Você acha que Bremen é uma cidade imperdível? Não seria contra mão para nós? Se valer muito a pena, poderemos incluí-la. Mas aí teremos que cortar alguém. Quem? Tubingen pelo visto ficará de fora também...

 

Procuramos os trens ontem. Não devemos ter achado por isso então... não deve ter começado a vender. Não sabíamos que as vendas só iniciavam com 90 dias de antecedência. Valeu pelo aviso :D

Você acha que dará tempo de organizar tudo? Estamos preocupados com isso... perdidos com tanta coisa para organizar (risos).

 

Estamos procurando montar um roteiro circular e que seja funcional para nós. Na sua opinião essas cidades são boas opções para o inverno? Estamos no caminho certo? É a nossa primeira grande viagem e estamos fazendo tudo sozinhos (risos).

 

Fazendo esses ajustes nos bate-voltas, você acha que a divisão de dias ficou boa? Dá para viajar bem e conhecer esses lugares num ritmo razoável (sem aquela correria louca)? Não somos do tipo de turistas frenéticos, gostamos de sentir, vivenciar o local, na medida do possível.

 

Mais uma vez, muito obrigada por sua ajuda :D

 

Abraços! Até mais :D

Compartilhar este post


Link para o post

Linderhof e Neushwanstein no mesmo dia eu acho que meio que impossível de se visitar, ainda mais dependendo de transporte público, mesmo de carro seria beeeem corrido e apertado, por que escurece cedo em fevereiro.

 

Linderhof é muito mais acessível a partir de Garmisch-Partenkirchen do que de Fussen, mas como o acesso até lá é somente por ônibus ou carro, e é uma pequena estrada no meio dos alpes com muito pouco movimento, frequentemente ela fica interditada por causa do risco de avalanches durante o inverno.

 

Destas cidades que você pretende visitar ou que foram citadas por mim ou pelo Mariojr, eu não conheço Miltemberg, Meissen, Landsberg e Blautopf, o resto das cidades citadas eu já visitei todas, mas foram em 3 ou 4 viagens diferentes para a Alemanha, e ainda tem no mínimo uma dúzia de cidades na Alemanha que eu ainda não conheço e ainda quero ir visitar um dia.

 

Então o que eu posso falar é: Relaxe, vai ser impossível visitar todos os locais interessantes, sempre vai ficar no mínimo uma duzia de excelentes locais de fora. Concentre naqueles locais que você já tem, que já são um monte de locais interessantes para se visitar. E deixe o que ficou de fora para uma outra oportunidade, quem sabe daqui a 2 ou 3 anos não surge a oportunidade de você viajar no verão, e ai fazer vários destes outros locais.

 

O inverno na Alemanha pode ser muito sacana, você pode pegar uma semana de sol, mas também pode pegar 2 semanas seguidas de tempo nublado, com neve, chuva ou garoa fina durante praticamente o dia inteiro. Sempre que eu vou no inverno, eu fico em cidades grandes, onde eu ache facilmente o que fazer naqueles eventuais dias de chuva, nem que seja ir no cinema, passear no shopping, ir naquele museu que eu não fazia questão de ir, etc...

 

Como as suas bases são todas em cidades médias ou grandes, eu acho que seria locais bons para se visitar. Claro que você tem que estar ciente que se tiver azar e pegar 3 dias seguidos de chuva e frio em Dresden, pode não ser possível ir a Meissen ou então fazer todos os passeios em Dresden que você gostaria, principalmente os passeios ao ar livre.

 

Sinceramente, eu não saberia lhe dizer de qual local cortar 1 dia, acho que eu ia tirar a sorte num dadinho entre Frankfurt, Dresden e Nürnberg (kkkkkk)

 

Faltam 2 meses e meio até a sua viagem, vai dar um pouco de trabalho, mas eu acho que você consegue sim organizar a viagem até lá, só não pode ficar mudando muito de ideia sobre as locais a serem visitados, pois ai tem que começar sempre do zero novamente. Ou seja, o negocio é você fechar num roteiro nos próximos dias, e logo colocar ele em prática.

Compartilhar este post


Link para o post

Boa noite Adriano,

 

Obrigada por suas considerações.

Estamos confundindo Linderhof com algum outro castelo, então. Lemos que tem um castelo próximo ao de Neushwanstein de onde o rei avistava o local onde, posteriormente, construiu o castelo de Neushwanstein. Ambos ficam vizinhos, mas não recordamos o nome (risos).

 

Pensamos na possibilidade de visitar o campo de concentração de Sachsenhausen ao invés do de Dachau. Assim teríamos 2 dias inteiros livres em Munique. Só não sabemos se essa troca é boa. Se alguém aqui do fórum puder opinar... nos ajudaria bastante. Vimos que o campo de Dachau tem audio-guia em português. Já o de Sachsenhausen não. Essa informação confere?

Também podemos tirar 1 dia de Berlim para Munique, ficando 5 dias em Munique e 3 em Berlim. Você acha suficiente?

 

Essas cidades (Miltemberg, Meissen) resultam de uma busca que fizemos por cidades interessantes para se visitar durante o inverno. Mas também não sao prioridades.

 

Nosso cronograma de 4 dias em Berlim está apenas com atrações na própria cidade. Você recomendaria algo em especial?

 

Seguiremos seu conselho e relaxaremos. Vamos focar nessas cidades e começar a pensar em como será o deslocamento. Você sugere algo?

Já estamos pesquisando estadias nessas cidades. Você recomenda alguma que tenha um bom custo x benefício?

 

Até mais, Adriano!

 

Abraço!

Compartilhar este post


Link para o post

Eu não dei muita sorte na minha breve passagem por Ulm. Queria apenas fazer um pitstop lá para conhecer a Munster, mas choveu muito, a cidade estava com muitas obras e não fiquei com boa impressão, com exceção da Igreja que é realmente fenomenal. Mas comparar com o Neuschwanstein é covardia, é uma das visões mais incríveis que já presenciei na vida. Se tivesse que escolher numa primeira visita Munique, com certeza eu priorizaria Fussen.

 

O Linderhof é um palácio pequeno, mas surpreendentemente luxuoso, lembrando a decoração de Versailles. Para visitar o Linderhof e Neuschwanstein no mesmo dia somente se vocês pernoitassem em alguma cidade da região : Garmirsh, por exemplo. Mas pernoitar em cidade pequena no inverno eu só aconselharia se estivessem com carro.

 

Essa questão do tempo é realmente uma icógnita. Eu já aluguei carro no inverno (pleno dezembro), na primavera e o no outono. Por incrível que pareça, as chuvas do Outono me atrapalharam mais que o frio do inverno. A neve só vi nos Alpes, perto de Munique e Frankfurt as estradas eram constantemente limpas.

 

Se eu trocaria Tubingen por Bamberg? São cidades até um pouco semelhantes, a mesma arquitetura medieval, cortadas por um grande rio e um clima jovial com muitos restaurantes e cervejarias. Mas difícil escolher qual a melhor. O que eu posso dizer é que a visita a Bamberg cabe melhor no seu roteiro do jeito que ele está hoje e uma cidade tranquila para ir no inverno, não é muito pequena e tem muito lugar para entrar e ficar aquecidos.

 

Já fiz um relato das duas no blog dá uma olhadinha aqui :

 

Tubingen : http://avidadoviajante.blogspot.com/2016/04/alemanha-tubingen-uma-joia-escondida-na.html

 

Bamberg : http://avidadoviajante.blogspot.com/2013/02/dias-5-e-6-cidades-historicas-alemas.html

Compartilhar este post


Link para o post

"O castelo próximo ao de Neushwanstein de onde o rei avistava o local onde, posteriormente, construiu o castelo de Neushwanstein" é o Hohenschwangau e fica na base da colina que dá acesso ao Neushwanstein. É o castelo de família do Rei Ludwig, diferentemente do Linderhof que também foi construído pelo próprio rei "maluco".

 

Berlin é uma cidade que normalmente demanda mais tempo que Munique por conta da variedade de atrações , especialmente os parques e museus. Se você precisar de mais tempo, provavelmente eu indicaria "achar" um dia de Frankfurt ou Dresden.

 

A propósito, estive em Berlin no inverno esse ano e não gostei da época para o passeio ao Sansoucci, não fazia idéia da beleza do parque do lugar e fiquei imaginando o quanto a visita em outros meses renderia mais. Por outro lado, em Frankfurt fiz alguns bate e voltas interessantes para Marburg (uma cidade universitaria como Tubingen) , Michaelstadt e Erbach.

Compartilhar este post


Link para o post

Exatamente como o Mariojr falou, Hohenschwangau é o palácio onde o rei passou boa parte da infância e os verões, de lá ele ficava vendo local do futuro palácio de Neuschwanstein. Estes dois são pertinho um do outro, pode-se ir andando a pé mesmo, uns 30 a 40 minutos de caminhada moro acima.

 

Fussen e Garmisch-Partenkirchen ficam geograficamente bem próximas uma da outra, linha reta seriam uns 20 ou 25 Km, e bem no meio das duas cidades fica o Scholoss Linderhof, o problema é que tem os alpes ali no meio das duas, que fazem você ter que dar uma volta enorme, e se depender de trem/ônibus, é mais fácil e rápido voltar a Munich do que ir direto entre as duas.

 

Ou seja, o Schloss Linderhof fica "pertinho" do Schloss Neuschwanstein, em linha reta seriam uns 10 Km separando os dois, o problema, é que tem uma montanha enorme ali no meio, que obriga você a fazer uma volta enorme de 50 Km passando pela Áustria, em uma rota que não tem muitas opções de transporte, você teria que pegar 2 ou 3 ônibus em horários que não encaixam direito, levando umas 3 horas para chegar lá.

 

De Garmisch-Partenkirchen até Schloss Linderhof existe uma rota mais direta, são somente 25 km e há mais opções de horários de ônibus, mas mesmo assim tem que pegar 2 ônibus e leva-se 1 hora para chegar lá.

 

Se estiver de carro, a conversa é outra, fica muito mais fácil os deslocamentos entre estes locais. Mas visitar Neuschwanstein e Hohenschwangau saindo de Munich já vai lhe consumir quase o dia inteiro, ai se incluir ainda Linderhof seriam uma correria só, até seria possível se pernoitasse em Fussen ou Garmish..

Compartilhar este post


Link para o post

Participe da conversa!

Você pode ajudar esse viajante agora e se cadastrar depois. Se você tem uma conta,clique aqui para fazer o login.

Visitante
Responder

×   Você colou conteúdo com formatação.   Remover formatação

  Apenas 75 emoticons no total são permitidos.

×   Seu link foi automaticamente incorporado.   Mostrar como link

×   Seu conteúdo anterior foi restaurado.   Limpar o editor

×   Não é possível colar imagens diretamente. Carregar ou inserir imagens do URL.




×
×
  • Criar Novo...