Ir para conteúdo
  • Cadastre-se
Diego G Cardoso

Rota Alternativa à Policia Corrupta Argentina

Posts Recomendados

Olá Mochileiros

Em Julho de 2017, fiz uma viagem de carro até Buenos Aires, ficamos uma semana na cidade. Não consegui ainda fazer o relato desta viagem para postar aqui, mas fiz uma rota alternativa para fugir da polícia corrupta argentina, ou pelo menos evitar algumas.

No meu trajeto de ida, fiz a fronteira em Uruguaiana-RS e segui pela Ruta 14 até Bs.As., passei diversas barreiras policiais e não fui parado, somente na cidade de Mocoreta é que fui parado, ainda na província de Corrientes , notei que aquela policia é uma policia quase que municipal, na abordagem já pediram vários documentos e eu tinha todos, ai pediram para ver meu extintor de incêndio, e por azar ele estava descarregado, neste ponto foi falha minha em não olhar antes de viajar. Como já é sabido, assim que estes policiais encontram um motivo para multar começa a novela, me falaram em 1000 pesos de multa se pagasse na hora, fiz uma choradeira e mostrei que só tinha reais e que os poucos pesos que eu tinha era para o pedágio, ai o chefe do posto policial até me levou com a viatura até um banco na pequena cidade para sacar, o que achei muito estranho mas topei ir, no banco me fiz de louco e voltei para a viatura e disse que não havia conseguido sacar porque aquele banco era muito pequeno e provavelmente estrangeiros não podiam sacar ali, no caminho de retorno ao posto policial falei para o policial que só tinha R$100,00, ele acabou aceitando e me liberando. Depois desta cidade entrei na província de Entre Rios, e em todos os postos que passei não fui parado. 

Como a melhor rota de retorno de Bs.As. era pelo mesmo caminho, e eu havia ficado muito indignado com todo o ocorrido, resolvido retornar por um caminho que havia estudado pelos mapas, e com este caminho só passei por um posto policial que acredito não ser de corruptos, pois é num trecho muito movimentado da rodovia.

Enfim, a rota que fiz foi, retornando de Bs.As., fui até a cidade de Gualeguaychú-AR e cruzei a fronteira para o Uruguai, chegando na cidade de Fray Bentos, depois peguei a Ruta 24 até a cidade de Paysandú, depois a ruta 3 até a cidade de Bella Unión, cruzando a fronteira para o Brasil na cidade de Barra do Quaraí-RS, o trajeto é todo em asfalto de pista simples em ótimo estado, somente 2 pedágios sendo 1 na fronteira e outra dentro do Uruguai, e somente um trecho de uns 20km com buracos mas que está em reforma, e o mais importante é que não tem policiais corruptos. Com este trajeto evitei de passar pelo menos uns 5 ou 6 postos policiais. 

Algumas observações sobre este trajeto:

- Abasteça antes de entrar no Uruguai, pois a gasolina está mais de R$6,00 o litro;

- Você fará uma aduana a mais, mas é bem tranquilo, não precisa nem descer do carro pois é num guichê semelhante aos postos de pedágio, rápido e sem enrolação.

- Este trajeto tem pouco movimento, então a viagem rende bem.

Vou anexar uma imagem da rota que fiz.

image.thumb.png.51f27ff9a9c76edef30e9f4cf7932c65.png

Estou planejando em uma próxima viagem fazer outro trajeto semelhante, pelo Uruguai, mas quero fazer a rota Riviera até Fray Bentos, já vi que a estrada é um pouco pior, mas acredito que possa valer a pena, somente para não ter que viajar com medo da policia de Corrientes e Entre Rios.

Qualquer dúvida estou a disposição dos colegas mochileiros.

Abraço.

  • Curti 2

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Em 30/12/2017 em 13:37, D FABIANO disse:

Simples,por que não fazer toda a rota pelo Uruguay e atravessar o Rio de la Plata em Colônia Express?

O problema de passar pelo Buquebus é o custo, fiz o orçamento antes de viajar e para cruzarmos em 5 pessoas mais o carro ficou muito caro. Evitar este custo possibilita aumentar a viagem uns 5 a 7 dias, dependendo o tipo de viagem.

Só acho vantagem cruzar pelo Buquebus se você fizer uma viagem somente pelo Uruguai e quiser fazer um bate-volta em Buenos Aires sem carro, assim acaba valendo a pena este custo.

  • Curti 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

O ano passado, na mesma época, agosto/2017 pra ser mais preciso, eu e minha namorada fomos a Bariloche de carro (Sou de Candelária/RS) e por incrível que pareça nós fomos parados poucas vezes, mas por azar, em uma dessas paradas (na volta, ruta 14 passando por Buenos Aires) fomos parados e eu fui descobrir ali que meu carro não tinha extintor. Obviamente foi uma falha minha.... e aí vcs já sabem né.... O policial falou que ia ter que me autuar e me mostrou uma lista com multas incluindo essa de estar sem o extintor e que era de $2500 pesos (uma lista falsa, para corrupcao).... como nós estávamos voltando  eu já tinha gastado todos meus pesos e falei que tinha somente reais ainda... enfim ele me perguntou qto eu tinha e falei que era em torno de 400 (outra ratiada minha) e ai eu fiquei chorando e chorando (aqui estou resumindo bem) e ele me pressionando e tal, dizendo que teriamos que ficar ali guinchado se eu nao pagasse e tal... e o que a gente mais queria era ir embora, dpois de 16 dias na estrada.... entao, acabei marchando cm os 400 que ainda me restava... depois só aqui no Brasil fui realizar o tufo que eu tinha tomado, lendo na internet o que eu deveria ter feito e tal. 

Enfim, estamos indo novamente pra Buenos Aires agora em agosto, (vamos pelo uruguai dessa vez, fazer a travessia com a colonia express)... E realmente é mais caro, eu já tinha pesquisado isso a ultima vez que fomos pra argentina e não era válido para eu e minha namorada, porem agora vamos com amigos e fica mais fácil pra dividir. 

Gostaria de agradecer o Diego por essa valiosa dica de não precisar passar por toda Ruta 14 na volta de Buenos Aires, vou passar aos meus amigos e provavelmente faremos ela, pq se der pra evitar esses policiais, melhor! Valeu 

  • Curti 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Eduardo

É bem assim que acontece mesmo. Hoje no Brasil os carros novos já vem SEM o extintor, nossa lei mudou e não é mais obrigatório. 

Para estes casos existe alguns documentos que peguei aqui no site do mochileiros mesmo, que é uma lei Argentina que diz o que é obrigatório e um documento para você relatar a multa que levou e entregar para o governo Argentino investigar a multa, dizem que só mostrando este documento os policiais já desistem de multar. Estou viajando com os dois documentos impressos no carro. Vou anexar aqui.

Estou escrevendo agora de Córdoba(AR), estou a caminho de Bariloche também, mas vim por Dionísio Cerqueira (SC), Posadas, Resistência e Córdoba, pela Ruta 11. De Dionísio Cerqueira até Resistência fomos parados umas 10 vezes, mas todas as vezes super tranquilos, só perguntavam para aonde iriamos e liberavam. De Resistência até Córdoba só pararam 1 vez.

No retorno irei fazer o mesmo trajeto por dentro do Uruguai, já estou montando o relato dia-a-dia.

Formulário incidente Argentina.pdf

Viaje en Coche.pdf

  • Curti 1
  • Gratidão! 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

@Diego G Cardoso  Exatamente o que me aconteceu, na época meu carro era novo e eu deixei escapar esse detalhe! 

 

Diego, esses documentos são de suma importância para viajar dentro da Argentina, muito obrigado por compartilha-los aqui. Eu já tinha visto em alguns blogs, até estava procurando novamente.... 

Sobre a viagem até Bariloche, o que eu tenho pra dizer que é simplesmente demais... no caminho de Buenos Aires até Bariloche, paramos para descansar na cidade de Neuquén (tem vários hoteis, hosteis com preço bem acessíveis) ...

Qualquer dica ou dúvida que precisar, posso te ajudar, é só prender o grito, valeu e boa viagem! 

  • Curti 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

 

Olá, gostaria de saber como é a estrada indo por Riveira e atravessando o Uruguai ? Vale a pena pra tentar escapar dos corruptos da ruta 14 ? Se passar de noite pela ruta 14 tem blitz normalmente ou só durante o dia ? 

Estou indo com mais 3 pessoas para Bariloche sábado e estamos com um pouco de medo desses policiais. Vamos parar em Buenos Aires também.. 

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
22 minutos atrás, Jéssica Cardoso Reis disse:

 

Olá, gostaria de saber como é a estrada indo por Riveira e atravessando o Uruguai ? Vale a pena pra tentar escapar dos corruptos da ruta 14 ? Se passar de noite pela ruta 14 tem blitz normalmente ou só durante o dia ? 

Estou indo com mais 3 pessoas para Bariloche sábado e estamos com um pouco de medo desses policiais. Vamos parar em Buenos Aires também.. 

Jéssica

Se você for por Riveira, até Tacuarembó a estrada é boa, depois entrará na Ruta 26, a notícia que tenho é que não é muito boa, mas depois que chegar em Paysandú e descer até Fray Bentos ficará bem melhor. Este caminho já é suficiente para escapar dos policiais da RN-14. Caso tenha a opção de fazer a entrada no Uruguai pela Cidade de Barra do Quarai, me parece melhor.

Como estou viajando agora, no retorno estou querendo fazer este caminho por Riveira que lhe passei, só para conhecer, mesmo sabendo que a estrada é um pouco pior.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!

Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.

Entrar Agora

  • Conteúdo Similar

    • Por TMRocha
      Dessa vez não estarei falando sobre um relato de viagem próprio meu, e sim do meu irmão mais novo, o Fernando [apelidado carinhosamente por nós de Nando ou Nandinho].

      Confira como foi a sua espetacular viagem em sua moto Yamaha Ténéré 250cc saindo de Contagem (MG), seguindo do Brasil até a América do Sul com rumo a Antofagasta, no Chile.
      Caso queira acompanhar o post diretamente pelo blog clique no link abaixo ou em uma de suas respectivas partes:
      http://tudorocha.blogspot.com/2018/02/viagem-tenere-250cc-pela-america-do-sul.html
      Lista de Episódios:
       
      [PARTE 1] [PARTE 2] [PARTE 3]
      [PARTE 4] [PARTE 5] [PARTE 6] [PARTE 7]

      Infelizmente ele teve um ano de 2017 muito difícil e passou por muitos perrengues, por isso, para compensar tantos problemas ele resolveu realizar uma verdadeira aventura em 2018, pra já começar o ano de forma diferente e mais inspiradora.
       
      Sua meta era chegar a Antofagasta, no Chile, passando também por Foz do Iguaçu [PR] para conhecer as Cataratas pelo lado brasileiro e em seu caminho ele ainda queria encontrar a Mão do Deserto no Deserto do Atacama [Chile] e o maior Salar do mundo, que fica em Uyuni, na Bolívia.

      A moto que ele utilizou para essa aventura foi uma Yamaha Ténéré 250cc, já bem rodada e com sua manutenção em dia.

      Yamaha Ténéré 250cc.
      [Para que sua leitura fique fluida e confortável, a partir de agora começarei a contar como foi essa viagem em 1ª pessoa]
      Dia 1: Sábado, 20 de Janeiro de 2018
      Após andar por quase 200 km em minha moto, uma Yamaha Ténéré 250 [que diga-se de passagem, está rodando pela América do Sul pela 2ª vez] resolvi fazer minha primeira parada no atendimento da concessionária de Formiga (MG), às 7:19h. Por enquanto estava tudo tranquilo, friozinho, de boa e com a moto boa, em suma, tudo funcionando bem!

      Continuando... Segui viagem por pouco mais de 2 horas e nesse meio tempo deu pra ver alguns cânions. Nossa! É bonito pra caramba, deve ser muito doido andar de lancha lá, entre eles, pena que não parei pra tirar fotos nessa parte do caminho. Após isso resolvi parar para tomar mais um cafezinho.

      MG-050, entre Furnas (MG) e Passos (MG).
      Às 9:48h fiz mais uma parada na concessionária para tomar água e um cafezinho. Acho que passei por uns 6 pedágios de R$ 2,90 cada um, caro pra caramba! Pensei em vir por aqui para economizar, mas ao que parece era melhor ter vindo por São Paulo.
       
      Uma coisa legal que fiz nessa viagem, ao menos enquanto estava no Brasil, era avisar de tempos em tempos a minha família o que estava fazendo para que eles ficassem mais tranquilos, já que essa aventura foi realizada totalmente sozinho.

      Às 10:14h passei por Itaú de Minas (MG). Até esse momento já tinha rodado uns 318 km. E a gasolina por aqui é bem cara, simplesmente R$ 4,50 o litro. Finalmente, às 13:46h, após simplesmente 505 km rodados no mesmo dia, cheguei em São Sebastião do Paraíso (MG), praticamente na divisa entre Minas Gerais e São Paulo.


      Parei para almoçar e segui pela estrada novamente. Dei conta de fazer todo esse trajeto porque a estrada estava boa e eu ainda tinha muita energia.
       
      Fui tão no embalo que segui direto por mais quase 4 horas e acabei chegando em Sertanópolis (PR), praticamente na divisa entre São Paulo e o Paraná, às 18:31h. Minha ideia era passar por Londrina, mas acabei passando direto. O pessoal da minha casa já estava louco e quase que suplicava para que eu parasse de andar na moto.


      Feito tudo isso chegou a hora de descansar, pois amanhã tinha mais estrada para percorrer nessa aventura!

      Também não valia a pena andar mais porque estava bem escuro e chovia muito:

      Vídeo 01:

      Dia 2: Domingo, 21 de Janeiro de 2018
      Estando aqui preferi mudar a rota para seguir rumo a Foz do Iguaçu. Já passei por lá no passado, mas tinha visto as cataratas apenas pelo lado argentino e dessa vez resolvi conferir como ela era pelo lado brasileiro. [Um dado não muito bom que descobri por aqui era que tinha previsão de chuva para todos os dias]

      Perto das 11:40h parei em Corbélia (PR) para almoçar e conversar um pouco com a minha mãe pelo zap.

      Ela disse que meu pai deu azar e teve um pane na moto dele. Nada sério, mas quer era algo chato de se resolver. De bucho cheio continuei com minha viagem e passei por Matelândia, no Paraná.

      Já em Foz do Iguaçu, às 13:25h procurei por uma pousada para ficar, ajeitei as minhas coisas e saí para dar uma volta pela cidade. Saí depois das 15:00h e cheguei próximo de lá perto das 18:30h.

      Vídeo 02: Com eu muito feliz com as expectativas!

      Vídeo 03: Com eu meio triste depois da realidade!

      E a família não perdoou!

      Eu tinha visto que estava chovendo e protegi o celular e a carteira, mas esqueci da doleira e acabei molhando tudo. Mas o que importa mesmo é que consegui avistar as cachoeira pelo lado brasileiro, e percebi que é muito mais bonito do que o lado argentino, é realmente incrível!
       
      [Então, bora ver o que pude ver nesse meio tempo: Entre os vídeos da Expectativa e da Realidade!]
       
      Coisas interessantes vistas pelo caminho:

      Vídeo 04:

      Vídeo 05:

      Vídeo 06:

      Esse é um quati, um animal típico dessa região:
       
      Vídeo 07:

      Vídeo 08:

      Vídeo 09:

      Dessa vez o som das cataratas estava tão forte que nem deu para ouvir o que eu estava dizendo.
      Vídeo 10:

      Vídeo 11:

      Mais fotos de Foz do Iguaçu:





      Só tenho uma coisa a dizer sobre esse lugar, é um verdadeiro espetáculo da natureza, uma maravilha natural do mundo que fica no Brasil.




      Cara de conquista realizada:

      Lembrando em, essa era a minha lista de lugares a serem visitados:

      - Cataratas do Iguaçu, PR - Brasil [Visitado]
      - Salar del Uyuni, Bolívia
      - La Mano del Desierto, Deserto do Atacama - Chile
      - Antofagasta, Chile

      :: Ao menos o primeiro destino dessa lista já estava completo. Ainda faltavam mais três para se conhecer::

      Depois disso voltei para a pousada e dei um jeitinho como um autêntico brasileiro para resolver o problema das coisas molhadas enquanto eu aproveitava para fazer meu lanche noturno.

      Vídeo 12:

      Após toda essa aventura descansei um bocado e aproveitei para conversar com meu pai e um dos meus irmãos pelo zap. Também tracei a minha rota para o outro dia e estudei como fazer o seguro da carta verde, mas apesar de chegar no local já estava tarde e lá estava fechado.

      Vídeo 13:

      Esse foi o resumo da minha noite:


      E ainda teve o Templo Budista que estou afinzão de ir. Não pude por causa dos contratempos... e que amanhã não irá abrir!

      Ainda com aquela labuta de colocar minhas coisas para secar dos temporais daqui!
       
      Vídeo 14 [Parte 1]

      [Vídeo 15 - Parte 2] Nada que um elástico não resolva!

      Terminado o dia, a meta para o próximo seria ir para Assunção, no Paraguai, mas como já estendi muito esse relato, continuarei na próxima parte.
       
      E antes de ir embora, meu trajeto ficou assim até o momento:


      Continue acompanhando, pois ainda tem muito mais relato para se contar!
    • Por cademinhamala
      Uma pequena cidade com grandes atrações. Descubra alguns dos vários pontos turísticos de Puerto Iguazú e se surpreenda com a incrível culinária argentina!
       
      Viajar para Foz do Iguaçu, é com certeza ter muitas experiências. Você vai visitar as lindas Cataratas, o impressionante Parque da Aves e ter a oportunidade de conhecer dois países! A Ciudad del Este, no Paraguai e o Puerto Iguazú, na Argentina, cidades da Tríplice Fronteira.
       
      Puerto Iguazú, situada na Argentina, faz fronteira com Foz do Iguaçu. Ela é uma pequena cidade de apenas 80 mil habitantes. Porém, não se deixe enganar pelo seu tamanho, vale a pena visitá-la. Famosa pelos bons restaurantes, pela feirinha com muitas azeitonas e vinhos, pelos cassinos, Puerto Iguazú é parada obrigatória.
       

      Feirinha em Puerto Iguazú
       
      Importante! Para adentrar em outro país do Mercosul é necessário o RG ou PASSAPORTE, qualquer outro documento NÃO é aceito. É exigido também que o RG tenha sido emitido há menos de 10 anos. Lembrando que, especificamente, em Puerto Iguazú existe um acordo no qual é permitida a entrada com o CNH (não vencida) para transitar apenas na cidade por 72 horas.
       

      Fronteira em Puerto Iguazú
       
      Leia mais em nosso post, sobre os principais restaurantes da cidade, além de uma padaria deliciosa que achamos lá! Também quais são as atrações que tanto chamam a atenção dos brasileiros para visitar a cidade e maneiras de como atravessar a fronteira!
    • Por tocadearanha
      [info]O objetivo deste tópico é trocar informações e reunir depoimentos e dicas sobre a cidade de San Juan e os parques próximos - Parque Provincial Ischigualasto e Parque Nacional Talampaya, nas províncias de San Juan e La Rioja. Hospedagem, alimentação, agitos e locomoção. Se você já conhece alguma destas localidades conte para nós como foi sua experiência, seja ela negativa ou positiva. Para isso basta clicar no Botão Responder![/info]
       
       
      Esta região deveria estar na mira de nós, turistada brasileira (fora os que jogam latinhas de cerveja pela janela)! Há lugares muito legais para se visitar. Procurem ver nos sites das províncias neste site: http://argentour.com/es/mapa/index.php.
    • Por LERIBI
      Pessoal vcs que já foram ao perito moreno, o que aconselham, fazer o Big Ice onde se caminha por 6 horas no gelo ou apenas o mini trekking de 2 horas???
      Não enjoa ficar caminhando 6 horas naquela imensidão gelada não?
      Obrigada desde já, Larissa
    • Por antoniocalves
      Ola Mochileiros!
      Em outubro 2018 vamos fazer (eu e minha esposa) a viagem dos sonhos, venho planejando a viagem por uns 3 anos e já está se aproximando da partida. 
      Serão 36 dias de viagem, percorrendo um total de 12.000 mil km, sairemos da cidade de Feira de Santana-Bahia rumo ao Chile, passando pelas seguintes cidades: 
      No Brasil
      BAHIA
      MINAS GERAIS
      SÃO PAULO
      RIO GRANDE DO SUL
      Santo Estevão
      * Montezuma
      Barretos
      * Uruguaiana
      Planaltino
      Mato Verde
      São José do Rio Preto
       
      Maracás
      Porteirinha
      * Presidente Prudente
      Anagé
      Janaúba
       
      Presidente Jânio Quadros
      Montes Claros
      PARANÁ
      Mortugaba
      Pirapora
      Maringá
      Vitória da Conquista
      * Patos de Minas
      Campo Mourão
      Jequié
      Araxá
      Cascavel
       
      Uberaba
      * Foz do Iguaçu
       
      Na Argentina
      Puerto Iguazú
      Tilcara
      Posadas
      Susques
      * Corrientes
      * Mendoza
      Presidencia de la Plaza
      San Luis
      Pampa del Infierno
      Río Cuarto
      Monte Quemado
      * Villa María
      El Quebrachal
      Santa Fé
      Joaquín Víctor González
      * Paraná
      * Salta
       
      * Purmamarca
       
      No Chile
      * San Pedro de Atacama
      Calama
      * Antofagasta
      * Bahía Inglesa
      * La Serena
      * Valparaíso
      * Santiago
      Los Andes
      Uspallata

      * Cidade onde vamos pernoitar
      Gostaria de saber de dicas atualizadas que possam colaborar a viagem.
      Obrigado
×