Ir para conteúdo
  • Faça parte da nossa comunidade! 

    Encontre companhia para viajar, compartilhe dicas e relatos, faça perguntas e ajude outros viajantes! 

  • 0
Rafael_Salvador

AEROPORTO DE PARIS ORLY

Pergunta

Salve galera!

Meu voo esta programado para chegar as 16:00 em um dia de sexta-feira no mês de Agosto em Orly, não conheço este aeroporto e gostaria de saber quanto tempo gastaria em média para chegar a Place de la Republique. Pelos meus cálculos se o voo não atrasar irei pegar a hora do rush na cidade e não esta nos meus planos descer em alguma estação de metro para trocar de linha (vou estar c/ 02 malas e duas bagagens de mão).

Meu plano inicial seria pegar um UBER ou táxi e ir direto para o hotel. Rola UBER em Orly? 

Uma outra alternativa seria pegar um Trem ou Metro em Orly, para evitar congestionamento, e de algum ponto do centro pegar um Taxi ou UBER. Neste caso, qual seria a melhor maneira de sair de Orly e onde desceria para chegar mais rápido em Place de la Republique?

Estarei apenas eu e minha namorada e, obviamente, segurança é minha prioridade.

 

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Posts Recomendados

  • 0

*Acho o plano viável. Mas não saia do hotel depois das 21h, a não ser que tenha reservado mesa. 

Paris é uma cidade pequena, as coisas são bem próximas umas das outras. Faz alguns anos que eu não vou lá, mas eu arriscaria chegar em um restaurante no máximo às 21h. Há muitos pequenos restaurantes que são de família e eles fecham cedo muitas vezes porque os donos moram no mesmo prédio, até no andar de cima!

*Não custa nada reservar também. Mesmo nos pequenos, reserve, com antecedência de alguns dias. Franceses podem comer na rua mais do que brasileiros e comem. Muitos restaurantes ficam cheios porque têm clientes assíduos, conhecidos. Não acho que você vá ficar com fome se não reservar e for em um núcleo como Saint-Germain ou o Marais, mas se gostou de algum com antecedência, reserve, não custa nada.  

*O New Morning é muito bom. Mas a impressão que tive é que é um lugar muito mais voltado para a música. Claro que isso não é ruim. O que quero dizer é que ele talvez não ofereça um cardápio interessante ou a melhor carta de vinhos. Se o interesse de vocês for curtir uma noite com música, comida e bebida, talvez não seja o melhor destino. Se for apostar em um lugar com curadoria top, sim. Quando fui lá, eu sabia quem ia tocar, já conhecia. Caso considere ir, recomendo ver a programação antes. Como você sabe, o jazz é muito amplo. Difícil que todos os estilos agradem a todos os gostos. 

Outro porém quanto ao New Morning é a localização. Fica em uma rua feia, sem atrativos por perto, em um bairro que, para os padrões de Paris, é mal-cuidado. Por isso, acho que vale pela música (se você descobrir quem tocará no dia e lhe agradar) e por poder curtir um clube histórico de jazz, com gente que curte e músicos bons.

*Se você quer um jantar, acho que vale a pena escolher um restaurante a dedo e comer com calma. Se você chegar umas 21h, provavelmente umas 23h já estará saindo. Ainda terá tempo para um nightcap em algum barzinho. Os franceses jantam cedo e rápido. As porções não são enormes. Você não vai ser acossado para comer com pressa, não é isso, mas, naturalmente você seguirá o ritmo das outras mesas. No fim de semana, com o metrô aberto até mais tarde, dá para curtir a noite bastante.

*Se prefere mais beber e petiscar, não faltarão lugares. Dos lugares que você falou, como você tem três dias, eu escolheria:

Marais, que é sensacional. Muitas opções para comer e beber. Se você penetrar nas ruelas vai encontrar bares frequentados por parisienses, melhores do que os das praças, mais genéricos. Você deve saber, é um bairro judeu-gay-burguês, frequentado por um público abastado. Daí há muitos bares bons para champanhe e drinks. Mas, há também pequenos restaurantes, franceses e internacionais. Lembro de um vietnamita muito barato e muito gostoso. Circule e você os encontrará.

O Canal Saint-Martin, que é um pouco diferente do Marais. É uma região igualmente boêmia, mas mais acessível, mais arejado. 

Gosto igualmente de ambos e sempre que eu voltar a Paris passarei uma noite em cada um.

*Último detalhe: em Paris, sair para comer é muito codificado e nem sempre as regras são claras para o estrangeiro. Às vezes, você chega em um restaurante e o garçom pergunta: é para beber ou para comer? A mesa que ele vai lhe dar vai depender de sua resposta. É bom decidir antes: se for só beber, diga. Se for jantar com certeza, peça mesa para jantar. Não vá na dúvida. É contra a etiqueta deles. 

Boa viagem.

  • Gostei! 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

  • 0

@Rafael_Salvador Boa noite Rafael.

Vi seu questionamento e notei que sua viagem foi no ano passado.

Pois bem... vou fazer essa viagem com minha filha na semana que vem e mudamos nosso hotel hoje para um hotel que fica em frente a praça da república.

Gostaria de saber como você fez para sair do aeroporto de Orly para a Praça da República?

Se você puder me responder por email ficarei muito agradecida.

[email protected]

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • 0
Em 26/04/2019 em 23:30, Valeria Landerdahl disse:

@Rafael_Salvador Boa noite Rafael.

Vi seu questionamento e notei que sua viagem foi no ano passado.

Pois bem... vou fazer essa viagem com minha filha na semana que vem e mudamos nosso hotel hoje para um hotel que fica em frente a praça da república.

Gostaria de saber como você fez para sair do aeroporto de Orly para a Praça da República?

Se você puder me responder por email ficarei muito agradecida.

[email protected]

Muito fácil mesmo!! Peguei um táxi que custou 35 Euros e foi bem rápido. Na saída do aeroporto tem um ponto de táxi do la esquerdo e os preços são tabelados.

Irão aparecer pessoas te abordando oferecendo transporte... simplesmente ignore. Um cara me abordou e pediu mais de 50 euros... um policial interviu imediatamente e me orientou a não pegar o transporte clandestino... me falou que o valor era tabelado ... me orientou como fazer... Coisas de Paris, me apaixonei por aquela cidade.

Com relação a Republique, a primeira vista você pode se sentir desconfortável... com o tempo você acostuma com aquele movimento, imigrantes, sem tetos... entra no clima e passa a amar o lugar tb (NINGUÉM MEXE COM NINGUÉM)... So depois compreendi que a praça é um ponto de encontro, algumas organizações sociais fazem trabalhos assistencialistas e na parte da tarde a praça fica cheia... E é só isso.

Você estará perto do canal de Saint Martin, em Republique tem um barzinho chamado Pierre que é instituição publica... quase nunca fecha (kkk)... tem a Oberkemp perto com inúmeros bares e restaurantes ... chegávamos de madrugada sem problemas.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • 0

Oi, em relação a como ir do aeroporto de Orly até o centro de Paris, já foi dito que o mais confortável e o melhor seria ir de taxi. Mas, para você conhecer todas as opções, inclusive com os preços e tem também ilustrações, sugiro dar uma espiada no site "conexaoparis.com.br", no item "como ir dos aeroportos até Paris". É bem interessante para se escolher a opção que mais atenda os interesses de cada um e de cada momento.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!

Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.

Entrar Agora



×
×
  • Criar Novo...