Use o menu Tags para buscar informações sobre destinos! - Clique aqui e confira outras mudanças!

Ir para conteúdo
zank

Intercâmbio & Cursos no Exterior - Geral - Perguntas e Respostas

Posts Recomendados

Alguem pode me informar sobre as agências boas para viajar ?

 

Alguem já foi pela informationbrazil ?

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

opa

tu ta procurando cursos ou pacotes turisticos?

Cursos tem uma empresa aqui em brisbane que tem otimos precos e consegue cursos em varias cidades da australia.

Ja pagotes turisticos tem varios sites pra se informar, to indo trampar agora e quando voltar posto alguns aqui.

abracos

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Olá

 

Gostaria de saber se vc fez a viagem para Austrália e se foi pela information brazil, pois estou muito afim de ir e uma amiga me indicou. Quero confirmar se realmente vale a pena.

vlw. bjs

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Avaliei várias agencias e fui pela CI - Central de intercambio...foi muito bom.Tudo certo! Boa viagem... ::cool:::'>

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Pesquisei bastante, e o preco dos cursos sao praticamente tabelados.

o que muda mesmo, sao as taxas cobradas pelas agencias

(eles cobram taxa para tudo: encontrar acomodacao, matricula na escola, comprar passagem).

 

Acabei indo pela STB, por ser bastante conhecida.

Nao me arrependi nem um pouco,

muito pelo contrario,

estou na Australia neste momento

e tudo ocorreu perfeitamente ate agora.

 

Estou muito satisfeita com a agencia.

Recomendo!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Oi!

 

Eu sei que essa e uma pergunta muito relativa, mas gostaria de algum insight sobre qual cidade da america do sul e mais interessante para se fazer aulas de espanhol, contando custo/beneficio. Ouvi falar que a Colombia tem o melhor espanhol da America (no sentido que e o mais proximo do espanhol da Espanha), e que la era barato tambem. Isso e verdade?

 

Vlw

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Oi!

 

Eu sei que essa e uma pergunta muito relativa, mas gostaria de algum insight sobre qual cidade da america do sul e mais interessante para se fazer aulas de espanhol, contando custo/beneficio. Ouvi falar que a Colombia tem o melhor espanhol da America (no sentido que e o mais proximo do espanhol da Espanha), e que la era barato tambem. Isso e verdade?

 

Vlw

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Olha, vou te dar o meu testemunho, eu conheco a Colombia e o Uruguay, e realmente, o espanhol da Colombia é muito parecido como espanhol da Espanha, eu quando vim pra cá, nao falava muita coisa de espanhol, só falava o básico para me comunicar, e me fazer entender, praticamente tudo o que sei, eu aprendi aqui. Aqui na Colombia, tem um diferencial em relacao ao Uruguay, que é o fato das pessoas falarem o espanhol bem devagar, de modo que se vc prestar atencao, vai conseguir entender o que as pessoas falam, e pouco a pouco vai incorporando o espanhol. Já no Uruguay, o espanhol já está mais para Castellano, eu quando sai daqui da Colombia e fui pra lá agora em dezembro, fiquei se sentindo como se "estivesse aprendendo a falar o español de novo", porque lá o "yo" que é falado aqui soa como "xo" , o "allá" que é falado aqui soa como "ajá", eu tinha que ficar muito atenta ao que as pessoas me falavam e muitas vezes tinha que pedir para repetirem ou até mesmo para "hablar con mas espacio", porque lá sim, eles falam muito rápido. Tenho um amigo, que no final de 2008 foi para Bogotá, ele é jornalista e veio para a Colombia sem saber nada de espanhol...ele nao passou nenhum apuro, muito pelo contrário, a experiencia de ter vindo pra cá, mesmo sem saber nada da lingua foi boa, porque é como eu te disse, aqui o pessoal fala mais pausado, entao, pra quem tá iniciando no español, te digo que é altamente recomedável, sem falar, que de todos os países vizinhos, a Colombia é de longe o mais parecido com o Brasil, por sua culinária (aqui se come arroz com feijao no almozo...no Uruguay isso nao acontece, geralmente é muita pasta, pizza, batata frita ou mesmo os "chivitos"), tem também o clima que é muito parecido, sem falar que as pessoas aqui sao muito hospitaleiras e eles adoram os brasileiros, a minha professora que já foi para Bogotá, sempre fala de lá com boas recordacoes, participou de um congresso de geógrafos que aconteceu por lá e ficou encantada com as pessoas, pois eles sempre se preocupavam com ela, com medo de que ela se perdesse na cidade, chegando muitas vezes a acompanhá-la para que nao andasse sozinha. Agora, uma coisa eu posso te dizer, fiz excelentes amigos aqui, aqui na Colombia amizade é coisa séria e se voce passa por algum perrengue, pode ter certeza de que sempre vai encontrar alguém para te ajudar, porque as pessoas aqui sao mutio solidárias, em todos os lugares que voce for aqui na Colombia, voce vai sentir isso. Aqui na Colombia tem várias cidades que sao boas para morar: Medellín (que é considerada a cidade mais bonita da Colombia, Santa Marta, (viver na costa é tudo de bom, e lá também tem universidades...mas sao particulares..rs), Cali, que é onde eu estou morando até junho deste ano, é uma boa cidade, é uma das mais populosas, tem 3 milhoes de habitantes, e como toda cidade grande tem os seus perigos, e Bogotá, com seus 8 milhoes de habitantes, que em termos de assalto é igual a Rio e Sao Paulo, te aconselho e morar ou no interior ou na costa (Santa Marta). No mais acho que é isso... ::otemo::

 

 

Un abrazo. :mrgreen:

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Deborah

A passagem aérea estudante é diretamente vinculada a alguma agencia de intercâmbio e para tal deverá apresentar comprovante de curso.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Oi Deborah!

 

Eu cheguei a pesquisar mas não comprei. Você só consegue uma boa tarifa com bastante antecedência! Eles têm uma cota de tarifa de estudante por vôo e essa cota se esgota bem rápido. (Eu pesquisei 6 meses e o único vôo disponível saia mais caro do que a tarifa normal de outras cias.)

Como a Joyce disse, você pode comprar a passagem em alguma agência de intercâmbio (algumas agências de turismo oferecem esse serviço, mas elas servem apenas como intermediário com a agência de intercâmbio).

Desde que você tenha uma carta da escola comprovando sua matrícula, você pode sim comprar a passagem!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Já ouvi falar que o Chile tem um sotaque muito bom e mais simples de aprender do que aqueles Z e C argentinos, que mais parecem os TH do inglês.

 

Sobre a Colômbia, nunca ouvi falar nada sobre o espanhol deles, mas creio que deva ser parecido com o do Chile...

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Esquece Chile!!! fiquei uma semana lá em varias cidades e o sotaque deles é pior de se entender! (pode procurar em guias de viagens que eles vão dizer a mesma coisa).

 

Dos paises da America do sul q conheço, achei mais simples de entender o sotaque da Bolivia. Apesar disso, alguns guias de viagem dizem q o melhor sotaque pra se aprender espanhol é o do Equador. Como nunca fui pra lá, não posso dar minha opnião.

 

Se vc quer mesmo aprender espanhol, sugiro que comece no Brasil, depois pode ir pra qualquer país hermano que não vai ter dificuldade com o sotaque local. Mas se quiser aprender espanhol só pra fazer um mochilão, desencana!! vc aprende portunhol durante a viagem e se vira tranquilamente! ::otemo::

 

Em janeiro e fevereiro fiz um mochilão por Bolivia, Peru, Chile e Argentina sem saber nada de de espanhol. É só vc falar devagar q eles te entendem, E tbm pedir pra eles repetirem algo q tenham dito q vc consegue se comunicar bem :!:

 

qquer coisa estamos aí!

 

abs!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Interessante como as opiniões são diferentes. Minha professora vivia dizendo que o sotaque do Chile era um dos melhores.

 

Mas melhor confiar no moço de cima, que já esteve lá, do que em mim. O mais próximo que eu cheguei de um lugar em que só se fala espanhol foi em Las Vegas, lá nos EUA mesmo =D

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Ish cara acho que isso é bem relativo! Eu aprendi espanhol no México (normalmente brinco que falo mexicano e não espanhol), nos primeiros dias que estive no Chile senti uma certa dificuldade em entender o que eles diziam, a pronúncia e as gírias complicam um pouco nossa vida. Nada que uns 2/3 dias de treino não resolvam. Eu particularmente acho o sotaque argentino horrível! Eles falam chiado, é super esquisito. Já os espanhóis falam fofo, tenho a sensação de que estão sempre com uma batata quente na boca. Independente de onde você escolha aprender uma coisa é certa, você vai conseguir se comunicar em qualquer outro lugar. É como o inglês, o certo é o britânico ou o americano? Sabendo qualquer um dos dois você estará são e salvo.

 

O que disseram aqui sobre o 'portunhol' é real, você não precisa ter o espanhol perfeitinho, eles entendem portunhol e muitas vezes até o próprio português. A não ser que seja como eu, adore línguas e queira falar o máximo possível de todas elas. ;)

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Se o assunto é intercambio…que tal: Experience Of Malta?

 

 

Ao falarmos em “Intercâmbio ” aprender línguas ou aperfeiçoarmos, pensamos logo no bolso, nos motivos agregadores a tal destino como o clima e as atividades extra curso , por exemplo.

 

Uma “Ilhota”, localizada no meio do Mediterrâneo ou melhor, praticamente escondida por quase não aparecer no mapa, entre a Sicilia, (100km ), e a costa da África - Tunisia (200 km), - com uma população de 400.000 habitantes, mais 2 pequenas ilhas: Gozo e Comino e com um clima tropical entre 40 graus no verão e 10 graus no inverno, dão origem a inusitada Malta, para quem ainda não a conhece.

 

Com 5.000 anos de história, cheia de lugares paradisíacos, com uma “atmosfera” fora do convencional, serviu de cenário de filmes como O cônde de Monte Cristo, Tróia entre outros. Malta traz os traços fortes de suas antigas colônizaçoes, num percentual muito curioso de influências culturais. Seus colonizadores: Espanhã, França, Itália, Arábia Saudita e Inglaterra, ao longo do tempo, contribuiram com a origem do Idioma Maltês. E o inglês, onde fica? Sim, eles também como lingua oficial, falam o inglês.

.

No momento de escolha para o intercâmbio que faria, minha decisão foi rápida . Compunham a lista de escolhas, países como a Australia, Irlanda e Inglaterra. Fiz a comparação de clima, preço de escolas, hospedagem e as atividades extra curso oferecidas. Muito longe daquelas extenuantes BUROCRACIAS para obtenção do visto.

 

Existem ótimas escolas de inglês locais e outras franquiadas, reconhecidas mundialmente. Hospedagem para todos os bolsos e gostos. E se acaso quizeres ainda extender o curso, apenas apresente o passaporte e a matricula da escola com a data de extensão no Imigration Office e pronto, mais 3 meses.

 

De gente simpática, cheia de jovens de todo lugar do mundo, a ilha é rodeada de lindas praias e baías para quem gosta de praia de areia, e praia de pedra , e as atividades são inúmeras, curso de mergulho onde se pode ver vários navios de guerras naufragados ,peixes e corais do mediterraneo, passeios de Caiaque entre as pedras de Golden Bay, pára chutes em Mellieha Bay. E se você gostar de pedalar, alugue uma bike na ilha de Gozo e descubra as exóticas praias que existem por lá. A travessia até a ilha de gozo é feita pelo um ferry boat, seguro e confortável, por apenas 4 euros ida e volta. E ainda se quiser prolongar um final de semana, pegue um ferry até a vizinha Sicilia, ver o vulcão Etna de perto, no preço entre 60 a 80 euros ida e volta, 1 hora de viagem, mas se não gostar muito de navegar, pegue os low coasts pela Ryannair, e também mais barato que o ferry . Hora do jantar, nao exite a um restaurante Maltês para provar a comida local. Com preços relativamente baratos, nada que seu bolso não pague. Claro, não é preciso fazer isso todos os dias! Suas especialidades, são coelhos, a famosa salada do mediterrâneo, peixes, e uma boa cozinha italiana, pela antiga influência dos vizinhos.

 

Mas se preferir um lanche, passe nos Take Away que existem um em cada esquina, e prove os lanches malteses como o pastizzi ( folheados e recheados de ricotta), pizzas, ou o famoso rice with cheese. Para os apreciadores de cerveja, experimente a Cisk, cerveja popular Maltesa. Depois dessa atividade toda, busque fôlego para a imperdível noite em Saint Julians, a popular Paceville, ponto de encontro de todos os estudantes da ilha de várias nacionalidades. Bom lugar para “improve your English”, lugar onde se reúne vários barzinhos, pub’s e as discotecas, aliás as discos são gratuitas, para felicidade dos baladeiros. Nos fins de tarde das sextas feiras, acontecem as Boat Parties, as festas nos barcos que fazem o sucesso em época alta do verão, tendo como “show especial” o magnifico pôr do sol no Mediterraneo, Madonna! expressão popular Maltesa para o que os surpreende para o bem ou os encanta. E Comino, a ilha vizinha que também pertence a Malta? Coloque na agenda uma tarde ao sons dos iates parados ao redor dessa ilha com um mar tranquilo de águas transparentes. As paisagens de comino, foram cenário dos filmes como Tróia, e O cônde de Monte Cristo. A travessia é feita por ferry boat, e custa 10 euros ida e volta.

 

Malta como destino para intercambistas, é vista pelos recrutadores de empresa, uma outra maneira de demonstrar a criatividade e um ponto de vista que foge um pouco do convencional. Não precisei me guiar pelo site “Aprendiz” para perceber isto, mas concordo integralmente. Ponto positivo na hora de uma entrevista de emprego. E para quem procura lugares que não tenha tantos brasileiros, para ajudar no progresso do inglês, é uma excelente opção.

 

Malta é isso e um pouco mais, a única dificuldade que encontrei foi na hora de ir embora, com uma vontade imensa de ficar.

 

João Luiz Goulart S. Salzedas Crivelente

 

 

País: Malta

Capital: Valleta

Moeda: Euro

Religião: Católica

Idiôma: Maltês e Inglês

Clima: Tropical com poucas chuvas

Preço ônibus público: 0.47 cents de euro, até o norte da Ilha são: 1.16 euros

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Como está a situação linguística em Malta atualmente? Eu estava querendo estudar lá, mas li uma monografia que me deixou preocupado. O estudo mostrava que era bastante frequente a interferência do maltês no inglês e vice-versa, prejudicando a fluência de ambas as línguas pelos locais. Essa interferência vai desde o simpels 'code-switching', o uso de palavras de uma língua, sem tradução, enquanto fala a outra, até o uso de estruturas sintáticas trocadas (falar em inglês com a gramática maltesa, por exemplo). Você notou isso? Acha que prejudicou seu desempenho? Qual foi sua escola?

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Bom dia !

Estou pensando em viajar e gostaria, se possível, de algumas informações para que eu tome a melhor decisão.

Pretendo fazer um curso de inglês na alemanha por um ano. Baseado na experiência dos integrantes deste forum, gostaria de saber se consigo voltar fluente no idioma neste período. Custos como hospedagem simples, alimentação, escolas boas e baratas, resumindo a sobrevivência por um ano você tem estimativas? Como funciona desde a minha chagada ao aeroporto até os primeiros 2 meses iniciais? Quanto a trabalho é fácil de conseguir.

Estou indo com visto de estudante, não o tenho ainda, más até janeiro estou com ele. Meu inglês e bem básico, consigo ter um diálogo em camera lenta e ler alguns testos simples.

Se puderem me fornecer algumas informações ficarei muito grato.

Luiz Carlos BH-MG

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Visitante
Este tópico está impedido de receber novos posts.

×