Ir para conteúdo
  • Faça parte da nossa comunidade! 

    Encontre companhia para viajar, compartilhe dicas e relatos, faça perguntas e ajude outros viajantes! 

chinaf

Cunha - SP/ Paraty - RJ

Posts Recomendados

Fala galera, blz ?

 

Tô aqui de bobeira, doido para andar de moto e resolvi aproveitar o tempo livre para buscar umas fotos antigas e acabei nesse relato, ainda não tinha "vindo" pra cá, então vou copiar.....

 

Fala galera, blz ?

 

Estamos na fase de preparação para a próxima viagem e faz um tempão que estavamos curiosos de conhecer Paraty, surgiu a idéia (faz um tempão) de ir por Cunha e pegar a famosa estrada pelo Parque Serra da Bocaína.

 

Faz alguns meses que a estrada foi interditada, ficamos preocupados e até pensamos em desistir de ir para lá.

 

Foi aí que vi um relato de viagem lá no mochileiros.com falando que estava ruim, mas dava para passar.

 

Resolvemos esperar um final de semana com Sol, já que ir para Paraty na chuva não ia ser legal, e isso faz uns 2 meses, hora não dava Sol no final de semana, hora tinhamos algum compromisso que não permitia.

 

Enfim, essa semana rolou.

 

O caminho escolhido para ida foi pelo Sul das Gerais, indo daqui até Pouso Alegre pela Rod. Fernão Dias e de lá seguir para Itajubá (pela estrada Pouso Alegre-Itajubá), o asfalto nessas duas estradas está perfeito, mesmo na Fernão Dias.

 

De Itajubá para frente o asfalto fica muito ruim, chegando a aparecer muitas "crateras" no caminho, e depois de chegar quase em Wenceslau Braz a estrada fica boa de novo.

 

As fotos são desse trecho, já quase na divisa com SP:

 

391.jpg

 

392.jpg

 

393.jpg

 

394.jpg

 

397.jpg

 

400.jpg

 

404.jpg

 

405.jpg

 

406.jpg

 

Esse trecho após Itajubá e após a buraqueira está com a estrada com asfalto bem novo (dá para ver pela foto) e é bem bonita, a estrada vai subindo e a vegetação vai se acumulando (há um projeto de fazer um parque nacional nessa região), há também um projeto aprovado de uma PCH (algo como estão tentando fazer em Aiuruoca - MG, que é uma Pequena Central Hidrelétrica), nesse caso aqui está bem avançado.

 

A estrada sobe até a divisa com SP, aí o asfalto muda (em MG o Pres. Lula tem investido bastante, o jeito mineiro do Gov. Aécio Neves ajuda bastante) o visual do Vale do Paraíba visto dessa parte da estrada é incrível

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

A estrada da divisa para SP até a Rod. Dutra é cheia de curvas, sem acostamento e com um belo visual, vemos lá embaixo a cidade Piquete e o vale do Paraíba, há aqui um mirante, infelizmente por causa do horário não fomos até lá, a estrada é de terra e provavelmente em outra oportunidade e talvez para outro destino dê para conhecermos (salvo engano chama-se Pedra da Marcela, engraçado que é o mesmo nome do Mirante de Cunha para a Baía de Paraty).

 

407.jpg

 

408.jpg

 

410.jpg

 

412.jpg

 

413.jpg

 

419.jpg

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

423.jpg

 

425.jpg

 

430.jpg

 

437.jpg

 

A Igrejinha Verde chama a atenção já na estrada.

 

438.jpg

 

Portal, achamos que é de Piquete

 

439.jpg

 

Fica o alerta que nessa estrada nós vimos muuuuitos caminhões subindo a serra, provavelmente para fugir dos pedágios, o ruim é que é uma estrada cheia de muuuuitas curvas e fica difícil ultrapassar, portanto se optar por fazer esse caminho, esteja ciente de que se encontrar um comboio de caminhões vai ter que ter paciência.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Depois de chegarmos na Dutra, resolvemos fazer uma parada no primeiro Graal que encontrassemos, tinhamos almoçado no Fernandão (Restaurante/Hotel e Posto de Gasolina) que fica no trevo da Fernão Dias em Pouso Alegre.

 

Já tinha dado a "kilometragem e o tempo" suficientes para uma parada.

 

Paramos nesse aqui:

 

441.jpg

 

445.jpg

 

E olha só o "amiguinho" que estava ali, veio, nos pediu comida, como estavamos chegando ainda não tinhamos nada, ele percebeu e foi deitar no chão na sombra, estava bem quente nessa hora

 

440.jpg

 

444.jpg

 

787.jpg

 

788.jpg

 

Comprei uma garrafinha de 1 L da Quéchua e para testar enchi de água ainda em casa, pegamos muito calor, mas a água estava com temperatura agradável ainda, incrível, e eu nem dei muita bola para ela quando comprei (achei que a água ia esquentar bastante no decorrer do dia).

 

Fizemos a parada e depois abastecemos a moto lá mesmo.

 

Entramos na Dutra e antes de Aparecida do Norte há um retorno por baixo da Dutra que leva até Cunha

 

452.jpg

 

Logo no trevo, há um aviso enorme, Estrada Cunha - Paraty, interditada para OBRAS, já tinhamos lido no relato do mochileiros.com que ia ter essas placas e resolvemos seguir adiante.

 

Essa estrada ficou intransitável no mesmo período da de Cunha-Paraty, ficando a cidade de Cunha isolada alguns dias, após o período de chuvas, ainda hoje estão tentando consertar a estrada e há um pequeno desvio no meio dela, onde temos que passar alguns metros em estrada de terra com cascalho, nada preocupante, muitos carros e motos (pequenas e grandes) estavam passando ali.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

A estrada Cunha e de Cunha até a divisa com o RJ, é bem sinuosa, cheia de curvas e subidas, o trânsito é beeeeem tranquilo, me surpreendeu o número de pousadas e hotéis "rurais" na região, muitos carros mais "luxuosos" circulam por essas bandas e não é difícil vc encontrar um SUV, mas sem sinais de lama (ficamos na dúvida se a estrada estava tão tranquila ou se eles não tinham ido lá, no final temos certeza não foram.....hehehehehehehe.... Mas, naquela hora, não tinhamos muitas informações e aí ficamos na dúvida, talvez uma mistura de alívio com decepção, já que o passeio poderia ser até monotôno, no final vimos que não foi.....heheheheehehehehehh).

 

453.jpg

 

454.jpg

 

455.jpg

 

Antes de Cunha várias placas para S.L. de Paraitinga que é a cidade base para os passeios dentro do Parque da Serra da Bocaína, mas hoje o nosso destino era outro.

 

456.jpg

 

459.jpg

 

Cidade de Cunha ao longe, tiramos uma foto do portal (de passagem), mas não ficou boa, sorry.

 

As fotos em geral dessa vez deixa a desejar, sorry, acho que vamos ter que aposentar a câmera fotográfica da patroa.

 

460.jpg

 

A estrada vai subindo, subindo e a gente chega em 1.400 m de altitude ou mais, teve uma hora que parei de prestar a atenção nisso.....heheheheheheheeheheheheheheheheheheheheheh

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

461.jpg

 

Ao avistarmos essas placas a gente ficou na dúvida, tem relatos lá no mochileiros de gente que foi, mesmo após a interdição, mas sabe como é, né ? A gente fica lá pensando será que vai estar liberado ou não, essa dúvida persistiu até a entrada da estrada de terra (tem um homem lá na entrada só "cuidando" do movimento, tem até um container dos responsáveis pelo asfaltamento e recuperação da estrada).

 

462.jpg

 

465.jpg

 

467.jpg

 

Nessa região tem uma mescla de casas super chiques com casas de fazenda, como essa aí, as super hiper ultra mega blaster chiques ficam beeeem no alto dos morros e deve ter uma vista privilegiadíssima da região, vimos até um Spa no caminho.

 

468.jpg

 

Depois começa a descida, bem sinuosa, em alguns trechos (não me recordo onde) lembra um pouco a Serra da Graciosa, por conta das curvas e do visual, mas claro a Estrada da Graciosa é muito mais charmosa (isso na nossa humilde opinião).

 

469.jpg

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

470.jpg

 

471.jpg

 

Ali na frente tem um exemplo de placas turísticas, pois é, tem sim, avisando para onde seguir, no caso, vimos a placa para a Pedra da Marcela e de na estrada mais adiante, acredito que tenhamos visto de onde o pessoal tira aquelas fotos bacanas, a estrada para a Pedra da Marcela é de terra, com cascalho (só vimos a entrada não sabemos mais informação), mas o horário não permitia ir até lá e acho que as fotos não ficariam bacanas.

 

472.jpg

 

473.jpg

 

O primeiro marco que vimos ainda é no trecho com asfalto

 

478.jpg

 

479.jpg

 

Aí já está perto da estrada de terra, vc vai indo e encontra o tal container com o senhor que fica ali cuidando do trânsito, fiz sinal se podia seguir ele sorriu e com um leve balançar de cabeça liberou para gente, tinham duas motos (CGs) um pouco atrás na estrada e deixamos eles passarem, estavam com placas de Cunha e como imaginado já sabiam onde ir com as motos, indo muuuuito mais rápido do que nós.

 

481.jpg

 

482.jpg

 

483.jpg

 

Acho que aqui já estão preparando para receber o asfalto, já tem marcações, a estrada está bem "assentada", enfim, tava bem tranquilo

 

484.jpg

 

485.jpg

 

Aqui já tem um barrinho, pedi para a patroa descer, só para garantir que não ia derrubar a gente (não é que era difícil, mas a gente precisa de um tempinho para acostumar com o peso e com a moto nessa hora, depois teve trechos muuuitos piores que, por já estar "acostumado" com a dificuldade passei com a D. Patroa na garupa, claro que me xingando, mas aí já era tarde......heheheheheh).

 

Sempre faço isso quando entro em estrada de terra, para me "acostumar" com a Fazer e o peso dela, depois vou mais tranquilo.

 

486.jpg

 

Deixamos essa Strada Pick Up passar e lá no primeiro marco (dentro da estrada de terra) encontramos eles e fomos conversar, era um casal de Brasília que estava indo para Parati, o rapaz comentou que tinha feito a Estrada Real de Bike e agora estava levando a D.Patroa dele para conhecer o lugar, bobeamos de não ter pedido um site da viagem dele, foram bem simpáticos, o rapaz estava muito alegre (coisas de quem tem essa doença de viajar.....heheheheehehehehh), a D.patroa dele também estava bem sorridente, mas mais reservada.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

488.jpg

 

490.jpg

 

491.jpg

 

495.jpg

 

790.jpg

 

791.jpg

 

792.jpg

 

793.jpg

 

Essa é a vista do primeiro marco, fica ali, do lado do marco um "morrinho" que dá para avistar beeeeem o horizonte, porém nessa hora, estava cheio de nuvens (a gente atravessou elas no meio do caminho), aí vai de cada um, eu achei que o visual ficou bem bacana, talvez se estivesse limpo, limpo não tivesse gostado, enfim, se um dia voltar lá e estiver limpo vou poder tirar as minhas dúvidas.....heheheheheheeheheheheheh

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

497.jpg

 

496.jpg

 

498.jpg

 

499.jpg

 

Pois é, essa aí é só umas das pedrinhas que rolaram na época das chuvas e interditaram a estrada......heheheheheheheheeheheheheheheh

 

500.jpg

 

501.jpg

 

502.jpg

 

503.jpg

 

Esse trecho da estrada é bem tranquilo mesmo, vai descendo, o ângulo não é forte, não forma quase lama e vc até passar por outros marcos da ER, mas a gente só parou num mais pra frente.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Vista do Marco da ER:

 

795.jpg

 

796.jpg

 

O Uno que estava passando por lá, subindo inclusive

 

797.jpg

 

798.jpg

 

799.jpg

 

800.jpg

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Participe da conversa!

Você pode ajudar esse viajante agora e se cadastrar depois. Se você tem uma conta,clique aqui para fazer o login.

Visitante
Responder

×   Você colou conteúdo com formatação.   Remover formatação

  Apenas 75 emoticons no total são permitidos.

×   Seu link foi automaticamente incorporado.   Mostrar como link

×   Seu conteúdo anterior foi restaurado.   Limpar o editor

×   Não é possível colar imagens diretamente. Carregar ou inserir imagens do URL.




×
×
  • Criar Novo...