Ir para conteúdo
  • Faça parte da nossa comunidade! 

    Encontre companhia para viajar, compartilhe dicas e relatos, faça perguntas e ajude outros viajantes! 

Entre para seguir isso  
rafacarvalho33

O que fazer na Prainha Branca - Guarujá?

Posts Recomendados

O que fazer na Prainha Branca - Guarujá?
Relato: 20/02/2020

Não dá para explicar como demorei tanto tempo para conhecer a famosa Prainha Branca no Guarujá, um lugar com praias belíssimas, muitas trilhas para serem percorridas e aquela vibe relax que faz o viajante querer ficar mais alguns dias para descansar o corpo e a mente. 

Prainha Branca tem algumas características importantes a se conhecer antes de planejar uma viagem por lá, mas vamos falar sobre isso no decorrer do texto, antes disso preciso deixar um aviso:

Não se assustem ao me verem nas fotos com a camisa da Phoco Ecoturismo, estou trabalhando como Guia de Turismo e tem sido uma experiência gratificante, já tenho muitos anos de experiência com minhas viagens e com os dois cursos no SENAC, de Condutor de Turismo de Aventura e Técnico de Guia de Turismo, me deram a bagagem necessária para encarar esse desafio.

Poder guiar outras pessoas e oferecer experiências, que eu sempre tive viajando,é uma coisa incrível, me sinto muito realizado nessa função e até agora tem sido ótimo, espero que essa minha jornada se estenda pelos próximos anos.



 

4bd889_7a7aaf6be4ab4c96a0882b5885ce1897~

 Praia do Camburi



Bom, voltando ao assunto da Prainha Branca tenho algumas ressalvas para fazer antes de começar a falar bem do lugar:

Feriados

A não ser que você goste de bagunça, música alta e gente bêbada pela praia, evite ir em grandes feriados, daqueles que sabemos que irá ter uma invasão de turistas, nesses dias todo o clima leve da Prainha Branca desaparece, a não ser que a única data possível seja ir em pleno feriado, aí pelo menos vá preparado para encontrar tudo isso por lá, uma dica para fugir da bagunça é ficar em campings mais afastados. 

 

Estrutura

 

A  estrutura dos campings da Prainha Branca são bens simples, é sempre bom ir preparado para isso, a maioria não tem cozinha e conta com poucos banheiros disponíveis e a segurança praticamente inexiste. 
Também não existe nenhum grande mercado, o local é composto com comércios pequenos e alguns quiosques que servem refeição, o ideal é prestar atenção nos horários de funcionamento, porque não abrem todos os dias. 

Essas são as maiores ressalvas que eu poderia fazer da Prainha Branca, basta agora você saber se consegue se adequar ao estilo do lugar ou não. 
 

4bd889_72cf011d23744ab7a36067dc42e2a8e7~

 Praia do Camburi


Vamos agora começar o relato do local: 

Prainha Branca se situa em Guarujá, mas o acesso mais fácil se dá por Bertioga, através da balsa da cidade, onde boa parte vai de carro até o estacionamento próximo onde deixam seus carros (é cobrado R$20,00 por 12 horas) e fazem a travessia sem veículos e de forma gratuita, logo após a chegada em Guarujá, à sua esquerda tem o acesso para a trilha.

A trilha até a Prainha Branca tem em torno de 02 km entre subidas e descidas, o tempo levado para completar esse percurso vai de quanto peso você esta carregando e do sol que esta fazendo. Em um final de semana já demorei cerca de 02 horas (estava com muita bagagem e fazia um sol do sertão) e em outro final de semana demorei cerca de 01 hora, muito mais leve com clima mais ameno.

Após esses 02 km você chegará no "centro" da Prainha Branca, onde verá algumas lanchonetes, bares e vários campings, se você quiser evitar a bagunça recomendo ir mais para o canto da praia, por lá existem o Camping Tabajara, o Camping São José e o Camping Cantão, eu fiquei no Camping São José (R$45,00 a diária) e com a melhor estrutura pelo que vi comparando com os demais, construíram uma série de banheiros (tem banho quente) e existe uma pequena parte coberta, com duas mesas de madeira onde podem fazer suas refeições (não tem cozinha compartilhada) e algumas tomadas para carregar o celular, e o melhor do camping é que ele fica de frente para a praia, mas como disse lá em cima, o camping é bem simples, nada demais. 

Como estávamos em um grupo de 10 a 15 pessoas, escolhemos levar fogareiro e cozinharmos nossa própria comida, mas existem lugares que vendem os famosos PF´s (em torno de 20 reais e parece que são bem servidos). 

 

 

4bd889_e6328764d99a402e96ea8ad3be18570f~

 Prainha Branca


O que fazer na Prainha Branca?

 

Prainha Branca pode atingir diversos tipos de público, desde aqueles que buscam tomar uma cerveja durante o dia e curtir a praia, até aqueles mais aventureiros que buscam fazer trilhas pela região. Então vamos lá conhecer o que tem para fazer no local: 

Prainha Branca - a Prainha Branca é o local mais estruturado daquela área, onde tem restaurantes, bares, onde fica a maior parte dos turistas, descansando em frente ao belo mar paulistano.

Prainha Preta - Ao chegar na Prainha Branca, vire para o lado direito e ande ate o fim da praia, lá começa a trilha para a Prainha Preta, lugar sem nenhuma estrutura, mas com uma praia muito bonita e mais deserta.

Prainha do Camburi - Ao chegar na Prainha Preta continue andando em linha reta até chegar ao final dela, lá começara a trilha para a Prainha do Camburi, a mais bonita das 03 na minha opinião. 

A trilha da Prainha Branca ate a Prainha do Camburi leva em torno de 01 hora e 30 minutos em um ritmo lento, uma dica importante é usar calçado, pois a trilha tem muito barro e sujar o tênis é inevitável, não tente evitar isso já que pode te levar a cair ou se lesionar, e ir de chinelo é furada. 

 

Vá preparado com comida e água, pensando na ida e volta, no caminho não terá nada para comprar. 

 

 

4bd889_67a67b74fc3046c8ab750b3302d6c522~

 

 


Além de conhecer essas 03 belas praias de nosso litoral paulista, a região tem dois monumentos históricos , que são pouco conhecidos pelos turistas e até pelos moradores locais, que são:
 

Ermida de Santo Antônio do Guaibê - A construção da Igreja Ermida do Guaibê é de pedra com sambaquis e óleo de baleia com conchas e é datada de 1560, o local era usado pelo Padre Anchieta na catequização dos índios. Só pela data histórica do monumento podemos imaginar a história que o lugar carrega, e esta entre uma das primeiras igrejas construídas do Brasil.

 

Forte São Felipi ou Forte São Luiz - É uma fortificação construída pelos portugueses para se defender contra os Tupinambás de Ubatuba, tribo indígena que teve suas terras tomadas pelos portugueses durante a colonização europeia, conta com uma história incrível de um mercenário chamado Hans Staden que veio parar na região de Bertioga, trabalhou para os portugueses, virou refém da tribo Tupinambás e depois se mandou para a Europa onde escreveu dois livros contando todas as suas aventuras por terra brasileira.

 

 

4bd889_cdd04cc892034ea5b6ee6a1c0885b53e~

 Ermida de Santo Antônio do Guaibê

 

Então é isso, Prainha Branca é um destino para um pessoal que busca um lugar mais simples, mais roots, com uma conexão maior com a natureza, tendo a oportunidade de conhecer uma parte histórica importante de nosso país e curtir belas praias. Sendo de fácil acesso e que cabe no bolso. 

Espero que tenham gostado do relato, para qualquer dúvida só mandar mensagem pelas minhas rede sociais, estou presente no Instagram no rafacarvalho33 e no Facebook no Follow The Portuga.  


ps: Se você tem interesse em participar das próximas viagens, entre em contato pelas redes sociais acima e vamos conversar =]



Follow me
 

 

 



 

 

Compartilhar este post


Link para o post

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!

Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.

Entrar Agora
Entre para seguir isso  


×
×
  • Criar Novo...