Troca de informações e relatos de trilhas e travessias na região sudeste do Brasil. Espírito Santo, Minas Gerais, Rio de Janeiro e São Paulo.
#335053 por Augusto
02 Dez 2008, 22:28
Oi pessoal.


Imagem Imagem
Essas 2 trilhas fizemos no meio da semana de Sol muito forte.
Em 1 dia fizemos a trilha da Praia Grande do Bonete e no outro a do Saco das Bananas.
A maioria das praias são de difícil acesso e algumas são literalmente desertas.
Esse relato foi escrito juntamente com a Márcia.

Fotos dessas travessias:
https://www.flickr.com/photos/augusto08/albums/72157659452882505

Travessia da Praia Grande do Bonete
Essa trilha é muito conhecida dos mochileiros. Muitos a chamam de trilha das 7 praias ou trilha das 7 praias desertas e alguns dizem que dá para se fazer de bicicleta tranquilamente. Levamos um pequeno mapa e algumas dicas que conseguimos na net e lá fomos nós.
A saída de São Paulo foi ainda de madrugada, por volta das 05:00 horas da manhã do dia 10/03.
Seguimos pela Rodovias Ayrton Senna e Carvalho Pinto para depois descer em direção ao litoral pela Tamoios com trânsito bem tranquilo de uma Quarta-feira e a chegada na Praia da Lagoinha, pouco à frente da divisa entre Caraguatatuba e Ubatuba, foi sem grandes problemas três horas mais tarde.

02a- Camping na Praia da Lagoinha.JPG
02a- Camping na Praia da Lagoinha.JPG (189.02 KiB) Exibido 6501 vezes

Deixamos o carro estacionado no Camping Super Star; (foi o único que consegui encontrar mais próximo do início da trilha). O lugar é bem organizado, banheiros separados com chuveiro quente, gramado bem plano.
Depois de montar a barraca na grama, Sr. José, dono do camping, nos indicou o lado onde começa a trilha e lá fomos nós.
Como o camping estava localizado no meio da praia, tivemos que caminhar para caramba até chegar no no início da trilha, que é bem fácil de encontrar. Seguimos até o extremo da praia, à esquerda, por onde passa um rio que desagua na praia.

Logo de início já é preciso tirar as botas para atravessar; na parte mais rasa a água não passa do joelho.
Por volta das 09:00 horas iniciamos a trilha que já começa bem demarcada, devido à passagem frequente de moradores e de mochileiros.

02d- Praia do Oeste.JPG
02d- Praia do Oeste.JPG (134.01 KiB) Exibido 6501 vezes

As primeiras praias são a do Oeste (uns 15 minutos depois do início da trilha) e do Perez (quase ao lado) e nesta praia encontramos um típico morador local que pelo visto costuma acompanhar os mochileiros ou os moradores sempre que passam por aqui.

02x- Praia do Perez.JPG
02x- Praia do Perez.JPG (132.01 KiB) Exibido 6501 vezes

A figura foi se aproximando, meio na cara de pau e começou a andar junto com a gente, como se achasse que precisávamos de um guia e como já haviam passado alguns moradores por ali, achávamos que talvez estivesse indo pra alguma praia e fomos deixando a companhia ir com a gente; afinal qual o problema, né?

03- Água cristalina.JPG
03- Água cristalina.JPG (199.52 KiB) Exibido 6501 vezes

04- Trilha.jpg
04- Trilha.jpg (281.56 KiB) Exibido 6501 vezes

Passamos pelo acesso à trilha que leva à praia do Bonete cerca de 30 minutos depois e em seguida chegamos na Praia Grande do Bonete (a mais extensa de todas), onde encontramos alguns moradores trabalhando nos preparativos da próxima pesca.

05- Praia Grande do Bonete.JPG
05- Praia Grande do Bonete.JPG (121.08 KiB) Exibido 6501 vezes

A trilha segue sempre em frente e neste trecho encontramos uma placa indicativa sinalizando a Praia da Fortaleza para esquerda. sem passar pelo costão, em menos tempo, mas também sem os belos visuais de outras praias que nos esperavam.
Nosso companheiro intrometido, que pensava ser nosso guia ainda continuava firme, caminhando pouco à frente e parando às vezes para nos esperar.
No caminho ainda encontrou um conhecido, tendo uma rápida conversa que nem pudemos acompanhar e.................... bingo; agora conseguimos mais uma companhia pra continuar a trilha. O primeiro, além de intrometido, fedia um absurdo, e sem saber, ganhou de nós o apelido de Fedorento. O outro, também bastante chato (afinal não os tinhamos convidado), ganhou outro apelido que caracterizava bem sua personalidade, Medroso, porque ficava o tempo todo atrás; parecia ter medo de ir na frente, de encontrar uma cobra ou outra coisa qualquer.

06- Deixando a Praia Grande do Bonete para trás.JPG
06- Deixando a Praia Grande do Bonete para trás.JPG (193.62 KiB) Exibido 6501 vezes

Ao sairmos da Praia Grande do Bonete, pegamos um trecho bem íngreme até chegar no alto do morro e termos uma bela visão da praia que nos aguardava.

07- Praia Grande do Bonete ao fundo.jpg
07- Praia Grande do Bonete ao fundo.jpg (190.52 KiB) Exibido 6501 vezes

08- Praia do Cedro ao fundo.JPG
08- Praia do Cedro ao fundo.JPG (185.63 KiB) Exibido 6501 vezes

Descendo por trilha bem demarcada, chegamos na Praia do Deserto umas 2 horas depois da saída da Lagoinha. Essa é uma praia também extensa e onde encontramos um casal acampando. O Sr. Serafim, no único bar em frente, nos passou algumas informações. A próxima praia seria a Praia do Cedro ou Cedrinho, acessível pelas rochas que separavam as duas.

09- Trilha para a Praia do Cedro.JPG
09- Trilha para a Praia do Cedro.JPG (230.56 KiB) Exibido 6501 vezes

Na Praia do Deserto o Fedorento resolveu ficar, pois percebeu que a gente não ia dar nada a ele. Dava para perceber que ele estava cansado também.
A praia do Cedro (conhecida também como Cedrinho) é ótima para banho e mergulho com snorkel e mascara (aqui a gente fez o nosso almoço que dividimos com o Medroso).
Do canto esquerdo continua uma trilha, aqui um pouco confusa, não tão bem demarcada, porém com um marco importante, a passagem por um limoeiro, que fica exatamente dentro do riacho que deságua nessa praia.
Também é possível evitar esse trecho, voltando alguns minutos pra trás e pegar a trilha melhor demarcada, que sai da Praia do Deserto, atras do Bar do Sr. Serafim.
Seguindo pelo trecho que começa na Praia do Cedro, a trilha sobe alguns minutos até encontrar a outra que vem do Deserto, muito bem demarcada daqui pra frente.
Até a Praia da Fortaleza são quase 1 hora de trilha bem demarcada e tranqüila e saímos um pouco da trilha para apreciar o costão, que é muito bonito.

12- Costão.jpg
12- Costão.jpg (141.48 KiB) Exibido 6501 vezes

Nesse trecho são várias bifurcações e fomos chegar na Praia da Fortaleza por volta das 16:00 hrs acompanhados do Medroso, pois o Fedorento, para alegria do meu nariz, resolveu desistir da caminhada.

12j- Praia da Fortaleza.JPG
12j- Praia da Fortaleza.JPG (160.47 KiB) Exibido 6501 vezes

A Praia da Fortaleza conta com belas casas em frente, construídas próximo da areia. O lugar estava relativamente vazio e a partir desse ponto dá para tomar um ônibus de volta para a Rodovia que pode economizar algumas horas de caminhada até lá . Eu até recomendo porque dessa praia até a Rodovia não é um trecho com acesso fácil as praias, quase que particulares e também porque é um tal de sobe morro/desce morro quase interminável e sempre pelo asfalto.

13- Praia Brava da Fortaleza.JPG
13- Praia Brava da Fortaleza.JPG (174.55 KiB) Exibido 6501 vezes

O circular que segue em direção ao centro de Ubatuba tinha acabado de sair e por isso resolvemos caminhar na esperança de que chegaríamos mais rápidos na Rodovia (ledo engano). Passamos ainda pela Praia Brava, vista somente do alto, pouco extensa e com ondas bem fortes.
E chegamos na Rodovia por volta das 18:00 hrs, mas ainda era preciso caminhar mais 1 hora e meia para voltar à praia da Lagoinha onde a caminhada começou pela manhã e onde nos despedimos do Medroso.
O chato ainda não queria ir embora e achou que iria dividir a barraca também, ou sei lá, queria se adotado talvez......
Como não pretendíamos trazer nenhum cachorro para casa foi preciso quase obrigar o bicho a ir embora. A sorte é que o outro maior e mais cansado não aguentou chegar no final, senão o trabalho de despistá-los seria maior ainda.


Travessia do Saco das Bananas

Já no Camping preparamos nosso jantar e fomos dormir cedo para descansar bem e iniciar a caminhada de manhãzinha, evitando com isso o Sol mais forte.
Tinha chovido durante a noite e estávamos um pouco receosos, mas amanheceu um belo dia, perfeito para uma caminhada. Depois de desmontar a barraca, acertar com o Sr. José e colocar tudo no carro, seguimos para a Praia de Maranduba que é uma continuação da Lagoinha e que também pertence a Ubatuba.
Estacionamos em frente a praia, num local em que nos finais de semana é considerado zona azul e o pessoal da prefeitura cobra um certo valor pelo estacionamento do dia inteiro, mas como era uma Quinta-feira nem nos preocupamos.

A caminhada começou a partir dali mesmo, seguindo pela Rodovia sentido Caraguá e depois de cruzar uma pequena ponte, pegamos uma estradinha de terra à esquerda.
No início é tranquila e depois vai se tornando mais inclinada, tendo um belo visual da Praia de Maranduba e Lagoinha. O problema era o Sol que já estava bem forte.
Depois que a estrada segue no plano chegamos em uma bifurcação que leva até a Praia do Pulso à esquerda, junto a uma casa de religiosos chamada Arautos do Evangelho (nessa praia nós nem passamos).

14- Bifurcação para a Praia da Cassandoca.jpg
14- Bifurcação para a Praia da Cassandoca.jpg (217.32 KiB) Exibido 6501 vezes

Aqui seguimos para a direita e pegamos um trecho de mata fechada onde encontramos algumas placas que indicavam que grande parte daquela região pertence a um Quilombo existente ali.
Nesse trecho da estrada existem algumas bicas de água e parece ser bastante utilizada pelos moradores, pois vários cruzaram o caminho de carro ou à pé.
Chegar de carro na Caçandoca teria poupado 1 hora e meia de caminhada na ida, mas resolvemos seguir à pé mesmo para conhecer o lugar. O problema é que no final da tarde para pegar o carro na volta já estaríamos bem cansados.

15- Nas areias da Praia da Cassandoca.JPG
15- Nas areias da Praia da Cassandoca.JPG (113.67 KiB) Exibido 6501 vezes

A praia da Caçandoca é bem extensa, de ondas calmas e um imenso pasto em frente. São poucas as áreas de sombra e percebemos que ali existe alguns borrachudos, então é recomendável trazer repelente.
No final da praia à direita é preciso passar um rio, onde a água não passa dos tornozelos, mas o bastante para molhar as botas.
Bem ao lado do rio inicia-se uma trilha bem visível que leva em uns 5 minutos à Praia da Caçandoquinha, mais reservada que a primeira e com extensão de areia bem menor.

16- Praia da Cassandoquinha.JPG
16- Praia da Cassandoquinha.JPG (120.13 KiB) Exibido 6501 vezes

Saindo da praia é possível seguir em direção ao costão, onde é possível ter bela visão das ondas quebrando direto nas pedras e alguns bons pontos de pesca onde rolam fotos bem legais.

17- Costão.jpg
17- Costão.jpg (180.04 KiB) Exibido 6501 vezes

18- Praia da Raposa ao fundo.JPG
18- Praia da Raposa ao fundo.JPG (193.77 KiB) Exibido 6501 vezes

Continuando a caminhada pelo costão chegamos à praia da Raposa cerca de 30 minutos depois da Caçandoquinha, de águas bem tranquilas, quase sem onda e com muita alga nas rochas.

17d- Praia da Lagoinha ao fundo.JPG
17d- Praia da Lagoinha ao fundo.JPG (120.85 KiB) Exibido 6501 vezes

Um mergulho com snorkel e mascara à uns 3 metros de profundidade, ainda próximo da praia, permite uma visão de cardumes de diferentes tamanhos que são atraídos pelo alimento abundante. Vale a pena ficar algumas horas mergulhando aqui.
Essa, como várias outras praias da região, tem uma mangueira colocada por algum morador que traz água direto de algum riacho próximo, o que permite um banho pra tirar o sal depois do mergulho no mar. Uma ótima praia para uma parada um pouco mais demorada, mas novamente o problema dos borrachudos, que são os donos do lugar.
Junto da Praia da Raposa a trilha continua sentido Saco das Bananas, bem demarcada e com algumas bifurcações para algumas casas de moradores e subindo alguns minutos é possível ter uma visão maravilhosa das distantes Ilhas de Búzios e Ilhabela.

19- Costão 3.jpg
19- Costão 3.jpg (141.16 KiB) Exibido 6501 vezes

Com um céu azul, que foi o caso desta vez, o cenário é perfeito pra curtir a vista que vale muito a pena.

20- Baia do Mar Virado.jpg
20- Baia do Mar Virado.jpg (135.08 KiB) Exibido 6501 vezes

Passamos pelas casas dos moradores no caminho, algumas abandonadas, outras habitadas, mas ninguém por perto. Essa é uma região de goiabeiras e jacas, tanto que o cheiro chega a enjoar.

20j- Na trilha.JPG
20j- Na trilha.JPG (189.59 KiB) Exibido 6501 vezes

Quando vamos chegando próximo ao Saco das Bananas (cerca de 1 hora depois da Praia da Raposa), muitas bananeiras vão surgindo pelo caminho.
O Saco das Bananas é um ancoradouro natural de barcos, um trecho do costão que faz um U na entrada na Costa. De frente para o lugar a vegetação mostra tantos pés de banana colados um ao outro, como se tivessem sido colocados à mão.

21- Saco das Bananas.JPG
21- Saco das Bananas.JPG (187.34 KiB) Exibido 6501 vezes

24- Chegando na Praia do Frade.JPG
24- Chegando na Praia do Frade.JPG (168.22 KiB) Exibido 6501 vezes

A trilha continua seguindo, toda ela bem demarcada. Desde a saída da Raposa até a próxima Praia, a do Simão, ou do Frade como alguns preferem, são 1 hora e meia de caminhada, com a oportunidade de seguir com a vista do costão do lado esquerdo.
A Praia do Simão, de ondas muito fortes e de tombo é muito frequentada por alguns surfistas que procuram boas e perigosas aventuras. Bem no meio da praia sai a trilha que sobe sentido Praia da Lagoa com alguns trechos de subida bem forte, que passam por mais goiabeiras e uma boa quantidade de aranhas grandes e parecem bastante características da região; encontramos várias teias fechando o caminho. A trilha chega a uma altitude de 300 metros antes de começar a descer.
Passamos por vários riachos e chegamos em uma estrada de terra que marca o fim da trilha, sendo esse trecho desde a Praia do Simão de pouco mais de 1 hora (aqui tem uma casa de um morador).
Junto à casa sai uma trilha que leva até a Praia da Lagoa, deserta e com acesso fácil e que fica para uma outra oportunidade.
Daqui segue uma estrada de terra até a Rodovia e depois de uns 20 minutos passamos ao lado da Pousada Ecológica Taoland.

Ao lado dessa Pousada existe uma bifurcação que leva à Praia de Ponta Aguda, mas nem chegamos a ir.
É uma outra praia muito tranquila e quase deserta.
Mais alguns minutos subindo pela estrada é possível ter uma bela visão das Praias da Lagoa, da Ponta Aguda, da Figueira e Tabatinga bem ao fundo, que ficam à esquerda da estrada de terra que sobe.

25- Praia da Lagoa ao fundo.JPG
25- Praia da Lagoa ao fundo.JPG (162.28 KiB) Exibido 6501 vezes

26- Praia da Figuera.JPG
26- Praia da Figuera.JPG (142.59 KiB) Exibido 6501 vezes

A proximidade como os vilarejos tornam as praias mais movimentadas, mais turísticas mesmo.
A partir da Pousada caminhamos cerca de 1 hora até a Rodovia por estrada de terra em estado precário onde chegamos por volta das 19:00 horas.
Aqui ficamos aguardando o circular para Ubatuba e que nos deixou na Praia da Maranduba onde havíamos deixado o carro pela manhã e de lá retornamos para Sampa.



Abcs
Editado pela última vez por Augusto em 25 Dez 2015, 11:02, em um total de 4 vezes.

#415121 por tdz
28 Out 2009, 15:15
Olá a Todos,

Desculpa gente, Vou dar uma de Coveiro do Tópico...... ::hãã2:: ::toma:: :evil:

Augusto, me recomenda algum lugar para deixar o carro ? já que minha intenção é acampar na Praia do Frade e se deixar em zona azul acho que no outro dia, posso tomar uma multa, além do que, há o perigo de roubo ou do carro ser guinchado.

Outra coisa, as melhores praias da trilha são Raposa e Saco das Bananas ? Com relação ao uso do snorkel, essas duas praias pelo que li de alguns relatos, realmente são as melhores, você confirma.

Abraços
#415218 por Augusto
28 Out 2009, 20:57
Blz Thiago.

Desenterrando meu relato mesmo? ::otemo:: ::otemo:: ::otemo:: ::otemo:: ::otemo:: ::otemo::
Logo, logo completa 1 ano e nada de atualização. É um pouco culpa minha. ::putz:: ::putz:: ::putz:: ::putz:: ::putz::
Alguns relatos que eu criei preciso atualizar algumas informações.


Mas vamos à suas duvidas.

Não recomendo vc deixar o carro na Praia de Maranduba. A gente só deixou o nosso ali porque não sabia se existia lugares bons p/ deixar o carro o mais próximo possivel das praias onde íamos.
Se vc quiser ir só na Praia do Frade, faça o seguinte:
qdo chegar no portal que dá as Boas Vindas à Ubatuba (é onde fica a divisa Caragua/Ubatuba) recomendo que siga pela rua que dá acesso a Praia de Ponta Aguda (na duvida é só perguntar, todo mundo sabe onde fica).
Nessa praia tem um camping que se permite deixar estacionado o carro.
Já se o seu carro for um 4x4 ou com suspensão alta e vc quiser arriscar um pouco mais, siga pela estrada passando pelo Taoland Eco Resort. A estrada vai terminar em uma casa bem no meio do mato.
Ali também se permite estacionar no quintal da casa. É dali que sai a trilha que te leva à Praia do Frade. A trilha é bem demarcada, pode ficar tranquilo.

Já pelo outro extremo vc também pode deixar o carro na Praia da Caçandoca e chegar facilmente na Praia da Raposa e do Saco das Bananas. Mas isso só se voltar no mesmo dia. Eu não vi ninguém morando junto a Praia da Caçandoca, p/ vc deixar o carro por 1 noite.

Se eu fosse vc deixaria no camping da Praia de Ponta Aguda ou na casa, junto ao inicio da trilha para a Praia do Frade.
São lugares mais seguros e o acesso às praias da Raposa e Saco da Bananas não são tão longe assim.

Eu mergulhei somente na Praia da Raposa e achei formidável. Muita coisa p/ se ver só com snorkel.
No saco das bananas nem entrei, mas deve ser um outro bom local porque ali existe um enorme costão p/ se explorar.


Acho que é só isso.


Abcs

tdz escreveu:Olá a Todos,

Desculpa gente, Vou dar uma de Coveiro do Tópico...... ::hãã2:: ::toma:: :evil:

Augusto, me recomenda algum lugar para deixar o carro ? já que minha intenção é acampar na Praia do Frade e se deixar em zona azul acho que no outro dia, posso tomar uma multa, além do que, há o perigo de roubo ou do carro ser guinchado.

Outra coisa, as melhores praias da trilha são Raposa e Saco das Bananas ? Com relação ao uso do snorkel, essas duas praias pelo que li de alguns relatos, realmente são as melhores, você confirma.

Abraços
#415312 por tdz
29 Out 2009, 09:30
Olá a todos,

Augusto, minha ideia é fazer a trilha completa, só que eu estava pensando em fazer no sentido Cassandoca-Figueira.

Não queria fazer no sentido Contrário Figueira-Cassandoca, porque mais pelas informações que colhi o melhor lugar para acampar é no Frade(alias tem Agua Doce la ?), e as melhores praias pra se curtir é Raposa e Saco das bananas, então a ideia original da trilha é fazer começar pela cassandoca, ai iremos curtir a praia da raposa e Saco das Bananas sem se preocupar com a volta(já que segundo minhas informações do Saco das Bananas até o Frade, a trilha é curta), e no final da noite acampar no Frade, voltando até a ponta da Aguda no dia seguinte.

Não sei se é a melhor logística mais penso que para melhor executar esse "plano" teria que deixar o carro na ponta da Aguda, e voltar até a Rodovia, e seguir sentido maranduba para o inicio da trilha.Quanto tempo leva em média da BR até a Ponta da Aguda ?

E da Maranduba até a Cassandoca ?

Então até a praia da Ponta da Aguda é possível chegar e deixar o carro por uma noite sem problemas ?

Ou então começar a Trilha no sentido Figueira-Cassandoca no final da Tarde, deixando o carro na Ponta da Aguda, acampando no Frade, e tendo o dia inteiro para curtir Raposa e Saco das Bananas.

Estou em dúvida quanto a melhor opção, preciso consultar os companheiros que iram realizar a trilha.

Pelo seu croqui do google earth, a trilha não passa pelas praias mansa, isso procede ?

Essas praias da Trilha fazem parte de Caragua ou Ubatuba ?

Abraços

PS: Não é 4x4, e sim um G*@ 1.0 ::tchann::
#415750 por Augusto
30 Out 2009, 19:15
Blz Thiago.

Sim, o melhor lugar p/ acampar sem duvida nenhuma é no Frade.
Como vc pretende mesmo entrar pela Caçandoca e terminar na Ponta Aguda, suas opções p/ deixar o carro seriam:
1) No Final da Praia de Maranduba existem algumas pousadas e com estacionamento em frente. Nesse caso vc tentaria deixar o carro nesses estacionamentos, que não são tão caros assim. O problema é que vc vai ter de caminhar até a Caçandoca, como a gente fez. É uma caminhada bem hard de mais de 1 hora.
2) Vc pode também tentar deixar seu carro no estacionamento do condominio que fica na Praia do Pulso.
O condominio ocupa toda a praia e vc pode deixar seu carro em uma das vagas reservadas p/ visitantes. É caso também p/ conversar com o pessoal da segurança ou dá uma de "migué" e deixar o carro durante a noite mesmo sem avisar ninguém.
3) E a ultima é seguir até a Caçandoca e ver se existe algum lugar p/ deixar o carro por mais de 1 dia. Na época que eu fui, não encontrei. E se não tiver voltar e deixar na Praia do Pulso mesmo.

Saindo da Praia do Frade, creio que até a Praia de Ponta Aguda vc leve cerca de 1 hora e de lá mais 1 hora até a Rodovia, sempre na caminhada.
É sempre por estrada de terra e bem tranquila.

P/ voltar, vc pegaria o circular lá na BR que te deixaria na entrada da estrada que te leva à Praia da Caçandoca.
É o mesmo esquema que a gente fez.

Deixar o carro no camping de Ponta Aguda e voltar p/ entrar pela Praia da Caçandoca acho desgastante demais.
A melhor logistisca mesmo é seguir uma das 3 opções acima.

Se vc estiver vindo da Praia do Frade pela trilha, vai terminar em uma casa e dessa casa sai uma trilha que te leva p/ a Praia da Lagoa.
Sim, é verdade, a trilha que vem do Frade não passa pela Praia Mansa. Se vc quiser chegar nessa praia, terá que chegar na Ponta Aguda e de lá pegar uma trilha. É bem facil.
Todas essas praias fazem parte de Ubatuba.

A sua outra opção de deixar o carro em Ponta Aguda e acampar no Frade, p/ depois no dia seguinte curtir Raposa e Saco das Bananas também é boa, mas e o problema de vc ter de voltar p/pegar o carro. Vai ser desgastante não é?

Um Gol consegue pegar essa estrada da BR até Ponta Aguda tranquilamente. Se fosse um carro mais baixo, com certeza em alguns trechos vc ia raspar a supensão direto.
Pode ir tranquilo.


Abcs
#417804 por Augusto
08 Nov 2009, 11:26
As duas trilhas são tranquilas Olivia. Dá p/ fazer sem preocupações.
O unico perigo, na minha opinião é encontrar alguma cobra pelo caminho.

Qto ao Camping Super Star, ele tá entre a Rodovia e a praia da Lagoinha. É só pedir p/ o motorista descer em frente ao camping. Existe uma placa na Rodovia indicando ele.
http://www.campingsuperstar.com.br/


Abcs


olivia.pezzin escreveu:Olá, gostaria de saber se essa trilha é ou não perigosa para casais sozinhos, e se dá pra ir até lá o camping super star de onibus. estamos sem carro.
abs
Olivia ::mmm:
#438640 por edubisan
18 Jan 2010, 08:53
Fala pessoal!

Nesse último findi 16 e 17 de janeiro estive em Ubatuba para fazer as "7 praias" e o "saco das bananas".

Trilha das 7 praias
- Realmente um passeio bem bacana. Tranquilão até a Grande do Bonete, sendo acompanhado na trilha por vovôs e vovós calçando havaianas...
- No bonete tinha bastante gente, bares lotados, crianças, cachorros e até vendedores de queijo coalho.
- Na Grande do Bonete os locais de camping estavam meio sujos, alguma moça de família largou calcinha e OB por lá, lamentável.
- O mar estava bem bravo nesse findi, quase perdi a sunga nadando na grande do bonete!!! (quase mesmo!)
- Na trilha para a praia da Fortaleza bem menos pessoas, porém a trilha possui manutenção. O mato em volta é aparado, e as árvores caídas removidas.
- Aquelas pedras ao lado da Fortaleza são muito bacanas... Visual muito legal da praia, lembra os castelos do Açu! Vale a visita!
- Chegando na fortaleza, decidi bater um papo com os locais (leia-se: tomar cerveja no boteco) e eles disseram que existe trilha para prosseguir por mais 2 ou 3 praias depois da Fortaleza (Brava da Fortaleza, Costa e Prainha da Vermelha). Não fui, porque eu estava conversando (leia-se bebendo cerveja). Alguém conhece?
- Apesar de o sol começar a baixar, não voltei de ônibus, toquei a trilha de volta na tranquilidade...

Trilha do Saco das Bananas
- Estacionei na Caçandoca, ao lado de um bar e sob a guarda de uns moleques de 6 anos de idade. R$5,00 com direito a um banho (que eu não utilizei). A estrada é de terra mas estava tranquila.
- Trilha para a Caçandoquinha mais uma vez com vovôs e vovós... hehehe engraçado todo mundo de havaiana e você de calça, bota e mochilão (afinal, mochileiro precisão de mochilão, né?)
- Na Caçandoquinha, pode-se seguir para a Raposa ou pelo costão, ou pelo caminho (uma trilha bem aberta) no fundo da praia. Eu segui pelo costão, pois era cedo e a maré estava baixa. Muito bacana o visual, as formações das rochas são muito curiosas. Se você seguir pelo caminho, muita atenção para enxergar a trilha para a Raposa que desce a esquerda... Se você passar batido só vai perceber que passou quando chegar numa bifurcação.
- A praia da Raposa realmente é muito simpática. Pequenina e agradável, com uma belíssima mata de fundo. O que não estava legal era a quantidade de lixo... As mangueiras de água doce não estavam funcionando, provavelmente porque as chuvas tem judiado da região, e as cachus estão todas com sinais de que o volume de água tem sido bem forte.
- A trilha para o Saco é muito bonita... Que vegetação legal, e que mata perfumada! Nos trechos com muitas jaqueiras chega a enjoar mesmo, é jaca para todo lado. Existem muitas picadas saindo da trilha, que provavelmente são para os moradores colherem os frutos.
- A trilha tem 3 bifurcações principais. As 3 são para a direita, e digo isso com propriedade porque peguei as 3 para a esquerda!!! (a primeira o prejuízo é pequeno, a segunda é médio e a terceira é grande!)
- Na terceira bifurcação, pegando o caminho errado a esquerda, você desce um desnível bem forte. Chega-se a uma casinha, que é habitada porém não tinha ninguém lá (só um medroso cachorro). Seguindo em frente e a direita da casinha, indo em direção ao mar, chega-se a um costão muito bonito. Grandes pedras se projetam em direção ao mar, e ali estavam 2 pescadores. Se você tomou o caminho errado ou tem fôlego de sobra, não deixe de visitar.
- O trecho final da trilha é bem duro. Logo que você avista o Saco das Bananas, existe uma sequência de descida-subida-descida muito fortes. E a maioria com sol na cabeça. Quase derreti.
- O acesso para a praia do Saco das Bananas e a praia do Frade são numa escolinha abandonada. A esquerda da escola é a praia do saco, e atrás da escola a trilha para o Frade.
- A praia do saco das bananas abriga uma casa particular muito bonita. O mar aqui é calmo, favorecendo o mergulho com snorkel.
- A praia do Frade me surpreendeu. Não esperava encontrar uma praia exatamente do jeito que eu gosto... Grande em extensão, linda, uma mata exuberante, rios, pequenas cachus, clareiras para camping, mar agitado, isolamento total... sem palavras... As 4 horas de sol forte que eu levei para chegar ali foram muito bem recompensadas... Que espetáculo da natureza...
- Não animei para seguir em frente e sair na rodovia, pois teria o longo trecho de terra até a Caçandoca. Sendo assim, resolvi voltar tudo, e rapidamente cheguei na Caçandoca, mesmo com o sol ardido e as subidas duras.

Enfim, 2 passeios que valem muito a pena em Ubatuba. O primeiro (7 praias) é mais tranquilo, o segundo já necessita de alguma preparação (calçado, capa de chuva, lanche). Prato cheio para um final de semana de verão.
#438715 por Augusto
18 Jan 2010, 11:27
Muito boas as atualizações Edu.

Não quis conhecer as Praias da Lagoa e Mansa, que são desertas também?
O problema ali é a logistica né.

Vc fez a trilha do Bonete em um Sabado emendando com a do Saco das Bananas e acampando na Praia do Frade p/ retornar no Domingo?
Muito bom esse roteiro.
É uma boa opção p/ quiser ficar em camping selvagem.


Abcs
#438992 por edubisan
19 Jan 2010, 07:11
Quase isso Augusto!

Na verdade eu cheguei no sábado meio-dia em ubatuba. Armei a barraca no camping super star. Aí fiz o bonete no sábado a tarde.
No domingo, saí às 08 do camping, estacionei na Caçandoca, e fiz o bate-volta até o Frade. Saí de Ubatuba às 15:00 porque tinha compromisso...

Mas esta opção que você está sugerindo é muito boa para quem chega sábado cedo em Ubatuba. Como a trilha do Bonete é mais tranquila, faria ela na parte da manhã, pegaria um almoço legal e seguiria para acampar no Frade. Aí sim, no dia seguinte conheceria a Lagoa e a Mansa, com bastante tempo para descansar!

Abraço!
#439040 por Augusto
19 Jan 2010, 10:17
Ahhhhhhhhhhhhhhhh.

Pensei que vc tinha acampado lá no Frade.
De toda a travessia do Saco das Bananas, ali é a melhor praia p/ acampar.

Pelo menos deu p/ conhecer a maioria delas.
Mas vc viu que as trilhas e algumas praias são quase desertas.
Existem muitas opções de camping selvagem nessas 2 trilhas.

Mas blz.

Abcs
#440830 por guimarson
25 Jan 2010, 10:28
Saudações mochileiros!!!
Augusto, valeu por postar esse relato rico em detalhes. Graças a ele, consegui ir para a praia do Cedro nesse fim de semana (23/01/2010), a qual jamais esquecerei.
Para fazer essa trilha fui acompanhado de meu irmão "sedentário" (rsrs) e minha namorada. Fizemos essa trilha igual aos avós do Edubisan, ou seja, de chinelo havaianas... ::lol3::
Além disso levamos o snorkel e as nadadeiras.
Saímos da praia do Sapê e caminhamos até o final da praia da Lagoinha. A trilha começa após atravessar o riozinho no final da praia da Lagoinha é bem tranquila até a praia do Grande Bonete (a qual tem umas formações de pedras bem loucas do seu lado direito), e, chegando no final da mesma há placas indicando o caminho para a praia da Fortaleza (+ou- 3km) ou praia da Cedrinho (+ou- 1km).
Resolvemos ir para o nosso objetivo (praia do Cedrinho). Essa parte da trilha foi a mais puxada, pois é um caminho mais estreito, com mata fechada em alguns trechos, uma subida bem acentuada e logo após uma descida bem "roots". Essa trilha exigiu muito os nossos pulmões. Mas o esforço é todo recompensado pelo visual da praia que se tem em cima do morro.
A praia é de uma beleza ímpar, de água cristalina, onde os peixinhos nadam na sua frente sem medo nenhum. Lá tinha um pessoal acampando (umas 4 pessoas, eu acho) e uma barraquinha vendendo babatinhas ruffles, cerveja, água e afins. Ficamos por lá em torno de uma hora nadando e fazendo snorkelling. Resolvemos voltar pois a fome apertou.
Fizemos o percurso de ida (praia do Sapê até praia do Cedrinho) em 2h20min exatos. Agora a volta não deu pra cronometrar, pois eu (vulgo "juca tontão") resolvi mergulhar com o relógio e deu ziki zira master. Mas creio que o tempo de volta ficou proximo ao tempo de ida.
Dicas: Levem água e algum lanche, pois isso fez muita. Só pra ter uma idéia ... Agua-R$2,50 garrafa de 500ml ; Cerveja lata-R$3,50
Não esqueçam também do protetor solar, pois meu irmão tirou um cochilo nas pedras da praia do cedrinho sem ter passado nada. Resultado: fico paracendo um camarão. kakaka ::putz:: :oops:
Qualquer coisa que eu lembrar posto aqui.
Valeu pelas dicas e abraço ::otemo::
#441609 por Augusto
27 Jan 2010, 10:34
Blz guimarson.

Aquela praia do Cedrinho é muito boa mesmo e os costões na lateral são muito bons p/ mergulho.
Mas se puder volte lá e tente fazer a do Saco das Bananas. Lá é melhor ainda.
São varias praias quase que desertas e boas também p/ mergulho com snorkel.

Vcs nem passaram pela Praia do Bonete né?
Não quiseram pegar a bifurcação na trilha?
É uma outra praia linda, onde é possivel acampar também.


Abcs
#442048 por guimarson
28 Jan 2010, 11:48
Fala Augusto, na paz??

Cara, fomos pro Cedrinho pela praia do Bonete sim. Quando termina de percorrer toda a praia, no final tem umas plaquinhas dizendo qual sentido pegar.
Esquerda - Praia da fortaleza (+ou- 3 km)
Reto - Praia do Cedro (+ou- 1 km)
Agora se essa bifurcação q vc disse vai para a direita, eu não peguei não. Fui direto para o Cedrinho.

Pode ter certeza que vou fazer a trilha do Saco das Bananas sim. Mas só me tira uma dúvida:
Consigo chegar até a praia da Tabatinga (Caraguá) pela trilha do Saco das Bananas?? Ou o final dela é na estrada de terra que passa perto do ecoresort, como vc falou?? ::sos::

Abraço a todos

Usuários navegando neste fórum: Nenhum usuário registrado e 0 visitantes