Guia e Dicas sobre Moedas, Cartões e Gastos na Argentina

Troca de informações sobre a Argentina, o país dos 5 continentes. Neve, montanhas, desertos, pântanos e cidades maravilhosas.
Avatar
leocaetano
Organização de Conteúdo
Organização de Conteúdo
Mensagens: 1453
Registrado em: 31 Jul 2006, 23:33
Localização: Rio de Janeiro
Contato:

30 Ago 2008, 16:09  

GUIA RÁPIDO DE CONSULTA SOBRE UTILIZAÇÃO DE CARTÕES NA ARGENTINA

Para aqueles que pensam em sacar dinheiro em caixas eletrônicos ou utilizar o cartão de crédito, devem ficar atentos às taxas cobradas. Podemos classificar o uso em quatro tipos:


Cartão de Banco
Há alguns bancos presentes no Brasil que também estão presentes na Argentina. Cada banco tem sua própria política quanto a isso, alguns cobram o saque outros não. Deve-se verificar com o seu próprio banco os custos e existência de agências no país.

Cartões de Débito
Os cartões de débito internacionais possibilitam saque em caixas eletrônicos na Argentina. O valor é debitado diretamente em sua conta como se estivesse utilizando a função de débito em uma compra. Como os cartões de débito são ligados à bandeira do banco, cada um pode ter uma cobrança diferente. No caso da Mastercard, normalmente o valor é de R$ 9 por saque e com valor máximo de US$ 500 por dia e US$ 3.500 por semana. No caso da Visa, normalmente o valor é de R$ 8 por saque e com valor de US$ 250 a 500 por dia.

Cartões de Crédito
Os cartões de crédito internacionais possibilitam saque em caixas eletrônicos e fazer compras sem parcelamento na Argentina. O valor é debitado diretamente em seu cartão para pagamento na próxima fatura, de acordo com a data. Como os cartões de crédito são ligados à bandeira de uma instituição financeira, cada um tem uma cobrança diferente para o caso de saque. No caso de utilização para compras, o valor é creditado em sua próxima fatura com o valor gasto em pesos convertido para dólar e, posteriormente, real com o câmbio oficial do dia de fechamento da fatura. Ainda há a cobrança de IOF com uma taxa de 2% sobre o valor gasto no exterior.

Visa TravelMoney
O cartão funciona como um cartão de débito. Ele deve ser carregado em Euro ou Dólar que é convertido para a moeda local, no caso, pesos. A cotação da moeda é baseada no câmbio turismo oficial, que é mais desvantajoso que o câmbio comercial. A cobrança é em cima do valor depositado: se for em Euro, € 2,50; se for em dólar, US$ 2,50 – por cada saque.


Há ainda os defasados Travelers Cheques, da American Express. Para os interessados, deve-se procurar um banco no Brasil para comprar esses cheques de viagem que podem ser comprados em Real e convertidos em Dólar ou Euro. Ele é aceito na Argentina e deve ser trocado em bancos conveniados à American Express, onde a maioria cobra comissão para a troca por pesos. A partir de 2008, é cobrado, ainda, IOF de 0,38% na compra e venda dos cheques em território nacional.
EDITOR » Argentina :: Bahia :: Chile :: Patagônia e Terra do Fogo

"As pessoas não fazem viagens, são as viagens que fazem as pessoas."
John Steinbeck

Avatar
leocaetano
Organização de Conteúdo
Organização de Conteúdo
Mensagens: 1453
Registrado em: 31 Jul 2006, 23:33
Localização: Rio de Janeiro
Contato:

30 Ago 2008, 16:10  

CÂMBIO NA ARGENTINA
A melhor cotação de câmbio é no Banco de La Nación Argentina. Se for trocar dólar ou real por pesos, faça essa troca logo em sua chegada no aeroporto de Buenos Aires, pois há um guichê do banco logo após a entrega das malas. Para saber a cotação no banco, consulte o site: www.bna.com.ar.


GASTOS PESSOAIS NA ARGENTINA

Não sabe quanto vai gastar por dia? Fique tranqüilo, todos temos esse problema. Planejando gastar de R$ 90 a R$ 110 por dia, você consegue fazer passeios e comer razoavelmente bem na Argentina, ficando hospedado em albergues, fazendo duas refeições por dia – além do café da manhã normalmente incluído na hospedagem.


DEVOLUÇÃO DE IMPOSTO SOBRE VALOR AGREGADO (IVA) NA ARGENTINA

O governo argentino cobra de imposto 21% sobre os produtos vendidos em seu território onde podem ser devolvidos 16% para aqueles que vão levar seus produtos para o exterior. Para isso, é exigido um mínimo de ARG$ 70 por compra, em produtos fabricados no país. Não há prazo para se obter a devolução que é feita através de cheque ou creditado no cartão de crédito. Há postos de atendimento Tax Free Shopping em aeroportos e em centros urbanos.
EDITOR » Argentina :: Bahia :: Chile :: Patagônia e Terra do Fogo

"As pessoas não fazem viagens, são as viagens que fazem as pessoas."
John Steinbeck

topine
Mensagens: 37
Registrado em: 15 Out 2004, 13:16
Localização: Nice
Contato:

31 Ago 2008, 14:39  

Complementando as dicas, esse é o melhor site de cotação para Buenos Aires.

www.dolarhoy.com

Entre no site, verifique qual lugar a taxa é melhor.

Abraços

Avatar
Adriano Klein
Membro de Honra
Membro de Honra
Mensagens: 1239
Registrado em: 10 Ago 2004, 14:54
Localização: Floripa

01 Set 2008, 13:39  

Completando as dicas é bom saber de duas situações:
1. lugares simples e econômicos (restaurantes, hotéis etc) não costumam aceitar cartão de crédito, e alguns restaurantes cobram uma taxa extra se for pagar com cartão, se informa antes de pedir a conta.
2. ao trocar moedas, procure sempre um banco oficial, o horário é mais restrito e pedem pra fazer um cadastro e tiram cópia dos documentos ( bem simples e rápido), mas as cotações são bem melhores que em casas de cambio normais.

rsinedino
Mensagens: 3
Registrado em: 13 Nov 2008, 11:37

13 Nov 2008, 11:43  

Eu achei este tópico muito interessante. Sempre tive a teoria de que fazendo 2 conversões, você sai perdendo, embora a maioria diz o contrário no outro tópico - dizendo que é melhor levar dólar. Devo levar real e trocar no Banco de La Nacion. É a melhor maneira, né?

O que fiquei em dúvida foi em relação ao comentário de uma pessoa no outro tópico:

"Dólar x Real – Muitos ficam na duvida do que levar, minha experiência mostrou que o melhor cambio é sacar direto nos caixas eletrônicos da sua conta corrente no Brasil. Mas não deixe de trocar uns dólares pra ficar na mão. Por segurança."


Como assim ? Se tiver um Banco do Brasil lá, eu posso sacar em pesos que será mais vantajoso ? Ou é saque via cartão de crédito ? Podem me explicar melhor ?

Avatar
Adriano Klein
Membro de Honra
Membro de Honra
Mensagens: 1239
Registrado em: 10 Ago 2004, 14:54
Localização: Floripa

13 Nov 2008, 11:52  

o melhor cambio é nos bancos oficiais.
é só fazer um cadastro e pode trocar à vontade.
casas de cambio e cambistas pagam em menos e lojas pagam mais (para compras)


Avatar
leocaetano
Organização de Conteúdo
Organização de Conteúdo
Mensagens: 1453
Registrado em: 31 Jul 2006, 23:33
Localização: Rio de Janeiro
Contato:

13 Nov 2008, 13:21  

RSinedino,

De duas uma: ou ele sacou no caixa eletrônico do próprio banco dele ou ele utilizou saque no DÉBITO, ou seja no Maestro ou no Visa Electron. A diferença de sacar no seu próprio banco é que provavelmente não terá que pagar pelo saque, já no débito tem uma taxa de saque que é menor que R$10, depende da bandeira do cartão e do tipo de conta/banco da pessoa.

Em Bariloche e Madryn, saquei no Maestro com taxa de R$9. Em Buenos Aires e Mendoza, direto do itaú, sem taxas. Beleza?

Abraço,
leo
EDITOR » Argentina :: Bahia :: Chile :: Patagônia e Terra do Fogo

"As pessoas não fazem viagens, são as viagens que fazem as pessoas."
John Steinbeck

nika_parente1
Mensagens: 13
Registrado em: 16 Nov 2008, 09:28

22 Nov 2008, 02:28  

Entao... dizem que na Argentina rola muito cedula falsa. To com medo e queria saber como reconhecer a falsa e a verdadeira. Fui trocar real por peso e na casa de cambio eles carimbam as notas que trocam pelo real.

Será que vou ter problema com essas notas carimbadas?

alguem sabe?

paulistaviajante
Mensagens: 40
Registrado em: 19 Jul 2006, 14:16

24 Nov 2008, 03:19  

nika_parente1 escreveu:Entao... dizem que na Argentina rola muito cedula falsa. To com medo e queria saber como reconhecer a falsa e a verdadeira. Fui trocar real por peso e na casa de cambio eles carimbam as notas que trocam pelo real.

Será que vou ter problema com essas notas carimbadas?

alguem sabe?


Bem NA TEORIA, até que não é tão difícil se vc reparar que as falsas na argentina geralmente são de 5 pesos para cima e que, até ano passado, quando peguei duas notas:
-não apresentavam marca dágua
-não se nota textura ou ranhura nasuperfície
-o papel era pouco melhor que sulfite
NA PRÀTICA
quem te passa uma nota falsa vai fazer de maneira muito rápida ou te apressar( taxistas, cambistas de rua, caixas de lojas superlotadas), possivelmente em local de pouca iluminação, de forma que não lhe permita verificar as dicas acimae, claro, ficara extremamente "ofendido" pa vc vai estar achando que a nota dele é falsa e vai dizer que isso é "coisa de brasileiro".
Que fazer?
1- troque seu dinheiro em casas de cãmbio ou saque em caixas eletrônicos
2_Nunca troque com cambistas de ruas, apesar de sempre aparecer algum"entendido" aqui ou por lá dizendo que conhece alguém que´´e"limpeza"
3-Se sacar ou trocar por notas grandes, tente de imediato trocar por notas menores, de forma a ter dinheiro sempre miudo, o que minimiza oprejuízo.
4-Na minha experiência pessoal os melhores lugares para vc conseguir notas de baixo valor com maior probabilidade de serem verdadeiras é em bancas de revista, caixa de supermercado(e locutórios( ELESTEM MUITA EXPERIÊNCIA E DESCOBREM NO TOQUE SE É FALSA), o pior lugaré com taxistas e em kioscos durante a madrugada.
5- Se for comprar e ficar tentado a aproveitar um câmbio favorável feito por alguma loja(tipo 1 dolar=4 pesos em caso de compra de mercadoria), fique atento e pergunte se o troco vem em dolar ouem peso. Se vier em peso, três opções: a- não compre(melhor) b- pagar com cartão( verificando se é maquina online, se for do modelo antigo de boleto, siga a opção A), ficando de olho nos eu cartão, verificando se lhe devolvem o cartão certo e verificando a nota eletrônica; c- se pagar em dolar pagueo mais próximo do valor exato se receber troco em peso verifique se são verdadeiras.
6-Existem em lojas, appelarias, aeroportos e camelos, canetas testa-dolra, quando riscadas em papel moeda apresentam uma cor, e quandoem notas falsas uma outra cor.
7- Essa dica é minha pessoal, SE PEGAR NOTA FALSA, TENTE PASSAR ADIANTE IMEDIATAMENTE, SEJ MISTURADA , SEJA PAGANDO TAXI, PQ DIGO ISSO? ja vi gente deixar nota falsa para pagara taxa de embarque que se cobra no aeroporto de Ezeiza, quando se volta para o Brasil, são 18 dolates, dai sempre tem algum que se acha"espertoe malandro", e pode ter certeza que vão reparar e dai a coisa ficou ruim .

depois lembro mais alguma coisa(e tem mais para lembrar)

paulista viajante



  •   Informação
  • Quem está online

    Usuários navegando neste fórum: Nenhum usuário registrado e 0 visitante