Ir para conteúdo
  • Faça parte da nossa comunidade! 

    Encontre companhia para viajar, compartilhe dicas e relatos, faça perguntas e ajude outros viajantes! 

untamed

Marrocos

Posts Recomendados

O Marrocos é um lindo país e o povo marroquino é famoso para sua hospitalidade. Certamente você vai encontrar muitas pessoas dispostas a te ajudar e a te mostrar um pouco dos locais mais incríveis dessa região. Mas para tornar a sua viagem um pouco mais proveitosa e mais tranqüila, segue abaixo algumas dicas fundamentais para visitantes de primeira viagem.

 

Não deixe para conhecer o Marrocos no verão, especialmente se você planeja visitar o deserto ou a região sul do país. As temperaturas nesses locais ficam insuportavelmente quentes! E mesmo em grandes cidades como Marraquexe e Fez, o calor vai tornar cada passeio pela Medina um teste de resistência e bravura. O período da primavera ou o outono são as melhores épocas para o turismo, mas mesmo no inverno a temperatura é agradável. Mas não se esqueça de levar roupas de frio se você planeja passar a noite nas dunas do deserto. Na madrugada, o frio é intenso!

 

Aprenda algumas palavras básicas em árabe. Elas vão te ajudar muito e são uma ótima maneira de causar uma boa primeira impressão junto ao povo local. Salaam Alaykum significa literalmente “que a paz esteja com você”, mas é utilizado como uma espécie de “olá” ou “bom dia”. Outra palavra que vale a pena aprender é shukran, que significa “obrigado”. Só com essas duas expressões, você já vai conseguir um sorriso e um tratamento melhor do povo local. Mas consulte um guia e conheça algumas outras. Vai valer a pena.

 

Se hospede em um Riad. Riads são as tradicionais casas marroquinas que foram transformadas em pousadas ou Guest Houses. Geralmente, possuem apenas alguns quartos, todos eles voltados para um pátio central, local de convivência e de noites embaladas por chá de menta. Nesses locais, em geral, o atendimento é personalizado e de primeira qualidade, assim como a decoração dos quartos e áreas comuns da casa. Os preços cobrados pelos Riads não são muito baratos, mas o investimento compensa! É uma experiência incrível.

 

Ande sempre com trocado nos bolsos. No Marrocos é fundamental você dispor de pelo menos algumas moedas guardadas estrategicamente no seu bolso. Logo no primeiro dia no país, você notará que pedir gorjetas ou cobrar alguns dirhans por qualquer coisa é uma prática comum. Para evitar ficar desprevenido, com apenas notas de grande valor, ou para não ter que abrir a carteira no meio da multidão da Praça Djemaa El Fna, deixe algumas moedas de um ou dois dirhans preparadas.

 

Não se deixe persuadir. Você não precisa contratar um guia para passear pela Medina. Assim que você atravessar a porta de seu Riad ou Hotel, certamente será abordado por alguém se oferecendo para mostrar a Medina ou alguma atração específica. Ele te dirá que é difícil ou mesmo perigoso chegar lá por conta própria. Mas não se preocupe, não é necessário contratar um guia. Apesar da confusão e do labirinto da Medina, durante o dia é seguro passear pelas suas ruelas. Além disso, se perder faz parte da aventura! Mas, se mesmo assim você quiser um guia, contrate apenas um guia oficial, que são contatados pelo escritório oficial de turismo da cidade. Estes são um pouco mais caros, mas muito mais seguros.

 

Barganhe muito. Mas leve na esportiva. Todos sabem que barganhar faz parte do programa turístico de qualquer visitante no Marrocos. E é fundamental ressaltar que você deve barganhar muito em qualquer compra no país. Os preços iniciais às vezes são cinco ou dez vezes superiores ao preço justo. Mas, mesmo com toda a pechincha e todo o esforço, você certamente acabará encontrando o mesmo produto um pouco mais barato na barraca seguinte ou então alguns dias depois. O importante é levar todo esse processo na esportiva. Não pense na negociação como alguma coisa importuna ou chata. Faz parte da cultura local e pode ser considerada até mesmo uma atração turística! E se você acabou pagando muito caro por algum produto (e isso aconteceu comigo várias vezes), tente não se preocupar. Provavelmente a diferença foi de apenas alguns dólares. Pense nisso como o preço da experiência marroquina, e parta para outra negociação!

 

Se você é uma mulher viajando sozinha ou na companhia de uma amiga, ignore as cantadas ou brincadeiras masculinas. Caminhando pela Medina, você provavelmente ouvirá uma grande variedade de cantadas e todo o tipo de brincadeira. Até mesmo algum inusitado pedido de casamento. Há casos até de homens que tentam tocar, ou passar a mão. Tente não se aborrecer muito. Geralmente, esses homens não representam perigo, são apenas chatos. Evite contato visual e siga andando. Se algum deles for mais persistente, ameace chamar a polícia. Normalmente é o suficiente para afastá-los.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Dennis, os meses mais quentes são julho e agosto e o período de baixa temporada no deserto (por causa do calor) vai do fim de junho à meados de setembro. Então, se você planeja ir até o deserto marroquino no início de junho, eu acho que é possível sim. Deve estar quente, mas nada insuportável. E, se esse é o mês que você dispõe para viajar, eu acho que você deve ir e aproveitar! Só leve bastante água e roupas leves, mas que te protejam do sol. À noite, pode fazer frio, então também vá preparado para isso. Eu fui em janeiro, e o frio de noite foi imenso, e mal consegui dormir por causa disso - mesmo debaixo de vários cobertores!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Olá gente, boa tarde!

 

É verdade que é perigoso uma mulher ir sozinha ao Marrocos??

Ouvi isso de um amigo e fiquei receosa de ir... pois irei à Europa sozinha próximo semestre e gostaria muito de conhecer o Marrocos...

 

Mariana.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Visitante Elba Augusta

Olá.

 

Alguém saberia me dizer, se sair da Espanha, passar alguns dias no Marrocos e voltar para a Espanha é fácil?

Li em algum lugar, que brasileiros enfrentaram problemas para entrar na Europa pela segunda vez.

 

obrigada

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Acabo que chegar do Marrocos, onde fui passar sete dias com marido e filha. Fantástico ! Demos tanta sorte que até pegamos neve no alto Atlas, cadeia de montanhas que corta o pais. Se vc tiver tempo só para Marrakesh, já será uma experiência e tanto mas, se vc quiser realmente se maravilhar, faça um roteiro pelo interior do Marrocos e não deixe de passar uma noite no deserto do Saara. Mesmo com a temperatura batendo o 0 grau, em janeiro, é algo como um sonho das mil e uma noites. Contratamos todo o pacote do Marrocos com a agência Camino Bereber. Como viajei com minha filha de 12 anos, achei melhor contratar um guia em português. Quando ainda estava trocando email com o guia, Mohamed Anaam, fiquei com medo porque ele escreve um português muito ruim. Porém o cara se revelou o melhor guia que já tive e extremamente confiável. Tudo ficou por conta dele: hotéis e um guia de meio dia em marrakech e roteiro de 4 dias pelo deserto. O que não estava incluído eram os almoços e as poucas entradas nas atrações. Para falar a verdade, não entrei em nada. As belezas do roteiro já te deixa de boca aberta: montanha de Tichka, garganta de tundra, vale das tâmaras , estrada das mil kashbás....tudo isso regado a um bom papo com Mohamed, que se mostrou um guia muito inteligente e bem humorado. Me explicou tudo sobre mundo islâmico, África árabe e até trocamos boas conversas sobre o Brasil, onde ele já veio duas vezes e conhece bastante. Mohamed acabou deixando a viagem muito mais interessante.

image.jpg.604e58edba68a3be91bebcc84ee7db9a.jpg

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Oi Rosana e turma do Mochileiros

 

Graças ao seu relato Rosana, confiei e contratei nossa viagem com o Mohamed Anaam também. Foram 14 dias de viagem, tudo organizado pelo Moha, com hoteis, guias locais nas principais cidades, vejam o roteiro:

 

01/mar Chegada a Casablanca

02/mar Casablanca - Rabat - Chefchaouen

03/mar Chefchaouen

04/mar Chefchaouen - Volubilis - Meknes - Fes

05/mar Fes

06/mar Fes - Azrou - Midelt - Erfoud

07/mar Merzouga - Erg chabbi(noite nas tendas no meio das dunas)

08/mar Merzouga - Rissani - Erfoud - Gargantas do Todra e de Dades"

09/mar Gargantas del dades - Ouarzazate - Marrakech

10/mar Marrakech

11/mar Marrakech - Essaouira

12/mar Praia de Essaouira - Marrakech

13/mar Marrakech

14/mar Retorno via Casablanca

 

O Moha é extremamente responsavel, é um motorista prudente e atencioso. Dá dicas sobre os lugares, onde é seguro, onde requer mais atenção, os cuidados com comida, água, enfim, tudo.

 

Eu super recomendo o Moha para roteiros no Marrocos!!

 

Abraços a todos

Elisangela e Fabricio (carinhosamente batizados em Bereber por Malika e Idir) :-)

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Eu e a minha esposa fomos ao Marrocos ano passado e pegamos um guia sitado aqui no Mochileiros.com, a empresa se chama Morocco Countryside Tours

http://www.tripadvisor.com.br/Attraction_Review-g293733-d4325298-Reviews-Morocco_Countryside_Tours_Private_Day_Tours-Fes_Fes_Boulemane_Region.html

Apesar de nao falarem portugues (eles tem guia que fala em espanhol), mas o nosso guia Said, foi super atencioso, conhecer muito a região por ser do povo berbere (habitantes do Saara).

E tem recebido varios brasileiros. Eu recomendo !

 

Jun Edson Omori

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Em março deste ano(2014), depois de programarmos um passeio pelo sul da Espanha , resolvemos visitar o Marrocos entrando por Gibraltar! Foram 11 dias vivendo a intensa cultura marroquina! Como eu estava com minha namorada, e o Marrocos, possuindo algumas peculiaridades com relação a cultura e língua, resolvemos contratar um guia, que diga-se de passagem, foi a melhor coisa que fizemos! Ainda no brasil, fiz contato com o Moha, que prontamente nos passou um roteiro com os principais pontos turísticos e algumas sugestões de hotéis e riads, fechamos então um pacote para os 11 dias! O Moha nos recebeu em Tanger, onde se deu inicio o nosso passeio por: Chefchaouen, Meknas, Fes, Azrou, Midelt, Erfoud , Merzouga, Rissani, Erfoud, Gargantas del Todra, Gargantas del Dades, Ouarzazate, Marrakech e Essaouira. Os serviços prestados pelo o Moha superaram nossas expectativas, além de ser uma pessoa bastante prestativa e preocupada com o bem estar de seus clientes! Recomendo, fortemente este guia e seus serviços.(http://www.caminobereber.com)

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Participe da conversa!

Você pode ajudar esse viajante agora e se cadastrar depois. Se você tem uma conta,clique aqui para fazer o login.

Visitante
Responder

×   Você colou conteúdo com formatação.   Remover formatação

  Apenas 75 emoticons no total são permitidos.

×   Seu link foi automaticamente incorporado.   Mostrar como link

×   Seu conteúdo anterior foi restaurado.   Limpar o editor

×   Não é possível colar imagens diretamente. Carregar ou inserir imagens do URL.




×
×
  • Criar Novo...