Ir para conteúdo
Dé de Mochila

Ilha Bela - Trekking de 50km em 2 dias. Perequê, Castelhanos, Bonete e Perequê.

Posts Recomendados

Olá,

 

Este é meu primeiro posto aqui na comunidade Mochileiros, apesar de já frequentar pro aqui há algum tempo. Minha primeira dica é a seguinte: se você for postar algo, escreva antes no Word e salve, pois eu demorei uma eternidade pra relatar esta viagem e no final a página expirou e eu perdi tudo e fiquei puto! Hahahaha ::lol4::

 

Relatarei um trekking de 50km que fiz em Ilha Bela, num roteiro já conhecido, P. Perequê, P. Castelhanos, P. Mansa, P. Vermelha, P. Indaiaubá, P. Enxovas, P. Bonete e Perequê novamente. Espero instigar a vontade e poder passar alguma informação recente para quem quiser fazer esta aventura.

 

20120120173731.png

 

O planejamento inicial seria fazer o percurso em três dias. Sendo que no primeiro atravessaríamos a ilha pela estrada de Castelhanos, 22km. No segundo dia, sairíamos de Castelhanos, passando pela P. Mansa, P. Vermelha, pegando uma trilha até P. Indaiaubá, depois P. Enxovas até chegar ao Bonete, 13km. No último dia, sairíamos de Bonete pela antiga estrada que liga esta praia até o final do asfalto na parte norte da ilha, mais 14km até o próximo ponto de ônibus. Porém resolvemos fazer o percurso final no segundo dia mesmo.

 

Meu amigo Cléber e eu saímos de SP, dia 9 de janeiro, segunda-feira, ás 06h da matina. A ideia era chegar até as 09h na Ilha Bela, tomar um café da manhã, estacionar o carro e partir pra Castelhanos. Porém, começou a acontecer os previsíveis imprevistos. Uma virose me assolou, só na estrada tive que “virar a marmita” duas vezes. Ficamos, também, mais de 3 hrs parados na Tamoios devido a um acidente de trânsito. Ou seja, chegamos depois do meio-dia na Ilha Bela, já cansados, esgotados, com fome e eu doente. Adiamos a data de início do trekking para o dia seguinte.

 

Neste dia, passeamos pelas praias e cachoeiras da parte norte, as quais são muito bonitas também. P. do Curral, Ilha das Carpas e Cachoeira dos 3 Tombos. Hospedamo-nos no Albergue Central, no Perequê. Recomendo muito este lugar. R$40,00 com direito a café da manhã, roupa de banho e cama, bem localizado, limpo, pessoal gente boa e uns Hermanos pra se arriscar um pouco no espanhol, bale.

 

20120209222101.JPG

 

20120209222216.JPG

 

Acordamos na terça cedo, arrumamos nossos trapos, tomamos o café da manhã, fizemos os últimos ajustes na mochila e partimos. Deixamos o carro estacionado em frente do albergue. 08h30. Já estava garoando. Na avenida Princesa Isabel, altura do número 1400, entramos na Avenida Cel José Vicente de Faria Lima. Seguimos por esta avenida sempre em frente, logo as placas nos orientavam para o nosso destino. Em 1hr de caminhada passávamos pela portaria do Parque Estadual de Ilha bela, sempre subindo. Não há dificuldades de navegação, a estrada que liga a castelhanos foi reformada até o km 10 e está bem conservada até lá. A partir do km10 começa a descida, nessa hora a estrada fica um pouco mais lamacenta, mas sem quaisquer problemas para andarilhos como nós. Existem vários pontos de água durante o caminho, não precisa se preocupar em encher a mochila de água. Depois de quase 3hr de caminhada chegamos ao topo do morro, com quase 700m de altitude, altura do km 10. Agora é só descida. Neste ponto já estávamos todo ensopados da chuva. O material dentro da mochila estava vedado, sorte, pois mesmo assim, a mochila deixou vazar um pouco de água dentro. É aconselhável comprar uma capa impermeável para a mochila. Por volta do meio-dia e meia passávamos o limite do Parque, sinal que já estaria chegando e que nós já tínhamos andado uns 19km. Mais um pouco encontramos uma bifurcação. A esquerda leva para a Cachoeira do Gato e a direita para Castelhanos. Atravessamos um pequeno rio e mais 5min já senti o sal no ar. Chegamos.

 

20120120174020.JPG

 

20120120174051.JPG

 

 

Acampamos neste dia no Camping do Léo. Muito bom o camping, bem organizado, R$ 7,00, com as lonas já armadas, um chuveiro quente á gás e luz elétrica até as 22hrs. Jantamos um PF, R$ 13,00, na Mercearia da Vera e nos recolhemos para o desafio que seria no próximo dia.

 

Acordamos cedo na quarta-feira e fui ver um nascer do sol bem tímido na praia. Um dia lindo nasceu! Sem chuva, sem sol, céu fechado e cinza! Dia maravilhoso pra uma caminhadinha básica. O dejejum foi clube social com salame. Excelente! Partimos.

 

Fomos na direção sul, bem no final da praia, na parte direita de quem vê a praia, a trilha começa perpendicular a orla e sobe contornando o morro. Em 30min, chegamos à praia Mansa, a trilha continua do outro lado da igreja católica. Mias 15min na trilha e chegamos a Praia Vermelha. Depois da casa de Veraneio com gramado, saímos da praia, atravessamos uma passarela de madeira, uma pequena ponte, encontramos uma bifurcação, pegue-se a esquerda, passa ao lado de casas dos moradores, atravessa o rio e começa uma bela subida por uns 20min. Até aqui foi tranquilo, agora começa uma trilha bem sutil e fechada até a Praia de Indaiauba. Serão 4 km em 2 horas nesta trilha, que parecem 40km em 20hrs devido à dificuldade dela. Descemos um pouco e em 10 min dentro da mata cruzamos um riacho. Depois de 20min do riacho a trilha encontrou um caminho mais largo de enxurrada, entramos nele a esquerda, andamos uns 10m e saímos à direita novamente na trilha. Subimos e em 5min passamos por um corredor de 2 grandes pedras. Mais 5min cruzamos um córrego. Depois de uns 25min depois do córrego encontramos uma região de charco, onde a trilha some. Deve-se prestar atenção ans marcas de facão nas árvores e ir seguindo pelo caminho mais largo. A trilha reaparece uns 10m na frente. Andamos mais 10min e cruzamos outro córrego. Mais 10min outro córrego. Mais 15min outro córrego. Mais uns 8 min outro córrego e, por fim, mais uns 15min e um último córrego. Subindo... Depois de uns 40min acaba a mata e começa uma vegetação mais baixa e menos densa. Ufa! Dá até pra tomar uma água. Agora é só descer abtsante por uns 30min que se chega a P. Indaiaubá, a qual, por sinal, foi uma das mais belas que já vi. Ainda bem que levei minha máscara e snorkel, pois dá pra fazer uns mergulho de superfície animal lá.

 

20120120174148.JPG

 

 

Descansamos, mergulhamos, tiramos fotos, comemos umas barrinhas e seguimos destino a P. Enxovas, próxima parada. É só seguir a rua de paralelepípedos sentido oeste sempre em frente que logo entrará numa trilha bem escorregadia que desce. Esta nos levará até a P. Enxovas. Depois de quase 1hr nesta trilha, encontramos uma bifurcação. Pegamos a esquerda e demos em um rio cheio de pedras. Seguimos o rio até a praia. Estávamos no Enxovas. Cruzamos o rio, fomos até a ponta da praia e encontramos a trilha subindo no pé do morro. Mais 40min de caminhada e, finalmente, chegamos ao Bonete. 13h20.

 

20120209222420.JPG

 

Estava chovendo. Aproveitamos para avisar nossas famílias que estávamos vivos. Almoçamos na Pousada da Rosa. Lula! Muito bommm. O cara-de-pau do Cléber pediu pra descansar um pouco em uns puff tentador que tinha por lá. Ficamos bem uns 40min naqueles puff. Nessa hora a gente decidiu que terminaríamos o percurso hoje mesmo.

Então, partimos ás 15h30 para mais 14km até o ponto de ônibus. Todo este trecho é feito por um caminho largo e limpo, apesar de bem escorregadio. Nesta trilha pode haver mais movimentação de turista. Depois de 1h20 caminhando, cruzamos o Rio Areado. Mais 1hrs, passamos pela cachoeira da laje, mas contornamos ela, nem atravessamos pra pegar um corte caminho. Mais 1hr30 chegamos ao ponto de ônibus, o qual já estava saindo um. Depois de quase 50km andando, tivemos que correr pra não perder aquele ônibus. 20h.

 

20120120174343.JPG

 

Espero ter contribuído pra atualizar este roteiro que é obrigação de ser feito por quem gosta dessas aventuras. Recomendo que faça o percurso mais devagar, passando um dia em castelhanos, outro em Bonete, pois assim você viverá um pouco do dia-a-dia dos pescadores e ouvirá bastantes histórias legais, além de conhecer um pessoal gente boa que vêm pra conhecer as praias.

 

Leve bastante repelente, apesar que prefiro ir de calça, pois aquele repelente é tempero praqueles borrachudos of hell!

 

Até a próxima!

 

 

20120120174425.JPG

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Fala Dé, beleza? parabéns pela trip cara!! rolezão muito roots!

Pretendo fazer este roteiro no Carnaval, porém no sentido inverso. Como está o trecho Indaiaúba-Praia Vermelha? trilha muito fechada? Já tenho uma certa experiência em trilhas, nunca usei GPS... acha de boa este trecho se prestar atenção na trilha? Este trecho que você cita um charco, dizem que se chama charco das 7 voltas, já que se cruza 7 vezes o mesmo riacho!! há gente que se perde por estas bandas... Será que você chegou a ver se há trilha na Praia Vermelha que parte rumo à Praia da Figueira? Me parece que poucas pessoas vão até a Figueira...

Meu sonho é dar a volta completa na Ilhabela 100% a pé! mas há trechos em que não existe trilha ligando uma praia a outra...

Abraço, valeu!!!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Fala Thiago, jóia fera?

 

Obrigado pelo post.

O trecho Indaiaubá - P. Vermelha é bem sensível mesmo, mas creio que você não sentirá muitas dificuldades. Neste período chove muito lá e por isso você observará muitos caminhos de enxurradas e vegetação na trilha, mas um olhar um pouco mais treinado não sairá da trilha. Creio que a entrada na trilha vindo de Indaiaubá como você quer é uma das partes que dará maior trabalho. Lá em Indaiubá tem uma placa indicando "Castelhanos", você segue na direção indicada por uma trilhazinha bem fechada e íngreme, acompanhando uma canalização velha que é utilizado na fazenda. Logo, você notará que a trilha ficará mais notável até entrar na mata.

 

Lá em Castelhanos, eu conversei com um nativo que disse que existia a trilha pra Figueiras e era perto da trilha que levava pra P.Indaiubá, lá na P. Vermelha. Porém, eu tava focado em chegar em Indaiaubá e não me interessei em saber maiores dessa trilha pra Figueiras e nem vi placas ou alguma trilha bem nítida lá na praia vermelha sem ser a que vai pra Castelhanos.

 

Mas a gente vê o que procura né. Se eu fosse você, quando estivesse passando por lá, procurava encontrar esta trilha pra Figueiras perguntando pros moradores talvez. E, claro, me diz depois ^^. Também querio continuar explorando esta Ilha que é Bela.

 

Abraços, cara. Qualquer coisa, manda msg ae...

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Fala Dé, muito obrigado por sua resposta, cara!! Me ajudou.

Essa trip que vc fez foi maneira hein, melhor ainda se fizer com mais tempo, pra absorver ao máximo desta rica cultura caiçara da ilha, e contemplar a grandeza da mãe-natureza...

Estou cogitando esta trip pro Carnaval, se tiver companhia pra ir eu vou!!!

Você já chegou a ler o relato do Augusto (agsts.multiply.com), que é um trekkeiro que já fez a volta na ilha? Ele fez a volta em 2004, e conseguiu (com dificuldades) ir a pé da Praia do Poço até o Jabaquara!! Pelo que andei lendo, nesse trecho a trilha fechou-se totalmente. Porém, ele teve que pegar um barco da Praia da Serraria até o Poço, pois até hoje parece que não há trilha ligando estas praias.

Ilhabela sempre toma conta do meu imaginário, haha, há nela muita história e natureza rica!

Abraço cara, boas trilhas!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Olá Dé!

 

Muito bacana a trip e o relato. Parabéns!

 

Há alguns anos fiz um roteiro bem parecido com este seu, mas em 4 dias e, indo de jipe à Castelhanos e passando pela Praia da Figueira, Saco do Sombrio, Rosário e Saco Grande, depois retornando pelo mesmo caminho (sem fazer a volta da Ponta do Boi) e descendo para a Praia do Bonete e voltando para Castelhanos.

 

Estou em fase de planejamento para as merecidas férias a partir de abril e desta vez, caso decida por Ilha Bela, pretendo sair de Castelhanos e rumar para o norte, em direção à Praia da Serraria. Se tudo correr como penso, pretendo passar por todas as praias ao norte de Castelhanos até lá e, quem sabe, explorar uma rota em direção à Ponta Grossa, desta vez com a ajuda de GPS e fotos de satélite... ::ahhhh:: Estava pensando inicialmente em ir caminhar na Ilha Grande, que já estava no roteiro há algum tempo, mas a patroa quer que eu troque Ilha Grande por Ilha Bela... Ela ficou com trauma do fedor de jaca ::lol4:: O ideal até seria fazer as duas mas o tempo não permitirá, já que existem outros planos no calendário.

 

Viram ou sabem de alguma pousada atualmente em Castelhanos? Como vou com a esposa e a filha pequena, pretendo ir até lá de jipe e deixá-las numa estrutura razoável para caminhar despreocupado. Quando fui anos atrás só havia camping...

 

Abraço!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Fala Thiago.

 

Desculpe pela demora, é que estou um pouco sem tempo de navegar na internet.

Então, eu li o relato do Augusto. Muito louco mesmo a aventura de rumar pro norte de castelhanos. Mas também bem mais inóspita essas trilhas, né.

 

Lá em Castelhanos, eu dei uma folheada num livro bem interessante. Chama-se Ilha Bela e seus Mistérios. É bem interessante pra caras curiosos como nós. Em breve eu comprarei este livro pra ler. Te recomendo.

 

É sempre bom ir com companhia, a viagem fica muito mais divertida e segura também. Mas se você não arrumar ninguém, não cogita a hipótese de ir solo? É uma experiência bem reveladora, viu. Você vai se conhecer bastante. Mas colocando na balança, não exploraria muito sozinho, faria os caminhos já traçados.

 

Abraços Thiagão

::otemo::

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Fala Gvogetta!

Obrigado pelo post.

 

Olha, já respondendo a sua pergunta, eu não vi nenhuma pousada lá em Castelhanos, cara. Contudo, pode haver alguma um pouco mais escondida, pois passei meio dia em Castelhanos eu não vi nenhum sinal de pousada, mas nem perguntei também. Pelo que entendi, você iria deixar a patroa e a filha na pousada e seguir solo, né.

 

Legal essa explorada que você quer fazer, heim. Essas é uma das minhas pretensões também. Estou acumulando informações pra fazer algo parecido mais pra frente, então não deixe de me contar como foi em Abril.

 

A trilha que você pegou pra Figueiras ficava na P. Vermelha?

 

Abraços

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Fala Dé!

 

Agradeço a atenção e as informações. Como te disse já dei umas pernadas por Ilha Bela, mas isso já foi há mais de 5 anos... Pensei que pudesse ter sido criada alguma pousada em Castelhanos. Quando fui lá nas vezes anteriores só havia camping. Eu não tenho nada contra o camping, o problema é que agora, com filha pequena ainda, é mais difícil convencer a patroa a aceitar ficar dormindo 4-5 dias numa barraca e sem muito conforto...

 

Como vou com elas e quero caminhar (não levarei nenhuma das duas comigo no trekking) havia pensado em levá-las até Castelhanos e ficariam por lá uns 2-3 dias sozinhas, me deixando livre pro trekking. Contudo, em razão da falta de uma pousada lá as deixarei no centrinho e de lá vou sozinho para Castelhanos explorar as trilhas, o que dificultará um pouco o alvará pois a dona patroa ficará sem viatura para passear... :mrgreen:

 

A trilha que se usa para ir à Figueira sai da trilha principal entre a Praia Vermelha e Indaiaúba, logo no início saindo da Praia Vermelha. É uma praia bem pequena mas muito bonito, bem selvagem.

 

Abraço!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Oi, Dé!

 

Falaí, td bem?

 

Ótimo relato e parabéns pela trip! Muito bacana! E belas fotos! Aquela região é lindíssima mesmo, né! Eu conheço as trilhas para Bonete e para Castelhanos, mas nunca fiz a travessia entre elas... Tenho vontade de fazê-la um dia... Vc usou GPS? Tem algum tracklog?

 

Valeu! Um grande abraço e boas trilhas! :wink:

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Olá! Vou para Ilhabela há muitos anos. Conheço o Bonete, Castelhanos, Praia Mansa e Vermelha, mas dia 21/12 eu e mais 5 pessoas iremos fazer a travessia. É muito difícil a região do charco? Se observar bem consegue encontrar as marcas nas árvores? Tenho experiência em trilhas mais abertas, mas vamos com a cara e coragem!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Olá, Dé

 

Refiz essa volta sul de Ilhabela agora em dezembro e pesquisei sobre a trilha para o Saco do Sombrio, local que ainda não conheço. Da Praia Vermelha peguei a trilha para a Praia da Figueira, porém lá conversei com três moradores e eles disseram que a trilha para o Sombrio fechou há muitos anos. Disseram que era uma trilha difícil, com grandes blocos de pedra e gretas, onde se passava caminhando sobre tábuas. Um deles disse que eu chegaria por trilha somente até uma praia de pedras chamada Galheta, bem próxima. Tentei fazer isso, caminhei por uma trilha bem fechada a partir do canto da Figueira, mas me deparei com uma mata fechada e sem sinal de trilha, por mais que eu procurasse. O encontro com uma caninana me fez encerrar essa exploração (apesar de não peçonhenta, o tamanho dela assusta um pouco).

 

A exploração das praias além de Castelhanos ficou comprometida com as 40 horas de chuva que desabaram pouco antes do Natal. Ficou para uma próxima oportunidade.

 

Abraço.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Olá, Dé

 

Refiz essa volta sul de Ilhabela agora em dezembro e pesquisei sobre a trilha para o Saco do Sombrio, local que ainda não conheço. Da Praia Vermelha peguei a trilha para a Praia da Figueira, porém lá conversei com três moradores e eles disseram que a trilha para o Sombrio fechou há muitos anos. Disseram que era uma trilha difícil, com grandes blocos de pedra e gretas, onde se passava caminhando sobre tábuas. Um deles disse que eu chegaria por trilha somente até uma praia de pedras chamada Galheta, bem próxima. Tentei fazer isso, caminhei por uma trilha bem fechada a partir do canto da Figueira, mas me deparei com uma mata fechada e sem sinal de trilha, por mais que eu procurasse. O encontro com uma caninana me fez encerrar essa exploração (apesar de não peçonhenta, o tamanho dela assusta um pouco).

 

A exploração das praias além de Castelhanos ficou comprometida com as 40 horas de chuva que desabaram pouco antes do Natal. Ficou para uma próxima oportunidade.

 

Abraço.

 

 

Rafa, a trilha de Indaiauba para castelhanos é bem marcada ou corro o risco de me perder? estou querendo fazer essa trip na semana apos o carnaval, mas vou começar de bonete.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Oi, Suzane

 

Não sei se você já partiu para a trilha mas aí vai a resposta.

 

A trilha de Indaiaúba a Castelhanos está bem mais fácil agora, está marcada e aberta, bem mais tranquila do que há alguns anos quando a percorri. Parece que houve uma corrida e ela foi preparada para isso. Se houver alguma dúvida, é só seguir a trilha mais pisada e aberta.

 

Mas vale dizer que tudo depende da sua experiência em trilhas na mata fechada, como essa. Ou da experiência do seu grupo. Se ninguém estiver acostumado, sugiro levar um gps com o tracklog, que posso te enviar por e-mail. É bom lembrar que as chuvas fortes do litoral modificam as trilhas em questão de semanas, assim você pode encontrar agora uma situação diferente do que eu encontrei em dezembro.

 

Boa trilha!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Alguém conhece algum estacionamento pra deixar o carro em São Sebastião e já atravessar pra ilha pra ir para os trekkings na bota?

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Muito bom esse relato.

Vou tentar percorrer essa trilha no final do ano! Pretendo parar mais pra curtir as praias.

Pelo que li nos relatos agora a trilha está mais tranquila, alguém foi recentemente? Como que está?

 

abraços pessoal

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!

Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.

Entrar Agora


×