Ir para conteúdo

Manaus-Isla de Margarita de ônibus - Fevereiro 2012


Posts Recomendados

  • Membros

Olá amigos do mochileiros.com. Como tantos outros amigos que passam por aqui vou tentar ajuda-los também com o meu relato de viagem um pouco mais atualizado e detalhado sobre a minha ida a Venezuela mais precisamente partindo da cidade de Manaus até a Isla de Margarita.

Primeiramente pra voces entenderem algumas coisas sobre a viagem e consiguirem imaginar melhor, vou iniciar o relato com algumas dicas, peculiaridades e curiosidades sobre a terra de Hugo Cháves através de impressões pessoais minhas, da minha irmã (que embarcou nessa comigo) e alguns amigos que fizemos pelo caminho.

 

Dicas, peculiaridades e curiosidades!

-Não esperem ver um lugar bonito antes de chegar NO MÍNIMO até uma cidade chamada Porto la Cruz o resto das cidades parecem muito com os suburbios brasileiros.

-Nao confuda Porto La Cruz com Porlacruz, voce pode ir parar em uma cidade difrente

-Alguns já devem saber que o preço da gasolina lá é ridiculamente baixo como algo em torno de R$0,07 O LITRO!!!! sim! é muito mais barato que uma garrafinha d'água.

-As pessoas na fronteira com o Brasil (chamado BV-8) na cidade de Sta Helena são um pouco grosseiras mas nao refletem o povo venezuelano que em geral é bastante solícito.

-EU não entendo rigorosamente nada de espanhol, sou praticamente uma mula em se tratando dessa lingua. Na ilha eu preferia falar ingles (quando dava) pois tenho mais facilidade com essa lingua, porém voces nao terão problemas com isso. Se voce falar devagar o que pretende, eles entendem e tentam te explicar em "Portunhol".

-Aaa somando todos os dias que passei lá conseguí falar em ingles com apenas 3 vendedores.

-A moeda do país é o Bolívar e vale cerca de 4 a 5 vezes menos que a nossa.

-Os carros (aaah os carros) no país há um misto de carros velhos e novos sendo que os velhos são muuuiito velhos (muitos opalas) e os novos beeem novos (muitas Pickups e SUVs tipo Tucsons, F-250 e Hilux).

-A isla nao parece muito policiada mas todo o tempo que estive lá me senti despreocupado quanto a segurança (eu sou do Rio de Janeiro, acreditem eu sei quando o perigo é iminente hahah)

-A ilha nao é tão policiada mas em compensação até voce chegar la voce passará por no minimo 15 alcabalas (os postos de controle deles) e será pedido os seus passaportes ou identidades e permissos, talvez em alguma eles revistem as malas.

-Essas alcabalas sao comandadas pela Guarda Nacional Bolivariana, eu ainda nao intendi se eles sao o exército ou sao uma especie de policia venezuela, enfim...

-Uma coisa engraçada é que na Ilha parece que não há leis de transito mas tudo flui muito bem e todos se respeitam.

-Outra coisa sensacional a respeito do transito é que os pedestres são altamente respeitados nas ruas, basta voce por o pé na rua pra atravessar de calçada que imediatamente os carros param pra voce passar.

-Os táxis na ilha meio que ja tem sempre preço certo mas nao se preocupe pq no maximo vc vai pagar 25 reais caso seja uma corrida bem longa e divido por 2, 3 ou 4 fica inacreditavel...

-Uma dica suprema pra essa viagem é levar 1 ou 2 livros, aqueles encostos infláveis pro pescoço (vende na Le Postiche ou qqer outra loja de malas e mochilas) um protetor auricular (deve custar uns 2 reais mais vai salvar voce) uma daquelas mascaras que ficam no olho pra tapar a claridade E por fim um MoneyBelt pra guardar o seu suado dinheiro.

-Até chegar na Ilha as paisagens que voce vai ver sao: imensos descampados (muito bonitos por sinal) serras, mato fechado, palmeiras, a grande savana que fica o Parque Nacional Venezuelano Canaíma e mais um pouco de mato.

 

Eu fui com a minha irmã porém todos os valores que puser serão equivalentes para 1 pessoa. Demais situações eu explico no caminho...Vamos lá!

 

Trecho Manaus-Boa Vista

Duração: cerca de 12hrs

Preço: R$110,00

 

Partindo de Manaus na sexta-feira 03 de fevereiro as 20h00 pegamos um ônibus da Amatur para boa vista, preferimos essa empresa pois ela possui ônibus bem mais confortáveis que a concorrente Eucatur. esse ônibus só pára uma vez se eu nao me engano perto de Rorainópolis em um posto da policia federal, lá entram alguns agentes da PF e uns militares da Força Nacional pra verem as identidades, dura uns 20min essa parada mas ninguem sai do buzao. Após uma boa dormida e passar um pouco de frio (eu só levei uma mochila com 2 camisas 2 shorts e produtos de higiene hehehe, comprei tudo lá depois) chegamos na rodoviária de Boa Vista por volta de 07h30 da manhã lugar bem limpo e arrumado (dá de 10 a zero na rodoviária de Manaus Arrgh) daí fomos ao guichê da eucatur para comprar uma passagem para Pacaraima (ultima cidade brasileira) nessa parte voce tem a opçao de ir de onibus que custa R$16,00 ou em um táxi-lotacao que sai de uma estaçao chamada canindé se eu nao me engano e eu nao sei onde fica mas voce paga R$25,00 por pessoa e a viagem é de 2hrs apenas. ficamos lá na rodoviária esperando lendo um livro, fui assaltado por um mulher que vendia suco lá e paguei $10 merreis em 2 copos de suco 0_o hahah, e quando deu 12h00 partimos pra Pacaraima. Eeeh estamos quase saindo do Brasil.

 

Trecho Boa Vista-Pacaraima

Duração: cerca de 4hrs e meia

Preço: R$16,00

 

Partimos no onibus para Pacaraima e já começei a ter raiva da eucatur (a primeira raiva) o onibus era velho com as cortinas rasgadas, bancos podres, zero ar condicionado o FDP do motorista dirigia mais devegar que a minha vó e na primeira hora fez umas 2 paradas de uns 20min cada, sem contar que durante o percurso ele parava e fazia alguma coisa que nao dava pra ver e volta e meia ele deixava passageiros no meio de um imenso NADA e eu me perguntava oq esse povo vai fazer por aqui no meio do nada meu deus hahah, e a viagem que segundo a caixa do guichê era pra durar 3hrs durou exatas 4hrs e 45Min que foi a hora em que chegamos em Pacaraima.

 

Trecho Pacaraima-Sta Helena de Uairen

Duração: 10-20min

Preço: R$10,00

 

Pegamos um táxi na rodoviária mesmo de pacaraima e por sorte o motorista era o presidente da associação de taxista de pacaraima, um velhinho bem bacana que nos explicou um pouco sobre a venezuela e tals e de quebra fez o cambio conosco, de dólar para bolívar. como em pacaraima eles preferem real e nos só tinhamos dólar, saímos perdendo um pouco na cotaçao pois ele fez apenas 7,6 (se fosse real seria 4,5 o que daria mais bolivares) entao trocamos o necessario para chegar até a ilha que foi US$200,00 e que deu exatamente BsF$1520,00 (engraçado, voce dá 2 notas de 100US e recebe um bolo de BsF hahah). antes de chegar a rodoviária de Sta Helena nós precisávamos parar no SENIAT para pegar e carimbar os vistos de entrada no país que sao os chamados permissos. paramos lá, pegamos os permisos rapidamente (detalhe, o SENIAT fecha as 18h00 por isso a raiva maior da eucatur) e entao ele nos deixou já em terra venezuelana no terminal rodoviario San Gabana em sta helena para pegarmos o onibus para Porto La Cruz e irmos felizes as compras na Isla de Margarita maaaas....nem tudo é como o planejado.

 

ESSE TRECHO COMEÇA O FILME DE TERROR

 

Chegamos no terminal San Gabana e o visual nao ajuda muito, ele é meio isolado tem muito mato ao redor e alguns policiais da Guarda Nacional Venezuelana bem mal encarados armados com fuzis ficam rodando por lá, na Tv passava uma partida local de Baseball (eles adoram). Chegamos lá por volta de 17h15 (horário brasileiro porém o presidente Cháves inventou um fuso horário único no mundo de meia hora, é MEIA HORA, ou seja chegamos lá 17h15 no nosso relógio e atrasamos para 16h45) e deveríamos pegar um onibus para porto la cruz que DEVERIA sair e COSTUMA sair 19h00 e depois mais um as 21h00 numa viagem de 18hrs, sendo assim ficamos sabendo que os guiches só abrem alguns minutos antes do horario do onibus (a primeira pérola venezuelana) entao ficamos esperando de 16h45 até 18h30 eles abrirem e quando o primeiro guiche abriu umas 5 pessoas foram lá e Vrroooom nós ouvimos o primeiro de muitos NO HAY SALIDA SENHOR.

Snif snif, e agora?

 

Tentamos procurar outro guiche e nada, outro e nada, mais um e nada também, ai ficamos sabendo de outra pérola venezuelana (apesar de terem varias agencias elas vendem as passagens para o mesmo onibus, é tipo 5 agencias p/ um onibus só). E quando já tava batendo o desespero por estar longe de casa, com pessoas estranhas, que falam outra lingua, pra complicar mais um pouquinho, pois a gente já tava mais perdido que filho de puta em dia dos pais, A LUZ DO TERMINAL VAI EMBORA!!! Oh my God. mas como nao desistimos tao facil ficamos lá na porta do onibus pq com muito custo ficamos sabendo que os mercenarios dos agentes de viagem vendem as passagens mais caro quase que como em um leilao pra quem ta desesperado pra pegar o onibus, a passagem normal era 110Bsf mas teriamos que pagar 160Bsf caso conseguissimos pegar o ticket. A gente conversava com uns caras que nao tinha passagem e eles nos explicavam como fazer pra chegar a porto la cruz e tals e alguns minutos depois esses caras que tava desesperados ja tinha passagem e entraram no primeiro onibus o__O (nós nao sabiamos como mas ai descobrimos que nao é só brasileiro que é malandro). nós ficamos la esperando pra ver se dava pra entrar tambem (nao podiamos ficar pra tras dos venezuelanos na malandragem né rsrs) conversando com um grupo bem legal de hippies que estavam tentando pegar o buzao tambem pra porto ordaz, alguns deles conseguiram ir no ultimo buzao e foi quando esse ultimo onibus tava quase partindo um dos agentes (mercenarios) de viagem falou que ainda havia 7 tickets e se os donos dos tickets nao chegassem em 10min ele ia vender pra quem tava lá. Afliçao mas chegou 1 dono 6 tickets chegou mais 2 agora apenas 4 tickets ai chega mais 1 apenas 3 tickets quando finalmente a gente quase pra pular no pescoço do cara ele olha pra gente e olha pro outro casal de hippies e fala "só hay más 2 decidam en cara o cello" acho que foi isso que ele disse e eu abismado com aquilo putz nao acredito que vou decidir a passagem que vou pagar, na moeda mas fomos lá e perdemos no cara e coroa pros hippies e quando eles tavam felizes entrando no onibus, chega no ultimo minuto os donos do ticket e embarcam hahahah moral da historia: nem nós nem eles. tivemos entao que pernoitar em sta helena para TENTAR pegar um onibus no outro dia, já umas 22h00 e a cidade ainda tava sem energia e pagamos 50Bsf pro mesmo agente de viagem mercenario que tbm era taxista nas horas vagas para ele nos levar a pousada Jose Gregorio (dica: nao vao pra lá). chegamos na pousada na escuridao total chovendo ainda por cima e o recepcionista falaVA um portunhol estranho, nós pegamos o ultimo quarto disponivel, pagamos 150Bsf pelo pernoite, dormimos (digo tentamos dormir) mais ou menos pq tava frio pra caramba o quarto tinha um buraco na parade bem em cima das camas que dava pra entrar até o Alí Babá e os 40 ladroes de noite e pra fechar no meio da madrugada apareceu uma louca gritando e discutindo com alguem e batendo em uma porta por quase meia hora (nem preciso dizer que eu fiquei encolhido na cama né haUIHAUIhaUI). acordamos bem cedo e voltamos correndo pro terminal já querendo dar adeus a sta helena. chegando no terminal compramos o primeiro onibus pra Ciudad Bolivar (Ufaa, adeus sta helena) uma cidade que fica um pouco mais a frente da metade do caminho para porto la cruz e é lá que fica a Angel Falls que dizem ser uma cachoeira gigante com um visual incrivel.

 

Trecho Sta. Helena de Uairen-Ciudad Bolívar

Duração: cerca de 12hrs

Preço: Bsf$110,00

 

Partimos de sta helena por volta de 07h30 rumo a Ciudad Bolívar o que eu nao sabia (Meu Deus mais uma) é que o onibus que a gente ia pegar era um micro-onibus (acreditem 12hrs num micro nao é legal) nessa parte da viagem é que vc vai realmente precisar dos livros, do protetor auricular... a viagem passa por alguma paisagens lindas e por muuitas cidades feias prepare-se para ouvir muita musica latina ruim (algumas até boas) mas nada se compara a pior musica que eu ouví por lá "Ai se eu te pego" sim! Michel Teló faz muito sucesso por lá.

 

Trecho Ciudad Bolívar-Porto La Cruz

Duração: cerca de 3hrs

Preço: Bsf$200,00

 

Sem mais nenhum imprevisto chegamos em ciudad bolivar por volta de 19h30 e pegamos um "carrito" na rodoviaria mesmo, sao carros particulares em que se fazem uma lotada com 4 pessoas e levam a varios lugares. Fomos num Jeep Cherokee até o Ferry para travessar para a ilha, no carrito conhecemos o Luis, cara muito bacana que pra minha sorte falava ingles e nós fomos conversando até lá sobre o brasil, cháves, margarita e tudo mais. chegamos no cais de porto la cruz as 22h30.

 

Trecho Porto La Cruz-Isla de Margarita

Duração: cerca de 4hrs

Preço: bsf$70,00

 

Chegamos no cais e atravessamos pela companhia Conferry, o luis nos ajudou preenchendo um formulário no balcao e ficamos esperando o ferry que sai as 02h00 da madruga e chega por volta de 6-7h00 da manhã.

 

ISLA DE MARGARITA

 

Enfim chegamos a Ilha. pegamos um táxi até o Hotel Itália que custou Bsf$100 (o que da cerca de 25 reais e pela distancia que percorremos em lugar nenhum do brasil vc pagaria isso, nem se o taxista fosse seu amigo heheh). O Hotel Itália foi dica do táxista, apesar de nao ter chuveiro elétrico e nem frigobar (o que nao importou tanto pra gente pois saíamos cedo e voltavamos tarde) fica perfeitamente bem localizado a cerca de 2 quadras do centro de porlamar que na minha opiniao é o melhor lugar para fazer compras em toda a ilha (a minha irmã fez mágica, foi com uma mochila e voltou com uma bolsa pesadíssima que eu carreguei é claro neh ¬¬). Eu precisava urgentemente de roupas, as camisas já estavam com cheiro de zeca urubu entao fomos as compras.

 

SHOPPINGS SAMBIL E LA VELA

 

Shoppings muito bonitos e grandes. Bom pra comer pois lá tem KFC, Burguer King, Macdonalds e tals mas pra compras é meio caro.

 

RUAS SANTIAGO MARIÑO E 4 DE MAYO

 

Aaah essas ruas. sao ótimas para compras, comprei muitas camisas e bermudas lá, a stgo mariño termina +/- na metade da 4 de mayo logo é bem facil transitar nas duas. elas sao cheias de lojas tanto mais baratas quanto de grife, lá voce pode andar a vontade pois tem calçadas largas bem diferentes dos centros do brasil e comer um pollo no el cacique e tomar uns hellados nas pañaderias.

 

CENTRO DE PORLAMAR

 

Pra mim o melhor lugar pra comprar roupas, tenis, relogios e sapatos, pra mulher entao nem se fala. minha irmã comprou umas 5 blusinhas por 25 reais segundo ela no brasil vc nao compra nem uma por esse preço.

 

PRAIAS:

impressionantes como na mesma ilha sao tao diferentes umas das outras

 

PLAYA EL ÁGUA

 

Ótima praia com espaço de areias mediano e com vários restaurantes onde eu tive o primeiro contato a cerva venezuelana acho que provei quase todas nessa praia: Polar ice, polar light, polar pilsen (a mais parecida com a nossa) e a Soleira Light.

 

PLAYA EL YAQUE

 

Pra mim a mais maneira das que fui, era a mais "jovem". Vento forte o tempo todo e muita gente praticando kitesurf e windsurf, música ambiente rolando só com ritmos caribenhos e um reggaezinho tbm. 100%!!!

 

PLAYA PARGUITO

 

Muito boa pra tirar umas fotos na pedra e tem uma boa faixa de areia como as praias brasileiras principalmente as do rio só que pra banho nao é tao maneira pois as ondas sao as mais estranhas que eu ja vi na vida e sao um pouco forte, bom pra pratica do surfe.

 

VOLTA PRA MANAUS

 

nós já haviamos comprado a passagem boa vista-manaus pela amatur previamente para a segunda feira 20h00 logo a nossa intencao era chegar em porto la cruz pela manhã no sabado e pegar o onibus para sta helena porém quando nós fomos comprar a passagem no Gran Cacique (nao achamos pela Conferry) só havia travessia as 20h30 da sexta, ok.

 

 

Trecho Isla-Porto la Cruz

 

Nem era pra escrever essa parte mas como foi engraçada e conheçomos outra pessoa super maneira, vou lá. Tinha tudo pra ser super tranquilo a viagem, ferry da grancacique novinho em folha com ar condicionado poltronas novas filme passando no telao, resumindo parecia um aviao até que do nosso lado senta um cara morto de bebado fedendo a cachaça, enchendo o saco perguntando do brasil e se a gente falava castellano (isso ele perguntou umas 4 vezes). E como se 1 bebado fosse pouco chega o amigo dele mais bebado ainda pra formar a dupla imbativel da enchação de saco, por sorte nossa nós conhecemos Shira que estava na fileira da frente percebendo que a gente tava numa roubada convidou nos pra sentar com ela. fomos conversando as 4 horas da travessia e dai conhecemos mais essa pessoa muito maneira durante a viagem (detalhe: pelo que a shira nos explicou o segundo bebado tinha entrado no porta malas de um carro no ferry e nao tinha dinheiro pra pagar, ele ficou a viagem toda falando alto no celular e cuspindo no chao, aargh).

 

Trecho Porto la Cruz-Ciudad Bolivar

 

como nós chegamos de madrugada em pto la cruz e nao tinha como esperar ate 12h00 pra pegar um onibus para sta helena direto, tivemos que pegar novamente um carrito ate ciudad bolivar e fazer exatamente o mesmo percurso na volta. entao pegamos o carrito por volta de 02h00 da madruga e chegamos em ciudad bolivar por volta de 05h00 para pegar um onibus as 06h30 para sta helena (novamente o micro).

 

Trecho Ciudad Bolívar-Sta Helena de Uairen

 

Nesse trecho muitas coisas legais aconteceram, principalmente os amigos que fizemos nela. durante essa viagem formamos um grupo bem legal de amigos formado por mim, minha irmã, Holaf um holandês doidao que ia até a fronteira com o brasil a cada 90 dias pra pegar um visto de permanencia pois ele foi a venezuela, gostou, conheceu uma venezuelana lá e teve uma filinha. Simon e Gianni, 2 amigos australianos que estao descendo a america latina toda há 3 meses e Yutaka um estudante japonês de química que queria conhecer a floresta amazonica. de ciudad bolivar ate sta helena eu tive que ajudar o motorista a botar gasolina de um onibus pro outro com uma mangueirinha, o calor tava infernal, fomos parados em varias alcabalas e revistaram nossas coisas na ultima, uma soldado tentou extorquir a minha irmã num quartinho outros soldados tbm tentaram comigo mas eu dei uma de desentendido (eu entendia eles mas falava só portugues e dizia a eles que nao compreendia espanhol hehe) e os gringos a mesma coisa. chegamos em sta helena pr volta de 20h00 e fomos a uma pousada (graças a deus nao era a jose gregorio) chamada Backpackers. Sensacional a pousada, a faixada é estilo aventureira pois lá passa muita gente que vai fazer trekking e montanhismo, na entrada tem um restaurante super maneiro com musica eletronica e nós ficamos por lá eu, minha irmã o doidao do holaf e os outros 3 tomando uma cerva (pagamos 120Bsf enquanto na jose gregorio pagamos 150bsf ¬¬).

 

No dia seguinte por volta de 10h00 pegamos 2 taxis e pagamos 25bsf até o SENIAT para carimbar o permisso e para o taxista nos esperar e nos levar ate pacaraima, na saída fomos revistados de novo, nos despedimos do holaf e seguimos viagens os 5 ate boa vista num daqueles taxi lotacao do terminal de canindé, chegamos domingo as 15h00 em boa vista conseguimos reembolso da passagem pela amatur e pegamos um onibus da eucatur as 18h00 (raiva de novo da eucatur, o onibus tava com o ar condicionado MEIO quebrado e EU tive que sair la de tras do onibus pra abrir aquela saida de emergencia superior pra ver se melhorava).

 

Chegamos em manaus por volta de 08h00 da manhã de segunda, nos despedimos dos nossos novos amigos e voltamos pra casa cheios de compras e muita historia pra contar. É isso ai galera, espero que tenha ajudado!

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • 1 mês depois...
  • Respostas 20
  • Criado
  • Última resposta

Mais Ativos no Tópico

  • 5 semanas depois...
  • Membros

nossa mano, adorei o relato..

Muito engraçado essas coisas que acontecem nas viagens, ma so bom é que no final mesmo sendo super cansativas muitas historias boas ficam pra contar..

estárei fazendo esse mesmo trajeto em julho, partindo da ''linda'' rodoviaria de Manaus \o/

 

Abraços

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • 2 semanas depois...
  • Membros

"nossa mano, adorei o relato..

Muito engraçado essas coisas que acontecem nas viagens, ma so bom é que no final mesmo sendo super cansativas muitas historias boas ficam pra contar..

estárei fazendo esse mesmo trajeto em julho, partindo da ''linda'' rodoviaria de Manaus \o/"

 

Byah01, quando a gente chega na rodoviária de boa vista percebe o quanto é "linda" a nossa rodoviária de manaus. Impressionante como um estado vizinho com Mmttt menos dinheiro que o amazonas pode ter uma estrutura tão melhor...=/

 

 

 

 

 

 

"Ola amigo, bacana teu relato.

 

Me diz uma coisa como foi a questão da guarda nacional com vcs ficaram frescando muito com vcs enchedo o saco?

 

Pq vcs não pegaram em Boa Vista um onibus direto para Santa Helena?"

 

psoares, olha foi meio chato pois toda hora eles param os onibus e pedem ID e permissos, isso faz parte e tals mas eu digo chato pq até lá vc passa por uns 20 postos de controle e toda hora é a mesma coisa ao passo que de manaus pra BV vc só passa por apenas 1 posto de controle. até parece que a venezuela tá em guerra e o brasil é um país de paz e amor...as vzs rola umas revistas e uns pedidos de grana no meio tempo...mas como eu falei é só fingir que nao entende espanho que tá tudo certo! eu nao me recordo se tem esse onibus direto pra santa helena, o que eu sei que rola é o diretao pra Pto la cruz ou pra caracas que tbm vale a pena mas sabe como é neh aventura é aventura...

 

 

 

 

"Muiiiiito bom o relato!!! Adorei tbm moro em Manaus e apesar de ser o destino internacional mais próximo, ainda não conheço. De Boa vista a Margarita, você levou em torno de 24hrs entre os milhares de ônibus, isso??"

 

thayanne, eu saí de manaus às 20h00 da sexta e cheguei à ilha às 07h00 da segunda-feira o_O

 

 

 

Aah, DESCULPA PELA DEMORA GALERA rsrs

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • 3 meses depois...
  • Membros

Bacana André. Eu e minha noiva pretendemos em Janeiro/2013 fazer isso, uma boa também é ir de avião até boa vista, ta com preço bom...assim, pra passar uns 10 dias, curtindo praias, uns sandubas, uns barzinhos a noite (alias, como é a noite lá ? ) quanto tu achas que da pra reservar de grana pra isso? Os transportes já tenho idéia...as compras, também já vai separado... Minha duvida é somente esta..Obrigado chapa!

 

Se tiver programação de ir uma galera bacana neste período... Estamos dentro!!!

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Membros

olá Mochileiros ! meu nome ana sou e manaus. Gostaria de uma pequena ajuda, porque em dezembro desse ano pretendo viajar de ônibus para Venezuela com minha amiga para visitar meus parentes que moram na isla de margarida. Quero saber quanto mais ou menos vai custar essa viagem de ônibus para duas pessoas. queria se possível um roteiro de viagem, passo a passo.

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • 1 mês depois...

Participe da conversa

Você pode postar agora e se cadastrar mais tarde. Se você tem uma conta, faça o login para postar com sua conta.

Visitante
Responder

×   Você colou conteúdo com formatação.   Remover formatação

  Apenas 75 emojis são permitidos.

×   Seu link foi automaticamente incorporado.   Mostrar como link

×   Seu conteúdo anterior foi restaurado.   Limpar o editor

×   Não é possível colar imagens diretamente. Carregar ou inserir imagens do URL.


×
×
  • Criar Novo...