Ir para conteúdo
  • Cadastre-se
Leticia Quaresma

Dicas - O que fazer em Nova York

Posts Recomendados

[info]Tópico para compartilhar dicas sobre a cidade de Nova York.

 

Participe!

Deixe aqui aquela dica de passeio que você adorou, do barzinho 10 que conheceu, daquele restaurante bom e barato ou daquele outro que serve um prato especial que você adorou. Vale também a dica daquela balada inesquecível que você foi em Nova York.

 

Regras do Tópico

Neste tópico não serão aceitas perguntas, apenas dicas sobre Nova York. Perguntas devem ser postadas nos Tópicos de Perguntas e Respostas. Todas as perguntas postadas aqui serão deletadas pelo editor deste fórum.[/info]

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Vou deixar aqui algumas dicas para a galera que está planejando alguns dias em Nova York. Esse post é aberto a todos! Entao fiquem todos a vontade para colocar as suas dicas!

Irei começar pelo básico e depois colocar outros passeios/atrações menos conhecidos.

 

Estátua da Liberdade e Ellis Island

 

O mais conhecido símbolo dos EUA, a Estátua da Liberdade foi inaugurada em 28 de outubro de 1886, construída em uma ilha na entrada do Porto de Nova Iorque. O Monumento comemora o centenário da assinatura da Declaração da Independência dos Estados Unidos da América e é um gesto de amizade da França para com os Estados Unidos, ela foi projetada e construída pelo escultor Frédéric Auguste Bartholdi.

 

250px-

 

Os ingressos para a visita podem ser adquiridos com até um ano de antecedência pelo site Staten Cuises, ou diretamente no Clinton Castle, que fica no Battery Park. No momento o interior da estátua está em reforma e por isso não é possível entrar na mesma e nem subir até a coroa.

 

Todos os ferrys para a Estátua saem do Baterry Park, um parque localizado ao sul de Manhattan, lá

você ainda encontra vários monumentos, além de belos jardins e a vista para a Estátua da Liberdade.

Lá também fica o The Skyscraper Museum que conta a história dos arranha-céus.

 

Os ferrys param em Ellis Island, e você pode optar por descer ou não. Nesta ilha os imigrantes que chegavam de toda parte do mundo eram registrados e passavam por inúmeras inspeções.

 

:arrow:Metrô: Bowling Green 4, 5 / Whitehall N e R/ Southferry 1

 

ellis-island-picture.jpg

 

Ferry para Staten Island

 

Se você quer economizar o preço do ferry , mas não quer deixar de ver a Estátua, pode optar pelo Ferry para Staten Island. É gratuito e tem vários horários. Passa bem próximo a Estátua, porém não é possível descer. É uma boa opção, uma vez que o interior da mesma está fechado.

A estação fica ao lado do Baterry Park.

 

:arrow: Metrô: Southferry 1

 

1210_12_7---Staten-Island-Ferry--New-York-City_web.jpg

 

Memorial 11/09 – WTC

 

O memorial 11 de Setembro foi aberto ao público em Nova York em 2011 um dia após os atentados terroristas de 2001 completarem dez anos. Para muitas pessoas, especialmente para aquelas que não conseguiram recuperar os corpos de seus familiares, o memorial representa um lugar para visitar as vítimas dos atentados.

 

É impossível estar ali e não relembrar as cenas do ocorrido. As duas imensas piscinas, com a água em direção ao infinito estão no local exato das duas torres. Os nomes das vítimas estão gravados em suas bordas.

 

Ali também está a Suvivor tree, a única arvore que sobreviveu ao atentado e ainda hoje se encontra amarrada com cabos de aço.

 

memorial-11-setembro-ny-20110527-size-

 

A entrada é gratuita, porém pede-se doações de qualquer valor. E necessário reserva que pode ser feita pelo site , ou no Visitors Center, que fica na 90 West St. Esquina com Albany St. Vale a pena ir ao Visitors Center, pois contem fotos, vídeos e lembranças do ocorrido, uma vez que o museu dentro do Memorial ainda não foi inaugurado.

 

Metrô: Cortlandt st R e W/ Fulton st 4, 5/ Fulton st 2, 3 / Fulton st J,Z ;

 

 

Empire State Building

 

O mais famoso arranha-céu de todo mundo, eternizado por filmes de Hollywood, foi inaugurado em 01 de maio de 1931. Fica localizado na Fifth Avenue com a 34th Street e conta com 102 andares, tendo sido concebido no estilo Art Déco por Gregory Johnson. O visitante pode escolher entre ir ao Observatório no 86° ou pagar um valor a mais e chegar ao observatório do 102° andar.

 

empire-state-building.gif

 

Ingressos podem ser comprados com antecedência pelo site. http://www.esbnyc.com/

Metrô: Herald Sq N,Q,R / Herald Sq N,Q,R

 

Rockfeller Center - Top of the rock

 

O Rockfeller Center, no centro de Nova Iorque, trata-se de 19 edificios formando um complexo de edifícios comerciais. Famoso pela época de natal com a sua gigantesca árvore de natal e a pista de patinação no gelo. Durante a primavera e o verão a praça vira ponto de encontro com barracas de alimentação e mesas ao ar livre.

 

O Top of the rock é outro importante ponto turístico na cidade, pois permite em seus observatórios no 67º, 69º e 70º andar no topo do Rockefeller Plaza nº. 30, uma belíssima vista em 360° da cidade. Difere do Empire State pela bela vista do Central Park, assim como a possibilidade de ver o próprio Empire State, imponente na vista do sul do Manhattan.

 

top_of_the_rock_obse_poster.jpg

Vista Central Park

 

sonnenuntergang-top-of.jpg

Vista sul - Empire State Building

 

rockefeller-center-skating-cc.jpg

Patinação no gelo

 

A fila também é bem menor que a do Empire State e sem tanto rigor na entrada.

 

Metro: 47-50 st B,D,F, M/ 5th av E

• W 49 entre 5th e 6th av.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Lendo um caderno d turismo da Folha, achei uma matéria interessante sobre a comida de rua ou baixa gastronomia como é conhecida a comida vendida em botecos, carrinhos, barracas, etc.

 

eu digo que é a comida BBB (Boa, Bem servida e Barata)

 

então o q fazer em Nova York?

comer! ::otemo::

 

site com dicas:

http://newyorkstreetfood.com/

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Algumas fotos no final!

Fiquem à vontade para perguntas específicas.

 

Fui no Outono de 2013, entre 11 e 21 de Novembro.

 

Dicas importantes:

 

Comprou a passagem? Baixe de imediato o app do metrô e "estude"! - https://itunes.apple.com/br/app/new-york-subway-map/id369691844?mt=8

 

Também tem no site um PDF - http://www.mta.info/nyct/maps/subwaymap.pdf

 

-Ao voltar de metrô para o aeroporto JFK, tenha em mente que você NÃO deve descer na estação Jamaica, como muito se fala, mas sim na estação Sutphin Boulevard/ Archer Avenue/JFK Airport. Eu tive uns transtorno daqueles quando peguei a linha laranja F Jamaica-179 Street, acreditando que desceria já para pegar o Airtrain. No mapa há o símbolo de transferência para o Aeroporto ( Plane.gif ), mas é por ônibus! Para quem está cheio de malas, não é jogo subir escadas e procurar a parada no Queens. Eu mesmo retornei e peguei a linha azul E para a Sutphin Boulevard, que é a grande estação que une metrõ, trem LIRR (http://new.mta.info/lirr) e Airtrain, com elevadores e tudo.

 

-Muito, mas muito zelo com o cartão de 7 dias, o Metrocard. Quando você compra ele junto com o do Airtrain e sai esbaforido(a), metem eles 2 no bolso e vai no deslumbre de ter chegado. Eles podem ser muito parecidos...o do Airtrain se usa uma vez e joga-se fora. O do metrô será seu principal instrumento na viagem. Sim, fiz bobagem e perdi o Metrocard. Burrice talvez, mas não desejo para ninguém ter de comprar outro. ::putz::

 

-No metrô, talvez você precisa falar com os funcionários para:

1-Pedir para abrir porta de emergência para poder passar com malas;

2-Pedir para "limpar" o cartão, que às vezes dá um errinho na parte magnética, talvez pelo excesso no uso.;

3-Pedir informação de conexões e linhas.

Evite o ítem 3.

 

-Não sei vocês, mas acho água essencial em todo momento. Em uma viagem então, ainda mais, pois é um momento em que andamos muito, saímos da rotina, nos alimentamos de forma menos regrada. Tenha sempre uma garrafinha para encher nos lugares que dá para encher (hostel, pontos turísticos, outlet). Além de sair já com aquele "peso", você economiza de 1 a 4 dólares por vez em que beber.

 

-Adquira City Pass se pretende ir em atrações-padrão - http://pt.citypass.com/new-york

 

-Se puder faça um plano 3G para usar o GPS e Foursquare. Se não fez, seus pontos de Wi-fi são: Starbucks e McDonalds. Tem em quase todo lugar a cafeteria. Aproveite para ir ao banheiro. Museus também têm internet e com alguma sorte acha-se alguma na rua e uma ou outra estação de metrô (nem sempre).

 

-A questão da gorjeta é algo que não foi tão assutador assim. Para locais de alimentação tipo fast food, existe uma caixinha de contribuição tipo aquelas que aparecem no Brasil na época do Natal. É bem opcional. Em lugares onde servem bebida, é quase obrigatório por uma notinha de 1 dólar no valor do que for beber. Não sei como é questão de hotel, porque fiquei em hostel, mas imagino que seja bem mais praxe. Não fui à restaurante, nesse ponto não posso dar dicas.

 

-Comidas: SUPER típico é o famoso donut e o tal de bagel. Bagel não passa de pão meio doce, e o recheio varia. Não vi pão francês. Nos mercados dá para se virar muito bem, quase tudo parece, só que em versões mais exageradas. As máquinas de comidas são um show à parte. Tem de tudo de comida e bebida. Quando juntar bastante moeda, dispensa elas nas máquinas.

 

-1 centavo é dinheiro sim. Tanto para pagar quanto para receber troco. Aliás:

1 penny - 1 centavo;

1 nickel - 5 centavos;

1 dime - 10 centavos;

1 quarter - 25 centavos;

1 half-dollar coin - 50 centavos.

Não se assuste se falaram esses termos no lugar de "cents". Tem hora que esquecemos e dá até nó na cabeça.

------------------------------

 

Enfim, Na chegada já dá para se surpreende com as luzes vistas do avião. O aeroporto também é algo que nunca tinha visto antes. o JFK tem 8 terminais, cada um deles provavelmente maior do que o prédio dos aeroportos do Brasil. Um amigo já estava em Miami e combinamos nossos voos (o meu que saiu de Garulhos) para chegar em horários similares. O desembarque é tranquilo. A fila da pequena entrevista de imigração é muito organizada e flui. Existe um certo nervosismo porque é o primeiro diálogo em inglês e em uma situação bem formal. Repete-se o ato de checar impressões digitais e algumas poucas perguntas são feitas: sobre sua estadia, quem encontrará, cidades a visitar, seu emprego no Brasil e quando deve retornar... ::bruuu::

Pronto. As malas já estão em uma esteira de aparência industrial, diferente das nossas que parecem um carrossel de parquinho bizarro.

 

No momento de encontrar meu amigo, já me dirigi para fora para caminhar do Terminal 8 ao Terminal 2: piada. Extremamente distante. Por sorte, ele havia feito plano para celular e me ligou. Assim saímos para o Airtrain e estação "Jamaica".

Use o app, pergunte para pessoas, faça de tudo, mas não se perca nem se confunda. As pessoas são muito receptivas. Logo notam que precisamos de ajuda e se dispõe.

 

Aliás, não vi gente rude quase em lugar nenhum, como li em outros relatos e sítios de dicas famosos. Os únicos onde houve infelicidade no diálogo foram os funcionários das cabines de metrô (alguns).

Não vou defendê-los, mas deve ter sempre gente perdida e eles devem estar cansados de explicar. Mesmo com cara feia, atenderam quando foram acionados.

 

Outlet:

Para compras, escolhi o Jersey Gardens. É só descer na estação Porth Authority, subir as escadas e comprar na máquina os bilhetes de ida e volta. O Bus é o 111 e o portão 222 (talvez isso mude, mas constará no bilhete). Para esse shopping-outlet é importante o seguinte:

 

-Vá usando o menor número de roupa possível, para poder experimentar sem perder tempo;

-Vá com tênis confortável para caminhar muito;

-Vá com sua mala ou mochilão;

-Se for uma pessoa que vai comprar bastante, alugue um carrinho.

 

Quando chegar já vá até a recepção pegar cupons de desconto usando o passaporte.

Na volta o ônibus vai parecer um pau-de-arara capitalista. Encare com humor.

 

Central Park:

Muito bonito no Outono, mas muito frio ::Cold:: . Não andei tanto quanto queria por lá, é bastante grande. Vacilei em não alugar bicicleta e não ir onde tinha a praça Strawberry Fields. Várias pessoas correndo, brincando com seus cachorros...deve ser demais no Verão/Primavera.

 

Museu de Arte Natural:

Muito enorme, como tudo é lá. Muitas crianças chegando nos tradicinais ônibus amarelos. É um museu diferente e bastante interativo. Vale a pena explorar por um tempo, mas se for ler e apreciar tudo com o tempo que é merecido, vai perder dias.

 

Museu de Arte Moderna (MoMA)

É um museu bem movimentado e com vários andares. Estava com uma exposição do grande Magritte, mas a fila me fez desistir.

 

Top of The Rock e Empire States:

Basicamente, um visual muio bonito. Fui ao Top of The Rock à noite, para ver o Empire States iluminado.

E, durante o dia, quase no alvorecer, no próprio Empire States, que é mais clássico, tem lojinha, restaurante, pessoas com uniformes singulares (tipo aquelas roupas de hotel, mas com um gorro-máscara). O frio aumenta muito com o forte vento. Quem for friento ou estiver com criança, proteja-se! ::Cold::

 

Broadway:

Vale cada centavo, não deixem de ir. Há espetáculos famosos e outros menos. Fui em um baseado em um filme que gosto muito e tive vários momentos de arrepiar-se. O elenco tem talentos múltiplos.

 

PUBs

Não há "botecos" por lá. Ao menos não vi. Tem muito daqueles PUBs clássicas com bancada de madeira, "tap beer", que é chopp em suas torneirinhas bonitas. Em alguns fui acompanhado, noutros sozinho. O que acontece muito é a galera vibrar com futebol americano, mesmo que seja replay. Na dúvida, vibre também, hauahu.

 

NBA

São 2 times de basquete: NY Knicks e Brooklyn Nets. A casa dos Knicks é a Madison Square Garden, que não cheguei a ver. Dos Nets, obviamente no Brooklyn, chama-se Barclays Center. Muito, mas muito moderno, bonito, brilhante, organizado e com boa visualização. Além disso, o acesso é muito facilitado pelo Metrô, que tem uma estação praticamente lá dentro. (Atlantic Ave - Barclays Center)

 

Brooklyn Bridge

Ande pela ponte, a partir da Chinatown ou pegando o metrô e chegando em Chinatown. É uma caminhada tranquila, tirando a galera de bike que passa na loucura, portanto, muito cuidado quando tirar fotos, parar bruscamente ou mudar a direção. Mesmo sendo bem sinalizada, pode acontecer algo, porque é movimentada. Detalhe para os cadeados de apaixonados (que ironicamente estavam sendo removidos por funcionários com um alicate de 2 metros).

 

Estátua da Liberdade

Lotado, tranquilo e sem grandes surpresas. O visual é bonito, olhando para a ilha. A estátua é até pequena em relação à sua base, que é bastante bonita. A dica de ouro aqui é: vá cedo. Se até 15h não estiver lá, volte outro dia. (Estação Bowling Green)

 

Battery Gardens Park

Não é lá um parque, mas sim uma orla bem arrumadinha, com algumas bonitas plantas e árvores e muitas cadeiras para sentar e apreciar a vista. É uma boa caminhada e bastantes pessoas de lá andam de bike, patins, skate ou correm.

 

High line

Lugar da moda. É uma estação desativada que foi totalmente reconstituída e agregada ao ambiente urbano, integrando pessoas e reunindo-as num ponto tranquilo no meio da pressa da cidade. O visual do "bairro" de Chelsea e seus prédios.

 

Times Square

Loucura de sons, luzes, cores, pessoas. É uma sensação louca em saber que ali é ponto de fluxo de pessoas do mundo todo.

 

Dicas pequenas ou específicas:

 

-Para quem procura medicamentos não tão específicos ou restritos, as farmácias de lá acabam sendo um bom negócio.

-Para quem curte suplementação alimentar, os preços surpreendem. Tem a Vitamin World no Jersey Gardens, mas tem bastante loja espalhada pelas ruas.

-Para quem curte comer bobagem como batata tipo Rufles e uns doces, corra para o mercado mais próximo.

-Coma Dunkin Dunuts! ::lol3:: Vem naquelas caixinhas clássicas e parece uma bomba de gordura industrial e açúcar, mas vale a pena provar e sentir-se o guardinha dos Simpsons.

-Ande bastaste, é muito seguro e a maneira mais legal de conhecer tudo.

-Há uma regra lá: escadas não é lugar de permanecer, apenas de passagem. Em vários lugares, parar por pouco tempo na escada foi objeto de imediata repreensão (muito educada) por parte de seguranças.

-Fique atento para filmagens de seriados, comerciais e filmes. Flagramos alguns pelo caminho. É legal dar uma conferida.

 

New York é uma cidade multi-étnica, moderna, pragmática e eficiente. Há a chance de agradar qualquer viajante pela sua ampla variedade e sua grandeza. E olha que só vi um pouco de Manhattan e um pedacinho mínimo do Brooklyn.

 

Nesse post me limitei a passar dicas objetivas, sem explorar o lado da crônica ou romantismos. Espero que seja útil e que ajude a melhor captar uma percepção mais interna de cada um, no seu tempo e modo. Não seria justo impor uma posição particular sobre um lugar que emana uma miscelânea tão grande sobre tudo.

 

Queria finalizar dizendo que encontrei 2 pessoas muito legais por meio do tópico Companhia para Viajar - http://www.mochileiros.com/companhia-para-viajar-f110.html

O site tem potencial para ajudar e muito nas viagens! Vamos tentar usar essas ferramentas e fazer disso um prazer ainda maior do que já é. Valeu.

IMG_3780.JPG.3254720411b4f2436081acf12fb6a160.JPG

IMG_3767.JPG.5b7a73166d0f08fda53a3f4f3564206d.JPG

IMG_3819.JPG.1ac37fc455288ecc4ff7cfbc8245f3a5.JPG

IMG_3833.JPG.1b409998eff6615624c3a3af19518bdf.JPG

IMG_3876.JPG.a33f1f0d1cdeda1568b80aa7ed4c4130.JPG

DSC03924.JPG.19de3c1043b716f89d977c3f71c490cc.JPG

DSC04065.JPG.1afed0651af2850aaa61a80f5b29a31a.JPG

IMG_3749.JPG.eacd38e377dccc06a89cd47aa6ade391.JPG

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

McGaldi,

 

Esse passeio de ônibus eu não conheço. Mas pesquisei aqui e parece muito legal. Com certeza você acha por lá. Vi muitas lojas vendendo passeios nos arredores da Times Square e Port Authority (espécie de rodoviária) - http://www.citysightsny.com/tourpage.php?item=AAT. Algo que faltou pode ser sido um City Bus, mas como a locomoção que escolhi foi debaixo da terra, no metrô...acabei optando por deixar pra lá mesmo (me arrependo amargamente, pois fiquei muito tempo vendo aqueles buracos velhos do underground).

 

Mas se quiser uma dica boa de economia de tempo é: compre antes de ir. Você já levo tudo imprimido certinho, até fica melhor de organizar e vai estar na cara que você é turista mesmo quando chegar na imigração ehehehe. Bem, fica bem a seu critério mesmo essa opção. Eu achei melhor por causa de organização e antecipação, além de ter passado no cartão de crédito. Tudo que eu pude comprar antes eu comprei.

 

Sobre os ingressos da Broadway...eu comprei antecipado também, pelo site oficial. Quando fui ver a minha tinha uma fila chata tanto para comprar quando para entrar, ao menos me livrei de uma delas. Eu creio que a peça que você quer ver é um pouco concorrida, por ser mais famosa daquela que vi, então eu não tenho dúvidas em dar a dica para comprar antes, até porque se for a família toda vão querer ficar um ao lado do outro, né?

 

Espero ter ajudado!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Heineken,

adorei seu relato direto mas ao mesmo tempo completo. Estou indo pra NY com meu marido no final de outubro e tenho algumas duvidas:

-vale a pena entrar na estatua da liberdade? ou de fora mesmo se tem noção da cidade e da estatua?

-queremos ver um jogo de basquete, pesquisamos alguns ingressos, mas são muitas opções de lugares, aqueles no alto (media de $55,00)da pra ver o jogo legal?

-comprar o metrocard, pra ficar 5 dias vale a pena?

-sabe de alguma dica legal pro hallowen? vamos estar la neste dia

 

Agradeço as suas dicas que ja li e ja anotei

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Renata&Thiago,

Obrigado pela leitura!

Não sei dizer se vale a pena porque não entrei...de fora eu já tive uma noção legal. Mas Acho que não entra na Estátua em si, mas na base dela, que é bem grande e ACHO, APENAS ACHO, que seja um museu. É bom pesquisar isso no site oficial ou em outros relatos, mas já fiquei bem satisfeito vendo ela de fora mesmo.

Os jogos de basquete são do Madson Square e nesse Barclays Center que fica no Brooklyn. Olha, a diferença de preço estava enorme e preferi ir no Brooklyn e ficar lá no alto. Deu para acompanhar tranquilo, mas não é tão pertinho assim. Como não sou um grande torcedor não me importei. Dá para ter noção do jogo e os telões são muito bons e ajudam.

O Metrocard no seu caso é ESSENCIAL! Não deixe de ter, porque ele vale na verdade 6 dias, ou seja..comprou na Terça-feira, por exemplo, só usa até Segunda-feira, 23h59.

Eu fui um pouco depois do Halloween e digo que vi casas decoradas na região do hostel que fiquei (HI Hostel) e no Brooklyn. Sobre ter festas específicas não sei, mas se eu fosse você correria para o Brooklym para tirar foto da criançada pedindo os doces fantasiadas.

 

Uma ótima trip!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Fiz um compilado de restaurantes legais na cidade.

O que não falta é lugar legal pra comer em nova york né? rs

Escolhi uns que são conhecidos mas tem fama justamente porque são bons! <3

Além da ótima qualidade de não serem caros: ótimo custo-benefício.

Em breve tem mais dicas por lá.

Fica o linkd pro site: http://coletivodeviagem.com/restaurantes-nova-york/

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!

Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.

Entrar Agora

×