Ir para conteúdo
Mochileiros.com
joycebruja

Cidadania Italiana - Perguntas e Respostas

Posts Recomendados

joycebruja    0

[info]Antes de formular sua pergunta leia o tópico sobre procedimentos para solicitar a sua cidadania Processo e consulte também o nosso arquivo talvez encontre sua resposta por lá Arquivo[/info]

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
ver    0

oi me chamo veronica estou na espanha faz 2 meses ,tenho toda documentacao para ir pra italia fazer minha cidadania,tenho quem me da a carta de hospitalita e a residencia o problema que tenho e que nao sei que fazer para o permiso di sigiorno porque parece que tem que ter o carimbo no passaporte de entrada na europa antes dos 8 dias para ir a questura fazer o permiso queria saber se alguem sabe o que posso fazer penso sair da europa tipo ir a croacia e voltar a italia e pedir o carimbo de entrada se alguem sabe alguma coisa que possa me ajudar eu agradeÇo.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
uriel    0

Olá, estou com uma dúvida, espero que alguém possa me ajudar. Eu pretendo fazer a cidadania diretamente na Itália e queria saber: quanto tempo eu tenho para ir até a Itália, após toda a documentação (busca, legalização, etc.) do Brasil estar pronta? Existe tempo de validade das legalizações?

 

Obrigado!

 

Uriel

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Ola Uriel...

 

De acordo com a legislaçao, nao existe um tempo pré-determinado para que seus documentos expirem, contudo alguns comunes aqui da Italia nao aceitam documentaçao muito antiga, visto que informaçoes poderao ser alteradas se passarem muitos anos.

 

O ideal é vc se organizar e apos a legalizaçao da documentaçao vir pra Italia.

 

Eu vim pra Italia um ano apos a legalizaçao de minha documentaçao e o comune aceitou numa boa.

 

Dica: veja diretamente com o Anagrafe do comune onde vc dara a entrada no processo o tempo que eles aceitam a documentaçao. Veja bem... volto a dizer, a documentaçao nao tem um tempo especifico para expirar, mas ha comunes que batem o pé e nao aceitam fazer o processo decorrido muito tempo de sua data de expediçao.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
uriel    0

Muito obrigado pela dica Michael, vou fazer isso que tu falou, vou ver com o Comune de entrada, de quanto tempo eles aceitam a documentação!!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Com a grande quantidade de documentaçao falsa que tem adentrado os paises europeus que fornecem a cidadania, a maioria estao dificultando cada vez mais.

Pra voces verem, a legalizaçao da documentaçao que uma época (tres anos atras) era feita no dia em Sao Paulo, com os novos agendamentos esta sendo feita apenas em 2017.

Desta forma, ja vale a pena fazer a solicitaçao de cidadania tmb no Brasil.

Aqui teremos o pachetto di sicurezza, que obriga o futuro cittadino a saber a lingua mae e ter o minimo de conhecimento da cultura do pais. Eu sempre fui favoravel a esta diretriz, pois é o minimo, de fato, que podem exigir daquele que quer garantir outra cidadania.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

O Consulado de Sao Paulo tem enviado aos comunes italianos uma apostila com o objetivo de ajudar a combater a falsificaçao na legalizaçao dos documentos.

Sendo assim, se os mesmos constatarem alguma irregularidade é para, de imediato, cancelarem todo o processo de reconhecimento da cidadania e informar imediatamente o consulado responsavel.

Outro detalhe, é que o tempo de envio da non renuncia tem duplicado, visto que a verificaçao da autenticidade da documentaçao é minuciosa.

Eh por ai mesmo... a tendencia é sò complicar... ::cool:::'>

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Olá pessoal,

 

procurei pelo fórum alguma pergunta similar à minha mas não encontrei exatamente o que eu gostaria de perguntar. Me desculpem caso seja repetitivo.

 

Minha prima entrou com o processo de pedido de cidadania italiana, acho, no Rio de Janeiro. Porém, não consigo obter informações sobre o processo com ela (ela se nega a ajudar), e por causa disso não sei o número do processo (ou número da pasta). Gostaria de saber se existe alguma forma de conseguir essa informação e se ela é extremamente necessária para que eu consiga adicionar os meus documentos à pasta. Outra questão: pelo que eu li e entendi do processo de obtenção de cidadania italiana, se minha prima realmente tiver conseguido a cidadania, é necessário que eu apresente as certidões de nascimento do meu pai, da minha mãe (estão divorciados, então também seriam necessárias as certidões de casamento e divórcio?), a minha, e dos meus irmãos, todos com tradução juramentada. É necessária alguma forma de validação dessas certidões pelo Ministério das Relações Exteriores? Há algo mais que eu deveria fazer? Também pretendo apresentar os documentos no Rio de Janeiro, apesar de morar em Brasília...

 

Muito obrigada pela paciência e pela disposição de responder.

 

Débora

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Carissima Debora...

 

Quando se trata de realizaçao da cidadania em familia, isto pode acarretar uma serie de problemas, e o principal é aquele que voce esta vivenciando.

Eh muito comum um membro da familia se negar a fonecer o numero do protocolo pois ele gastou determinado valor pelo processo e agora quer tmb abater um pouco de suas despesas.

Eh complicado, pois se ele nao fornece o numero, voce nao consegue entrar na mesma pasta, e por conseguinte tera que buscar toda a documentaçao desde seu ascendente italiano.

No Brasil funciona assim: um conseguiu a cidadania, voce sendo membro da familia pode, incluindo os documentos de sua familia, participar do mesmo processo. Ja aqui na Italia, voce devera portar toda documentaçao, desde o seu ascendente, com traduçao juramentada e legaliza no Consulado Italiano da regiao a que voce pertence.

Lembre-se: se voce busca a cidadania por seu pai, e ele eh divorciado, nao precisa nada de sua mae. Apenas inclua a certidao de divorcio dele e em seguida seus documentos.

Espero te-la ajudado. Qualquer coisa, mantenha contato aqui.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
GChiappetta    0

Olá desculpa se o assunto for repetitivo, mas juro que nao encontrei em outro lugar.

 

Moro em Sao Paulo e minha familia já tem uma pasta aberta no Consulado de Sao Paulo. Porém o agendamento para legalização de documentos ficou para Dez/2013. Vcs tem alguma sugestão de como poderia agilizar o processo?

 

Vcs sabem se os consulados de outros estados sao mais rápidos? Pelo que li no forum de nada adianta ir a italia sem os documentos legalizados, é isso mesmo?

 

Muitíssimo obrigado pela solidariedade de escrever nesse forum

abs

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Olá desculpa se o assunto for repetitivo, mas juro que nao encontrei em outro lugar.

 

Moro em Sao Paulo e minha familia já tem uma pasta aberta no Consulado de Sao Paulo. Porém o agendamento para legalização de documentos ficou para Dez/2013. Vcs tem alguma sugestão de como poderia agilizar o processo?

 

Vcs sabem se os consulados de outros estados sao mais rápidos? Pelo que li no forum de nada adianta ir a italia sem os documentos legalizados, é isso mesmo?

 

Muitíssimo obrigado pela solidariedade de escrever nesse forum

abs

 

Pois eh Gustavo... o met0do eh este mesmo: esperar 20 anos e fazer no Brasil ou vir aqui pra Italia e fazer, se a documentaçao estiver certa e voce conseguir a residencia, em atè 3 meses.

De fato nao adianta vir pra Italia sem a documentaçao legalizada. Voce perderà tempo e dinheiro.

Com relaçao a outros consulados serem mais rapidos, pode atè ser veridica esta informaçao, contudo vc tem que comprovar que vive em determinado Estado por, certidão eleitoral, contendo endereço e domicílio, com validade mínima de 02 (dois) anos;

- contas de luz, água ou telefone, dos últimos 06 (seis) meses;

- últimas 02 (duas) declarações de imposto de renda ou declaração de isenção da Receita Federal,

pra fazer o agendamento e ai ver quanto tempo terà que esperar. Porem te digo, a media dos consulados mais procurados è esta mesma.

Tem pessoas, que nao sei como ($) ::lol4:: conseguem legalizar documentos sem fazer agendamento ou simplesmente usam de outros artificios... contudo, apenas escutei e conheci algumas que passaram por casos parecidos...

Minha sugestao eh que voce colete informaçoes com os consulados italianos no Brasil e veja como està a fila de agendamentos... porem, sendo realista, as coisas, infelizmente nao sao nada boas.

Qualquer informaçao, poste aqui...

Grande abbraccio...

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
GChiappetta    0

Valeu pela atenção Michael! Obrigado mesmo.

Acho que o que me resta é esperar...

 

Mas só pra confirmar, depois de eu legalizar os documentos, só em 2013, eu posso ou continuar o processo no Brasil, o que está levando 20 anos (é isso?), ou iir pra Italia, o que levaria 3 meses. É isso mesmo?

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Valeu pela atenção Michael! Obrigado mesmo.

Acho que o que me resta é esperar...

 

Mas só pra confirmar, depois de eu legalizar os documentos, só em 2013, eu posso ou continuar o processo no Brasil, o que está levando 20 anos (é isso?), ou iir pra Italia, o que levaria 3 meses. É isso mesmo?

 

Gustavo.... se vc tem a intençao de adquirir a cidadania italiana nesta vida, ::lol4:: aconselho vc vir pra Italia. Nao que ela va sair em 3 meses. Penso que a media seja 6 meses e nao 3 como fazem propaganda.

Vai da disponibilidade e das condiçoes de cada um, porque o custo de vida na Italia é alto. Pense que quando vc chega aqui, a sua moeda vale 2,54 vez menos.

Grande abraço e boa sorte!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

ok, obrigado pelas dicas tentei tirar a dupla cidadania uns 3 anos atras mas desisti por causa da burocracia, mas agora como da para ser feito pela parte de minha mae , vou tentar novamente , meu bisavo por parte de mae veio da Italia ,e eu nasci em 1966

entao acho que me enquadro na lei, porque pela parte de meu pai foi o trisavo e os documentoos sao bem mais ::dãã2::ãã2::'> dificeis de encontrar, vou procurar o patronato como sugerio, e depois te falo o que aconteceu, ok obrigado

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Me chamo Edinéia Salvati, gostaria de saber se tenho direito de adiquirir a cidadania italiana pra mim e para o meu filho.

Meu avô e minha avó, nasceram na Itália na cidade de pádua, vieram para o Brasil e se casaram, Nasceu minha mãe, e depois eu. Houve um erro no cartório aqui no brasil, tenho a certidão de óbito do meu avô (Guilherme Salvate) com E mas minha mãe foi registrada com (salvati). portanto tenho a certidão de óbito do meu avô, já vou pedir a de casamento deles. Minha mãe já é falecida e tenho a certidão de nascimento, casamento e óbito dela.

No entanto a árvore genealógica fica assim:

BISAVÔ: EMIDIO SALVATE ( NASCIDO NA ITÁLIA)

AVÔ: GUILHERME SALVATE ( NASCIDO NA ITÁLIA)

MÂE: AMÉLIA SALVATI ISIDORO (NASCIDA NO BRASIL EM 1927)

MEU: EDINÉIA SALVATI DA SILVA (NASCIDA NO BRASIL EM 1975)

MEU FILHO: ESAÚ SALVATI DA SILVA. (NASCIDA NO BRASIL EM 1994)

Preciso saber se nos enquadramos e podemos correr atrás de nossa cidadania.

Aguardo resposta.

Edinéia.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
ok, obrigado pelas dicas tentei tirar a dupla cidadania uns 3 anos atras mas desisti por causa da burocracia, mas agora como da para ser feito pela parte de minha mae , vou tentar novamente , meu bisavo por parte de mae veio da Italia ,e eu nasci em 1966

entao acho que me enquadro na lei, porque pela parte de meu pai foi o trisavo e os documentoos sao bem mais ::dãã2::ãã2::'> dificeis de encontrar, vou procurar o patronato como sugerio, e depois te falo o que aconteceu, ok obrigado

 

Ola Leonel...

Bom, dependendo de suas intençoes com a cidadania, vale a pena fazer sim. Aqui na Italia esta dificil para todos, sejam italianos ou nao.

Agora, a cidadania abre as portas do mundo pra vc. Vc pode ir pra Australia e Estados Unidos sem problema. Para a Inglaterra, mal te olham. Diferentemente do que acontece com nosso passaporte azul.

Mas, estamos ai... boa sorte na busca da documentaçao. ::cool:::'>

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Me chamo Edinéia Salvati, gostaria de saber se tenho direito de adiquirir a cidadania italiana pra mim e para o meu filho.

Meu avô e minha avó, nasceram na Itália na cidade de pádua, vieram para o Brasil e se casaram, Nasceu minha mãe, e depois eu. Houve um erro no cartório aqui no brasil, tenho a certidão de óbito do meu avô (Guilherme Salvate) com E mas minha mãe foi registrada com (salvati). portanto tenho a certidão de óbito do meu avô, já vou pedir a de casamento deles. Minha mãe já é falecida e tenho a certidão de nascimento, casamento e óbito dela.

No entanto a árvore genealógica fica assim:

BISAVÔ: EMIDIO SALVATE ( NASCIDO NA ITÁLIA)

AVÔ: GUILHERME SALVATE ( NASCIDO NA ITÁLIA)

MÂE: AMÉLIA SALVATI ISIDORO (NASCIDA NO BRASIL EM 1927)

MEU: EDINÉIA SALVATI DA SILVA (NASCIDA NO BRASIL EM 1975)

MEU FILHO: ESAÚ SALVATI DA SILVA. (NASCIDA NO BRASIL EM 1994)

Preciso saber se nos enquadramos e podemos correr atrás de nossa cidadania.

Aguardo resposta.

Edinéia.

 

A cidadania é transmitida de pai para filho em todos os casos. No entanto, só é transmitida de mãe para filho caso o filho tenha nascido depois de 1 de janeiro de 1948, data em que entra em vigor a Constituição republicana de 1948.

 

A tabela a seguir ilustra os princípios básicos a partir de bisavós, no entanto as mesmas restrições e princípios se aplicam a gerações anteriores ou posteriores.

Bisavô -> Avô -> Pai Numa linhagem masculina o bisneto ou bisneta sempre terá direito.

Bisavô -> Avô -> Mãe A cidadania é transmitida pela Mãe caso o filho ou filha tenha nascido após 1 de janeiro de 1948.

Bisavô -> Avó -> Pai ou Mãe A cidadania é transmitida da Avó ao Pai ou Mãe caso este (Pai ou Mãe) tenham nascido após 1 de janeiro de 1948 e destes ao requerente.

Bisavó -> Avô ou Avó -> Pai ou Mãe A cidadania é transmitida pela Bisavó ao Avô ou Avó caso este (Avô ou Avó) tenha nascido após 1 de janeiro de 1948, e destes aos seus descendentes até o requerente.

 

Edineia.. voce se enquadra no caso em negrito. Voce pode requerer, pois sua mãe que nasceu antes de 1948, era filha do imigrante e teve voce apòs 1948.

Espero te-la ajudado.

Editado por Visitante

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Duvidas ref. a solicitação de IURIS e permesso di Soggiorno...

Primeiramente gostaria de esclarecer um problema que não sei como solucionar, meu marido e eu no desespero em conseguir a cidadania de maneira menos trabalhosa contratamos uma assessoria, passamos todos os documentos para ela, com isto ela deu entrada na solicitação de IURIS na comune dela. Porém apos analisar os valores e também o processo todo de cidadania verificamos que o valor cobrado era muito alto, pedimos então que cancelasse. Mais ela retornou dizendo que ja tinha dado entrada e que teremos problemas para dar entrada em outro comune, pois eles não gostam de receber varias solicitações. Isto é real ou não, estamos nos sentindo sem saida. Por favor nos ajude...

Outra coisa tenho lido tudo que postado aqui, e achei muito legal a postagem ref. o permesso di Soggiorno. Vc sabe me dizer o modelo desta carta de hospedagem, e outra coisa nunca tinha lido ref. ao cartão de seguro sanitario oque seria isto, e como faço para conseguir.

 

Muito obrigada...

Deus abençoe grandemente todos que aqui procuram e conseguem ajuda.

Um forte abraço

Jerusa

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Pessoal,

 

Espero que alguém possa me ajudar numa situação que está ocorrendo no meu processo de cidadania italiana. Bom, eu tenho alguns parentes, por parte de mãe, que já obtiveram a cidadania e agora, recentemente, o meu irmão conseguiu a dele. Ele estava esperando já há uns 8 anos. Eu estou me preparando para tirar a cidadania direto na Itália. Contratei, para coletar toda a documentação desde o meu parente italiano, o mesmo escritório que já havia feito o processo para a minha família. Quando acertamos tudo, o advogado me falou sobre a possibilidade de eu conseguir uma assessoria lá na Itália, que ele tinha pessoas de sua confiança para me indicar, etc.

Eu achei o valor alto, mas não disse nem que sim, nem que não. Ok, até aí tudo bem, mas agora que os documentos estão prontos para serem enviados para legalização no MRE, eu disse que não estava interessado em utilizar a assessoria dele, que queria fazer eu mesmo, já que sei falar italiano e venho pesquisando há algum tempo sobre isso e tal...

Bom, ele me alertou de várias maneiras, de que o barato sai caro, que pode acontecer isso e aquilo. Só que o que me deixou em dúvida é que ele disse que havia preparado todo o processo contando que eu iria utilizar a assessoria dele, e por isso, tinha deixado algumas lacunas, do tipo retificação de sobrenome do antepassado. Aí eu fiquei meio ressabiado, porque eu quero fazer sozinho a cidadania, sem assessoria, mas sem essa retificação eu não sei se dá. Eu li em blogs que alguns comunes aceitam os nomes com alterações pequenas, e o meu nome só muda de Falavigna (italiano) para Falavinha (brasileiro). Então essa é minha principal dúvida, será que é arriscado eu ir sem a retificação? Junto com essa dúvida veio outra: Se a cidadania já saiu para meu irmão (eu sei que um processo iniciado no Brasil nada tem a ver com um direto na Itália) não significa que já foi feita a retificação? Ou até mesmo que foi tolerada essa diferença no nome?

Desculpem o longo texto, mas é que, claramente, o advogado quer que eu use a assessoria dele na Itália, só que eu paguei caro pra juntar essa documentação aqui no Brasil, independente de tentar sozinho lá ou não.

 

Grazie!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Duvidas ref. a solicitação de IURIS e permesso di Soggiorno...

Primeiramente gostaria de esclarecer um problema que não sei como solucionar, meu marido e eu no desespero em conseguir a cidadania de maneira menos trabalhosa contratamos uma assessoria, passamos todos os documentos para ela, com isto ela deu entrada na solicitação de IURIS na comune dela. Porém apos analisar os valores e também o processo todo de cidadania verificamos que o valor cobrado era muito alto, pedimos então que cancelasse. Mais ela retornou dizendo que ja tinha dado entrada e que teremos problemas para dar entrada em outro comune, pois eles não gostam de receber varias solicitações. Isto é real ou não, estamos nos sentindo sem saida. Por favor nos ajude...

Outra coisa tenho lido tudo que postado aqui, e achei muito legal a postagem ref. o permesso di Soggiorno. Vc sabe me dizer o modelo desta carta de hospedagem, e outra coisa nunca tinha lido ref. ao cartão de seguro sanitario oque seria isto, e como faço para conseguir.

 

Muito obrigada...

Deus abençoe grandemente todos que aqui procuram e conseguem ajuda.

Um forte abraço

Jerusa

 

Jerusa...

Cuidado com o golpe da assessoria... é muito comum isto.

Primeiro: pra vc dar entrada no seu processo voce tem que ter a residencia confirmada. Voce tinha o certificado de residencia onde supostamente a assessoria deu entrada no processo?

Segundo: nao existe um valor para se fazer a cidadania. Voce diretamente no comune na Italia ou no Consulado Italiano no Brasil nao pagara nada. Lembre-se que voce esta pagando alguem pra facilitar sua vida, sendo que voce mesmo poderia faze-lo. Ok?!

Sobre a questao do permesso di soggiorno, ele é importante pra quem entra na Italia pra fazer a cidadania. Na maioria das vezes voce fica mais de 3 meses esperando o processo, sendo assim, expira seu visto de turismo.

Voce misturou varias informaçoes acima. A hospedagem é pra que vem pra Italia e tem um motivo pra entrar e ficar... tipo, voce ficara hospedada na casa de fulana. Nem precisa de uma carta, desde que voce de as informaçoes precisas ou alguem te espere no aeroporto. Com relaçao a tessera sanitaria, voce somente podera fazer, quando, em posse do certificato di residenza, ir até o orgao responsavel no comune pela saude. Ali voce fara sua inscriçao, escolhera um medico e aguardara o cartao no endereço de sua residencia.

Qualquer duvida, entre em contato. ::tchann::

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!

Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.

Entrar Agora


×