Ir para conteúdo
  • Faça parte da nossa comunidade! 

    Encontre companhia para viajar, compartilhe dicas e relatos, faça perguntas e ajude outros viajantes! 

RELATO PUCON/SANTIAGO COM CAJON DEL MAIPO


Posts Recomendados

  • Membros

Agradecimentos ao Flavio http://flaviocorreialima.com/tag/cajon-del-maipo/, Camila http://www.viaggiando.com.br/ e Leo RJ e claro a todos que contribuíram nos tópicos Pucon, Santiago, Cajon e dicas chilenas.

 

10- fevereiro- São Paulo- Santiago

No aeroporto fomos procurar um caixa eletrônico para sacar pesos. Um funcionário da Transvip insistiu que fossemos com ele. Perguntei onde era o caixa ele nos levou para um sem dinheiro e informou que aceitava cartão de credito e disse que não havia outro no local! Espertinho..

Procuramos e achamos no mesmo piso um funcionando, mebora outros dois estavam tb sem dinheiro.

Pegamos o onibus da Tur Bus para o terminal Alameda por 1.900 pesos por pax.

Chegando lá, guardamos as malas (custodia) por 1.800 pesos por mala. Emitimos os tickets das passagens para Pucon. Já havia comprado duas semanas antes pela BossaNova Turismo conforme indicação daqui. Porém paguei o cambio super alto, maior que das casas de cambio e uma taxa de R$ 17,00 por pax ida e volta. Foi mais caro, porem não ia correr o risco de ficar sem passagem na alta temporada.

 

Pegamos o metro para a estação Moneda. Andamos ate a plaza Moneda, esta vazia (domingo) assim como a cidade. Me lembrou muito o centro de Sp, mas sem as pichações e a sujeira. Mendingo tinha bastante. Fomos ate Plaza, almoçamos por falta de opção, já estávamos com muita fome mesmo, pois saíamos as 05:30 de casa. De la fomos ao cerro de Santa Lucia. Bem bonito, arquitetura interessante. Depois san cristoban, mas estava lotado de crianças por causa do zoo. De la fomos ao patio bellavista, (deviamos ter almocado por la.) mas enfim demos um tempo e voltamos de metro para a rodoviária.A31.JPG.85cfb667dfc6a5c56ac59bab17d447b3.JPG

O ônibus saiu pontualmente. Fomos de semi cama, mas recomendo o saloon cama, pois bati a perna direto na poltrona.

 

11/- fevereiro- Púcon

chegamos as 08:00. Cidade fantasma, frio e chuva. Fomos ao hostal que reservei p/guardar as malas. Chegando lá, houve uma confusão com a reserva, o que foi bom, porque não gostamos do local. A administradora nos liberou sem pagar a hospedagem via hostelworld, somente a taxa de reserva de u$ 11,00 e fomos procurar outro.

Na avenida principal achamos um hotel, e a Sra Ximena foi muito simpática, e depois de chorar bastante, ela baixou a diária. Quarto e WC limpissimo, bom café da manhã. Recomendo: http://www.hoteldelmontanes.cl

Ficamos pesquisando passeios nas diversas agencias da cidade, aguardando liberação para o subida do Villarica e meu programa de de caiaque no lago villarica foi para o espaço...

A noite fomos no hostal do LeoRJ para conversar e conhecer o local para outras oportunidades. Ele nos deu várias dicas.

 

12/02- Pucon

Alugamos um Suzuki básico na Pucon Rent a Car (mas tivemos problemas na devolução, cobrança maior que o combinado). Nas outras empresas não havia mais veículos no dia.

Paramos rapidamente em Villarrica (cidade ou povoado não sei) e continuamos no roteiro Panguipulli-Puerto Fuy , embora não chegamos no ultimo, porque havíamos rodado bastante e devido a chuva não estava muito legal as paisagens.B-rota18.JPG.c73040756a9a21d5af88b90ae271581e.JPG Na volta nos perdermos...imagina perguntar p um frentista de posto em portunhol! Passamos uns 50 km..ate chegar na estrada certa. Achei pouquíssimo sinalizadas as estradas, entradas importantes para cidades não eram informadas.

Esticamos ate o vulcão Villarica de carro mesmo até a cafeteria (1400m). como passava das 18:30 estava super frio, com muita neblina, mas foi muito legal ter a sensação de pisar lá, já que a escalada estava com poucas chances. Um casal de chilenos ficou preocupado com nosso carrinho baixinho e veio nos acompanhando na volta caso tivéssemos problemas! Foram super gentis, como todos na viagem.Bvv28.JPG.f4b3e078ff4683f14e8618ac9b7331a4.JPG

A noite a Politur fechou um grupo para a ascensão do vulcão! Mas falaram que havia chance de não rolar devido ao tempo. Compramos felizes da vida, experimentamos a roupa, botas, fomos no supermercado comprar comida.

 

 

13/03-Pucon

 

A Sr Ximena da pousada antecipou nosso café da manha e ate deixou sanduíches para levarmos, uma fofa!

Mas as 05:30 começou a garoar. Fomos assim mesmo ate o local de encontro e todo mundo com cara triste! Esperamos meia hora e infelizmente não pudemos ir pois no Villarica estava chovendo mais ainda! Foi a nossa maior frustração! E a previsão do tempo era mais chuva nos próximos dias não podíamos esperar devido ao retorno do vôo e trabalho na segunda!

Para não perder o dia saímos as 8:30 de carro, fomos para Camburguia (2.000 pesos por carro) bem bonitinha a Lagoa Azul, ainda bem sem os turistas do Tour pela Zona (passeio saindo as 14:00 com esse destino). Depois fomos a Playa Negra e Branca. SAM_0158.JPG.74052b360e278bfeee0a0f72107fb506.JPG

Voltamos rapidão, e fomos para o Parque Nacional Huerquehue( 4.600 pesos por pax). Achei que esse ultimo ira ser incrível, pois o caminho era subida, e cheio de montanhas, com paisagens muito interessantes.

Fizemos o roteiro da maioria ( 7 km ate as 3 lagoas). Demorou horas para as tais! Subidas fortíssimas, barro, escorregões!

E bem cheio de gente. Interessante ver as arvores enormes e famílias fazendo a trilha, mas o nível é bem difícil e eles não informam na entrada. E não avisaram gente com criança de colo e até uma velha com muleta! Achei decepcionante, mas cada um tem sua opinião.SAM_0213.JPG.1c3661522a1ef32e367e3268a07d8519.JPG

 

Voltamos exaustados, devolvemos o carro as 18:00 e rolou um stress como citei acima, mas com uma certa briguinha chegamos a um acordo.

As 21:30 pegamos o ônibus para Santiago, com dor no coração de deixar Pucon.

 

14/02- Santiago

Chegamos umas 08:00 no terminal Alameda.

Nosso planos eram:

Alugar um carro/ir para Cajon Del maipo- visitar Embalse e termas del Plomo. Dormir em um hostal que demorou p caramba p responder mas parecia legal e na verba. Dica do Flavio do blog. E no dia seguinte trilha do Parque nacional el morado./voltar sexta a noite dia 15 e fazer check in em Santiago/Dia livre Santiago e domingo de manha retornar ao Brasil.

 

Fomos para a Chilean rent a car de táxi saindo do terminal. O primeiro queria 13.000 pesos e o velhinho da rua fez 8.000. Nunca entre em um táxi sem negociar antes!!

Chegando la não tinha carro algum, pois não fiz a reserva devido a enrolação de esperar mais um dia para escalar o villarica. Achei que se em Pucon conseguimos imagine em Santiago. A cidade estava tranqüila devido as férias.. bom usei o wifi deles apesar das caras feias p/ achar outros carros e nada. Tudo fechado ainda, exaustos da viagem e da trilha anterior, nervosos e com fome. Foi um momento bem chato.

Resolvemos ir para o flat que reservei para o dia 15/02 la perto na providencia.

O Sr Pacheco gerente foi incrível, guardou nossas malas, falou p irmos tomar café da manha e na volta ele deixaria usar o telefone e wifi.

Tb ligou para uma agencia de locação, para o valor estava quase o dobro + 5.000 GPS. Bom, lei da oferta e procura...

Resolvemos passar o dia em Santiago e ir no dia seguinte e ficar ate sábado na região de cajon.

Liguei a tarde toda p/ agencias do q achei no Google, e a maioria tinha que devolver o carro sábado as 14:00 (sendo que são de 2 a 3 horas de carro de ida ou volta). Não valia a pena.. e a pousada que reservei não atendia o telefone e nem respondia mais os emails. Como tem pouca hospedagem na região, não arriscamos.

 

Falando um pouco do bairro e flat. http://www.booking.com/hotel/cl/frontera-apart-ltda.en.html

Recomendo o local, pagamos U$ 60 de diária, decoração moderna, com uma sacada linda, cozinha, banheira, serviço de limpeza e a 300 metros do metro Pedro de Valdivia e 500 m do shopping novo o maior da América latina o Costanera . E telefone grátis para Santiago. Ajudou muito! Mas cada ape tem um decoração diferente, mas mesma estrutura.

Ruas de comercio à esquerda (lanchonetes, cambio, informações turísticas) e a direita, só prédios baixos com muito verde, foi bem legal caminhar de nessa direção, ruas largas e limpas, poucos carros.

 

15/02 – Parque nacional el morado – Cajon Del maipo

Como não tinha carro fomos com a Turismontana, que o pessoal daqui do mochileiros indicou.

Liguei para eles e reservei, embora já estava falando com o Raul por email no Brasil. Eles tem perfil no Facebook e vc vê todas as saídas deles para a região. Na alta temporada sai quase todos os dias.

Fomos as 07:30 Plaza Itália; engraçado que em Santiago fazia uns 30 graus mas de manha é frio.

Vimos uns caras com mochilas, bastões de caminhada, todo o look trekking e perguntamos para eles. E eles iam também.

O Raul chegou uma van acabada de velha, mas encaramos. Foram 3 horas e meia, ate la, porque parou no supermercado e lanchonete em san Jose Del Maipo. Fomos comendo poeira ate la e amaldiçoando as locadoras de carro! A região em si parece ser bem fraca, pouca infraestrutura.

No caminho um dos rapazes mostrou o vulcão San Jose no meio das montanhas, e comentou que já o escalou mas foram 2 dias e acampando.SAM_0245.JPG.861e12361957f2bf1478f5b23a7ffbfe.JPG

Chegamos a banos Morales e fomos para a trilha do parque as 11:00!

O Guarda florestal anota seus dados e recebe 20000 pesos por pax. Mostrou o mapa, foi muitíssimo simpático. Informou que deveríamos voltar ate 18:30.

Todos os 8 km de ida foram demais, valeu a pena tudo aquilo. Montanhas, campos verdes, flores, laguna e picos com gelo ao fundo. E o melhor pouquíssima gente, no horário que chegáramos tinham 6 anotadas. A trilha foi fácil no começo um pouco de subida e muita pedra, mas depois estabilizou;

Vimos muitos pássaros, lagartos. Não parava de tirar fotos.

No final da trilha vimos o Glacial El morado. Um francês na nossa frente voltou pq não tinha mais trilha. Mas fomos ate uma caverna, quase caindo nas pedras que estavam rolando em direção a água que vinha das montanhas. Foi meio complicadinha essa ultima parte. Tocamos o gelo, não tinha mais sol, caiu bem a temperatura. Ficamos um pouco lá, porque haviam pedras caindo do glacial.

Foi super recompensador.SAM_0449.JPG.7e8f6c1d7543ca30faddeddf5c80ba4d.JPG

Fizemos de volta os 8 km em 1 hora e 40 minutos e parando menos para as fotos.

Eram 16:15 e nos últimos km vimos dois guardas florestais a cavalo observando as pessoas para ver se estavam voltando.

Demos baixa na portaria as 16;30 e esperamos a van as 17;30 na entrada dos banos Morales. Queríamos ir em uma trilha para vizualizar o vulcão San Jose como o guarda orientou, mas não tínhamos mais perna.. Saímos as 18:00 (ate o Raul falar com todo mundo, pegar umas pessoas). E chegamos as 20:30 em Santiago cheios de poeira para pegar o metro ate o flat.

SAM_0347.JPG.0d22aa084dc7f3e8cdb3eddf05b95718.JPG

 

16/02- Finalmente dormimos ate tarde umas 10:00 da manha. Fomos ate outlet da adidas (mesmos preços das daqui)

Eu fui p o shopping comprar jeans Calvin Klein por 25.000 (100,00 reais) que havia visto em uma das três lojas de departamento mas não sabia qual era. Rodei todas e fiquei esgotada, mas achei. Ah o numero la foi maior que as que comprei nos USA e Brasil (deve ser pq foi feita na Argentina..rs); Então não comprem para alguém porque vai dar problema! Dica: a Tur bus da um ticktet com 20% de desconto nessa mesma loja mas na unidade ao lado da rodoviária. Me arrependi de não ter comprado algumas coisas como bota( que só tinham esse modelo por lá) e casacos, mas deixa para lá, isso é menor das coisas em uma viagem.

Comprei mais uns presentinhos enquanto isso meu marido foi no hipódromo no Chile. Ele tb achou o pessoal de lá ótimo, foram prestativos e ajudaram na tradução dos termos técnicos das carreras no Brasil.

 

17/02- Volta para o Brasil. O taxista atrasou 15 minutos e a imigração estava lotada, mal deu tempo de passar no free shop. Ainda bem que fiz o checkin on line e ganhamos 30 minutos.

 

 

Sugestões Pucon

Fazer o passeio das cavernas vulcânicas. Pelo menos para a gente que não tem vulcão no Brasil é interessante. Fica no caminho do vulcão a esquerda. Paga-se direto 15.000 pesos. Se for por agencia é 35.000, mas tem transporte.

Ir nas termas geométricas a noite.

Levar um casaco impermeável mesmo no verão devido a chuva ou comprar lá como eu fiz

Levar um gps do Brasil, pois o aluguel é caro, quando tem disponibilidade.

Passar pelo menos 5 dias.

Ver vôos diretos pela Lan. Comi bola, pq resgatei minhas passagens com milhas duas semanas e meia antes (abriu uma janela no meu trabalho e deu bode de ficar no Carnaval aqui no Brasil) e peguei Santiago ida e volta. Deveria ter ido direto para Temuco. Não sei os preços, mas com antecedência tudo melhora. Vale a pesquisa.

 

Impressões Pucon

A cidade é uma graça lembra Gramado (infra) e ao redor Canela com suas flores e vegetação.

E uma cidade turística, cheia de estrangeiros e portanto preços meio salgados, mas nada absurdo. Pesquise os passeios, esses sim são caros. Vale a pena alugar um carro com uma galera do hostal ou ate pedir carona o que é comum por lá

A mulherada é piriguete. Em Santiago tb! Sorte dos caras

 

 

Impressões Santiago

Cidade bonita, mas acho que dois dias inteiros esta bom. Ver parques, shoppings, vinhedos não é minha praia.

Solteiros é melhor se hospedarem na Bellavista perto dos bares pq Providencia é devagar nesse quesito.

Táxi é barato, mas negociem antes.

Metro e a melhor forma de se locomover.

 

 

 

O que precisarem é so perguntar!

Obs: as fotos ficaram bem reticuladas, não sei pq..

SAM_0317.JPG.3d0374d9575ebcd4169c4bf820176562.JPG

SAM_0350.JPG.fc2d8ebac30f2e05ea8bed00a9059a60.JPG

SAM_0465.JPG.a483726f6c89b257845ee45dae42c0bc.JPG

SAM_0163.JPG.cf5757847b9de15f8a2fdffb9e09b459.JPG

Link para o post
Compartilhar em outros sites

  • Membros

Renata,

 

Parabéns pelo relato. Eu e minha esposa iremos para o Chile em abril. Vamos fica 8 dias completos (sem contar os dias de vôo) e montamos um roteiro muito parecido com seu, com Santiago, Pucón e Cajon. O que menos temos informações é exatamente sobre Cajon, e é aí que venho com perguntas. ::otemo::

Primeiro sobre a Turismontaña. Eles fazem somente o transfer? Não acompanham durante a caminhada? Porque o preço é muito menor que o do Jorge (http://jorgeexcursiones.cl/). Porque no face, vi que cobram 8.000 por pessoa. E você falou no relato sobre 20.000 para acesso ao parque. Esses 20.000 são por pessoa também, totalizando 28.000 por pessoa?

A minha segunda dúvida é sobre a trilha. Não somos muito acostumados a trilhas, mas não temos problemas em andar muito. Fizemos muita coisa a pé quando fomos à Europa e à Buenos Aires. Mas você acha que a trilha é complicada para quem não tem muita prática em trilhas? Você acha que pessoas com esse perfil seriam capazes de chegar ao glacial (como te disse, não pelo condicionamento físico, mas pela complexidade)?

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Membros
Renata,

 

Parabéns pelo relato. Eu e minha esposa iremos para o Chile em abril. Vamos fica 8 dias completos (sem contar os dias de vôo) e montamos um roteiro muito parecido com seu, com Santiago, Pucón e Cajon. O que menos temos informações é exatamente sobre Cajon, e é aí que venho com perguntas. ::otemo::

Primeiro sobre a Turismontaña. Eles fazem somente o transfer? Não acompanham durante a caminhada? Porque o preço é muito menor que o do Jorge (http://jorgeexcursiones.cl/). Porque no face, vi que cobram 8.000 por pessoa. E você falou no relato sobre 20.000 para acesso ao parque. Esses 20.000 são por pessoa também, totalizando 28.000 por pessoa?

A minha segunda dúvida é sobre a trilha. Não somos muito acostumados a trilhas, mas não temos problemas em andar muito. Fizemos muita coisa a pé quando fomos à Europa e à Buenos Aires. Mas você acha que a trilha é complicada para quem não tem muita prática em trilhas? Você acha que pessoas com esse perfil seriam capazes de chegar ao glacial (como te disse, não pelo condicionamento físico, mas pela complexidade)?

 

Obrigada.

Eu escrevi errado eram apenas 2.000 pesos! ::putz:: a entrada. Ou seja foram 10.000 pesos a viagem toda. Não precisa de guia não, tem placas é so seguir a trilha, é muito simples. A maioria do percurso é plana, so o começo e final que é subida mas nada absurdo. Qq pessoa mesmo q sendentaria consegue pelo menos ate a laguna el morado ( 6 km).Só ate esse ponto valeu a viagem Importante levar 2 litros de agua (1 para cada) e barrinhas de cereais, bolachinhas para dar energia, alem de boné, protetor solar e um tenis bom. Já não recomendo a trilha do parque nacional em Pucon, é pura subida.

 

Falei bastante com o Jorge achei ele bem legal, mas o dia nao casava com o meu. Só tinha sexta ou sabado.

Ainda acho que meu plano de alugar um carro é a melhor opção devido ao conforto pois a Van era muito velha mesmo, deu dor nas costas. Um ranger sai por uns 40.000 pesos com IVA incluso. Fora GPS (necessário). Gostaria de ficar mais la e explorar a região, as termas, Embalse (represa) , tem cavalgada no El Toyo, rafitg e ate vinhedo. Mas nao tem informação mesmo... estou uns 6 meses procurando, ainda quando pretendia viajar ano passado...

Uma maneira de ver um pouco é jogar no Google (imagens) ou Instagram essas palavras chaves.

 

Começe a seguir no face, a turismontana, pois uma semana antes, teve deslizamento de terra e a estrada de acesso foi fechada. Eu soube por ele no face que os passeios seriam cancelados e que depois de 2 dias tudo voltou ao normal (teve agencias de turismo em santiago informando que nao era possivel a viagem por isso e tentando me vender outros passeios mais caros)

 

CURIOSIDADE: o melhor passeio em santiago segundo o trip advisor é justamente esse com a Ando Andes por uma bagatela de 65.000 pesos!

http://www.andoandes.cl/tours/glacier-Hike.html

Diferença: guia, carro bom e lanche.

 

QQ coisa estou a disposição

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Membros

Renata,

 

Tenho que te agradecer mais uma vez. Ótima ajuda para mim que ainda estou montando esse trecho do meu roteiro. Tenho conversado com o Jorge e ele tem realmente sido muito atencioso. Mas como a diferença de preço é grande (25.000 pesos por pessoa) acho que vou fazer por conta própria.

Sobre o carro, se eu conseguir mais duas pessoas por lá que topem dividir, vou partir para o aluguel mesmo. Como estou tentando economizar para conseguir fazer o máximo de passeios possíveis, quanto mais barato ficar, melhor. Vi em alguns relatos também que tem como ir de micro-ônibus. Não sei se é mais confortável, mas também é uma opção. Esse tour aí de 65.000 está completamente fora do orçamento!!! ::lol4::

 

Também fiquei com uma dúvida sobre o passeio das cavernas vulcânicas que você citou. É no próprio vulcão Villarica? É tranquilo ir por conta própria?

 

Muito obrigado, mais uma vez.

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Membros

Imagina, fico feliz em ajudar.

tem carros a partir de 19.900 pesos + imposto 19% a diaria (era esses que eu estava contando). A estrada para Cajon é asfaltada, porem o ultimo trecho de san Gabriel ate banos morales/el morado é de terra e bem ruim. Acho q se for devagar da para ir, mas sinto mais segurança em ir de caminhonete ou algum carro alto, por isso indiquei ranger.

 

O passeio das cavernas vulcânicas é no vulcão Villarica. Quando fomos de carro, tinha uma placa no meio da caminho informando a esquerda cavernas vulcanicas e direita vulcão. Não fomos no primeiro, pois nao deu tempo, mas falamos com uns brasileiros que foram e deram a dica e nos mostraram varias fotos.

Nao faça o passeio tour pela zona em Pucon. Vai custar de 13000 a 18000 pesos por pax. Vc faz isso com o carro alugado e no horario que quer e ainda da para fazer mais coisa...

bem tenho certeza que ira adorar, so torcer para o tempo ficar legal, pq na região dos lagos é bem instável.

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • 2 meses depois...
  • Membros

OI Renata

achei seu relato bem legal, e estou pensando em fazer o mesmo roteiro. Foram 7 dias que vc gastou em tudo?

Galera do Mochileiros, estarei com marido de 07/06/13 a 14/06/13 em Santiago, se alguem se interessar a gente pode se falar para dividir carro e montar roteiro. Favor mandar msg tbem por e-mail e no face (Ieda Hi). Abraços

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Membros
OI Renata

achei seu relato bem legal, e estou pensando em fazer o mesmo roteiro. Foram 7 dias que vc gastou em tudo?

Galera do Mochileiros, estarei com marido de 07/06/13 a 14/06/13 em Santiago, se alguem se interessar a gente pode se falar para dividir carro e montar roteiro. Favor mandar msg tbem por e-mail e no face (Ieda Hi). Abraços

 

isso mesmo foram 7 dias. Se pudesse ficaria 4 ou 5 dias em Púcon e 2 apenas em Santiago , sendo um Cajon del maipo.

 

Boa viagem, Chile é incrivel. ::Ksimno::

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Membros

Obrigada novamente Renata, aproveitando, mais duas perguntinhas...

Vc acha que é facil achar a passagem para Pucon ou tem que reservar? vou em junho...

Para fazer os passeios (Ojos de Caburgua , Lagoa Azul, etc) vc acha que compensa alugar carro ? quanto foi o aluguel?

valeu!

Link para o post
Compartilhar em outros sites

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!

Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.

Entrar Agora
×
×
  • Criar Novo...