Ir para conteúdo

20 dias de Primavera - Paris, Londres, Amsterdam e Berlim


Posts Recomendados

  • Membros

Olá compas!

Já há alguns anos acompanho as discussões e planejo minhas viagens a partir daqui. É a primeira vez que me atrevo a escrever. A ideia é que a partir deste post eu perca a trava e contribua mais também ::hãã2::

Aliás aqui vai minha primeira dica: São Paulo – Paris - São Paulo por R$1.670,01 (tx incluidas), indo dia 20/04 e voltando dia 12/05, companhias Lan/Tam/Ibéria. Compramos pela Expedia em 10x no cartão.

Meu marido e eu ::love:: estamos arrumando as malas para pisar pela primeira vez nessas capitais incríveis.

Nosso roteiro até o momento é o seguinte:

8 dias em Paris

5 dias em Londres

4 dias em Amsterdam

4 dias em Berlim

O que vocês acham dessa distribuição dos dias? E a sequência entre as cidades, é a melhor opção?

 

Hospedagem

Locar um apartamento parece que fica mais barato do que hostels. Entrei em contato com alguns anunciantes do site http://www.homelidays.pt/ , indicado por uma amiga. Em Paris, na região central, encontrei um apto por 70 euros a diária. Estou achando caro, mas não encontrei nada por menos que isso sem compartilhar quarto.

 

Transporte

Achamos mais gostoso andar de trem. Primeiro por não ter aqui no Brasil, depois por poupar todo o trâmite de aeroporto, que geralmente ainda ficam distantes dos centros das cidades. Isso vale para essas Capitais? É importante comprar as passagens com antecedência ou as taxas de conveniência não compensam?

Voltamos de Paris para são Paulo no dia 12/5 bem cedo de manhã. É muita doideira pensar em pegar um voo a noite para Paris e já ficar no aeroporto?

Para o transporte dentro de cada cidade qual é a forma mais econômica? Há um ticket de metrô/bus várias viagens?

 

Comprar entradas antecipadamente

Em Paris, eu já estou ligada que é preciso comprar o ingresso da Torre Eiffel daqui para evitar a fila. Que outros locais são assim também? Há tickets para vários museus e pontos turísticos que valem a pena nessas cidades?

Link para o comentário
  • Respostas 21
  • Criado
  • Última resposta

Mais Ativos no Tópico

  • Membros de Honra

Bem-vinda ao fórum.

 

Parece uma boa distribuição. Se achar tempo demais em algum lugar, você pega o trem e vai para os arredores, todas as cidades são bem conectadas nesse sentido.

 

70 euros para Paris é um preço excelente. Em qual bairro exatamente?

 

Isso que vocÊ falou sobre meios de transporte vale para as capitais. De Paris a Londres você tá bem conectada com trens e entre as duas e Amsterdã você terá que fazer uma conexão na Bélgica. Indo para Berlim também tem uma conexão pelo caminho e é um deslocamento um pouco longo, por volta de umas 6h. Para o meu gosto, eu preferiria trem mesmo assim, pois a burocracia de um vôo é um porre na minha opinião.

 

Isso de passar a noite no aeroporto foi exatamente o que eu fiz. Não foi agradável, foi desconfortável e quase passamos fome, hehe. Achei que era que nem no Brasil, tudo funcionando o tempo todo, lanchonetes abertas de madrugada, mas que nada. Lá fecha TUDO. O aeroporto fica um deserto e tem uma meia dúzia que fica nas cadeiras. Eu não morri e acho que pela economia faria de novo, mas minha esposa tem arrepios só de lembrar.

 

Dentro de cada cidade há a melhor opção. Para Paris, você compra 10 tickets e saem com desconto, basta pedir e o atendente vai entender. Em Londres, com 5 dias ou mais o negócio é o Oyster Card, leia (tudo) e entenda:

 

http://mapadelondres.org/2013/05/quanto-dinheiro-colocar-no-oyster-card/

 

Para Amsterdam, há tickets diários que saem mais em conta:

 

http://en.gvb.nl/ovinmamsterdam/pages/bestdeal.aspx

 

Mas é bom ver que há algumas restrições:

 

http://www.ducsamsterdam.net/transporte-publico-amsterdam/

 

Berlim tem um negócio parecido, há tickets que são armadilhas para turistas e outros que valem mais a pena, mas no momento não me recordo como é. Daqui a pouco alguém comenta.

 

Em Paris, tirando a Torre, não me recordo de nada que precise ser comprado antecipadamente. O Paris Museum Pass costuma ser uma boa SE você comprar o de 4 dias ou mais e fizer a conta, de acordo com as atrações listadas no passe e que você deseja ver.

 

http://en.parismuseumpass.com/rub-museums-monuments-by-name-5.htm

Link para o comentário
  • Membros de Honra

Em Berlim, se você for fazer mais de 4 viagens de metrô por dia é melhor comprar um ticket diário. Caso não for andar muito de metrô, compre 4 tickets, tem desconto se comprar 4 tickets por vez.

 

Só não esqueça de validar o ticket antes de embarcar no metrô em Berlim, pois não tem catracas, só uma maquinha para carimbar o ticket na plataforma de embarque, caso você seja pego sem o ticket validado, e multa é bem salgada...

 

Em Berlim não deixe de subir na cúpula do Reichstag, mas para subir na cúpula você tem que fazer reserva com antecedência, é de graça, não custa nada, mas você tem que reservar um horário com antecedência.

Link para o comentário
  • Membros

Eu achei os dias bem distribuídos.

 

Paris é bem caro, 70 euros é uma pechincha.

 

Em Londres, compre o Oyster Card de 5 dias, você vai gastar umas 40 libras, mas terá metrô 'de graça' por todos os 5 dias. Lembrando que, uma ticket avulso custa 4 libras!

Em Paris tem um ticket que custa 33 euros e vale por 5 dias, no mesmo método, use quantas vezes que quiser. Mas, como o ticket de lá é bem mais barato comparando Londres, acho que vale comprar de 10 em 10 (que tem desconto).

 

Eu adoro andar de trem, então eu recomendaria fortemente, e compre com antecedência, trechos entre capitais são mais caros e tem desconto se você compra antes. Por ex.: Londres -> Paris, com 3 meses de antecedência, você paga em torno de 50 euros, se comprar no mesmo dia você vai pagar até 180 euros.

 

Ah, para o ingresso da Torre Eiffel, fique de olho no site, eles abrem com 3 meses de antecedência, para compra, e se esgota rápido. Aproveite e dê uma olhada pela internet o horário do por do sol, daí você compra o ingresso num horário que ainda seja de dia, então você verá Paris de dia, o por do sol e de noite (não tem limite de tempo para ficar lá em cima).

Link para o comentário
  • Membros de Honra

Eu não sou muito fã de comprar ingressos para atrações com dia e hora marcada com antecedência, pois, você não tem como saber como estará o clima quando você chegar lá, pode por exemplo estar chovendo neste dia, ter neblina e boa parte da cidade estar encoberta,, o que é relativamente comum, você mudar de plano quando estiver lá, etc... Comprando lá na hora, dá para escolher o melhor dia para subir, se puder escolher um dia com sol, a vista será muito melhor!

 

Com certeza você vai pegar um pouco de fila, mas em Abril/Maio (desde que não seja no final de semana), as filas não estarão tão grandes ainda, e dá para você comprar lá na hora, chegue umas 2 ou 3 horas antes, compre o ingresso, e enquanto espera a sua vez de subir, vá o Trocadero e tire dezenas de fotos...

 

Ou seja, avalie se você quer arriscar comprar ingresso antecipado e correr o risco de pegar um clima ruim justo no dia, ou então encarrar a fila. Se você tivesse pouco tempo em Paris, eu não pensaria 2 vezes em falar para você comprar o ingresso antecipado, mas como você tem bastante tempo em Paris, acho que vale a pena perder um tempinho nas filas, só para poder escolher o melhor dia e hora para subir e ter uma vista muito melhor.

Link para o comentário
  • Membros de Honra

Comprar com hora marcada é uma aposta. Se não comprar, vai perder tempo com filas e tempo é uma mercadoria muito preciosa. Mas, se comprar, pode se dar mal, como foi o meu caso. Não peguei fila nenhuma, mas no dia choveu e fez frio pra burro, quase desisti.

 

Mas há alguns casos em que a única desvantagem da compra antecipada é estar preso a um horário. É o caso da Casa de Anne Frank. Comprou antecipado, não tem filas, na hora, tem filas que podem ser bem grandinhas. Se chover, tanto faz, o lugar é fechado.

Link para o comentário
  • Membros

eu também não sou muito fã disso que comprar ingresso com antecedência. as únicas exceções que já fiz foram em machu picchu e alhambra - ambas pq esgotam e daí tu fica refém de agência, o meu pavor.

muitas vezes nem tem tanta fila assim, tem o lance do dia não estar legal, como o adriano falou e outra: você pode ter arrumado assunto em outra parte da cidade. além disso, você pode mudar de idéia e resolver não fazer mais aquele passeio.

o que eu sempre faço é entrar no site e ver os horários de funcionamento. alguns dias o lugar fecha, outros fecha mais tarde, tem horários mais baratos. essa noção sim eu acho relevante.

 

sobre esses passes que dão descontos, também acho que são poucos que compensam. novamente, vale ver o que você realmente visitará para fazer as contas.

 

quanto aos múltiplos, o de paris compensa - mas pense em qual comprar, pq ele só cobre determinada área: CDG, eurodisney e versailles, por exemplo, estão fora.

dependendo da quantidade de deslocamentos, esse metrô infinito não compensa: em londres, fiquei cinco dias e comprei o vale para um dia por uns três dias. minha amiga comprou o oyster e depois comparamos: o meu valeu muito mais à pena. se, por exemplo, você fizer um bate e volta em um dos cinco dias, a vantagem some.

 

sobre trens entre capitais: muito mais prático, sem stress. chegar no centro sem toda a burocracia de espera avião parar, sai todo mundo em fila indiana, pega mala, descobre como chegar ao centro...pra mim, não tem comparação <3

Link para o comentário
  • Membros

Obrigada pelos toques. Todos estão sendo muito importantes.

Acabamos de fechar a última hospedagem, o que dá um imenso alivio. Como tudo era flexível e todas as possibilidades pareciam incríveis foi muito difícil fechar tudo. Queríamos articular as coisas de modo a otimizar o custo x beneficio.

 

A primeira coisa que nos fez alterar todo roteiro inicial foi a questão de passar a noite na estação de trem ou no aeroporto. Eu já não estava gostando da ideia, depois de ler o comentário do Marcos caiu a ficha do tamanho do perrengue. Ainda mais que seria a noite que antecederia nossa volta ao Brasil, tipo 13h de trem + 11h de aeroporto + 18h de avião para trabalhar no dia seguinte - kkkkk nao ia rolar.

 

Sentida info que nos fez mudar tudo. Em um dos 100 mil emails que troquei com proprietários de aptos das quatro cidades, um cara de Amsterdã contou que dia 27 de abril é dia do reinado dos Países Baixos e que rola uma puta festa na cidade. Também é o dia do niver do maridão. Dois ótimos motivos para estar em Amsterdã nesse dia.

 

Transportes

Por mais que a gente super concorde com vc, Marcos, e nosso plano fosse fazer tudo de trem, os preços não colaboraram. As passagens de avião acabaram saindo mais baratas, algumas muuuuuito mais baratas. Nos assustaram ao preços dos trens, talvez isso seja porque não temos os três meses de antecedência que o Davi recomendou. Além de trechos que levariam 8h de trem poderem ser feitos em 2h de avião. O que faz muita diferença, tanto no preço, quanto nos tramites do aeroporto, é não despachar bagagem. Em nossa última viagem a Espanha fomos apenas com duas malas de mão e foi prefeito. Muitas vezes o valor da mala é maior do que o da passagem. Sem contar a facilidade na hora de pegar metro e ônibus, ou caminhar até a hospedagem. Sei que o mote aqui é "mochileiro", mas depois dos 30 as malas de rodinha tornam-se necessárias para a saúde de algumas colunas.

 

Acabamos comprando todos os trechos de avião, exceto Berlim - Paris. Nesse o trem saia um pouco mais barato e ainda economizamos uma noite de hospedagem dormindo no trem.

 

Passagens de avião:

/www.easyjet.com - foi onde encontramos os melhores preços e sem aquela esganação de ficar incluindo taxas e encargos depois, que multiplicam o preço inicial da passagem. Os valores abaixo são de duas passagens preço final no cartão de credito:

Paris-Londres R$384,44

Londres-Amsterdã R$268,31

Amsterdã-Berlim R$296,80

 

Passagem de trem:

www.raileurop.com.br - neste como em outros sites não conseguimos concluir a compra, apenas uma reserva que tem que ser confirmada por telefone. Se der alguma treta eu conto depois.

Berlim-Paris R$648,38 - cama 13h de viagem

 

Hospedagem

Procuramos em vários outros sites, mas o booking.com ainda nos pareceu o mais vantajoso. Apenas a reserva das 8 noites em Paris fizemos através de outro site. Por ser um período mais longo, locamos um apto e ficou mais barato. Os valores abaixo são todos para o casal:

 

1 noite Paris (ficavam muito mais barata a passagem para ir no dia seguinte de nossa chegada e achamos que seria mais confortável e que daria pra curtir um pouquinho mais) - €75,00 quarto duplo Hotel Eiffel Turenne

 

4 noites Londres - €304,46 estúdio com banheiro compartilhado

 

3 noites Amsterdã - €328,00 quarto duplo com banheiro privativo

 

8 noites Paris - €560 apartamento em Paris 1 - reservado através do site www.homelydays.com

 

Hospedagens e deslocamentos fechados, agora é hora de investigar cada destino. No próximo post comento mais as dicas de Adriano, Davi e Julia, e as de outros amigos que já andamos colecionando por aqui.

 

Valeu!

Bjs

Link para o comentário
  • Membros de Honra

Muitas pessoas tem uma ideia errada de que na Europa tudo é perto, e que todos os trajetos são baratos e podem ser feitos de trem, mas essa não é a ideia, muitas vezes a distância é bem grande e a viagem bem demorado quando se vai de trem. Ou seja, tem que avaliar cada trecho para ver o que é melhor, se o trem ou avião.

 

Um ponto que muitas vezes passa despercebido quando se cota passagens de avião e que é muito importante. É o custo do deslocamento ate o aeroporto, que geralmente é afastado e custa caro, e quando você leva isto em conta, muitas vezes o trem fica vantajoso, pois sai e chega do centro..

 

Por exemplo, no voo pela easyJet de Paris até Londres, você irá gastar 10 euros por pessoa de metrô até o aeroporto de CDG, o voo chegará em Luton, de onde você gastará mais 15.50 Libras por pessoa de trem até Londres. Ou seja, só no deslocamento Paris - aeroporto, aeroporto Londres você irá gastar mais R$ 210 de trem/metrô. Dando um custo total de R$ 600, em torno de 85 Euros por pessoa e gastar no mínimo 5 horas até chegar ao seu hotel. Não sei a data exata da viagem de vocês, mas para Abril, você consegue achar facilmente passagens no trem eurostar pelo mesmo preço, e muito mais prático, sem toda burocracia e restrições dos voos. Mas fazer o que, agora que já comprou, só resta aproveitar a viagem.

 

Outra detalhe, depende da sua sorte, mas a easyjet costuma ser bem chata quanto a bagagem de mão, se não estiver dentro dos limites deles, você terá que pagar na hora, e custará bem caro..

Link para o comentário
  • Membros de Honra

Gabriela,

 

O problema é que você pesquisou os trechos de trem nos sites errados, provavelmente induzida por propagandas maliciosas do Google. Raileurope é uma revendedora e quando você pesquisa os trechos de trem, eles não só omitem as promoções, como cobram sobretaxas. A Easyjet também omite sobretaxas, como a de bagagem despachada e de uso de cartão de crédito. VocÊ pagou 384 (uns 110 euros), ao passo que o trecho de trem comprado na Eurostar com antecedência começa a partir de 50 euros. Por fim, as estações de trem da Eurostar são mais centrais em Paris e Londres, você gasta menos tempo de deslocamento e costuma sair mais barato do que os transfers a partir do aeroporto. Fica a dica para as futuras compras.

 

Com relação a eventos, há vários na Holanda na primavera. Tem outros festivais rolando no Keukenhof nessa época, um deles o da Tulipa, no dia 3 de maio. Recomendo a leitura:

 

http://www.keukenhof.nl/br/

Link para o comentário

Participe da conversa

Você pode postar agora e se cadastrar mais tarde. Se você tem uma conta, faça o login para postar com sua conta.

Visitante
Responder

×   Você colou conteúdo com formatação.   Remover formatação

  Apenas 75 emojis são permitidos.

×   Seu link foi automaticamente incorporado.   Mostrar como link

×   Seu conteúdo anterior foi restaurado.   Limpar o editor

×   Não é possível colar imagens diretamente. Carregar ou inserir imagens do URL.


×
×
  • Criar Novo...