Ir para conteúdo
  • Faça parte da nossa comunidade! 

    Encontre companhia para viajar, compartilhe dicas e relatos, faça perguntas e ajude outros viajantes! 

Norte Argentino, Atacama, Salar de Uyuni, Paso Jama e San Francisco


Posts Recomendados

  • Colaboradores

17 º Dia 20/04/2014

Cafayate - Posadas – 1265 km

 

Este foi o primeiro dia do retorno, saímos as 5h da manhã e seguimos rumo a Salta, onde tomamos o café da manhã e novamente encaramos o Chaco, como era domingo e último dia do feriadão na Argentina as estradas estavam bem movimentadas, mas não tivemos problemas. Chegando em Corrientes ainda paramos no Supermercado Carrefour para fazer compras de vários produtos para trazer para o Brasil, como temperos, azeitonas, cerveja e outras coisitas mas.

 

Nesta noite dormimos em Posadas, no mesmo hotel que havíamos pernoitado no início da viagem.

 

598db989c7680_Frias2014-NorteArgentinaAtacamaeSalardeUyuni2601.JPG.bf4ce4adbcfd9f3ac63dcc35f21fd51e.JPG

 

18 º Dia 21/04/2014

Posadas – San Tomé – 160 km

 

Acordamos as 7h da segunda feira e iniciamos o segundo dia do retorno, pegamos algum movimento para sair de Posadas e já notamos a diferença entre o Chaco e os campos da região de Corrientes que se estende para o Rio Grande do Sul, no Brasil. Desta vez optamos pela fronteira de São Borja, que ainda não conhecíamos, atualmente a travessia é feito por uma ponte bem nova, onde é cobrado um pedágio bem salgado de R$ 35,00, nenhum problema para entrar no Brasil, também nenhuma inspeção no carro.

 

Assim que cruzamos a ponte, somos recepcionados por uma placa dando as boas vindas, engraçado como nos sentimos em casa logo depois de cruzar a ponte.

 

598db98a43c6a_Frias2014-NorteArgentinaAtacamaeSalardeUyuni2624.JPG.25bf4f28c13d2790d146da20912f1964.JPG

 

São Borja – Criciúma – 883 km

 

Em São Borja entramos na cidade que estava vazia, pois no Brasil ainda era feriadão, abastecemos e tomamos café, avisamos a família que já estávamos em terras Brasileiras e pegamos estrada novamente. Nós não havíamos lembrado a questão de ser feriadão tanto na Argentina como no Brasil, assim pegamos bastante transito na Argentina no domingo quando acabou o feriadão por lá e na segunda novamente pegamos muito transito no Brasil quando acabou o feriadão por aqui, que azar.

 

Seguimos pela BR-285 até Ijuí onde almoçamos, na televisão noticiavam congestionamentos em várias estradas do Rio Grande do Sul, assim resolvemos tentar uma rota diferente para evitar as rodovias principais, mas não tivemos sucesso na escolha, mas pelo menos conhecemos um novo caminho com belas paisagens que ficaram marcadas para uma visita futura. O caminho escolhido foi ir até Passo Fundo e depois seguir pela RS-324 que passa por Bento Gonçalves e Caxias do Sul, depois seguindo pela Rota do Sol até Terra de Areia, assim chegando à nossa querida BR-101 que nos levou até Criciúma para dormirmos tranquilamente na casa dos meus pais.

 

E assim encerramos mais uma expedição pelas estradas da América do Sul, esta viagem correu tudo como havia planejado e sem nenhum contratempo. O roteiro escolhido surpreendeu por suas paisagens, climas, culturas e tudo mais que envolve uma viagem deste tipo. Uma pena é que temos somente 20 dias para realizar estas viagens, pois para explorar bem cada região precisaríamos de uma vida toda viajando e ainda não seria suficiente. Agora nos resta iniciarmos a preparação para a próxima viagem, que ainda não temos destino definido. Queríamos Machu Pichu, mas ainda temos algumas dúvidas em relação ao tempo de viagem.

Link para o post
Compartilhar em outros sites

  • Respostas 52
  • Criado
  • Última resposta

Mais Ativos no Tópico

  • Colaboradores

Bom Galera.

 

Com o post anterior encerro o relato sobre nossa última viagem.

 

Se alguém tiver alguma dúvida estou a disposição, além de ter planilhas mais completas de gastos também há muitas outras fotos e detalhes que talvez não tenha lembrado de escrever.

 

Abraço.

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Colaboradores

Show Diego, que viagem maravilhosa, parabéns pelo Relato ::otemo::

 

Machu Picchu é show, vale a pena, estivemos lá de mochilão e queremos voltar de carro, mas é uma viagem pra uns 25 dias pelo menos, para aproveitar bem a região e o Lago Titicaca e ainda quem sabe esticar até Nasca e Ica e voltar pela Interocenica Sul entrando no Brasil pelo Acre ::otemo::

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Colaboradores
Show Diego, que viagem maravilhosa, parabéns pelo Relato ::otemo::

 

Machu Picchu é show, vale a pena, estivemos lá de mochilão e queremos voltar de carro, mas é uma viagem pra uns 25 dias pelo menos, para aproveitar bem a região e o Lago Titicaca e ainda quem sabe esticar até Nasca e Ica e voltar pela Interocenica Sul entrando no Brasil pelo Acre ::otemo::

 

Obrigado hlirajunior

 

Poisé estamos estudando, surgiu a possibilidade de realizarmos uma viagem indo pelo Paso Libertadores e voltar pelo Paso Agua Negra, mas ainda não temos nada definido.

 

Abraço.

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • 1 mês depois...
  • Colaboradores

olá Diego,

 

primeiramente, parabéns pelo relato, pelas fotos e pela fantástica viagem. Estou planejando um roteiro idêntico ao seu, para dezembro 14/janeiro 15, e surgiu uma dúvida que possivelmente vc poderá me ajudar. Quando vc foi ao salar de Uyuni, onde vc deixou seu carro? no hotel, na agência de viagem em estacionamento pago?

 

abs

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Colaboradores
olá Diego,

 

primeiramente, parabéns pelo relato, pelas fotos e pela fantástica viagem. Estou planejando um roteiro idêntico ao seu, para dezembro 14/janeiro 15, e surgiu uma dúvida que possivelmente vc poderá me ajudar. Quando vc foi ao salar de Uyuni, onde vc deixou seu carro? no hotel, na agência de viagem em estacionamento pago?

 

abs

 

Obrigado Paulinho

 

Deixei o carro no hotel, mas há hotéis que não aceitam você deixar o carro inclusive há relatos de alguns que cobram para você deixar o carro.

 

Mas quando fechei os pacotes na Colques já pedi uma indicação de um hotel que aceitasse deixar o carro sem custo, eles me indicaram o Quechua. Na verdade esta agência e o hotel tem alguma ligação, talvez até o mesmo proprietário, porque os veículos desta agência ficam estacionados sempre no hotel e algumas das expedições deles iniciam no próprio hotel.

 

É um bom hotel, com 6 quartos mas bem confortáveis, amplo estacionamento com sombra, café da manhã e wi-fi de qualidade, recomendo.

 

Qualquer dúvida estou a disposição.

 

Abraço.

Link para o post
Compartilhar em outros sites

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!

Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.

Entrar Agora

×
×
  • Criar Novo...