Ir para conteúdo
cecelobaere

Trens na Argentina

Posts Recomendados

Fala pessoal, peço licença aos moderadores para a criação deste tópico por força de utilidade pública.

 

A Argentina de forma geral tem a fama de ser costurada por intermináveis quilometros de linha férrea. E isso até é verdade, mas por conta das crises, dificuldades nas conservações do sistema e dos acidentes decorrentes disso na década passada, muitas conexões foram interrompidas por tempo indeterminado, e outras extintas de vez.

A verdade é que pesquisei a beça tanto aqui quanto fora e é difícil achar detalhes em sites brazucas sobre os trens Argentinos.

Essas informações são salutares sobretudo porque as passagens por trem são muuuito mais econômicas e caem muito bem no bolso dos mochileiros de grana apertada.

 

Corre notadamente a a lenda de um trem que faria o percurso Mendoza-Buenos Aires e vice-e-versa. Todos já ouviram falar disso mas ninguém encontra informações sobre o bendito trem. Para botar um ponto final (por enquanto) sobre esse mistério. O que descobri até a presente data é que não existe mais esse percurso.

Indo na direção de Mendoza, o mais próximo do antigo caminho BsAs-Mendoza que chegamos é Rufino (que fica na metade do caminho).

 

O que não consegui encontrar é se existe alguma conexão local possível de ser feita a partir de Rufino. Alguém conhece melhor a região e pode dar uma luz?

 

Outra opção que já ouvi outros mochileiros fazerem é pegar o ramal BsAs-Córdoba (que ainda funciona), e de lá descer para Mendoza. Mas há de se perceber que é um desvio considerável. Ainda estou me perguntando se por Rufino consigo um bus mais barato, ou alguma outra dica que eu não esteja vendo.

 

-------------------------------------

Da mesma forma, havia antigamente, ligações entre Buenos Aires e Bariloche (via Bahia Blanca).

Ocorre que de Bahia Blanca havia uma conexão que levava até Carmen de Patagones, de onde se ia para Viedma (que fica pertinho).

De Viedma, temos até hoje, trem até Bariloche.

 

-------------------------------------

 

Fica parecendo que estão sucateando as linhas férreas da Argentina, como fizeram aqui no Brasil. Trechos altamente turísticos, que agora são cobertos por empresas de ônibus e empresas aéreas sempre a um custo mais alto pra gente.

 

Mas ficam as informações aqui, e fico esperando que os amigos mochileiros que tenham informações fresquinhas dessas regiões saibam como podemos "ligar" os espaços entre as linhas férreas a um preço razoável. ::mmm::?:lol:

Obrigado.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Bom tópico cecelobaere.

 

O site que colocou Pedrada e o mesmo que utilizo para esse tipo de notícias, e acostuma ser o mais completo.

 

E exatamente como você falou. A rede ferroviária argentina fora orgulho nacional até meados dos 70, que junto a chegada dos militares ao poder, começo o levantamento de serviços e vias. Os serviços que cobriam o interior (principalmente o norte do país) foram cancelados e com isso começo o deterioro da infraestrutura das ferrovias.

 

Então chegarem os 90 e era das privatizações, com o qual as empresas só se concentrarem no lucrativo, e a conexão do país fico para atrais.

 

Mas desde o 2005 até aqui, a passo lento mas firme, estão sendo executadas obras na infraestrutura para o acondicionamento, assim como a aquisição de novas locomotoras e carros de passageiros, junto com a transferência de tecnologia.

Até o momento foram adquiridas mais de 1000 carros de passageiros e 111 locomotoras.

 

Como era de esperar (e muito logico) o sistema ferroviário foi Nacionalizado este mês.

 

O projeto, tanto para melhorar a infra estrua das ferrovias entre Buenos Aires e Bahia Blanca, e Viedma a Bariloche já está em andamento, assim como a renovação completa do material que une Bahia Blanca e Viedma, para voltar a ter o trem Buenos Aires Bariloche.

 

Poderia falar muito mais do assunto, mas acho que isto responde algumas inquietudes. ::otemo::

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Apesar do sucateamento nas últimas décadas, o transporte ferroviário na Argentina ainda é anos-luz superior ao transporte ferroviário no Brasil... Fico indignado ao lembrar que num país continental como o Brasil só existem três linhas de transporte de passageiros de longa distância, ambas precárias e mantidas pela iniciativa privada...

 

Espero que esses projetos lá da Argentina deem certo, apesar de eu não ter tanta esperança assim...

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

A situação no Brasil e algo mais complexa, mas não impossível.

 

Já referente a Argentina não são projetos a serem realizados, e como falei, estão sendo executados desde meados dos 2000, mas tomarem maior força e velocidade devido a um triste acidente em 2012 (na estação de Once), onde várias pessoas morreram.

 

Então, e assim como deu certo com Aerolineas Argentinas, não duvido que também será com o serviço ferroviário.

A grande maioria das líneas do Grande Buenos Aires com a Capital já estão renovadas ou se terminarão até final de ano.

A línea de Buenos Aires – Rosário tem o serviço totalmente renovado (tudo 0km).

O serviço a Mar del Plata novo está funcionando desde final de 2014.

 

E poderia seguir enumerando, mas o que tento dizer e que não e um desejo nem um projeto de papel, assim algo que está sendo executado.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Colocar empresas de acionistas majoritários estrangeiros para administrar ferrovias se mostrou um tiro no pé, tanto no Brasil, quanto na Argentina.

Até mesmo no Brasil, onde tínhamos uma rede ferroviária de passageiros de algum respeito até 1995 (SP-RJ, RJ-BH, BH-SP, interiores dos estados, etc), foi praticamente dizimada depois das privatizações.

A Vale mantem Vitória-Minas por compromisso com o governo federal, pois ela é deficitária, se dependesse da Vale tinha acabado também.

O que se vê nas empresas estrangeiras que administram serviços anteriormente público no Brasil que já tinham uma boa infraestrutura é somente uma busca por capital e dividendos para acionistas constante e pouco ou quase nenhum investimento em estruturas, entrando em colapso nos últimos anos com aumento da demanda, vide Light, Sabesp, entre outras. Somente o setor de telecomunicações investiu em infraestrutura, até porque é barata e de lucro rápido.

Privatizar nossa rede ferroviária foi péssimo e infelizmente os governos seguintes, PSDB e PT, não aproveitaram de maneira devida o aumento das commodities para investimento na malha férrea. Apenas alguns milhares de km de trilhos no Centro-Oeste, Norte e Nordeste no governo do PT, mas ainda insuficientes. Até pq a maior parte do lucro dessas empresas de commodities tb foram para os investidores estrangeiros (Vale, CSN, etc)

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Menem arrebentou com as ferrovias argentinas, enquanto a tucanalha arrebentava com as brasileiras ao dar de presente a RFFSA.Porem, , fizeram certo, pois os trens estavam sucateados e não dão lucro.Sou contra a existência do trem da pobreza, que meu avô ajudou a construir, da EFVM.Se fosse um trem bala merecia investimentos, mas cai aos pedaços por uma das regiões mais pobres do país.Outro dia, em bBrasília, conversei com uma pessoa que me falou do preço possível da passagem rio sp, impraticável.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Não era minha intenção entrar em temas políticos (de fato e para isso em 2012 crie um tópico aqui mesmo para discutir temas políticos, mas não foi a frente), mas aproveito a concordar em boa parte das palavras de Guilherme e Fabiano.

De fato, os modelos ferroviários de sucesso mundo afora (e falo do primeiro mundo) são estatais, quanto muito, com entrega de concessões para operação a empresas privadas; mas sempre com o controle total do Estado.

 

Só não vejo que um trem bala seja o que precisamos nesta hora. Pelo contrário, na Argentina tem um projeto conhecido como “Tren para todos” que (em parte) está dando vida ao que o governo está impulsando e amostra que primeiro e necessário investir em unir o país com ferrovias que cheguem a 120Km, contra um projeto que (com o mesmo investimento) uniria apenas 4 cidades.

Se e de interesse deixo o link da comparativa de um contra o outro.

http://www.trenparatodos.com.ar/nueva_propuesta.php

 

Isto não significa que não possa existir um dia trem bala, e sim somente atender as prioridades.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Sim, Principe185 (príncipe, sério mesmo? Hahah), concordo com o que você disse.

E te digo mais, na Europa todos os trens balas são deficitários, os mesmos são sustentados pelos trens regionais lentos, que chegam "só" a 100km/h.

Muito legal essa iniciativa "trenparatodos", sou totalmente a favor do transporte ferroviário, fui aficionado desde criança e completei minha paixão ao cruzar Itália, França e Suíça de trem, e conhecer o metrô de NYC. Meus olhos brilharam com o novo trem Vitória-Minas, e prefiro uma viagem de 13 horas de trem confortável e estável do que 9 horas de ônibus sendo transportado igual gado...haha

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Olá Gulherme. Não, longe estou das monarquias; longe em fatos assim como em ideais sociais e políticos. Mas e um apelido colocado por meus amigos a muitas décadas atrais que foi ficando e...... fico, rsrs.

 

Boa colocação essa. Normalmente nunca se fala que a maioria dos serviços de transporte são deficitários e estão subvencionados, somente que não a problema porque tratasse de um serviço a social. Sendo assim, não se precisa de chegar 2 horas antes, e sim de chegar vivo e viajar sendo tratado como uma “pessoa”.

 

A movida para melhorar o transporte ferroviário não é bem vista pelo monopólio do transporte de ônibus.

 

Grande abraço!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

e os subtes/metrôs em buenos aires não param de crescer!!! enquanto isso em são paulo inauguram cada km feito................................................ com várias denuncias e tudo arquivado.......................

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Esse é o resultado de trensalao, opus day, direitao, etc...

Mas errado estou ei, , então viva a tucanalha e sua ditadura de 24 anos.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Esse tópico tá muito "comunista" e "petralha", daqui a pouco chega alguém e manda a gente para Cuba.

Eu direi: "com todo prazer".

E se alguém mais quiser, ainda ajudo fazer o roteiro, hahaha.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Esse tópico tá muito "comunista" e "petralha", daqui a pouco chega alguém e manda a gente para Cuba.

Eu direi: "com todo prazer".

E se alguém mais quiser, ainda ajudo fazer o roteiro, hahaha.

Somos dois Gulherme ::otemo::

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

kkkk depois dessa nem precisava falar mais nada..........

 

 

mas não me segurei pq ontem vi uma reportagem sobre a ferrovia norte sul que acabou "no meio do nada" em Anápolis! só pra exportar soja, algodão, carros etc

e além disso querem privatizar mais rodovias (tb só construidas para esse mesmo fim), como a BR163

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!

Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.

Entrar Agora


×