Ir para conteúdo
MarcosDM

Amsterda, Berlim, Paris, Nice, Itália (Toda), Atenas-44 dias

Posts Recomendados

Pessoal,

 

Sinto-me obrigado a vir aqui no mochileiros.com dar a minha retribuição a este site que tanto me ajudou. É tanto uma honra quanto uma obrigação.

 

Primeiro vamos aos dados técnicos e depois vou postando os relatos aos poucos.

 

AMSTERDAM - 11 a 13/07

(Ônibus noturno do dia 13 pro 14)

BERLIN - 14 a 17/07

PARIS - 17 a 21/07

NICE - 21 a 23/07

GENOVA - 23/07

TORINO - 23 a 26/07

MILÃO - 26 a 27/07

-VERTEMATE CON MINOPRIO (Out let da Armani), LAGO DI COMO, BELLAGIO

RIVA DEL GARDA (Lago di Garda) - 27 a 29/07

VENEZA - 29 a 31/07

FLORENÇA - 31 a 04/08

- PISA, LUCA, SAN GIMIGNANO, SIENA

ROMA - 04 a 09/08

- CASTEL GANDOLFO (Ver o Papa)

NAPOLI - 09/08

SORRENTO

- POMPEIA/CAPRI - 10 a 12/08

AMALFI - 12 a 14/08

(Trem Noturno do dia 14 pro 15)

TAORMINA (Sicília) - 15 a 16/08

PALERMO - 16 a 19/08

- AGRIGENTO, SEGESTA, TRAPANI e ERICE

ATENAS - 19 a 21/08

 

O roteiro foi esse, estipulei uma cota de 60 euros por dia, que conseguiu ser cumprida razoavelmente. Economizava muito na comida, mas nao economizava nada em atividades. Se não tivesse comprado tantas lembranças, consegueria ter baixado essa média, pois em quase toda cidade comprava algo para a família e para amigos e depois despachava pelos correios, o que subiu um pouco o custo da viagem.

 

Utilizei uma mochila Trilhas e Rumos Crampon 68

Vooei de Alitalia (Brasil-Roma-Amasterdam), depois acabei voltei por outra cidade, o que acabou encarecendo um pouco a viagem (Atenas-Roma-Brasil). Paguei R$ 3,600 na passagem.

 

Fiz toda a viagem já pre-reservada, foi uma viagem fechada, o que não impediu certas modificações no roteiro quando achava alguma coisa realmente especial, dai acabava sacrificando a cidade seguinte.

 

Amanha eu tento relatar as primeiras cidades, todos os meus gastos nas cidades foram anotados, entao acho que vai ajudar o pessoal que quiser conhecer alguns desses lugares.

 

Se alguem estiver lendo esse relato e quiser que eu comente alguma coisa específica é só deixar um reply.

 

Obrigado

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

DIA 1

 

São Paulo

Gastos: R$ 20,00 Postais, R$16,00 Almoço.

 

 

Dica 1: Veja se ninguém colocou nada na sua mochila, nunca me esqueço que meu sempre fala, não se preocupe com o que tiram e sim com o que colocam.

 

Dica 2: Levei 2 mochilas. Uma Crampon Trilhas e Rumos de 68 (EXCELENTE) e uma mochila de ataque. Sugiro que na ida e APENAS na ida vocês coloquem todos os produtos proibidos (canivete, garfo, faca, liquídos, etc) na mochila pequena e despachem esta na carga do avião. Embarquem com a mochila grande e todos os pertences permitidos. Por que fazer isso? Porque se você perder sua mala pequena com as coisas de metal, isso não vai gerar nenhum grande problema. Claro que eu fiz seguro, mas se eu perdesse a mala grande, com as minhas roupas, meias, calças, agasalhos e afins, o stress seria bem maior, pois teria que comprar tudo outra vez. Acredito que você não vai querer perder seus dois primeiros dias na Europa recuperando-se de um sinistro. Pensem nisso!

 

Dica 3: Leve postais da sua cidade!!! Levei uns 15 postais de Floripa, é incrível o sucesso que fazia. O pessoal olhava as fotos, perguntava se eu morava lá e depois perguntava o que eu estava fazendo lá em Paris, Veneza, Amalfi (normalmente era um lugar surrealmente bonito). Se puderem, levem fotos com prédios, pontes e construções também.

 

Amanhã tento encerrar Amsterdam!

 

Abraços

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

DIA 2

 

Roma-Amsterdam

Gastos:

Trem Aeroporto-Centro: 4,30

Cartão de telefone: 5,00

Net: 0,50

Museu Erótico: 5,00

Água: 3,00

Museu do Sexo: 3,00

Cone de Batata Frita: 3,00

Museu Anne Frank: 8,50

Postais: 1,00

Cerveja: 7,50

 

 

Dica 4: Assim que chegar no avião, tente espalhar suas coisas nas outras duas cadeiras da fileira, sente em uma e tente 'dominar' as outras. Claro, se alguém já tiver reservado você vai ceder, mas muitas pessoas procuram lugares vagos logo no início, então é melhor garantir no começo e 'correr o risco' de viajar deitado!!!

 

Dica 5: Procure chegar na Europa com alguns Euros já no bolso, assim que chegar lá, vai ter tanta coisa pra se preocupar. Resolva ao menos esse problema!

 

Dica 6: Assim que chegar na Europa, antes mesmo e ligar pra casa, utilize seus cartões de crédito e veja se eles funcionam. Eu levei o VTM (fantástico) e meu Visa e Master do BB. Fiz 3 saques de teste, tudo ok, fiquei bem mais relaxado depois disso.

 

Dica 7: Sempre pergunte duas vezes. Não estou falando que as pessoas vão estar de má-fe, mas se garanta, previna-se! As pessoas são falhas e as vezes elas erram e você não vai querer se enganar na Europa. Double check!

 

Dica 8: Cuidado com o “golpe” do “eu te ajudo” em Amsterdam. MUITAS VEZES você estará parado em uma esquina com o mapa na mão, ai alguem chega do teu lado, fala que é local e pergunta se quer ajuda. A primeira vez eu aceitei, depois o cara pede uma “contribuição”, fala que é morador de rua, bla, bla bla... O que eu respondo? “Amigo, desculpa, sou brasileiro, tenho menos dinheiro que você”. Funciona que é uma beleza! Tentem! Para não ser injusto com o povo de Amsterdam que é excepcional, por duas vezes os moradores me ofereceram ajuda sem eu pedir, e eram pessoas sem interesses econômicos, uma delas conhecia o Brasil melhor do que eu (ficava com vergonha de mim mesmo nesses momentos – por várias vezes). Outras vezes tentaram repetir o “golpe”, mas nós somos brasileiros, você vai sacar na hora se o cara quer grana ou se quer ajudar.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Dia 03

 

Amsterdam

Gastos:

Cartão de Telefone: 5,00

Aluguel de Bicicleta: 8,50

Seguro da Bicicleta: 2,50

Mudança na data da passagem: 7,00

Água, saunduiche e doce: 5,00

Passe Amsterdam: 22,50

Postal: 5,00

Heineiken Experience: 15,00

Cachorro-quente: 2,50

3 Imãs de geladeira: 5,00

Bolsinha escrito Amsterdam: 5,00

6 Chaveiros de Tamancos: 5,00

Bola de Vidro que quando vira cai neve: 5,00

Boat Tour: 8,00

Internet: 2,00

 

 

Dica 9 Cuidado com a "confirmação" da Eurolines, no meu caso ela veio em holandês e eu jurava que aquilo era meu bilhete, só depois que descobri que era apenas um bilhete prévio e que você deveria imprimir o bilhete de verdade em outro site.

 

Dica 10 Faça o que quiser em Amsterdam, mas por favor, alugue uma bicicleta! Alugando uma bicicleta você vai se sentir parte da cidade! A bicicleta lá é tão importante que durante a 2º Guerra os judeus foram proibidos de possuir uma, para ver o valor e a importância!

 

Dica 11 Faça um passeio de barco noturno.

 

Dica 12 Se você tiver um carinho especial por algum museu específico, ou alguma obra específica, compre o áudio-guia! Faça isso nos museus de ponta, não vai se arrepender, é uma aula de arte. Nos museus holandeses foi onde mais aprendi sobre arte, tendo em vista o caráter extremamente didático dos áudio-guias!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Dia 04

 

Amsterdam-Berlin

Gastos:

Postais: 9,00

Aluguel de Bicicleta: 12,50

Heineiken: 2,20

Suco: 0,80

Presunto: 1,44

Cookie: 0,49

Bolinhos de Maça: 1,26

Pão: 0,70

Queijo: 1,65

Transporte para a rodoviária: 2,50

 

Último dia em Amsterdam. Acordo e vou para o Riijksmuseum, se não fosse o Amsterdam Card custaria 11,00 euros. Com o perdão da redundância, o museu é bem holandes! Lembra muito aqueles filmes do período da navegação, aquele tipo de gola que eles usavam na época... O museu é pequeno, mas extremamente eficaz, são apenas 14 galerias, o período retratado é o do Século XVII, o período de ouro da Holanda. No térreo você encontrará a parte mais bélica, com armas, armaduras, canhões e pinturas de batalhas navais, tem um navio espanhol explodindo que é muito bonito!

 

Acordo no dia seguinte em Berlin.

 

Dica 13: Pedale pelo Vondelpark.

 

Dica 14: Entre no Museu Rembrandt e procura saber o horário da demonstração de gravuras.

 

Dica 15: Se estiver sem tempo, pule o Museu da "Resistência".

 

Dica 16: Não importa o que faça, não importa para onde vá, LEVE SEMPRE UM CANIVETE SUÍÇO!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

DIA 05

 

Berlin

Gastos:

Net: 1,00

S-Bahn (Transporte): 2,00

Correio (esvaziar as lembranças da mochila e mandar para casa): 20,00

Água: 1,50

Kebab: 2,50

Postal: 5,00

Despertador (achei um barato!): 6,00

Guia free (cortesia): 5,00

Metro: 4,20

Metro: 2,10

Net: 2,00

Kebab: 4,00

Cerveja: 2,00

 

Chego em Berlin na Estação/Rodoviária ZOB ali pelas 6 da manhã, como eu dormi como uma pedra sai do ônibus ainda no "modo automático". Esse é um dos momentos mais "críticos" da viagem, quando você chega na cidade, sem mapa, sozinho, sem falar alamão e não sabendo se eles falam inglês. Dai você pára, pensa e toma uma atitude! Parado ali você definitivamente não vai ficar! Perguntei para um senhor que trabalhava no guichê da rodoviária como fazia para chegar na estação Hauptbahnhof, ele me indicou com as mãos meio assim, falou um inglês sofrível e confesso que não entendi nada, percebi que se perguntasse outra vez apenas dobraria a minha incompreensão inicial.

 

Resolvi seguir a indicação gestual dele e ir no peito, nesse momento vejo um grupo de dois garotos e duas garotas também com a mesma aparência perdida que eu estava. Pergunto, já sabendo a resposta, se eles conheciam o caminho para o centro de Berlin, eles falaram que não, mas pelo menos fiquei com eles para tentarmos resolver o problema. Eu tinha ganhado um mapinha, eles tinham um outro tipo de mapinha, a gente foi se achando. Nessa hora deu orgulho de ser brasileiro, pelo mapa, a gente viu que da ZOB, o ponto de onibus para a estação de trem S-Bahn estaria no Norte. Eles foram andando em uma direção totalmente errada. Aqui quero ressaltar que não sou nenhum Escoteiro ou Comando do EB, mas depois de ver alguns "A prova de tudo" com o Bear Grils, você passa a ganhar uma noção. Como era bem de manhã, me virei para o sol, o Norte estava à minha esquerda. Expliquei isso para os holandeses eles me olharam com uma cara de incredulidade e eu falei: Sou brasileiro! Nessas horas dá orgulho de ver como somos versáteis.

 

 

Dica 17: Vou repetir essa dica ainda várias vezes, mas estando em um país estrangeiro, aprenda a perguntar na língua local: "Desculpe, você fala inglês". Acredite, o tratamento que você receberá pelo fato de tentar falar a língua deles será tocante. Em 44 dias de Europa não tive nenhum problema, nenhum daquele tipo de tratamento hostil que alguns turistas relatam. Insisto. Aprendam essas palavrinhas mágicas! Não abordem ninguém diretamente em inglês. Fui abordado na Itália diretamente em inglês e pude entender um pouco como os locais se sentem, mas isso explico daqui alguns "dias".

 

Dica 18: Na Alemanha, se o sinal estiver vermelho para os pedestres e não houver nenhum carro até onde a vista possa alcançar... ESPERE. Não atravesse.

 

Dica 19: No primeiro dia em uma cidade, escolha as atrações mais distantes, se deixar pra fazer no último dia, faltará tempo, tendo em vista que você precisará fazer algum tipo de deslocamento (aeroporto, estação, rodoviária).

 

Dica 20: Antes de entrar no metro, tenha certeza da direção. As linhas tem o mesmo nome, mas se você não conhece, fica sem saber pra que direção está indo.

Dica 21: Em Berlin, não deixei de tomar uma Berliner Weiser. É uma cerveja Berliner misturada com um xarope de fruta! Eles misturam no seu copo e na sua frente! Parece estranho, mas é muito bom! Você sente o sabor da cerveja junto com o sabor doce do xarope (prove o vermelho)!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Nossa, Marcos! É incrível...lendo seus relatos consegui sentir , mesmo que não com exatidão, a emoção de cada trajeto. Sensacional, estou com lágrimas nos olhos..espero que em maio de 2010 eu possa sentir essas mesmas sensações...acentuadas, de preferência! Coloquei um tópico (Europa: albergues / trens)...se possível, gostaria que me desse dicas de albergues baratinhos...please.

 

Bjs

Lu

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Muito bom seu relato, Marcos.

 

Estou com pretensao de ir agora neste final de ano e com certeza ja deu pra me sentir um pouco la. Continue!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Participe da conversa!

Você pode ajudar esse viajante agora e se cadastrar depois. Se você tem uma conta,clique aqui para fazer o login.

Visitante
Responder

×   Você colou conteúdo com formatação.   Remover formatação

  Apenas 75 emoticons no total são permitidos.

×   Seu link foi automaticamente incorporado.   Mostrar como link

×   Seu conteúdo anterior foi restaurado.   Limpar o editor

×   Não é possível colar imagens diretamente. Carregar ou inserir imagens do URL.




×
×
  • Criar Novo...