Ir para conteúdo
Entre para seguir isso  
juliad

Alemanha/Alsacia 2016 - Ajuda

Posts Recomendados

Pessoal,

voltei de viagem agora com alguns euros e já quero me programar desde cedo minha viagem para o próximo ano.

Como estudo alemão, a Alemanha seria a base do meu próximo roteiro.

Estou pesquisando e lendo bastante e conclui que

- ou entrarei por Bruxelas e sairei por Frankfurt (via TAP, uma conexão rápida que me deixa na Bélgica de manhã e me busca em Frankfurt a noite)

- ou chegarei e sairei por Frankfurt, em vôo direto.

Prefiro pegar vôo direto porque a quantidade de horas é grande. Não ligo de pagar mais por isso - o conforto é mais importante.

 

Tenho 14 dias ao todo, e esbocei algo dentro destes vôos, pois não encontrei nenhuma outra opção mais prática. De qualquer maneira, para comprar o vôo preciso decidir qual destes dois geralzões aí eu sigo com mais detalhes.

Farei tudo de trem ou bus e vou sozinha. Bagagem não é um problema - eu sempre carrego pouca coisa e tô habituada com stoppovers.

 

voo direto (inclui Freiburg)

01 - Frankfurt - Nuremberg (ou Wurzburg ou Heidelberg)

02 - Nuremberg (ou Wurzburg ou Heidelberg)

03 - Nuremberg (ou Wurzburg Heidelberg) - bate e volta Bamberg

04 - Nuremberg - Freiburg

05 - Freiburg

06 - Freiburg - Colmar - Strasbourg

07 - Strasbourg

08 - Strasbourg

09 - Strasbourg - Luxembourg

10 - Luxembour - Trier

11 - Trier - Cochem - Colonia

12 - Colonia

13 - Colonia - Mainz - Frankfurt

14 - Frankfurt - São Paulo

 

voo TAP

01 - Belgica (sem base definida)

02 - Belgica (sem base definida)

03 - Belgica (sem base definida)

04 - Belgica - Colonia

05 - Colonia - Cochem - Trier

06 - Trier - Luxembourg - Strasbourg

07 - Strasbourg

08 - Strasbourg

09 - Strasbourg - Colmar - Freiburg

10 - Freiburg

11 - Freiburg - Heidelberg (ou Wurzburg ou Nuremberg)

12 - Heidelberg (ou Wurzburg ou Nuremberg)

13 - Heidelberg (ou Wurzburg ou Nuremberg) - Frankfurt

14 - Frankfurt - São Paulo

 

Minhas dúvidas:

- NAO GOSTO de cidades muito turísticas, e confesso que estou um pouco receosa com Heidelberg por causa disso.

- Gosto de cidades que tenham algum movimento. Não precisa ser metrópole, mas estou apostando em Freiburg nesse sentido.

- Gosto de vinículas e a região da Alsacia e do Reno me interessaram por isso

- Li muita coisa positiva sobre Ghent e Antuerpia

 

Agradeço a todos!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Boa noitee!

 

Eu já fiquei 1 mes na Alemanha, numa vila pequena, super aconchegante, encontrei poucos brasileiros lá, quero ir de novo em 2016!!

 

Se quiser companhia, to em busca de amizades!

 

Já fui pra Itália também, Roma, Vaticano e Veneza, e tenho algumas dicas também!

 

Entra em contato pelo whatsapp, (47) 8880-3822

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Ambos os roteiros são muito bons, sinceramente não saberia dizer qual o melhor. Quando que você viaja? No verão, nos finais de semana, Heidelberg costuma ser um pouco cheia de turistas chineses e japoneses..

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Adriano, só em setembro hahahha =/

Como disse, preciso me programar com folga por causa do trabalho e das oscilações do euro.

Destas cidades, você diria que Heidelberg é a mais turística? Minha ideia era ter só uma base nesta parte da Alemanha, e um problema de Heidelberg aí é que como não fica na Bavaria, não posso utilizar o bayern ticket...

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Na Alemanha cada Bundesland (estado da federação) tem o seu ticket de viagens ilimitadas em trens regionais durante um dia, então você poderia usar o Baden-Württemberg Ticket para os deslocamentos dentro de Baden-Württemberg (http://www.bahn.com/i/view/overseas/en/prices/germany-regional/baden-wuerttemberg-ticket.shtml)

 

O problema é que Heidelberg fica em Baden-Württemberg, mas Würzburg, Bamberg e Nürnberg ficam na Bavária... Neste caso seria melhor fazer a base em Nürnberg e se for a Heidelberg comprar tickets normais... Ou então dar uma olhada no "Quer-Durchs-Land-Ticket" que permite 1 dia de viagens ilimitadas nos trens regionais por toda a Alemanha por 44 Euros (http://www.bahn.com/i/view/overseas/en/prices/germany/quer-durchs-land-ticket.shtml)

 

Heidelberg é uma cidade universitária bem agitada, eu visitei ela num final de semana de sol e calor em Maio (clima perfeito para um turismo de final de semana) a uns 7 ou 8 anos atras quando estava fazendo estágio em Munich, e na época achei que estava bem cheio de turistas, a maioria alemães, mas durante a semana costuma ser um pouco mais vazio, pois ai não tem aquela multidão de turistas de final de semana, sobram só mesmo os turistas chineses e japoneses de sempre, por falar nisto, eles estão dominando o mundo, em qualquer lugar que você for você vai ver uma centena deles...

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Não sei qual o seu nível de alemão, se já dá para assistir TV em alemão, mas para nós viciados em viajar e estudantes/falantes de alemão, tem um ótimo programa da Deutsche Welle sobre viagens na Alemanha, cada semana tem um episódio novo, mostrando 3 ou 4 locais turísticos na Alemanha, ótimo para praticar o idioma e pegar sugestões para a próxima viagem...

 

http://www.dw.com/de/programm/hin-weg/s-9815-9801

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

danke schön noch einmal, Adriano =)

 

Já conhecia o programa - na verdade, vi um video numa aula do Goethe e acabei perdendo o link...agora eu posso ver outros episódios!

 

Sobre usar Heidelberg como base, meu ponto seria exatamente este, o Bayern Ticket. Viajando sozinha ele não fica tão barato assim...acho que vou aceitar a sugestão de Nuremberg como base e daí eu posso otimizar o uso - tipo, eu faço o bate e volta para Bamberg de dia, e ainda o utilizo para me locomover para Wurzburg.

 

Se tiver um pouco mais de paciência, gostaria da sua opinião: achas que vale a pena incluir a Belgica? Tenho receio de escolher mais este outro roteiro que pega cidades menores do vale do Mosel e, com isso, vou parar num lugar em que tudo fecha cedo/só tem restaurante de casal. Não quero balada tipo Barcelona, mas quero encontrar coisas abertas até um pouco mais tarde. Havia pensado em fazer base em Ghent ou Antuerpia, que parecem ser cidades mais "jovens" e, por isso, mais movimentadas.

 

Auf Wiedersehen!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Eu passei "correndo" na Bélgica no mesmo ano que estive em Heidelberg, eu estava em Roterdam, peguei o trem de manhã cedo para Antuérpia, de meio-dia pra Bruxelas e a noite o voo para o Brasil, então não posso te ajudar muito sobre a Bélgica, até por que não lembro direito...

 

Na verdade estou no mesmo dilema de você, vou para Düsseldorf agora no começo de janeiro, e tenho 3 dias livres, pena que é no inverno, eu estou focando em cidades maiores, estava pensando em voltar à Bélgica ir a estas cidades que você comentou, tomar algumas cervejas belgas, ou então explorar algo lá por perto mesmo (Colônia, Aachen), no vale do Rhein/Mosel, ou ir para o norte, para Bremen, Hamburg, ou mesmo pegar um daqueles voos de 9 Euros da Ryanair para Lisboa e fugir do frio por 3 dias.... Que dilema!! ::sos::::lol3::

 

Realmente a parte do Mosel pode ser um programa de "casal", o que eu sei de lá é mais ou menos no perfil que você comentou, restaurantes de "casal" que fecham cedo...

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Kennst du die Legende der Loreley? Wenn mal nach Mainz gehst, sollte mann ein Schifffahrt am Rhein machen, von Mainz bis Sankt Goar oder Sankt Goarhausen machen... Und klaar, du solltest auch de Lied von der Loreley wissen!! ::otemo::

 

Traduzindo para os outros também entenderem, afinal é um fórum público

 

Você conhece a lenda da Loreley? Quando se vai a Mainz, deveria se fazer um tour de barco pelo Reno de Mainz até Sankt Goar ou Sankt Goarhausen... E claro, saber a canção da Loreley

 

Para entrar no clima:

 

 

Auf Wiedersehen!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

hahaha fugir do frio para Lisboa pode ser uma ótima. Estive lá mês passado e me surpreendi - e muito - com a cidade. Independente da opção, todos nós aguardaremos o seu relato =)

 

Pois, a minha ideia na Belgica era ficar numa cidade que tivesse ótimas cervejas e, quem sabe, uma abadia aberta para visitação. Li que Ghent e Antuerpia são boas opções, pois são bem conectadas e são cidades com perfil universitário.

 

Mas agora desanimei com essa história do Vale do Mosel/Rhein. Talvez Tier seja uma opção melhor para a pernoite, pois parece ser maior. Estou acostumada com cidades que dormem tarde, cidades-casal no estilo Monte Verde me entediam depois que o sol se põe...

 

No entanto, com esse atentado da França, fico receosa com as burocracias de fronteira. Ontem mesmo conversei no Facebook com um amigo austríaco que fiz na minha viagem para Viena e ele comentou comigo como a circulação na região Alemanha/Austria/Hungria/Eslovênia está complicada e, talvez por pressão, a fiscalização pesada (ele me disse que o exército está entrando nos trens nos trechos para a Polônia) vai se estender para outros caminhos. Belgica, França e Alemanha são as opções mais óbvias nisso...

 

Como o meu roteiro inicial aí envolve um bando de entra-e-dai de país (coisa que para mim nunca foi problema, graças ao Schrengen!), vou analisar uma possibilidade que envolva menos entra e sai - talvez seguindo da Belgica para a França direto, pegando a Alemanha apenas no final.

 

Obrigada novamente und bis bald!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Vc ta levando a sério esse negócio de voltar de uma viagem planejando outra hein Julia? Kkkkk

 

Tamo junta. Relato depois por favor pq Alemanha é um país que quero conhecer com muita calma!!!

:)

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Os dois roteiros são bons, porém o inverno não é o período ideal para visitar o Vale do Reno , a maioria das atrações fecha, inclusive os castelos e os passeios de barco ficam com horário limitado. Trier e Koblenz tem mais chance de ter mais atrações abertas nesta época.

Aliás, você deve estar atenta que isso parece acontecer em quase toda Alemanha.

Heidelberg no inverno não é muito cheia. Estive lá em Dezembro de 2013 e apesar das excursões a cidade antes do meio dia e depois das 6 da noite ficava bem tranquila, até demais. De manhã só tinha praticamente a gente disposto a pegar frio nas ruas do centro histórico.

O mesmo pode-se dizer de Nuremberg, com exceção que é uma cidade mais "real" e com mais gente comum, digo não-turistas, circulando. Gostei muito de ambas, mas ainda mais de Bamberg. Já fiz o relato dessa viagem aqui :

 

Heidelberg no inverno :

http://avidadoviajante.blogspot.com.br/search/label/Alemanha%20%3A%20Heidelberg

 

Nuremberg no inverno :

http://avidadoviajante.blogspot.com.br/search/label/Alemanha%20%3A%20Nuremberg

 

Não conheço Freiburg, mas imagino que apesar da cidade ter fama de mais ensolarada da Alemanha, não deve ser muito diferente por lá.

 

A Bélgica é mais animadinha a noite por conta da cultura cervejeira. Bruxelas é capital mundial do boteco, só o complexo da Delirium , engloba uns 6 bares temáticos diferentes no mesmo lugar e tem uma noite bem agitada, mesmo em dias frios. Não sei como está agora com a ameaça terrorista, mas daqui para Novembro do ano que vem com certeza a situação já deve ter normalizado.

No interior, Ghent e Antuérpia são as cidades normais, no sentido de ser menos turísticas que Brugges, mas não tão bonitas quanto esta última, embora tenham muitos atrativos tambem.

 

Essa parte de Strasbourg - Luxembourg você já olhou a disponibilidade e preço dos trens ? Confesso que me assustaram, assim como o preço da hospedagem em Luxembourg City. Se for mesmo a trier , talvez valha a pena apenas um bate e volta a Luxembourg

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Olá, Mario!

Obrigadíssima pela ajuda. Não pretendo ir no inverno não, estou planejando este roteiro para setembro ou outubro, no máximo - principalmente pelas temperaturas, dias curtos e atrações fechadas. A única coisa que me incomoda nessa data é que bate com a Oktoberfest e eu tenho receio de pegar preços inflacionados na Bavaria.

 

Sobre Luxembourg, minha ideia é fazer um stoppover entre bruxelas/strasbourg, mas considerei pernoitar porque vi que tem um hostel com diárias em torno de 20/30 euros. Não sou fã de quartos coletivos, mas acho que ter a chance de dormir em outro país é sempre interessante. Quanto aos preços até lá, também achei um pouco alto, então vou pesquisar mais ou descobrir algum ônibus que faça o trecho - se conseguir em ao menos um trecho, já está valendo.

 

A Belgica é, sem dúvidas um destino controverso. Cada pessoa fala algo diferente de lá - tem quem ache sem sal, tem quem ame. O mesmo digo sobre qual cidade usar de base - você é o primeiro que vejo que acha Ghent e a Antuerpia não tão legais...Pelo visto, vou ter que ir lá, tirar minhas próprias conclusões e daí formentar mais ainda o debate hahaha

 

Fiquei feliz sobre essa ideia de Nuremberg, já que eu busco cidades mais reais - hordas de turistas como em Praga ou Barcelona me cansam bastante.

 

Vou ler o seu relato com calma. Muito obrigada =)

Obrigada novamente, estou amadurecendo o meu roteiro cada vez mais =)

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Complementando o que o mariojr falou, eu senti o mesmo em Nürnberg, parece que a cidade ainda não foi descoberta pela horda de turistas estrangeiros, ainda é um destino de turismo de final de semana mais popular entre os próprios alemães da região, que vão para uma "cidade grande" fazer compras, ir no cinema, shopping, ir comer num restaurante diferente, etc... Estive lá num domingo, tinha bastante turistas, mas a grande maioria era de alemães mesmo, poucos estrangeiros..

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Fui em Outubro do ano passado para o Vale do Reno e Mosela e choveu pacas... O interessantes que esse ano fui em Set/Outubro de novo só que pro lado inverso (pro leste), e começou a chover exatamente na mesma época do ano anterior... se é coincidência, costume dessa região ou simplesmente azar não sei dizer... De qualquer forma, vale mencionar a experiência.

 

E quanto a Oktoberfest, você não achar nada barato nem em Munique nem nas cidades nos arredores, e mesmo em regiões mais distantes notei que sofrem influência no preço, mas em menor grau, certamente esse será o caso de Nuremberg.

 

Esse trecho strasbourg/belgica eu quase que escolhi fazer na minha próxima trip, só desisti por causa dos preços de luxembourg e do trem, mas planejando com antecedência pode dar certo sem custar os olhos da cara sim.

 

Acho que a controvérsia não é nem tanto a Belgica, mas sim Bruxelas. Não é uma cidade com tantas atrações turísticas e deu o azar de ficar entre outras três grandes capitais, mas se você gostar de chocolate, cerveja e batata frita não tem erro... =)

 

E só pra finalizar, acho que não ficou claro que eu adorei Ghent também, apenas não achei tão bonita em comparação com Bruges. Antuérpia estou indo para conhecer em Março, mas pelo que falam também é muito legal. Enfim, gostei bastante de toda a Bélgica.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Pessoal,

pretendo comprar minha passagem até abril, então já estou querendo fechar ao menos as cidades de entrada/saída.

Bom, pensei um pouco melhor e resolvi adicionar uma cidade "grande" na história e, pesquisando voos aqui e acolá, encontrei uma opção da British com conexão em Heathrow bem interessante.

O vôo chega em Basel (11am) e sai de Berlim (19h), então tô pensando em ajeitar meu roteiro dentro disso.

Segue meu esboço

 

01 - Chegar em Basel, pegar um bus até a estação central e deixar a mala no locker. Relaxar um pouco na cidade e seguir antes do final da tarde para Strasbourg (1h de trem)

Pernoite em Strasbourg

02 - Strasbourg

03 - Strasbourg. Talvez algum bate e volta, pensando em Colmar

04 - Strasbourg - Heidelberg, no final da tarde

05 - Heidelberg

06 - Heidelberg - Wurzburg, pela manhã. Pernoite em Wurzburg.

07 - (esse dia é tenso, mas não consegui encontrar nada melhor). Sair de Wurzburg pela manhã e seguir para Bamberg (1h). Deixar mala no locker e passar o dia na cidade. Sair de lá no final do dia com destino a Dresden (4 horas!)

08 - Dresden

09 - Dresden. Li sobre Meißen e achei bacana para um bate e volta

10 - Dresden - Berlin pela manhã.

11 - Berlin

12 - Berlin

13 - Berlin

14 - Berlin - Brasil, 19h

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

agora surgem as minhas dúvidas:

- Faço questão de ir para Bamberg e esse trecho REALMENTE está me atrapalhando. Vi o Adriano falando em outros posts aviões em trechos maiores na Alemanha, mas como o meu roteiro segue firme e forte sentido nordeste, não consegui pensar em nada melhor.

- Fui pesquisar hospedagem em Strasbourg e só encontrei UM hostel. Não há nenhum hostel ou B&B. Estou com receio de ser uma cidade "velha"/"de negócios". Alguém que foi lá poderia me contar algo? Meu receio é cair num lugar que só tem restaurantes caros e gente sisuda, mas eu gostaria muito de voltar à França.

(uma opção alternativa seria passar esses dias em Freiburg)

- Ando lendo bastante sobre Dresden e queria passar mais tempo. Acham que vale?

- 4,5 dias em Berlin para uma pessoa que anda bastante e acorda cedo é factível? Quero muito conhecer e viver a cidade, mas meu medo é não ver quase nada.

- Essa ideia de chegar em Basel é viável? A Suiça é tão cara assim? Vou precisar trocar francos suiços para essas poucas horas? Alias, a Suiça é Schengen? Tenho que imigrar na Suiça E na França?

- Acham que os dias nas cidades estão ok?

 

Só lembrando que eu levo POUCA bagagem, nem despacho. Minha ideia é lavar no caminho, então isso não é muito um stress para mim.

Agradeço pela atenção....obviamente, este roteiro sofrerá ajustes e por isso eu conto com vocês =)

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Eu posso te ajudar em algumas partes:

 

Suíça é Schengen, então não tem outra imigração a menos que revoguem o tratado Schengen até lá, estão discutindo isto lá na Europa... Na verdade o aeroporto de Basel fica "metade" na França e "metade" na Suíça, tem 2 portas de saída, uma francesa e outra suíça, dependendo por onde você sair será um carimbo francês ou suíço...

 

Até aceitam Euros em Basel, mas a taxa de conversão é ruim, eu trocaria uns 20 ou 30 Euros por francos lá no aeroporto só por garantia, se sobrar algo no final do dia, você troca de volta por Euros, ou passa no supermercado que fica dentro da estação de trem e tora os seus francos em chocolates suíços, tem uns baratinhos, rsrss

 

Quanto ao custo, para efeito de comparação, quando fui a Suíça, o hostel mais barato custava e equivalente a 40 Euros, enquanto na Alemanha paguei 25 Euros, uma bratwurst em Berna custava 6 Euros, em Munich 3 Euros, um pedaço de pizza 6 Euros em Zurique, em Munich 3 euros, uma cerveja no quiosque da rua uns 3 Euros em Lucerna, em Munich 2 Euros, almoço num restaurante simples, 25 francos em Berna, em Munich acha por 15... Mas como você vai ficar só meio dia, não deve pesar tanto assim, já quando você fica uma semana por lá, começa a pesar no bolso...

 

Tem gente que não gosta de Berlin, acham que tem cara de "centrão", mas pessoalmente eu gostei, é bem diferente de todo o resto da Alemanha, uma cidade com uma energia enorme e cheia de gente jovem de todo canto do mundo. Na minha opinião pessoal, Berlin é um local onde você pode ficar 30 dias e não vai conseguir ver e fazer tudo, também depende dos seus interesses, mas 4,5 dias é um tempo factível para ver o principal, desde que não acorde todo dia as 11 de ressaca, rsrsss, claro que não vai dar para ver tudo, por exemplo se for visitar is 5 museus da Museunsinsel, precisa de uns 2 dias só para os museus...

 

Bamberg está complicado mesmo... Eu acho que seria mais jogo você fazer Bamberg como um "bate-volta" a partir de Würzburg, pois acho que você vai ter que voltar a Würzburg de qualquer jeito para ir a Dresden...

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Não conheço pessoalmente Strasbourg, mas parece que Strasbourg não é um destino muito popular entre turistas jovens em busca de "animação", a vida noturna "jovem" de lá acho que mais voltada a população local de estudantes...

 

Claro que posso estar enganado e Strasbourg ser um local subestimado, da mesma forma como Düsseldorf também é subestimada pela maioria dos turistas, apesar de não ter grandes atrações turísticas marcantes e não atrair muitos turistas, Düsseldorf é uma cidade bem interessante para se visitar e tem uma vida noturna bem agitada, com centenas de barzinhos e casas noturnas bem animadas...

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Adriano, como sempre ajudando. Muito obrigada =)

Não sabia que você podia "escolher" a saída do aeroporto. Se eu for pegar este vôo, escolherei a suiça só pra ter um carimbo novo =)

Eu desisti de fazer um roteiro pela Suiça exatamente pelos preços mas, ao que parece, uma tarde lá não vai assassinar meu bolso. Um café, um sanduiche e uma cerveja já são suficientes pra mim, mesmo porque devo estar cansada dos dois vôos. 30 euros parecem uma boa quantidade - em último caso, aciono o cartão de crédito.

 

Quanto à Strasbourg, não procuro um lugar mega baladado tipo Barcelona. Tenho 34 anos, não sou jovem não...nem tenho mais pique de virar noite na balada! Meu receio é, como em algumas cidades pequenas da França, a cidade pode simplesmente morrer ou se restringir a restaurantes-Michelin. Só busco uma região de bares abertos até sei lá, meia noite, com cerveja/taças de vinho a preços justos.

 

O problema de fazer Wurzburg/Dresden direto é que o trem demora quase 6 horas. Parando em Bamberg eu "economizaria" uma hora de viagem e dormiria até Dresden - mesmo porque a cidade me parece mais diurna. Outra opção seria eu ter uma base mais ao norte em Leipzig em vez de Dresden - mas Dresden me parece mais interessante e diferente, principalmente pela arquitetura barroca.

 

Sobre Berlin, sou super curiosa, mas o excesso de hype me incomoda um pouco, na realidade. Deixei para o fim porque parece ser uma cidade mais barata e acho mais lógico deixar cidade grande para o fim da viagem. No entanto, acho que é o tipo de cidade que todo mundo precisa conhecer, como Veneza ou New York, por exemplo. E como não planejo voltar para a Alemanha tão cedo (férias uma vez ao ano e dolar nas alturas são um problema), queria aproveitar o balaio.

 

Mais uma vez, meu muitíssimo obrigada =)

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!

Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.

Entrar Agora

Entre para seguir isso  

×