Ir para conteúdo
Mochileiros.com
Entre para seguir isso  
Fran Leal

Mulheres brasileiras jovens podem ter problemas com a Imigração nos aeroportos de Portugal?

Posts Recomendados

Fran Leal    0

Olá gente , pretendo fazer minha primeira viagem internacional prox ano , e tenho dúvidas em relação à imigração , gostaria de respostas de mulheres que já foram sozinhas sendo jovens , pois eu terei somente 22 anos e viajarei sozinha , gostaria dos relatos destas mulheres sobre como foi a imigração no aeroporto com elas em Portugal , viajarei pela tap , estou muito nervosa a ponto de desistir com medo de perder a passagem , pretendo me hospedar em hotel e também dar uma passada em paris de avião já com as passagens compradas aqui antes. Gostaria muito de uma resposta , obrigada :) .

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
juliad    0

oi, Fran, tudo bem?

Voltei de Portugal há um mês e também fui sozinha. Estava com o passaporte recém renovado, sem nenhum carimbo e não sou casada ou tenho filhos. Mesmo tendo viajado outras vezes para a Europa, me bateu este mal estar também.

 

Cheguei no Porto vindo pela TAP também. A impressão que tive é que eles eram mais "chatos" que o normal (digo isso comparado às outras imigrações que já fiz na Europa, TODAS sozinha, diga-se de passagem. isso inclui França, Inglaterra, Espanha, Holanda...). Mas não só comigo, com todos da fila. Me perguntaram quanto tempo eu ia ficar, por onde voltaria e o funcionário também quis saber o nome dos hostels que eu estava hospedada. Não tive de mostrar nada - a impressão que me deu é que ele realmente precisava preencher alguma coisa no formulário dele.

A única coisa "chata" foi que, pela primeira vez na vida a alfândega me parou. E, quando olhei para os lados, só pararam mulheres sozinhas. O funcionário revistou a minha mala de maneira burocrática e ficou mais me interrogando do que procurando algo. Mas, no final, disse que eu tinha chegado em um dia de chuva na cidade, o que era uma pena. Ele me ajudou a fechar a mala e me desejou uma boa estada.

 

Minha recomendação, que eu sempre dou é: leve os documentos necessários (seguro viagem, passagem de volta, reservas de hoteis e grana suficiente). Limite-se a responder o que te perguntaram, sem nenhum stress ou medo. Você está lá viajando, tá tudo certo: ninguém vai te parar à toa não. O cara só tem que cumprir o procedimento dele. Mantenha a calma - porque cê não tá fazendo NADA errado e pronto. Leve a documentação que não tem erro. NAO PRECISA DE QUALQUER STRESS

 

e, pelo amor de deus: NAO DESISTA DA VIAGEM POR ISSO. Portugal é um país adorável e muito seguro. Como mulher, me senti segura 100% do tempo...seja andando de madrugada sozinha, bebendo num bar ou até passando em frente a obras (!!!).

Se quiser dar uma olhada, meu relato tá aqui embaixo. =)

Qualquer dúvida ou ajuda, só dar um toque.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Fran Leal    0

Oi Júlia , obrigada ! Saberia me dizer, ou alguém mais do site , se implicam com a questão da renda ? Porque sou estudante aqui , não se sei implicariam se eu disser que meus pais pagariam a viagem , ou então , já que não tenho emprego fixo , digo que sou autônoma ou falo a profissão dos pais somente ? Obg .

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
juliad    0

olha, eu NUNCA passei por esta pergunta - salvo uma vez em Londres que entrei no país sem passagem de volta em mãos (hahaha que louca...). esse tipo de exigência não existe - o máximo que eles querem saber é se você tem grana para se virar por lá durante a sua estadia.

 

Não custa nada você imprimir a sua matrícula da faculdade, por segurança. Mas sério, não se preocupe com isso. é só uma burocracia, como qualquer outra.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
xxxxxxxxxx    0

O que eu tenho percebido, é que quanto menor o aeroporto, mais eles implicam na imigração, e no caso como Porto é um aeroporto pequeno, que recebe poucos voos internacionais, eles costumam implicar mais, mas estando com tudo certo, no máximo vai acontecer o que aconteceu com a juliad, eles fazerem um monte de perguntas e estando tudo certo, vai te desejar boas vindas...

 

Se lhe perguntarem o que você faz, fale a verdade, que você estudante, se perguntarem quem está pagando a viagem, fale a verdade também, se são os seus pais, vale que são eles, se foi você que pagou com dinheiro do seu estágio, etc, fale que é você...

 

E só responda exatamente o que eles perguntarem, nada de ficar "matraqueando" e falando sem parar como nós brasileiros temos o costume..

 

Ou seja, sempre fale a verdade, é muito melhor você falar a verdade, do que inventar uma história e depois se enrolar e ser barada por que você mentiu ou contou uma história sem nexo...

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
juliad    0

o que eu percebi de diferente na imigração em Portugal, tanto na entrada quanto na saída é que eles são bem burocráticos e o sistema parece ser lento.

mas reforço o que o Adriano disse: temos o costume de falar mais do que é perguntado, contar piadas, etc. o povo europeu em geral não tem paciência pra isso, e pode fazer uma hora contigo por isso.

 

mas novamente: sem sterss.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Fran Leal    0

Obrigada gente , muito esclarecedor , a minha maior dúvida seria mesmo em questão do emprego no Brasil , não sei se existe caso de gente barrada por isso , pois pretendo ir com tudo certo mesmo , ficar uns 10 dias , levar seguro saúde , uns 1000 euros talvez ,passagem ida e volta , passaporte na data e tal , só tenho receio disso , que pensem que vou me prostituir por não ter emprego fixo aqui ainda , mas sou estudante ainda é meio que inviável , vi que naqueles casos de barrarem em Madrid era mais pq não tinham essas coisas básicas mesmo .

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
xxxxxxxxxx    0

Junte a documentação e relaxe, aquelas histórias que a gente vê na internet de gente barrada, em 99,9% dos casos é por que faltou algo básico na documentação, ou então as pessoas chegaram lá contando uma história sem pé nem cabeça...

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
juliad    0

exatamente. e essas histórias são um grão de areia na praia - só que reverberam mais.

Em tempo: Levei 1000 euros para 12 dias (com hotel e trens pagos no brasil) e voltei para o brasil com 320. Portugal é barato! =)

se precisar de ajuda com algo da viagem, me dá um toque. voltei apaixonada pelo país =))

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!

Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.

Entrar Agora

Entre para seguir isso  

×