Ir para conteúdo
  • Faça parte da nossa comunidade! 

    Encontre companhia para viajar, compartilhe dicas e relatos, faça perguntas e ajude outros viajantes! 

xexelo

De Curitiba a Ushuaia com uma Ranger CD 2.5 diesel.

Posts Recomendados

Meu Deussss !

 

Que provação enfrentou, você é um cara determinado, meus parabéns, eu teria voltado na metade do caminho

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Meu Deussss !

Que provação enfrentou, você é um cara determinado, meus parabéns, eu teria voltado na metade do caminho

 

Valeu colega,

 

Eu pensei em voltar já na primeira quebra, mas meu tio me dava sempre força e ele também estava determinado a terminar este passeio inteiro.

Foi uma tremenda saga. E pra piorar o ar condicionado ficava dando umas travadas estranhas e as vezes ficávamos longos e quentes quilômetros sem ele.

Mas não estourou um pneu sequer.

 

Abraço.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Fotos dos dias

20 e 21/01

0021.jpg

0034.jpg

0184.jpg

O Redemoinho de vento

019.jpg

0251.jpg

Lanchando e sesteando na beira do asfalto em Tecka.

0214.jpg

0232.jpg

0243.jpg

037.jpg

0571.jpg

0593.jpg

0693.jpg

0712.jpg

082.jpg

1084.jpg

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

27º, 28º e 29º dia 22, 23, 24/01 – Deslocamentosssssssssssss parte 2.

 

Dia 22/01 terça feira. De Bariloche a General Acha, 851 km.

 

Antes de sair de Bariloche pela manhã finalmente resolvi colocar de volta o cano do Turbo. Foi relativamente fácil, só abrir em baixo no intercooler e em cima no turbo, tirar e recolocar a nova mangueira e reapertarrrrrrr muiiiiito as braçadeiras para ficar bem fixa e sem vazamentos. Troca feita e a Ranger voltou a ronronar tranquila.

Deste deslocamento somente a saída da cidade de Bariloche e mais uns 150 km são dignos de comentários. Tem montanhas magníficas, rios de águas cristalinas e geladas, lagos de um azul muito lindo tbm. Subimos a maior altura da viagem com a Ranger, 1270 m.

Outra coisa foi a passagem pela cidade de Neuquen que deve ser chamada de pomar da Argentina, tamanha a quantidade de pomares de diversos tipos de frutas que tem ao seu redor. É impressionante.

Dormimos em General Acha, num bom e barato hotel de beira de estrada, o hotel … é o hotel… hi! Esqueci o nome. Bem, não tem como errar, fica na frente da entrada da cidade do ladro contrário ao da entrada, tem um estacionamento com toldos azuis para cobrir os carros.

 

Dia 23/01 quarta feira. De General Acha a Victória, 803 km.

 

Deslocamento sem nada a relatar, apenas muito deserto e um calor dos infernos. A uns 200 km de Rosário muitas plantações e muitos, mas muitos insetos. Borboletas, libélulas, besouros e etc se chocando contra vidro que ficava uma merrrrr…….

 

Dia 24/01 quinta feira. De Victória a Concórdia (Argentina), de Salto a Artigas (Uruguai) e de Quarai a Santana do Livramento (Brasil il il il)… 762 Km

 

Deslocamentos com passagem de fronteiras. Da Argentina para o Uruguai e do Uruguai para o Brasil.

Na Argentina tudo bem, mas pegamos uns trechos de estrada ruins tbm. No Uruguai, pelo menos nas duas estradas que eu passei, só estradas ruins, mas não péssimas.

Paramos em Artigas para comprarmos uns regalos (presentes). Dormimos em Santana do Livramento novamente.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

30º e 31º – Dias 25, 26/01 – Mais deslocamentos e o fim da viagem.

 

25/01 – Santana do Livramento a Sombrio. 776 Km

 

Resolvemos fazer um caminho diferente da ida e voltar pela BR 101, só que pela manhã decidimos que não iríamos passar por Porto Alegre e sim pelo interior, passando por Santa Maria e Caxias do Sul. Uma má escolha… O começo da estrada até Santa Maria é ótimo e com pouco transito. Mas fica ruim ao passar pela cidade. O transito aumenta, a estrada fica ruim e os pedágios caros, R$ 7,00. Além disso, passa por dentro de muitas cidades inclusive em Caxias do Sul, onde apesar do GPS acabamos nos perdendo e entrando no centro da cidade, perdendo muito tempo. Depois ainda tem a serra, que apesar de muito bonita, com grandes vales e tuneis, é muito travada. Depois eu fiz uma simulação e vi que rodamos quase 100 Km a mais e perdemos pelo menos 1:30 h a mais.

 

26/01 – Sombrio a Curitiba. 532 Km

 

Nada de muito interessante no deslocamento a não ser chegar em casa ao som de Infinita Highway, dos Engenheiros do Havaí. Chegamos as 16:30 mais ou menos.

 

E assim terminou nossa acidentada jornada. Ninguém saiu ferido a não ser o meu bolso, kkkkkkkk.

 

Logo logo começarei a postar os relatos de minha aventura solo pela Carretara Austral no Chile.

 

Abraços a quem seguiu o relato.

 

"mas não precisamos saber pra onde vamos, nós só precisamos ir..."

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Participe da conversa!

Você pode ajudar esse viajante agora e se cadastrar depois. Se você tem uma conta,clique aqui para fazer o login.

Visitante
Responder

×   Você colou conteúdo com formatação.   Remover formatação

  Apenas 75 emoticons no total são permitidos.

×   Seu link foi automaticamente incorporado.   Mostrar como link

×   Seu conteúdo anterior foi restaurado.   Limpar o editor

×   Não é possível colar imagens diretamente. Carregar ou inserir imagens do URL.




×
×
  • Criar Novo...