Ir para conteúdo

Zeca & Eu - Viagem de um cachorro pelo Sul do Brasil


Posts Recomendados

  • Membros de Honra

DSC00643.jpg

 

Aqui mais um trecho das corredeiras, a trilha passa ao lado, e realmente dá uma vontade doida de pular na água, mas..... uma moça super simpática que trabalha no parque nos avisou, olha só, vcs. vão ter vontade, mas não pulem na água não... ela é meio suja....... o Zeca ficou um tempão olhando pra água, mesmo nos trechos super calmos... mas ficou só na vontade....heheheheheheheheeheheheheh

 

DSC00650.jpg

 

Essa foi uma hora que ele ameaçou dar uma chegadinha na água....hehehehehehehehehehe

 

DSC00659.jpg

 

E aqui é quase na represa que tem no final da trilha....a água está beeeem mais calma.... pela sequência das fotos, é o caminho inverso da água.

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Respostas 129
  • Criado
  • Última resposta

Usuários Mais Ativos no Tópico

Usuários Mais Ativos no Tópico

  • Membros de Honra

DSC00669.jpg

 

Aqui é mais ou menos como é a trilha que a gente anda... tem trilhas mais fechadas (inclusive a gente andou em uma), mas as fotos que tirei ficaram ruins, então vai só essa mesma.

 

DSC00671.jpg

 

Entrada do parque, queria registrar aqui o agradecimento especial a moça e o rapaz que trabalham com fotos no mirante da cachoeira, eles foram de uma simpatia incríveis, deram dicas e tiram até aquela foto que vcs. viram, minha e do Zeca, ainda me mostraram onde tinha uma torneira de água limpa, para molhar os pêlos do Zeca, diminuindo assim o calor que ele estava sentindo..... Olha, eu diria à vocês se tiverem condições de ter um dedinho de prosa com esse pessoal vcs. vão gostar bastante....

 

Ah, o mesmo vale para o senhor GREMISTA (como ele fez questão de falar) que vende refrigerantes e água num quiosque perto do trem... Me recuperei ali da descida com um prosa boa e gostosa, beeeeem demorada mesmo (que era para eu me recuperar do quase infarte...heheheheheh)

 

DSC00674.jpg

 

O Castelinho na volta, lugar beeeem bonito mesmo... não resisti parei a moto e tirei uma foto...

 

DSC00676.jpg

 

Ah, aqui é outro lugar que fiz até o retorno para fotografar, pena que muitas fotos o pessoal da ELETROPAULO do RS (eu não sei o nome da cia. de energia elétrica daqui, sorry....heheheh) resolveu fazer um merchadesing básico...... faz parte...hehehehehehehehe

 

DSC00677.jpg

 

E olha só o mirante que tem na Av. das Hortênsias (liga Gramado à Canela) o lugar se chama Belvedere..... muuuuuuito bonito mesmo....

 

Gente é isso, só tenho essas fotos baixadas até agora, depois que baixar as outras e tratá-las posto mais......

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Membros de Honra
Muito bacana. Ainda vou fazer uma viagem com meu cachorro também. hehehe

 

Fala Lico blz ?

 

Cara, faça sim, o bicho vai ficar amarradão e vc mais ainda..... só que é beeeem mais cansativo que uma viagem de moto normal....heheheheheheheheheheh

 

Mas, ei faz parte e vale muuuuuito à pena, o meu aqui já está com aquela cara, e aí não vamos mais ????? tô esperando a "voltinha"....heheheheheheh

 

Grande abraço e valeu!!!!

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Membros de Honra

Fala galera, blz ?

 

Olha só, fomos até a beira do Uruguai, entramos algumas ruas, mas voltamos.....

 

Muita chuva lá, a recepcionista do hotel que ficamos no Chuí, comentou que desde 3a. feira chove todos os dias lá e tem muita gente do Uruguai que acabou cancelando a viagem para o Brasil por conta disso, segundo ela tava até com casos de alagamentos......

 

Enfim, tivemos uma baixa na viagem...... hum., hum., hum., hum., hum., hum., hum.,

 

A minha barraca, usada pouquíssima vezes resolveu nos abandonar em Pelotas, quando estava correndo para achar uma vaga em algum lugar para mim e principalmente para o Zeca, enfim, um senhor nos avisou, cerca de alguns km's à frente, voltamos correndo, mas não encontramos mais nada.....

 

Caiu a barraca, a capa de chuva do Zeca e mais alguma coisa que eu ainda não senti falta.....

 

Com isso foi GAME OVER, já tivemos problemas para nos hospedar em Gramado, o camping que enviei mensagem, e chegamos esperançosos, às 21:30 da noite, estava com um recepcionista PINGUÇO e ele falou que lá não aceitava barraca não....

 

Em um CAMPING ?????!!!!!! hum., hum., hum., hum., hum., hum.,

 

Tivemos que correr para achar um lugar para passar a noite, já estava considerando ir para POA e ver se achava um lugar para dormir.....

 

Bom gente, nossa viagem foi até a divisa do Brasil com o Uruguai, andamos em algumas ruas do Uruguai, mas voltamos....

 

Devo chegar antes do carnaval em casa, outra preocupação durante o retorno, não bater com os dias do carnaval em viagem, já que os hotéis estariam todos lotados e com valores super inflacionados....

 

Bom, vou postar umas 5 fotos que tiramos e o resto posto em casa, sorry para os que esperavam uma big viagem, mas não deu, o Zeca também parou de comer (misto de enjoou com ração "fermentada" pelo calor, problema resolvido cerca de 2 atrás quando comprei outra ração para ele)

 

novo06.jpg

 

Zeca em frente a Praia do Cassino em Rio Grande - RS (Balneário do Cassino)

 

novo022.jpg

 

Não preciso nem falar nada....hehehehehehehehe

 

novo020.jpg

 

Outra foto autoexplicativa....heheheheheheheheheh

 

novo015.jpg

 

Farol lado brasileiro Barra do Chuí - RS

 

novo016.jpg

 

O "arroyo" ali, salvo engano de memória, divide o Uruguai do Brasil, aliás que lugar emocionante de se estar.

 

novo024.jpg

 

Por do Sol fantástico em Nova Petrópolis - RS

 

Gente tem muitas fotos ainda, mas não vou conseguir "upar" antes de chegar em casa

 

Grande abraço galera,

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Membros de Honra

Fala galera, blz ?

 

Olha só, tava baixando algumas fotos e mexendo nos vídeos e encontrei essa foto aqui.

 

Não ficou tão bacana quanto eu esperava, mas ao menos dá para ver a cara do Zeca enquanto anda de moto....hehehehehehehehehe

 

P1010029.jpg

 

Grande abraço,

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Membros de Honra

Caraca China, só hoje vi esse post. FANTÁSTICO!!!!! ::otemo::::otemo::::otemo::

Também tenho uma Fazer e chegou a dar um arrependimento de todas as vezes que xinguei a bichinha e ameacei troca-la. :lol:

Meu único problema é que sou alto (1.84) e fico muito desconfortável na moto. E pra ajudar, o acabamento da Lander é muito inferior a Fz... uma pena.

 

No mais, meus parabéns! Você ganhou um admirador ::otemo::

Depois trocamos idéias sobre esses acessórios, caso continue com a minha motoca.

 

 

Abraços

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Membros de Honra

Fala galera, blz ?

 

Bom, acho que já dá para escrever algo, ainda não é o relato, pois eu sempre começo pela preparação da viagem, eu só gosto de lembrar que esse item é importantíssimo nas minhas viagens, eu gosto de falar que não faço aventura/motoaventura, eu sou um viajante/motoviajante, para tanto me preparo para não passar nem um risco além dos esperados/programados, eu tento me espelhar no que o Amyr Klink faz, ou seja, me preparar para não precisar da "sorte", eu não conto com ela.

 

Se há um "perrengue" no caminho, ele foi devidamente estudado e pesquisado à exaustão, eu não me permito, ainda mais com a responsabilidade de levar um CÃOpanheirão, de chegar num lugar e não saber o que eu posso encontrar ali, aprendi isso indo para Ushuaia, ou eu me preparo adequadamente ou não vou.

 

Por isso, não me considero um "aventureiro", pois no final, não é uma aventura, não estou buscando isso nas minhas viagens.

 

Escolha do destino

 

Pois é, apesar de ter dito que não tinha intenção de viajar ao Chile nos próximos anos, eu recebi 3 convites de 3 amigos para viagens à Carretera Austral.

 

Estava focado na outra viagem e estava tentando "ajuntar" os fundos necessários para aquela viagem.

 

Infelizmente, estava vendo que não ia conseguir "ajuntar" o tanto necessário e por isso resolvi aceitar o convite de um amigão que está fazendo a viagem agora, sendo que seria a que mais "tarde" iria.

 

As condições para fazer essa viagem eram, simples, teria que encaixar a viagem num orçamento baixo e levar o Zeca comigo.

 

As condições foram aceitas com muita empolgação.

 

Então a escolha do destino estava acertada, seria a Carretera Austral e a Ruta 40 o trecho mais embaixo, mais empolgante e ao mesmo tempo o mais assustador.

 

Mas, feito isso qual seria o caminho que seguiriamos ?

 

Pois é, aí vem um fato curioso, um dos amigões que me convidaram para fazer essa viagem, mencionou um paso pouco conhecido que não era tradicionalmente usado, ficava abaixo da última cidade da Carretera Austral, que é Villa O'Higgin's.

 

E ele me perguntou se eu sabia algo sobre esse paso.

 

Pois é, foram meses e meses de pesquisa sobre o "tal paso", consultando amigos daqui e amigos dali.

 

Veio a descoberta de dois pasos, o Paso Rio Mayer (que era o mencionado pelo amigo) e o outro Paso que até agora eu não sei o nome, mais sei que existe.....heheheheheehheeheheheheheheheh

 

Paso Rio Mayer

 

Basicamente é seguir de Villa O'Higgin's até o fim da estrada, sendo que lá há uma Aduana Chilena e um "riozim" para atravessar.

 

Colhi o máximo de informações sobre a travessia e comentei com os 2 amigões, o primeiro já fez a viagem e já retornou, mas não foi a Carretera Austral, igual ao meu caso, está deixando para ir numa próxima viagem, a viagem dele foi até Ushuaia, o nosso "Everest", são as palavras que ele gosta de usar e eu concordo.

 

O segundo está fazendo a viagem e o nosso acordo seria ir até o Paso Rio Mayer e ver o que daria para fazer, obviamente estou torcendo para que ele consiga fazer a travessia, mas vamos saber só daqui algumas semanas.

 

Paso Não sei o nome.... heheheheheeheheheheheheh

 

Pois é, esse foi mais difícil achar informação, pois é um paso para ser feito à pé ou de bike, o que colhi de informações é que tem que atravessar um pântano e há subidas longas, às vezes tendo que "passar" por cima de árvores, chegando à Aduana Argentina, lá tem a travessia de dois lagos, com dois "barcos" e finalmente chegar na Carretera Austral.

 

Somente nos últimos dias de preparação do roteiro me deparei com a informação de como era realmente o caminho, engraçado que um rapaz conseguiu atravessa o tal paso com uma Biz, tem fotos no link:

 

http://www.falcononline.com.br/forum/index.php?topic=8982.45

 

Conversei novamente com os dois amigões, e o primeiro estava praticamente "embicando" a moto na garagem, já saindo para o "Everest", o segundo amigão, comentou comigo que ia ser beeeeem puxado e que estava preocupado com o resultado na moto, ficamos "acordados" que iamos colher as informações lá em Villa O'Higgin's para aí ver o que fazer.

 

Os caminhos da viagem

 

Pois é, a viagem ia acontecer assim, cada um fazia sua viagem e nos uniriamos no pior trecho, que em tese seria a Carretera Austral e a Ruta 40, e depois veriamos o que fariamos.

 

O amigão que está fazendo a viagem, queria "ZigueZaguear" em alguns pasos Chile/Argentina-Argentina/Chile.

 

Eu, não poderia fazer isso, pois toda "entrada e saída" de país com o Zeca geraria um transtorno aduaneiro.

 

Portanto o meu roteiro ficou assim:

 

Saída do Brasil por Chuí, passeio em Cabo Polônio, Punta del Diablo e Colonia del Sacramento, travessia de Ferry Boat para Buenos Aires (fugindo dos policiais da Ruta 14), 3 Arroyos, Néuquen, Bariloche, Ruta de los Siete Lagos indo até Junin de Los Andes, passando pelo Paso Mamuil Malal ou Tromem ao lado do vulcão Lanin, Pucón no Chile, tentando subir o Vulcão Villarica, encontrando os amigos em Puerto Montt ou Puerto Varas, o que fosse melhor.

 

De lá atravessariamos para a Ilha de Chiloé ou pegariamos o Ferry direto para Chaíten, tudo isso seria decidido na hora pois Chaíten não "existe" desde a erupção do Vulcão Chaíten à cerca de um ou dois anos atrás.

 

Preparação da moto

 

Pois é, como podem ver seria uma viagem longa e cheia de lugares interessantes para se passar.

 

Desde a viagem para Ushuaia percebi que tinha que me preparar sempre o melhor possível, isso incluia as escolhas de que "perrengues" pegar e como estar nessa situação.

 

Também envolvia quando e onde fazer "a troca" das peças, além é claro de como preparar a moto.

 

Eu sempre falo, vc tem que confiar a na sua moto e ela tem que confiar em vc para saírem dos lugares difíceis e é assim que eu preparo a moto.

 

Para tanto eu levo na bagagem, os seguintes itens que aumentaram desde a primeira viagem:

 

- 02 tubos de Tire Pand da Motul para encher pneus em caso de furo;

- 01 relação completa e original, já usada (sempre a que eu estava usando);

- jogo de lâmpadas;

- 02 tubos de Motul para engraxar a corrente (é o mais prático na minha opinião, apesar de ser caro);

- 01 bomba de gasolina reserva (comprei esse ano, uma paralela para a Fazer, lendo os relatos dos amigos que tiveram problemas com esse item na moto deles);

- jogo completo de ferramentas;

- 01 jogo de catracas e cordas para amarrar a moto (aviso do amigão, parece que no Ferry que faz a travessia para Chaíten não há cordas para amarrar a moto), comprei um da marca Scud na General Osório;

- 03 Litros de óleo Yamalube, sim, eu sempre levo os Yamalubes do Brasil, pois sei que não é comum achar lá embaixo ou lá em cima, sendo bem restrito aos grandes centros urbanos e olhe lá, no caso do Mobil se acha com mais facilidade e é comum o pessoal usar um óleo da YPF ou um Castrol para subistituir o Yamalube, mas eles possuem especificações menores do do API SL do Yamalube.

 

Antes da viagem foi feita a revisão da moto:

 

Troca da relação, apesar da que estava na moto estar com cerca de 20.000 km's, sempre vou com uma relação nova original (com a corrente 428 V que é do Japão), já vi que a relação que usei para a viagem para Ushuaia (428 vh ou algo assim) não dura igual a original.

 

Troca dos pneus (o dianteiro já estava bem rodado), o traseiro trouxe para casa e está guardadinho.

 

Troca de óleo da suspensão dianteira e lubrificação (foi feito o recall) da suspensão traseira.

 

Troca do cabo de embreagem e do acelerador (A e B)

 

Foi trocada também (cerca de 5.000 km's atrás - antes da viagem) o anel de vedação do sensor híbrido da moto.

 

Todos os ítens foram revisados na Concessionária Red Baron, que é onde sempre faço as revisões antes das viagens, lá eles fizeram a revisão dos outros ítens, pastilha, lona, embreagem, etc. etc.

 

Galera depois continuo.

 

Grande abraço,

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Membros de Honra

Fala galera, blz ?

 

O que ver e o que não ver nessa viagem

 

Pois é, muita coisa para ver, pouco tempo disponível.

 

Muita coisa eu "pesquei" nos relatos de viagem sobre a Carretera Austral e no mochileiros.com, também li bastante coisa nos livros do Zizo Asnis & cia, Os Guias de Viagens - Argentina e Chile.

 

No final eu posto um link dos relatos que encontrei, mas já adianto que no site do Ricardo Rauen tem uma viagem pela Carretera.

 

Quem é o Zeca

 

O Zeca é um legítimo 4 patas da raça Pastor de Shetland, ele possui uma pelagem "Bi-Black" (ou seja branca e preta) e tem cerca de 5,5 anos, pesa cerca de 12/13 kg's, é beeeeem tranquilão, raramente late, gosta bastante de sair nas ruas e é beeem protetor nessa hora, não deixando os muitos dog's soltos que existem aqui (algo que deixa alguns passeios beeeem irritantes, mas de nada adianta reclamar, infelizmente as coisas são como são), um detalhe é que ele é incrivelmente "sombra", sabe aqueles dog's que ficam o tempo todo atrás do dono, se vc vai para um lugar ele vai atrás, se vc logo em seguida sai, lá vai ele atrás e fica assim o dia todo, sempre tentando ficar o mais próximo do dono.

 

Tem o ótimo hábito de "sorrir", sim o Zeca sorri, abaixa a orelha e dá pulinhos de alegria, mas raramente abana o rabo, o que acaba deixando algumas pessoas decepcionadas (há esse costume de cachorro que abana o rabo mesmo.... Até eu esperava...heheheh), outro ponto que deixa um pouco as pessoas decepcionadas é que ele não é dado, pois é, os Shelties (apelido da raça) é que eles são ressabiados.

 

Essas são algumas das características da raça, é a média, claro, que há indivíduos que fogem da "curva" e podem ser mais ou menos alguma característica, também não são características "exclusivas" dos "Sheltie's", existem outros indivíduos de outras raças e SRDs que também possuem essas característica, só quis mencionar isso, pois é comum perguntarem bastante sobre a raça, que evidentemente é costumeiramente confudida com filhotes de Collies ou Border Colies, é comum e é sempre uma surpresa saberem que o Zeca é um legítimo Pastor de Shetland que "não vai crescer mais"....hehehehehehehehe

 

O Zeca e as duas rodas

 

Mas, inicialmente, o Zeca já anda de moto desde os seus primeiros meses, quando morando em SP, eu tinha uma CG 150 que usava para pequenos deslocamentos e pequenos passeios (Serra de Juquiá, Praias, etc.).

 

No inicio, até postei em um tópico antigo no Mochileiros.com, chamado "com o cachorro nas Trip's" ou algo assim, esse tópico, quase rendeu uma matéria de revista (sim, o Zeca quase ficou famoso) quando uma jornalista me procurou perguntando sobre a viagem, tem cerca de 2 anos isso, no final ela ficou de marcar uma sessão de fotos e até hoje não recebi o dia..... heheheheheheeheheheheheheh

 

Mas, a revista saiu, só não consegui adquirir um exemplar, não sei o que está escrito, e realmente fiquei curioso até hoje.

 

Os primeiros passeios do Zeca foram numa mochila que eu cortei alguns pontos e fiz uma "meia canguru" (na época não tinha acessórios assim, exceto uma bolsa que vc levava com duas alças, hoje já se acha mais acessórios, mas nenhum que tenha gostado).

 

Uma pena que não tenho nenhuma foto dessa época, mas era bem bacana, o Zeca ia preso na "frente", com as patas dianteiras sobre o tanque e as traseiras dentro da "mochila", ele curtia muito.

 

Os passeios meio que ficaram mais restritos depois que mudamos para MG, mas ainda aconteciam hora aqui, hora acolá e foram ficando mais frequentes nos dois últimos anos, já pensando em uma "grande viagem" para daqui um ou dois anos.

 

Vamos algumas fotos desses passeios, que incluiam pequenas viagens de 2/3 dias mais recentemente, mas coisa pequena:

 

004.jpg

 

006.jpg

 

007.jpg

 

Essas fotos foram tiradas na estrada rural Camanducaia-Distr. São Matheus

 

009.jpg

 

010.jpg

 

011.jpg

 

Aqui dá para ver que o Zeca é bem curioso, mas extremamente calmo, ficando apenas observando o entorno, e é assim mesmo.

 

013.jpg

 

017.jpg

 

012.jpg

 

Dá para ver que ele ia numa "cestinha de roupas", pois é, foi o primeiro "e" mais sofisticada caixa de transporte que bolei para ele, foi preso com a guia e a coleira no cestinho, e o cestinho ia preso na moto por dois elásticos "extensores", usados para amarrar bagagem na moto.

 

002.jpg

 

Aqui tem uma foto, a primeira que tirei dele, ele tem esse costume mesmo, quando diminui a velocidade, ele enfia a cabeça para fora e costuma ficar olhando para frente, mas é só aumentar a velocidade que ele "se esconde" do vento e fica olhando para trás ou para o lado.

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Membros de Honra

Alguns "acessórios" foram incluidos nos passeios do Zeca, como essa "roupa" para ele não sentir tanto o vento.

 

DSC01428.jpg

 

DSC01438.jpg

 

Ali atrás nesse passeio para Monte Verde dá para ver a caixa de transporte dos "irmãozinhos do Zeca" o tal casal de Daschund/Teckel/Salsichinha de Pêlo Longo.

 

Mais detalhes e fotos desse passeio estão nesse link: http://www.falcononline.com.br/forum/index.php?topic=4592.30

 

O que diz o C.T.B. sobre transporte de animais de estimação

 

Pois é, a viagem ia ser longa e estava muito preocupado como seria o tratamento no caso de sermos parados pela P.R.F. o que de fato aconteceu durante a viagem, eu busquei ler o que diz a legislação sobre o transporte de animais de estimação.

 

A grande surpresa é que não há legislação prevendo o transporte de animais de estimação em motos, além é claro de não mencionar em nenhum momento a obrigatoriedade do transporte em caixas de transporte do tipo "clonadi, Clicknew, etc.".

 

Os dois artigos que encontrei mencionando sobre o transporte de animais domésticos são esses:

 

Art. 235. Conduzir pessoas, animais ou carga nas partes externas do veículo, salvo nos casos devidamente autorizados:

 

Infração - grave;

 

Penalidade - multa;

 

Medida administrativa - retenção do veículo para transbordo.

 

 

Art. 252. Dirigir o veículo:

 

I - com o braço do lado de fora;

 

II - transportando pessoas, animais ou volume à sua esquerda ou entre os braços e pernas;

 

III - com incapacidade física ou mental temporária que comprometa a segurança do trânsito;

 

IV - usando calçado que não se firme nos pés ou que comprometa a utilização dos pedais;

 

V - com apenas uma das mãos, exceto quando deva fazer sinais regulamentares de braço, mudar a marcha do veículo, ou acionar equipamentos e acessórios do veículo;

 

VI - utilizando-se de fones nos ouvidos conectados a aparelhagem sonora ou de telefone celular;

 

Infração - média;

 

Penalidade - multa.

 

Link: http://www.pr.gov.br/mtm/legislacao/ctb/cap_xv.htm

 

O que eu contei foi com a boa vontade dos amigos Policiais Rodoviários de checarem se a caixa onde vai o Zeca, oferecia a segurança necessária para ele, para mim e para os demais condutores.

 

E estava eventualmente preparado para caso, o Policial entender que tal condução poderia oferecer algum risco, terminar a viagem ou deixar a moto no posto policial e me deslocar para algum local de onde tentaria contornar o problema, sem infrigir à lei.

 

Das duas leis eu entendi que a moto não tem parte "interna" e que eu não poderia transportar o Zeca numa "mala tanque", mas se vc "literalizar" as duas leis, evidentemente muita coisa que envolve motos não poderia existir, como por exemplo a própria mala tanque.

 

Pensei, inicialmente em transportar o Zeca em uma espécie de mala tanque (como é o caso da Lola, uma Cocker que viaja na Europa, vai ter link mais pra frente e de tantos outros que vi na internet), mas diante desse artigo preferi não fazer isso e fiz o transporte sob o banco no lugar do garupa.

 

O Zeca e a parte internacional

 

A legislação mundial é clara, tirando alguns países que possuem quarentena, não há problemas de "trânsito" de animais de estimação, exceto diferentes exigências, como no caso da Europa que exige "chipagem" do animal de estimação e um exame de sangue, cerca de 3 meses antes da viagem para certificar da inexistência da raiva no animal.

 

No caso a viagem era pela América do Sul, países do MERCOSUL e o Chile.

 

A legislação desses países pede um documento chamado C.Z.I. (Certificado Zoosanitário Internacional) que é emitido pelo Ministério da Agricultura do país de origem e é válido por até 10 dias.

 

Ele pode ser emitido gratuitamente nos aeroportos internacionais e nos postos de fronteira, mediante a apresentação de um Certificado de Sanitário, esse documento pode ser emitido por qualquer veterinário e tem um "padrão", segue link de um dos vários sites onde tirei essa informação:

 

http://www.saudeanimal.com.br/viajando_com_animais.htm

 

O problema é que sabendo que esse documento é válido só por 10 dias, tentei bolar um jeito de ver o melhor lugar e como fazer, já que pretendia visitar 3 países diferentes, e com isso tive que ir atrás das informações dos países, segue o link das páginas:

 

Na Argentina o nome do órgão que cuida disso é a SENASA :

 

http://www.senasa.gov.ar/contenido.php?to=n&in=1090&io=5217

 

No Chile é o SAG:

 

http://www.sag.gob.cl/OpenDocs/asp/pagDefaultGabineteSuperior.asp?boton=Doc43&argInstanciaId=43&argCarpetaId=813&argTreeNodosAbiertos=%28%29&argTreeNodoSel=&argTreeNodoActual=&argRegistroId=1017

 

No Uruguai é a MGAP:

 

http://www.mgap.gub.uy/Cartelera/SrTurista.htm

 

Sendo que no caso do Uruguai há uma exigência à mais:

 

En el caso de perros, tratamiento contra Tenia Echinococo (quiste hidático) con un producto que contenga como principio activo Praziquantel en un mínimo de 72 hs. y máximo de 30 días previo al ingreso.

 

O outro detalhe e que me deixou muito em dúvida era, se caso o prazo de validade do CZI estivesse vigente, eu poderia atravessar de um país para outro, minha inteção era emitir o CZI em Chuí e aproveitar para cruzar o Uruguai e entrar na Argentina com o mesmo CZI.

 

Esse fato só consegui esclarecer em Gramado - RS, durante a viagem, quando a veterinária falou que eu teria que fazer o mesmo procedimento no Uruguai (emissão de CZI para entrar na Argentina).

 

E lendo alguns relatos (principalmente o do ViagensManeiras) vi que em todas as fronteiras, teria que emitir um novo CZI.

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Participe da conversa

Você pode postar agora e se cadastrar mais tarde. Se você tem uma conta, faça o login para postar com sua conta.

Visitante
Responder

×   Você colou conteúdo com formatação.   Remover formatação

  Apenas 75 emojis são permitidos.

×   Seu link foi automaticamente incorporado.   Mostrar como link

×   Seu conteúdo anterior foi restaurado.   Limpar o editor

×   Não é possível colar imagens diretamente. Carregar ou inserir imagens do URL.


×
×
  • Criar Novo...