Ir para conteúdo
  • Faça parte da nossa comunidade! 

    Encontre companhia para viajar, compartilhe dicas e relatos, faça perguntas e ajude outros viajantes! 

Ploc-afta

Só Bolívia - 23 dias ( Salar- La Paz- Huayna Potosi- estrada da morte)

Posts Recomendados

Mochilao na Bolivia 23 dias (Salar, La Paz, Huayna Potosi, Coroico)

 

Esse relato na verdade ocorreu já fazem alguns meses, mas acabou não dando tempo de escreve-lo.

Como a cotacao do dolar se manteve a mesma de quando fui, creio que as informacoes e precos descritos são bem atuais e podem ser de ajuda. Alias toda esse viagem foi composta devido as dicas aqui do site, entao quero retribuir.

 

Já tinha estado de passagem pela Bolivia, rumo a Machu Picchu em 2008, como muitos fazem. Mas percebi que a Bolivia tem tanta coisa interessante e o povo é tao caloroso que merecia umas férias exclusivamente para curtir esse país. Sem contar que depois de ter visto o Huayna Potosi desde o cume do Chalcantaya, estava com muita vontade de ir ate lá.

E esse foi o motivo, e com o perdao do trocadilho, seria o ponto alto de minha viagem.

Detalhe: fiz essa viagem solo mesmo, e foi uma experiencia muito boa.

 

Dei um procurada exaustiva em todo os sites de venda de passagem e empresas aereas e acabei comprando no decolar (nem sempre é o mais barato, mas na epoca foi) que estava com o preco melhor que o da propria TAM que seria a empresa de aviao que usaria.

 

Bom o preco ate La Paz esta bem alto cerca de 900 a 1000 reais, e ate cochabamba estava por 750!

Uma diferenca bem interessante. Decidi comprar ate Cochabamba e depois pegar um busao ate La Paz, cerca de 7 horas de distancia.

 

So um detalhe: meu voo faria uma escala de alguma horas em Assuncion, Paraguay.

Chegaria a 01:00 da manha e sairia as 11:00. Bom a aventura já comecaria ai, dormindo no banco do aeroporto... sem problemas.

 

Peguei o aviao, cheguei no Paragua e dormi no banco, la pelas 8 da manha quando abriu o quiche da TAM, fui dar uma confirmada no voo e tal.

E imagina minha surpresa quando o cara do balcao comecou a fazer uma cara estranha e procurar algo no computador, pensei: ih lascou.. ::hein:

 

E foi isso mesmo: meu voo tinha sido cancelado, alias não deveriam nem ter me deixado embarcar no Brasil. O proximo só no outro dia... :o

Olhei pro banco do aeroporto e pensei: ah não,! dormir um dia inteiro ai não rola... umas horas ate tinha sido interessante mas o dia todo ai era sacanagem..

 

Mas ponto para a TAM, nem precisei pedir e já tinha na mao um voucher para ficar num hotel e com as refeicoes pagas, transfer e tudo... atendimento perfeito.

 

Como estou acostumado a alojamentos bem simples, nem me importei em ficar um dia num albergue Paraguayo, e ainda ia conhecer uma cidade que não estava nos planos.. foi um mal que veio pra bem.

 

Imagina minha surpresa quando a van me deixou na porta de um Hotel 4 estrelas no centro de Assuncion! ::hahaha:: Pensei em reclamar que sou mochileiro e isso vai contra meus principios, mas resolvi encarar.... 12o andar, com piscina, sauna, academia.. ia ser dureza mas eu iria aguentar... ::lol4::::otemo::

 

1o dia - em Assuncion:

 

Como eu ia ficar so um dia não tinha muita coisa pra ver. A capital Paraguaya tem construcoes muito bonitas, com destaque a Casa do Governo as margens do Rio. Muito show ainda mais no por do sol. Depois me falaram que não era bom eu ter andado ali sozinho, mas não percebi nada perigoso..

 

Aproveitei pra dar uma volta no centro, comprar algum artesanato e ficar de boa na praca.

Ainda estava rolando um show cover dos Beatles na praca principal da cidade e fiquei ali so curtindo um Love me do...., muito manero.

 

Voltei pro Hotel e fui jantar no restaurante chiq que tinha la, tudo pago obvio.

Me senti bem fora da agua ali no restaurante com calca cargo e camiseta dry fit e o chefe dos garcons, manezao, ficou me desprezando.. so por isso não ganhou gorjeta... manè.. 8)

 

Já outro garcon foi super gente boa, mesmo vendo que eu era um pe rapado e me deu umas dicas da cidade e tal...

 

Blz, no outro dia a van veio me pegar e ai sim, rumo a Bolivia.

 

2o dia Cochabamba a La Paz

 

O voo foi tranquilo e cheguei logo em Cochabamba, que tava com um calor saariano e como não tinha intencao de ficar pela cidade peguei logo um taxi para a rodoviaria.

No aerporto tinha uns militares fazendo revistas das bagagens. Como estava com um mochilao e bem socado, o milico olhou meio desanimado,pois se tivesse que me fazer tirar tudo de dentro sabe que ia demorar para colocar de volta. Quando ele disse pra mim passar, não deu pra esconder a cara de agradecido e dar um “muchas gracias” com enfase...

O Taxi ate a rodoviaria saiu por 20 bolivianos ( um assalto, depois descobri) ::putz::

 

Isso porque os precos do buses ate La Paz não passam de 50 bolivianos.

Na questao dos onibus na Bolivia existe os ruins e os pessimos. Os ruins são muito ruins e os pessimos são do tipo que deveriam ter sido sucateados..que nunca viram uma lavagem das poltronas desde que foram construidos, tipo tem camadas de suor de todos os que sentaram ali. Podre mesmo. ::xiu::

Gosto muito da Bolivia mas os onibus são um lixo.

 

Acabei pegando um bem podrao por 30 bolivianos. Embora a viagem até La Paz seja de 7horas, não tem banheiro. Não se esqueca que tem que pagar uma taxa na rodoviaria, de 3 bolivianos, procure o guiche, geralmente no meio do terminal e pegue o papelzinho.

Nem em pesadelos pense em querer usar o banheiro da unica parada no meio do caminho para fazer algo mais demorado... é uma visao da morte.... ::ahhhh::

Pra dar uma desaguada no caso dos caras, ate vai. Não imagino uma guria usando aquilo.. depois dessa viagem dei valor aos banheiros publicos do Brasil...

Mas tudo é uma experiencia valida, e fazer o que, é assim em alguns lugares.. depois de uns dias a gente acostuma. Mas como eu tinha acabado de vir de um hotel 4 estrelas foi tipo... uma mudanca bem drastica.

 

7 horas depois desembarquei na rodoviaria de La Paz. Liguei pros meus camaradas que moram la e já estavam me esperando ali.

 

O bom da Bolivia é que em qualquer banquinha há telefones para fazer ligacao, isso quando os locutorios já estao fechados. E o preco como tudo na Bolivia é super barato.

 

Fomos de carro ate a zona sul, na parte baixa de La Paz .

 

Minha ideia era fazer o Salar por ultimo, mas assim que cheguei na casa do meu camarada, o irmao dele disse que ia pra lá no dia seguinte a trabalho. Caramba, bora nois entao...Joguei a mochila de lado, peguei uma de ataque com algumas coisas e cai no sono..

 

Gastos: taxi: 20 bls, telefonema para La Paz: 3 bls, água: 7 bls, busao para La Paz (com taxa) 33 bls

banheiro no meio do caminho: 1 bls, por favor! Eles é que deviam pagar pra quem tivesse coragem de entrar la ...

 

3o dia de La Paz a Uyuni

 

Antes do meio dia la estava eu de novo na rodoviaria rumo a Oruro onde pegaria o trem pra Uyuni.

Tem empresas bem caras que fazem esse trajeto com onibus turistico e tal. Mas pra entrar no clima e dar uma pao durada, fui com o camarada no bumba do povao mesmo.

 

A viagem foi tranquila, batendo um papo, falando sobre Pink Floyd, rock n roll, viagens e assim vai..

 

Chegamos poucas horas depois em Oruro. Como era uma segunda-feira, não tinha trem pra Uyuni, eu sabia disso, mas entre viajar sozinho ou acompanhado, preferi companhia. Se eu estivesse sozinho teria programado pra chegar em Oruro na terça-feira para pegar o trem.

 

Fomos ate o guiche dos trens e confirmamos, nada de trem nesse dia. Ou ficavamos um dia mofando na cidade ou iamos de onibus. Já tinham me dito que essa viagem é completamente tosca e terrivel. Pois é o pessoal gosta de elogiar...nao tinham falado nem a metade.

 

Como iamos viajar de noite, almocamos la pelas 15:00 com direito a umas Huari (a melhor cerveja da Bolivia na minha opiniao).. num butequinho.. so pra matar o tempo.

 

A viagem foi realmente muito ruim, vans pequenas em estradas (estradas não, era uma sugestao de caminho) terriveis e muiiiito esburacadas e com um motorista maniaco. ::dãã2::ãã2::'> ...bem perigoso, o cara era louco mesmo.

Se já leu que é melhor ir de trem , acredite, é mesmo! Mas valeu a experiencia, nem que seja pra saber que não se deve fazer isso nunca mais.. ::lol3::

 

4 o dia – Chegada em Uyuni e primeiro dia do passeio no Salar.

 

Chegamos la pelas 4 da manha na rua principal de Uyuni, num frio de -4 graus. O motorista teve a clemencia de nos deixar dormir dentro ate as 6:00, quando acordamos com brados de :

Marchense! Vayanse todos! Fuera del bus!

Bem gentil e bem simpatico. ::quilpish::

 

Ficamos ainda uma hora no relento, com -8 graus, ::Cold:: nos escondendo numa tenda de lona e tomando um café.

La pelas 7 as agencias comecaram a abrir. Uma dica: nem pense em comprar o passeio no Salar antes, é totalmente desnecessario. O que tinha de agencia procurando turista pra fechar o numero de pessoas nas camionetes.. e fazendo descontassos!

 

Já tinha lido sobre as empresas Colque e Cordillera e estava querendo procura-las para fazer com uma delas..

Mas acabei fechando com a empresa Brisas, O-T-I-M-A, perfeita.. o guia era o Johnny, um cara super gente boa. Agencia boa e barata. Fica na frente de uma grande escultura dum cara, de metal na rua principal. Tem um hotelzinho no andar de cima.

 

Fechamos com o cara e fomos dar uma volta e tomar um café antes de sair. Sairiamos so pelas 10:00.

 

Embarcamos numa toyota Land Cruiser, alias so existem Land Cruiser em Uyuni, parece patrocinio oficial...

Fomos direto para o Cemiterio de Trens e antes de chegar, numa reta, o motorista tava pisando fundo e o pneu furou. A Toyota jogou de um lado, jogou de outro e quase capotamos... a aventura já tinha comecado.

 

Visitamos o cemiterio de trens e depois a Isla del pescado... muito show.

O Salar é incrivel...algo de outro mundo.

Tiramos milhares de fotos.

Os outros dias seguiram conforme o combinado e usual, passamos pela Laguna Hedionda, Laguna Colorada, ficamos em um hotel de sal (simples não o top), Geisers e Laguna Verde no Fim. Fantastico...demais mesmo..ha lugares surreais como a floresta de pedra.. e tudo totalmente offroad...aventura total.

Destaque para as noites, um ceu tao estrelado, que nunca tinha visto igual na minha vida... pra quem é de São Paulo entao...com o ceu limpo que temos aqui...

 

Gastos: Passagem La Paz- Oruro (mais a taxa): 17 bls ,

água: 3,50bls,

chip para celular da entel: 30 bls

Almoco completo com cervejas em Oruro: 23 bls,

Passagem Oruro- Uyuni de busao com taxa: 43bls.

Passeio 4 dias no Salar com empresa Brisas: U$ 85,00

Entradas para os parques (não incluso no pacote da agencia) : 45 bls

 

8o dia de Uyuni a Tupiza y Villazon:

 

Decidimos correr o mundo e ir ate a fronteira com a Argentina. Nosso primeiro destino: Tupiza.

Fui de onibus!

Eu tinha falado que a viagem de Oruro ate Uyuni era a pior viagem do mundo.. esqueca.. essa sim era a pior viagem do mundo... ::sos::

A estrada era mais esburacada, tinha mais poeira, a janela não fechava.. estava frio.. o motorista ouvindo cumbia a explodir os timpanos e o cara era ainda mais maniaco que o outro... parecia um pesadelo dos brabos.. ::ahhhh::

No meio do caminho numa mini cidade, Atocha, o busao para.. sem sermos avisados tinhamos que fazer uma baldeacao de 4 horas... a cidade não tinha nada...parecia uma cidade meio fantasma com uma feirinha e predios bem velhos...imagino que foi numa cidade assim que o tal Judas perdeu sua bota de trekking.

Compramos galletas e outras coisas e comemos na praca. E derepente ouco um AC/DC no talo.. :?:

 

era uma loja de Cds com um metaleiro ali perdido no meio do nada, deve ter caido de algum onibus sei la... era o ultimo lugar do mundo que eu espera ouvir esse tipo de musica.... foi surreal.

Na loja a unica coisa original era o proprio vendedor... de resto somente coletanias raras ::lol4:: em saquinhos de plastico...tipo todas as 500 musicas do Elvis em um CD.. :wink:

 

não visitamos nada de interessante no trajeto, apenas decidimos rodar e como o meu camarada tinha que passar nessas cidades pelo seu trabalho.. aproveitei.

 

Depois fomos a Villazon na fronteira com Argentina, onde tomamos uma Quilmes... (prefiro uma Skol ou uma Huari sem duvida)

Ai aprendemos a licao e voltamos com o trem desde a fronteira ate Oruro.

Passagem de 109 bls

9o ao 15o dia em La Paz

 

Passei quase uma semana so curtindo La Paz com os amigos.

Destaque para o Pub de Jazz Thelonious, show de bola.. ambiente tranquilo, aconchegante.. um som maneiro.. tocaram ate em portugues para minha surpresa..

Procurei algumas coisas legais em lojas de artigos esportivos.. acabei não trazendo nada mas tinha muita coisa legal numa loja que vende Doite no final da Sagarnaga, la em cima, já na Illampu.

Tambem na Tatoo que fica do Lado.

Aproveitei pra pesquisar agencias para subir o Huayna Potosi.

16o ao 18o dia – o ponto alto: Huayna Potosi.. afinal foi pra isso que eu vim...

 

( já tinha postado o pequeno relato abaixo no topico do Huyana Potosi, entao so copiei para colocar aqui..)

 

Gostaria de deixar minhas impressoes aqui tb.

ha um mes estive na bolivia e estava louco para fazer essa subida ao Huayna Potosi. Procurei essa agencia citada igual a um maluco e nao encontrei. No lugar que é citado ( Subindo a Sagarnaga, virando a direita na Illampu, 3 agencia) tem uma com o nome parecido: Andeans base camp.

Ja que nao achei a Andreans Expedition fui com essa mesmo.

os equipos eram meia boca viu, mas na hora de provar, se tinha alguma coisa velha pedia pra trocar na boa.

No dia de comecar a aventura a agencia nos levou a outra, agora que li que era a mais porcaria descrita aqui no site heheheh, a Huayna Potosi, ainda bem que so li isso agora.

 

Mas tirando os equipos meia boca, curti muito os guias, bem maneiros e responsaveis.

realmente os porteadores sao por fora, 10 dolares para subir ate o acampamento alto e mais 10 pra voltar.

Eu estava com mais 6 gringos, dois israelitas, 2 franceses e um cara e uma mina da Alemanha. Ninguem quis um carregador e o guia ainda deu uma zoada dizendo que ninguem ia precisar mesmo.

Isso foi no primeiro refugio depois de treinarmos no glaciar. Mas como meu ego ja tinha ficado la embaixo antes de chegarmos aos 4.000 mts, nao me importei e ja contratei o meu. Que se dane, nao ia querer dar uma de bom e subir a Morena, que eh uma subida com cascalho bem forte, carregado igual a uma mula e depois nao ter pernas pra subir ao pico do Huayna, que afinal era o que eu tinha ido fazer. ::otemo::

Quem pode e esta bem preparado, mande ver. Na duvida nao arrisquei.

Eu nao estava bem preparado fisicamente e perdi feio da Mina da Alemanha que subiu com mais peso que o namorado, mas tem que ser macho nessas horas e reconhecer seu limite. Pelo menos pensar assim me fez sentir melhor naquela hora.

 

Fiquei pensando que os caras eram uns mercenarios mesmo, poxa 10 dolares por trecho...

Mas quando comecei a subir e senti o nivel do negocio, pensei: pagava ate 20 por trecho na boa. Foi o melhor investimento que eu fiz na viagem hehehe

 

La em cima chegamos no acampamento alto, acampamento nao, era um caixa pintada de laranja, um conteiner no meio do gelo ( que alias parece ser exclusividade dessa agencia) mas pelo menos ficava uns 40 minutos mais encima do que o refugio de pedras das outras agencias. Valeu a pena. Entao, la no conteiner, o guia me disse que eu e os israelitas iamos sair uma hora mais cedo do que os outros. Mano, se ele quisesse que eu saisse um dia antes eu saia. Fiquei meio chateado dele praticamente me chamar de Mole, mas ta valendo, infelismente brasileiros tem a fama nao subir ate o fim. E eu tinha ido ali pra isso caramba!

 

Mas ja estava bem aclimatado pois assim que cheguei na Boliva fui direto pro Salar e isso a quase duas semanas e nao senti nada durante toda a viagem.

 

Como estavamos em 7, tinha um guia so pra mim. Ou seja se eu quizesse voltar nao acabaria com a festa de ninguem.

Mas entao duas horas depois um dos caras de Israel, nao consegui mais,e ai fui encordado com o que sobrou.

 

Puxa se eu desistisse acabaria com a festa do camarada pois os dois teriamos que voltar. Pensar nisso ajudou a nao desistir.

 

Eu realmente nao deveria ter matado aquelas varias semanas ( ta bom foram meses) de academia e a cada 20 minutos pedia um descanco. Mas como ja tinha ido no ano passado na trilha Salkantay pensei que tava bem.

A turma que saiu depois nos alcancou e passou por nós. Maior sentimento de mane nessa hora! ::hãã::

 

Na parte final tem um paredao um poucoo tecnico muito legal, finalmente uma diversao. Pena que eu ja tava meio detonado.

 

Mas depois de muito caminhar, chegamos ao pico um pouquinho depois de amanhecer. Powerful !!! ::otemo::::otemo::::otemo::

 

Foi a coisa mais incrivel que ja fiz em minha vida, muiiiiito legal. Nao sentia mais meus pés, e tava com 4 meias

mas foi demais.

na volta como quase nao paramos o pé esquentou e fiquei mais tranquilo, estava meio preocupado de tirar as botas e ver as pontas dos pés pretas sei la. Andei lendo muita coisa de montanhismo e vendo fotos demais de pés gangrenados heheheh

 

A volta nao é tao facil como pensei, varias vezes simplesmente cai no chao, de maduro, tropecava e dava com a cara na neve. De cansado mesmo, exausto.

 

Subi forcando um pouquinho. Da proxima vou me preparar melhor. Mas compensa, muito. Mesmo tendo ido, sem querer, pela agencia mais simples. Mas eu procurei a melhor agencia , ela eh que nao estava la.

 

Recomendo essa subida com certeza, mas eh melhor se preparar bem, pois a altitude eh fogo.

 

Sem duvida voce sofrera menos e se divertira mais. E como citado tem seu risco e ele eh real. Va por uma boa agencia com bons equipos.

Voce vai ficar completamente louco pra voltar no proximo ano.

 

Gastos: Ascencion al Huayna Potosi: U$ 110 dolares na Huayna Potosi Adventure

comidas e remedios extras ( soroche pills que nem precisei, soro para reidratar, galletas, chocolates, luvas de la de llama etc..) U$ 20

 

16o ao 18o dia.. de molho em La Paz[b]

 

19o dia Estrada da morte em Bike ate perto de Coroico.

[/b]

Demos uma super pesquisada em precos e acabamos fechando com a El Solario por uns U$ 40,00.

Parece que eles alugam as bikes para varias outras empresas entao nada melhor que ir na fonte...

 

Eu sou pessimo de bike e fiquei meio preocupado quando vi a pirambeira, mas foi muito legal.

 

Ta certo que eu praticamente chegava sempre em ultimo, mas fui na boa... deu pra curtir o passeio.

São praticamente 4 horas sem parar so de descida, alucinante... no final não da nem pra mover os dedos de tanto que ficamos acionando os freios.

 

A volta é de van e ai é que tivemos a ideia do que enfrentamos.. ::ahhhh:: . coisa de doido.. se alguem ver aquilo antes de subir na bike, desiste com certeza. Sorte que so vimos o real tamanho dos abismos quando já estavamos na volta.. ninguem acreditava que tinha sido tao doido assim para encarar isso..

 

No final ganhamos um Cd com fotos e videos e um camiseta bem meia boca. Mas valeu a aventura sem duvida.

 

Fiquei mais uns dias ali e voltei ao Brasil..

 

No ano anterior eu já tinha visitado o Chalcantaya, Tiwanaco e o lago Titikaka, que valem muito a pena.

Naturalmente eu poderia ter visto mais coisa, mas como meus amigos não poderiam me acompanhar, dessa vez preferi passar um tempo com eles.

 

Afinal a vida não é feita somente de destinos.... o que vale é o trajeto e os relacionamentos pelo caminho..

A vida só é completa quando é compartilhada...

 

espero que esse relato possa ser de ajuda...

 

Me falavam: tu vai pra Bolivia ? Cara o que tem lá?

 

Depois que mostrei as fotos se arrependeram de não ter ido junto... a Bolivia é show... se puderem, não cometam a bobagem de usar esse pais somente como passagem para o Peru, e fiquem umas duas semanas por ali...

 

abraco

 

 

 

Outros relatos:

 

perrenguelato-travessia-serra-fina-abortada-feriado-de-junho-10-t44644.html

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Manero!! valeu muito!! to indo mochilar dia 13! dia do meu niver! vou pra lima e tenho que estar em santiago dia 08 de agosto!, então, vou me organizar para curtir mais a bolívia! , ja fui ano passado pra lá e subi o chacaltaya , tiwanaco e vale de la luna!. agora quero fazer a estrada da morte, uyuni, e agora fiquei atentado a subir o Huayna!!

 

 

valeuu!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Ai ,, vai mesmo! essa epoca é ideal para subiro Huayna Potosi , como é inverno... da para fazer sem correria... tu vai gostar muito..

 

Vou descobrir como se poe foto aqui e colocar algumas...

 

valew

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Olá, muito bom o seu relato!!! Muita informação sobre a Bolívia em um só lugar!

 

Mas, por favor me tira uma dúvida: quais são os dias que sai o trem de Oruro para Uyuni? E o que é melhor fazer este trecho de trem ou ônibus?

 

Só mais uma perguntinha: de Uyuni iremos para San Pedro, sabe como podemos fazer este percurso? Ouvi dizer que no último dia de passeio no Salar, o carro pode te deixar na fronteira com o Chile, mas e de lá como faço? pego um ônibus?

 

Valeu!!!

 

Fabi

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Oi Fabi.. que bom que as informacoes foram uteis..

eu pessoalmente planejei tudo só com as paginas do Mochileiros..

 

Sobre os dias sao os seguintes:

 

Terca e sexta: o chamado Expresso del sur que é o melhor

Quarta e Domingo : o Wara Wara que é mais simples..

(eu devo ter ido nesse, nem lembro... mas o negocio nem reclinava.. parecia que eu estava dormindo engessado...alem disso na tv ficou passando um programa de humor :?: de cochabamba, um tal de pachuco. Ruim que só vendo. Depois disso passei a achar o programa do Tom engracado.. so pra ter uma ideia heheheh)

 

Mas foi otimo, toda a viagem, os perrengues... experiencia unica.

 

de qualquer forma dos dois trens tem classes distintas..

eu preferi ir no meio do povao mesmo... farofada, pollos fritos pra tudo que era lado... uma festa.. ::lol4::

 

o site da empresa esta abaixo para ver os precos e outros detalhes:

 

http://www.fca.com.bo/contenido.php?seccion=2&subseccion=41

 

 

E o que é melhor fazer este trecho de trem ou ônibus?

 

Pela mor de Deus,, se tu tem amor a vida vai de trem. ::ahhhh:: .. mas se quiser fazer a viagem mais terrivel de sua vida entao pode ir de busao, isso pode ser uma aventura a parte... vendo agora nao parecia tao ruim.. mas vai por mim.. .é muuuuuiiito ruim mesmo. ::lol3::

 

Só mais uma perguntinha: de Uyuni iremos para San Pedro, sabe como podemos fazer este percurso? Ouvi dizer que no último dia de passeio no Salar, o carro pode te deixar na fronteira com o Chile, mas e de lá como faço? pego um ônibus?

 

Isso infelizmente nao sei te responder.. voltei no ultimo dia pois fiquei so na bolivia mesmo. Mas creio que eles combinam com outra agencia pra te esperar na laguna verde e ja seguir para o chile.. tipo uma camaradagem entre agencias

valew

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Legal o relato!

 

Farei algo parecido, só Bolívia também, algo em torno de 20 dias... Passarei pelo Salar e dependendo da confiança tento o Huayna!

 

Abraço e um joinha :D

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Participe da conversa!

Você pode ajudar esse viajante agora e se cadastrar depois. Se você tem uma conta,clique aqui para fazer o login.

Visitante
Responder

×   Você colou conteúdo com formatação.   Remover formatação

  Apenas 75 emoticons no total são permitidos.

×   Seu link foi automaticamente incorporado.   Mostrar como link

×   Seu conteúdo anterior foi restaurado.   Limpar o editor

×   Não é possível colar imagens diretamente. Carregar ou inserir imagens do URL.




×
×
  • Criar Novo...