Ir para conteúdo
  • Cadastre-se
faanso

Ruta de la Muerte ( Rodovia da Morte) Bolívia

Posts Recomendados

Passeio pela Rota de La Muerte

 

O Caminho dos Yungas, também conhecido como Estrada de La Muerte, é uma estrada de aproximadamente 80 km de extensão, que une a cidade de La Paz, a região de Los Yungas.

Está estrada foi considerada umas das mais perigosas pelo extremo número de mortes.

 

image.png.6840bf2353c2bd706118277dc4fdebf7.png

   

    Uma grande parte da estrada foi construída com mão de obra escrava, com prisioneiros paraguaios, durante a Guerra do Chaco, na década de 30 (Os nativos comentam que o grande número de mortes se deu a uma maldição lançada pelos prisioneiros que construíram a estrada).

A rota foi usada por muito tempo como única estrada da região, com transito constante de carros, vans, caminhões e ônibus, este transito de veículos se dava em uma estrada sem estrutura, não pavimentada, sem guardrail, com desmoronamentos, excesso de água em alguns pontos e estrada estreita, entre outras.

Atualmente existe uma rota mais moderna e segura, que liga La Paz a Los Yungas, toda asfaltada.

 

Localização

 

image.png.6dba375eccf98fd4683182956ada3dd1.png

 

Hoje esta rodovia é muito mais turística do que utilizada para trafego normal de veículos.

Não há nenhuma restrição ao seu uso.

Como pode ser feito para utilizar a rodovia.

 

    Partindo de Lapaz, existe algumas alternativas para quem deseja trafegar na rodovia de La Muerte.

A primeira é procurar uma agencia de turismos, que vende alguns pacotes para percorrer a estrada de Bike. Como todo lugar, existe as agências Top,s com preços maiores, e outras que realizam o mesmo objetivo, com equipamentos algumas vezes inferiores, com preços mais atrativos. No dia em que estava em Lapaz, não dispunha de um valor alto para o passeio, então optei por uma agencia um pouco inferior.

Dentro da agência, pelo que pesquisei existem alguns pacotes básicos. Uma bike top de linha (dupla suspensão, freio hidráulico) o valor fica em torno de 450 bolivianos. Conforme vai diminuindo a qualidade da bike, o valor cai junto. Peguei uma bike por 300 bolivianos, algo em torno de 150 reais. Somente suspensão dianteira e freios normais. O resto do pacote é igual para todos. O que está incluso no pacote de 300 bolivianos?  Roupas, acessórios de segurança ( capacete, joelheiras, cotoveleiras), alimentação ( um café da manhã e almoço), fotos e vídeos da descida, guias e transporte.

 

          A descida de bike é muito boa, recomendo fazer, inicia em uma altitude de aproximadamente 4500m e vai descendo até uma altitude aproximada de 1400m. No começo é frio, região de cordilheiras e no final clima de floresta, quente meio abafado, com vistas espetaculares.

image.png.9ca66439c36f62c46dd5d7e1584d7670.png

Para quem, como eu esta fora de forma, não existe nada de empecilho, pois é somente descida, todo o trajeto. No meio do caminho existe um trecho de subida e retas, mais a equipe realoca as bicicletas na van, e todos seguem dentro, até a próxima etapa.

 

2.    Próxima alternativa é ir de carro ou moto.

 

 

       Saindo de Lapaz seguindo pela Ruta 3, vai chegar até La Cumbre. Continua na rodovia conforme mapa acima, sentido a Coroico. Após passar por dois postos policiais, tem que ficar atento a beira da estrada que tem uma placa avisando da entrada para Ruta de La Muerte.

Vale muito a pena realizar este trajeto de carro ou moto, pois se tem mais autonomia, parando para apreciar a paisagem conforme vossa vontade. Fazendo com excursão depende da vontade dos guias, que por vezes apuram o trajeto para ficar no cronograma.

O trajeto consegue fazer tranquilamente com qualquer veículo, não há necessidade ser 4X4 ( isso quando fiz, não posso dar exatidão em outras datas), a estrada no geral é boa, somente deve-se ter atenção e manter a velocidade baixa, tanto pelos perigos da estrada como os ciclistas.

Para quem não vai a Lapaz com carro ou moto próprio, tem outras opções, como alugar um carro, ou um táxi em Lapaz, que com uma dose de negociação pode valer a pena.

 

image.png.2e6952beed7c07ed796130f18606cda6.png

Considerações Finais.

 

Gostei muito do passeio, somente deve se ter atenção em alguns cuidados, como em qualquer lugar do mundo. Não exagere na velocidade na descida com a bike, pois um erro grosseiro e pode ser fatal. No dia em que fizemos o passeio teve apenas dois pequenos acidentes, duas meninas caíram com as bicicletas, somente alguns arranhados ( Preste atenção as recomendações dos guias).  Aprecie a vista, é sensacional.

Caso deseje ir de carro ou moto, também deve ter cautela, lembre-se a preferência é sempre de quem esta subindo a rodovia. Se programe quanto a alimentação, pois há poucas opções, e seja FELIZ !!!!!!!!!!!!

 

  • Gostei! 3

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

As agencias menores são as melhores, digo o porque, sempre são grupos pequenos 4,6 ou 8 pessoas, dá para ter mais emoção ( velocidadeeeee hahaha ), as agencias grandes são grupos de as vezes mais de 20 pessoas, muitos mal sabem andar de bike, aí descem de 10 km/h.  Desci duas vezes, a ultima em maio passado, um amigo chileno que estava viajando comigo a dias caiu bem na minha frente na parte de asfalto hahaha, quase passei por cima e cai junto... só muitos ralados, alguns hematomas e um celular destruído ! Passeio TOP !!!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!

Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.

Entrar Agora



×