Ir para conteúdo
  • Faça parte da nossa comunidade! 

    Encontre companhia para viajar, compartilhe dicas e relatos, faça perguntas e ajude outros viajantes! 

chinaf

Atacama e Machu Picchu 2008/2009

Posts Recomendados

Pena o tempo nublado......

 

DSC03253.jpg

 

DSC03254.jpg

 

DSC03255.jpg

 

Com direito até a Cactús, aliás muuuuitos cáctus aqui.

 

DSC03256.jpg

 

DSC03257.jpg

 

DSC03258.jpg

 

DSC03259.jpg

 

Em alguns momentos a gente chega a duvidar das cores, pois é incrível.....

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Pena que a luz não estava ajudando, as fotos realmente não fizeram justiça as imagens que vimos.

 

DSC03260.jpg

 

E as casas aqui são assim, dessa coloração, feitas com o material daqui, povoados inteiros.

 

DSC03261.jpg

 

DSC03262.jpg

 

DSC03263.jpg

 

DSC03264.jpg

 

Se não me falha a memória, essa casa parecia uma estação de trem que não funcionava mais.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Detalhe, aqui os trilhos do trem acompanham quase toda a estrada, mas é evidente que não há mais trem por aqui, pois os trilhos estão em alguns trechos completamente fora do seu curso.

 

DSC03266.jpg

 

E olha o rio aí de novo.....hehehehehehehehe

 

DSC03268.jpg

 

DSC03269.jpg

 

Incrível como de uma curva para outra a cor da montanha muda completamente, incrível mesmo, só vendo ao vivo para entender.

 

DSC03270.jpg

 

DSC03271.jpg

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

DSC03273.jpg

 

DSC03274.jpg

 

DSC03276.jpg

 

DSC03277.jpg

 

DSC03278.jpg

 

Bom nesse trecho a gente teve certeza que o rio deve encher em algum momento, pois essas "barreiras" estavam ali exatamente para evitar o transbordamento naquele lugar, aliás aqui nos pareceu que o leito do rio fica mais largo, enfim, ficamos muito curiosos para saber se e quando esse rio fica cheio....hehehehehehehehehe

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

DSC03279.jpg

 

DSC03280.jpg

 

Nesse ponto fomos parados pela polícia que checou a documentação e aproveite para pedir informações sobre combustível.

 

Já que não tinhamos mais certeza onde estavam os postos de gasolina.

 

No livro do Rauen ele comentou de um posto numa cidade que passamos e não vimos nenhum.

 

O guarda perguntou qual a nossa autonomia (haviamos enchido o tanque em Salta e não abastecemos mais, já que nos parecia que mais à frente de San S. de Jujuy haveria um posto e na verdade não havia).

 

Comentei de algo em torno de 150 km (não sabiamos o consumo na altitude) e ele nos falou que até Susques :hãaaa :hãaaa :hãaaa :shock: :shock: :shock: :shock: não daria (o susto é porque achei que haveria um posto mais cedo).

 

E aí ele nos sugeriu de ir até Tilcara.

 

Na nossa mente, estavamos pensando em dormir em Purmamarca, talvez em outra cidade da Quebrada de Humahuaca, se os preços fossem muito altos.

 

Mas, é que Purmamarca ficava há 2.300 m de altitude, o que seria menos que o resto das cidades da Quebrada, o nosso receio seria não conseguir dormir pelo Soroche.

 

Enfim, decidimos ir até Tilcara e abastecer e se ficasse difícil voltar até Purmamarca

 

DSC03281.jpg

 

DSC03282.jpg

 

DSC03283.jpg

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Pois é, é difícil ficar só olhando a estrada aqui.....hehehehehehehehehe

 

DSC03284.jpg

 

Aqui a vegetação já muda um tantim, mas acreditamos que seja uma vegetação plantada, ou seja, não é a vegetação "natural" do lugar e sim, espécies trazidas para cá.

 

DSC03285.jpg

 

DSC03286.jpg

 

Claro isso é só uma opinião, não conhecemos nada, aliás absolutamente nada, da vegetação nativa daquele lugar, mas que existe claramente uma diferença da vegetação nesse região existe.

 

DSC03289.jpg

 

DSC03290.jpg

 

DSC03291.jpg

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

DSC03292.jpg

 

DSC03293.jpg

 

DSC03294.jpg

 

Achamos bem interessante essa igrejinha, aliás aqui existem "n"s placas dizendo/lembrando/comentando que aqui tudo é Patrimonio da Humanidad.......heheheheheheheeh

 

DSC03295.jpg

 

DSC03296.jpg

 

DSC03297.jpg

 

DSC03298.jpg

 

DSC03299.jpg

 

Existe aqui nessa região uma cidade chamada de Maimará, que tem uma montanha que tem o nome de Palheta del Pintor, amigos, não conseguimos ver onde fica tal montanha, mas que aqui as cores se fundem é de ficar admirado.

 

Aliás posso estar enganado com o nome da montanha ou em que município fica.

 

Mas, eu me lembro bem que em Maimará existe um cemitério todo enfeitado com plantas de plástico super coloridas.

 

Fica as margens da estrada e se não gostasse de tirar fotos de lugares assim, provavelmente vcs. veriam uma dúzia de fotos do lugar.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Mas, nada que vcs. não possam ver pessoalmente e até fotografar, não é mesmo....heheheheheheehehehhe

 

DSC03300.jpg

 

Gostamos muito dessa imagem, não sei se é tão bonita quanto a gente acha, mas nós gostamos muito.....heheheheheheehehehehehehehhe

 

DSC03301.jpg

 

DSC03302.jpg

 

DSC03303.jpg

 

DSC03304.jpg

 

Pois é chegamos em Tilcara e quando fomos abastecer, o frentista já detonou minhas esperanças, somente Normal ou Fangio, cara eu não gosto de abastecer com Fangio, a Fazer fica com a marcha lenta mais lenta.....hehehehehehehe

 

Depois de abastecer, o cara não queria aceitar a nota de 50 pesos que tinhamos, falando que não havia troco, incrível é que ele mostrou o maço de notas na nossa cara e ainda ficou mexendo nas notas, eu falei bem vermelho (aqui o sangue sobe mais rápido....heheheheheh)

 

Olha amigo, não vou nem gastar o meu espanhol, eu tenho certeza que vc tem troco, pq estou vendo as notas no seu maço de dinheiro.

 

O cara, fez cara de pau e falou, não tem.

 

Eu falei pois bem, eu também não tenho troco e agora ?!!!!

 

O cara me deu de troco todas as notas velhas e rasgadas que tinha, não antes de conferir 10.000 vezes se a nossa nota era verdadeira.

 

Devia ter metido um cartão (e estornado depois na fatura) só para ver se ele não ia aceitar rapidinho aquela nota.

 

Enfim, já p.... da vida fomos até a lanchonete do YPF, sabe aquela hora que a coisa muda da água para o vinho ??

 

Pois é o atendente do lugar era tão gente boa, mas tão gente boa, que ele comentou com muita saudade/alegria dos motoqueiros brasileiros que passavam lá.

 

E até nos mostrou um adesivo de um grupo do Sul do país que passou por lá, guardava todo orgulhoso na carteira !!!!

 

Putz nada como uma pessoa diferente para mudar o nosso ânimo com a cidade, foi ótimo, aliás vimos uma criança (depois de Monte quemado, tirando Salta, as pessoas já possuem os traços mais "andinos") que era muito bonita, o menino estava até curioso com a gente, mas ficamos super sem graças de pedir para tirar uma foto dele.

 

Se tiverem sorte indo lá terão a oportunidade de conhecer o mesmo menino.

 

O pai até ficou sorridente com a nossa curiosidade, mas não pedimos mesmo para tirar uma foto.

 

Tentamos achar uma pousada que vi as referências no XT600 que salvo engano era de alguém que tinha vivido no Brasil, não tivemos a mesma sorte do pessoal do XT600 que foi "achado" pela moça, ficamos rodando na cidade que é mínima....heheheheheh

 

E também não demos muita sorte com o nosso guia de viagens, acabou que nem os informes turísticos estavam aberto.

 

O engraçado foi que um rapaz desceu de um carro e começou a comentar que estava com uma camisa da Alemanha (tava começando a ficar preocupado com aquela conversa....heheheh) e que simpatizava com os europeus (foi aí que eu entendi....heheheh)

 

Falei em bom em claro Português, que eramos do Brasil, bom enfim, o cara nos indicou onde era a pousada dele e o preço era bem bacana algo em torno de 40 pesos (só não lembro se era para os dois ou cada um).

 

Mas a patroa achou aquele papo da camisa da Alemanha super estranho....hehehehehehe

 

Enfim, fomos caçando um lugar para dormir e chegamos num lugar bacana e ficamos por lá.

 

Demos sorte que logo depois a chuva caiu forte, até anoitecer, mas já estavamos instalados.

 

Foi a primeira chuva depois que começamos a viagem (exceto de Camanducaia para SP).

 

Saímos mais à noite (esperamos a chuva passar) e por indicação do rapaz da pousada fomos comer num restaurante da praça da cidade (era econômico segundo ele) e eu desconfiado depois do acontecido em Salta.

 

De fato o lugar era bem econômico e bem gostoso, muitos estrangeiros sentados nas mesas e foi aí que experimentamos pela primeira vez.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Carne de Lhama, pois é amigos, tava muito bão......hehehehehe

 

E se não tivessem me contato teria achado que era carne de boi......hehehehehehe

 

DSC03305.jpg

 

Grande abraço, hoje tive que ir para SP e só consegui postar agora de noitinha, desculpem aos que ficaram esperando o relato e só verão amanhã.....heheheheheheh

 

P.s.: Só agora percebi que as fotos estão maiores, acho que na correria esqueci de modificar o tamanho das fotos.

 

Desculpem a nossa falha.

 

Mas, até que olhando melhor, essas imagens talvez fiquem melhor mesmo maiores, mas as próximas voltarei a colocar no tamanho normal

 

 

P.s.2: Pois é, ao contrário dos outros fóruns aqui no mochileiros as fotos que por enquanto "upei" com o tamanho original (6 mega) aqui ficaram no tamanho que normalmente eu deixo as fotos algo em torno de 800 x 600......

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

De antemão quero pedir desculpas.... essa parte do relato terá muuuuuuuuuuuuitas fotos..... SORRY.... heheheheheehehehehehehehehehehehehehe

 

10/12/2008 - Tilcara - AR/San Pedro de Atacama - CHILE

 

Vídeo 07:

 

 

 

 

Acordamos cedo, mas dormimos bem, não tivemos nenhum efeito de Soroche.

 

Em compensação a Fazer já começou a sentir uns efeitos, no início achei que era a Fangio, mas depois dela agir como uma XT660 com seus pipocos no escape, aliás, cara passando numa rua tranquila no dia anterior, paramos o serviço de dois pedreiros.

 

Um quase caiu da escada, achando que era tiro.......hehehehehehehehee

 

Maldade, a Fazer nunca foi de fazer essas coisas..... hehehehehehehe

 

Enfim, acordamos cedo, logo enfiei a cara para fora, queria acompanhar o primeiro amanhecer na montanha.

 

DSC08687.jpg

 

DSC08689.jpg

 

Olha ali os primeiros raios do Sol aparecendo nas montanhas mais altas.

 

DSC03311.jpg

 

DSC03312.jpg

 

Fotos do outro lado, aqui estavamos cercados pela montanha......hehehehehehehe

 

Depois de um belíssimo café da manhã (no jornal um debate sobre redução da maioridade penal de 16 anos :shock::shock::shock::shock: para outra idade, incrível aqui com 16 anos, salvo engano de memória, já é possível ser processado criminalmente).

 

Outra notícia que não parava de se falar (e esqueci de mencionar) Tierra del Fuego sofre com incêndios, pois é 229 hectares de Tierra del Fuego estavam sofrendo com um incêndio, Tolhuim (e a maravilhosa Panaderia) tinham sido evacuadas (pelo menos mostravam a imagem do centro de Tolhuim nessa hora).

 

Enfim, uma pena.

 

Depois disso arrumamos nossas coisas (detalhe, quando chove aqui, o fluxo de água é interrompido na cidade inteira, pois a água fica turva).

 

Estavamos sem água.

 

Mas, deu pra se virar com o que tinha na caixa d'água, mas aviso que em pousadas menores, provavelmente não tenham caixa d'água por quarto.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Participe da conversa!

Você pode ajudar esse viajante agora e se cadastrar depois. Se você tem uma conta,clique aqui para fazer o login.

Visitante
Responder

×   Você colou conteúdo com formatação.   Remover formatação

  Apenas 75 emoticons no total são permitidos.

×   Seu link foi automaticamente incorporado.   Mostrar como link

×   Seu conteúdo anterior foi restaurado.   Limpar o editor

×   Não é possível colar imagens diretamente. Carregar ou inserir imagens do URL.




×
×
  • Criar Novo...