Ir para conteúdo
  • Faça parte da nossa comunidade! 

    Encontre companhia para viajar, compartilhe dicas e relatos, faça perguntas e ajude outros viajantes! 

Posts Recomendados

  • Membros

Alter do Chão: Dicas
Para quem pretende conhecer esse Paraíso em plena floresta amazônica, tenho umas dicas maravilhosas para gastar pouca grana.
Se chega a Santarém de barco, avião ou estrada.
De braco: De Belém ou Manaus; chegando no porto, caminhar até onde saem os ônibus para Alter do Chão, passam de hora em hora.
De avião: No Aeroporto tem ônibus que vai a Santarém, ficar na 1 parada após a entrada a Alter do Chão, atravessar a avenida e aguardar o ônibus que lhe levará até Alter.
A Vila tem boa infraestrutura para o turismo, então, é bom fazer a reserva com antecedência, pois pode correr o risco de encontrar as pousadas, hotéis e hósteis LOTADOS.
A forma mais barata que encontrei, foi pelo AIRBNB, onde você pode escolher o valor que pretende pagar.
Os passeios ou travessia a Ilha do Amor, é aconselhável ir junto com outras pessoas para dividir os valores.
Um dos passeios, vai até a Praia de Ponta de Pedras em um barco, onde tem uns petiscos grátis e o almoço (não incluso), em uma das barracas na praia. Esse passeio é oferecido no local que você ficar hospedado. Lembre-se de pedir (na barraca que você escolher), uma porção de charutinhos, é um peixe pequeno, você come com espinha e tudo, super saboroso, serve também como tira gosto. Tem outro maravilhoso tira gosto, o bolinho de piracuí, um tipo de peixe cozido e depois desfiado, uma comida indígena.
Meses que tem a praia linda: a partir de 15 de agosto a 15 de fevereiro.
Na praça tem internet GRÁTIS, nessa praça é onde você vai ficar quase todas as noites, pois lá tem bares,  musicas, pratos regionais e tudo que você precisar.
Tem supermercado, embora pequeno, porém tem muitos itens, lojas para você comprar lembranças.
Alter do Chão é bem tranquilo, pode usar o celular, sem medo de assalto.
Procure voos mais barato pelo Gloogle Voôs.

Bom proveito e qualquer dúvida, pode perguntar, que terei o prazer em responder.

Alter.jpg

  • Obrigad@! 1
Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • 4 semanas depois...

  • Membros

Olá! Obrigada pelo relato! Estou querendo ir para Alter do chão com meu marido agora dia 10 de Janeiro. Tenho algumas dúvidas, se você souber responder ia nos ajudar bastante!

1- Nos estamos muito mais interessados na floresta do que nas praias, mas só achamos relatos do mesmo passeio pela Floresta Nacional do Tapajós. Existem mais opções de passeios pela floresta, ou até mesmo de hospedagem na floresta?

2- em Janeiro fica muito cheio?

3- os passeios de barco que achamos são extremamente caros, tanto para as praias tanto para a FLONA, negociar lá cai muito o preço?

Obrigada

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Membros
12 horas atrás, Luciana DSR disse:

Olá! Obrigada pelo relato! Estou querendo ir para Alter do chão com meu marido agora dia 10 de Janeiro. Tenho algumas dúvidas, se você souber responder ia nos ajudar bastante!

1- Nos estamos muito mais interessados na floresta do que nas praias, mas só achamos relatos do mesmo passeio pela Floresta Nacional do Tapajós. Existem mais opções de passeios pela floresta, ou até mesmo de hospedagem na floresta?

2- em Janeiro fica muito cheio?

3- os passeios de barco que achamos são extremamente caros, tanto para as praias tanto para a FLONA, negociar lá cai muito o preço?

Obrigada

Bom dia. 

Para você ir ao FLONA, onde ficaras hospedada com os nativos, em plena floresta Amazônica, podes ir de carro ou de lancha rápida, indo diretamente de Alter do Chão.
Na praia de Alter, tem vários lanchas que você contrata para fazer esse trajeto e podes também já contrata o retorno no dia que você desejar.

Tem um barco que faz os passeios até Ponta de Pedras, possando no retorno na belíssima praia de Ponta do Cururu, onde ficarás até o por do Sol.
Também podes contratar as várias lanchas rápidas que ficam na orla da praia de Alter.

Tem um pousada próximo a Alter, que ficarás diretamente em contato com a natureza. Vou te passar o link para fazeres o cadastro e pelo AIRBNB, podes contratar essa pousada, onde verás macacos, pássaros =, nativos e muitos mais que a natureza poderá lhe oferecer. 

https://www.airbnb.com.br/c/josehiltonp1?currency=BRL 

esse é o link 

Espero ter lhe ajudado.

Link para o post
Compartilhar em outros sites

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!

Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.

Entrar Agora
  • Conteúdo Similar

    • Por Breno Maia
      De quarentena em casa e muitas memórias surgem. Uma delas é a inesquecível/maravilhosa/surreal viagem que fiz por México e Cuba. Assim, uma maneira em que posso contribuir com esse maravilhoso fórum que tanto me ajudou e me ajuda, é fazer meu relato e ajudar com possíveis dúvidas. Já adianto que ao longo dele tentarei expor os custos, os locais em que fiquei (com links, se possível), a experiência que tive deles e das atividades que fiz, além, claro, de muitas fotos rs
      Saí de casa com a mochila nas costas dia 04/12/19 e retornei para casa no dia 25/12/19 (HoHoHo!). 3 semanas que passaram voando, mas foi tempo suficiente porque ao final já estava muy cansado e morrendo de saudade de casa pra comer rabanada.
      Ah, antes de mais nada, quero deixar claro que: se você está com vontade de viajar por aí e tem condições, SE JOGA. É uma experiência super enriquecedora culturalmente. O frio na barriga e ansiedade são naturais, cara, principalmente quando se viaja sozinho, como foi meu caso. PORÉM, encará-las e superá-las é uma sensação indescritível.  S E   J O G A !
      Acho que separar alguns assuntos em tópicos vai facilitar, então simbora!
      Roteiro  
      Imagem que resume o roteiro. Os números seguem a ordem cronológica por onde passei. Cancún e Havana foram lugares em que passei mais de uma vez, por isso tem dois números. A viagem propriamente dita comecei e terminei por Cancún, consequentemente, é o número 1 e 8.
      Segui a rota: Rio de Janeiro -> São Paulo -> Cidade do Panamá -> Cancún (1) -> Havana (2) -> Santa Clara (3) -> Trinidad (4) -> Varadero (5) -> Havana (6) -> Cidade do México (7) -> Cancún (8 )-> Cidade do Panamá -> São Paulo -> Rio de Janeiro (São Paulo e Panamá foram apenas escalas). Basicamente, fiquei do dia 5 ao dia 9 em Cancún. Dia 9 fui para Cuba, ficando lá até 19 e embarcando em seguida para a Cidade do México, ficando até dia 23.
      04/12: Rio x Guarulhos
      05/12: Guarulhos x Cidade do Panamá x Cancún
      06/12 a 08/12: Cancún
      09/12: Cancún x Havana
      10/12 a 12/12: Havana
      12/12 a 14/12: Santa Clara
      14/12 a 16/12: Trinidad
      16/12 a 18/12: Varadero
      18/12: Varadero x Havana
      19/12: Havana x Cidade do México
      20/12 a 23/12: Cidade do México
      23/12: Cidade do México x Cancún
      24/12: Cancún x Cidade do Panamá x Guarulhos
      25/12: Guarulhos x Rio 
      Podem perguntar ''mas Breno, qual o sentido de você ir e voltar ao México? Por que não fazer cada país de uma vez ao invés de fatiar o trajeto?''. Eu respondo: o primeiro motivo é porque consegui por 1800 reais ida e volta de Guarulhos/Cancún (mega barato na época) em uma data perfeita para mim. Foi o match perfeito, o sinal dos deuses mochileiros que era para eu viajar SIM e começar a jornada pelo México, não Cuba. O outro motivo é por uma paixão minha, o tal Clube de Regatas do Flamengo. Estávamos com chance de jogar o Mundial de Clubes, que seria nos dias 17/12, a semifinal, e 21/12, a final. Em Cuba eu sabia que seria impossível assistir a algum jogo, logo, planejei para que pelo menos na final eu estivesse no México para conseguir ver. Adianto que o planejamento deu super certo, visto que chegamos à final sim e assisti ao jogo kkkkkkkkk aliás, uma coincidência cósmica incrível aconteceu nesse dia, que relatarei mais pra frente.
      Dica! O preço que consegui no trajeto Guarulhos/Cancun foi a partir do aplicativo ''Passagens imperdíveis''. Recomendo o app, pois realmente tem muitas ofertas boas de passagens! Eu não cheguei a fazer a compra nesse aplicativo, mas com a notificação que recebi dele que fui fazer a compra no site da MaxMilhas. Não tô ganhando nenhum cash pra falar isso kkkk apenas sugerindo porque me ajudou bastante.
      Custo total da viagem Eu gastei em torno de 8000 reais na viagem toda, isso em dezembro de 2019 com o dólar comercial a mais ou menos 4,20. Está incluído: transporte, alojamento, alimentação, passeios, internet (quando chegarmos ao relato de Cuba vamo entender isso) e lembrancinhas (sim, é um item à parte pq sou o maníaco do souvenir). Alguns voos peguei sim muito cedo, passei parte de uma madrugada em aeroporto, fiquei em hostels no México e aluguei quartos privados pelo Airbnb em Cuba. Comida era variável, minha prioridade era sempre algo mais em conta, mas me dava ao luxo de vez em quando rs.
      O que levei Fui com duas mochilas. Uma de 50 L da Decathlon mt usada por mochileiros (MOCHILA DE TREKKING FORCLAZ 50 LITROS CINZA FORCLAZ) e uma menor de 10 L (MOCHILA DE TRILHA NH100 10 LITROS BACKPACK NH100). 
      Levei 1 par de tênis, 1 par de chinelos, 10 camisas, 10 cuecas, 5 bermudas, 8 pares de meia, 1 casaquinho (um adendo aqui: ora bolas, Caribe, né? MAS SEMPRE veja a temperatura média da região para onde você vai. Eu fui no período de inverno no hemisfério norte, mas nem me preocupei com isso. Já adianto que sofri bastante com o frio da Cidade do México!! Peguei 6 graus e o tal ''casaquinho'' me salvou para que eu realmente não morresse de hipotermia. TOMA DISTRAÍDO. O carioca aqui sofreu demais), porta dólar (preciso nem avisar a importância disso, né?), kit higiene pessoal (e nisso incluo papel higiênico, nunca que sabemos o que podemos encontrar, ou não encontrar), celular, fones, caderninho e caneta para fazer meu diário de viagem, 1 livro (''O velho e o mar'' do escritor estadunidense Ernest Hemingway que morou por muitos anos em Cuba, tudo a ver né), carregador(!!!!), comprovante de vacinação para febre amarela (Panamá e Cuba exigem, mas não pediram em nenhum momento. Mesmo assim, obviamente, tome a injeção e leve o documento), cartão do seguro viagem (indispensável, os 200 reais - em média - podem sair muito, mas muito mais barato caso precise utilizar o sistema de saúde no estrangeiro. Uma OBS: em Cuba, mesmo tendo um sistema público de saúde, ele não é oferecido para os gringos. Até nisso o nosso SUS é referência haja vista que tratamos de graça nossos turistas), cadeado, pasta com documentação, carteira, uns remédios caso passasse mal.
      Basicamente foi isso. Coube tudo, não ultrapassei os 10 Kg máximos e ainda sobrou espaço para muitos souvenirs. A ÚNICA coisa que esqueci (lei de Murphy, é você?) foi um adaptador de tomada pro celular. Só isso, né??? Lembrei apenas poucas horas antes de sair de casa e não tinha como arranjar um. Acabou que tive que comprar no aeroporto: 139 reais! A facada foi forte já no começo da trip...
      O começo de tudo Na verdade, em meados de 2019 eu estava planejando visitar o Paraguai, Chile e Bolívia. Porém, num desses encontros aleatórios da vida com um desconhecido que rachei o uber (eu estava hospedado num Aribnb em Brasília e calhou de que nossos embarques fossem praticamente no mesmo horário), conversamos sobre viagens no carro na ida até o aeroporto. Ele, muito mais experiente no assunto do que eu, disse que Bolívia e Paraguai não valiam tanto a pena assim. Lembro de ele falar ''tem só um monte de feira''. Disse, em seguida, de um país excelente para viajar, mas não tão bem divulgado: o México. 
      Fiquei com isso na cabeça. Comecei a procurar sobre, e a primeira coisa que vem com turismo à terra do Chespirito é Cancún. Nunca fui grande entusiasta desse local, mas conhecendo depois mais o que fazer por lá + a possiblidade de visitar a Cidade do México - não tão destino turístico de nós brasileiros, mas com uma riqueza cultural incrível - comecei a cogitar realmente passar por lá. 
      Matutando isso por alguns dias veio aquele flash: é do lado de Cuba!! É só ver o mapa e constatar que Cancún quase encosta na ilha. Cuba sempre foi um sonho visitar e conhecer aquele país que desperta tanto amor e ódio. Será que seria a hora de finalmente visitar? 
      Era hora sim! Decidido, só restava montar o roteiro e planejar para economizar o máximo possível.
      As passagens Acho importantíssimo criar um tópico para falar sobre isso. Sabemos que as passagens representam um dos maiores gastos na viagem, se não o maior, dependendo. Por isso, se tu quer economizar nesse quesito, paciência e flexibilidade são o segredo. Eu a partir de meados de agosto praticamente todo dia procurava um trajeto saindo do Brasil (Rio e SP) para México (capital e Cancún) ou Cuba. Como já disse antes, instalei o app ''Passagens imperdíveis'' no celular e no dia 04/10 veio a notificação do ano: SP/Cancún por R$1792,20 com a data simplesmente perfeita para mim (ida dia 4/12 e volta dia 25/12).
      Com a passagem comprada pro México, não tinha mais como recuar: VOU VIAJAR SIM. 
      Depois disso, o negócio era mais complicado... comprar as passagens entre México/Cuba, Cidade do México/Cancún e RJ/SP. Utilizei demais e muito me ajudaram o Skyscanner e Google Flights (ambos na aba anônima, tá bom? Não deixe os algoritmos saberem que você quer viajar e pra onde, eles podem subir o preço https://oglobo.globo.com/economia/defesa-do-consumidor/sites-identificam-buscas-de-consumidor-aumentam-precos-de-produtos-em-ate-20-22484138).
      Depois de muita pesquisa, algumas trocas de roteiros e tendo que estar dia 21 no México, consegui todos os voos por 3600 reais, aproximadamente. Um baita negócio, sendo que peguei 7 aviões, cruzei o continente e visitei dois países. Por isso, repito: procure com antecedência e persistência!
       
      Em seguida... últimos preparativos e o começo da jornada!
       
       
       
    • Por Mari Brito
      Olá pessoal!

      Sou iniciante e gostaria da ajuda de vocês para comprar uma barraca. Minha ideia é usar ela no Brasil e América Latina. 
      Com base em experiências com outras barracas, tô procurando um modelo que seja durável, resistente a chuva (!), arejado e leve (!). Porém meu orçamento está bem curto e o dólar tá alto então foi difícil achar boas barracas que estivessem dentro das minhas necessidades e realidade. Cheguei a três modelos:

      Nautika Takoma 2 Pessoas: 
      - É a primeira barraca de duas pessoas que realmente parece caber duas pessoas confortavelmente. 150x240x115
      - 2000mm, porém o sobreteto é incompleto o que me deixa apreensiva de entrar água pela porta. 
      - É comprida então dá pra colocar a mochila dentro.
      - Duas laterais praticamente completas de tela de mosquiteiro.
      - Parece que o acabamento do zíper não é tão bom, a bolsa não tem alça nem nada.
      - Tem espeques mais grossos e de plástico, o que deixa muito mais leve mas pode ser um problema em chão duro. 
      - É muito leve (2.3kg)

      MH100 2 e 3 pessoas:
      - A barraca de duas pessoas: 105x130x210 e 2,4kg
      - Barraca de três pessoas: 120x195x210 e 3,3kg
      - O acabamento parece muito bom, desde os bolsos internos que são grandes, até o próprio saco da barraca.
      - 2000mm
      - Sobreteto completo. 
      - Pequeno avanço frontal.
      - Parece um modelo bem mais fechado e abafado.
      - Não tem zíper duplo. 
      Falcon, da Náutika, 2 e 3 pessoas:
      - Duas pessoas: 110x130x200 e 2,2kg
      - Três pessoas: 110x160x205 e 2,3kg
      - É o modelo mais barato, a de três lugares é o mesmo valor que a de 2 lugares das outras duas. 
      - Apenas 1000mm, diferente das outras duas que são 2000 mas vi algumas resenhas dizendo que é bastante resistente e não entra água, provavelmetne o sobreteto completo e a distancia entre o quarto e o sobreteto ajudem bastante nisso. 
      - Laterais do quarto completamente em tela de mosquiteiro.
      - Pequeno avanço frontal. 
      - Possui fixação lateral do sobreteto o que ajuda bastante na resistência a chuva e vento. 
      - Muito leve. 
       
      E aí pessoal, dentre esses modelos, quais vocês escolheriam? 
      Indicariam outros modelos com custo benefício melhor?
      Tem experiência com esses aqui? 

       
    • Por MARTINS CRISTIANE
      Olá, iniciante no pedal e louca por viagens. 
      Quem puder dar dicas, depoimentos e sugestões para quem busca iniciar no cicloturismo eu agradeço.
      Abraços
    • Por Mahin
      Oi me chamo Mahin, estou procurando uma cia pra viajar, moro em Salvador e pretendo começar a viagem saindo daqui para Chapada diamantina × Pernambuco e depois percorrer o norte/Nordeste, tudo isso com pouca grana.
      Se sentir interesse manda um email, bjin ✨
      [email protected]
    • Por Piter Nunes
      E ai genteee!
      sou do RS aqui do litoral norte ,estou pensando em fazer meu primeiro mochilão, já vi muitas pessoas saírem por ai sem destino certo e queria fazer parte desse mundo também, sabe visitar lugares conhecer gente nova outras culturas... ( meu sonho seria começar pelo Uruguai)
      mas n faço ideia de:
      por onde começar?
      de quanto dinheiro preciso?
      do que preciso?
      😀contem como foi o primeiro role de vocês se tiveram medo, como fizeram  para sanar a duvidas simples?
      contato: [email protected]
       
      link face add! https://www.facebook.com/piter.nunes.735/?viewas=
×
×
  • Criar Novo...